Novidades

[Report] Circuito Tunisia Desconhecida - Setembro 2009

ploferreira

Moderador Sénior
Staff
Circuito Tunisia Desconhecida - Setembro 2009

Boas,

A minha viagem foi em Setembro de 2009, no entanto só agora chegou a hora de fazer o prometido Report, sei que já existem bastantes reports sobre a Tunísia, no entanto esta será a minha visão da viagem e obviamente que para mim é sempre bom relembrar esta fantastica viagem

Depois de várias pesquisas optamos pelo circuito Tunísia Desconhecida com 4 dias de circuito por todo o território da Tunísia e 3 dias de Praia em Hammamet.

A Agência de Viagens foi a Best travel e o operador a travelplan.

Dia 01 Porto-Monastir-Port El Kantaoui

A Viagem começou no dia 07 de Setembro, às 8:15 já estávamos no aeroporto do Francisco Sá Carneiro para fazer o check in, depois do controlo de passaportes lá esperamos pelo nosso avião que chegou pelas 9:45

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM06281024x768.jpg


Confesso que a minha expectativa era bastante baixa para o voo nesta companhia tunisina (Karthago Airlines) devido aos comentários que vi na Net, onde eram recorrentes os atrasos e falta de qualidade no serviço.

Bem não sei se tive sorte, mas a verdade é que nos dois voos não houve nada a apontar à tripulação, ambos saíram a horas, e todos os elementos eram extremamente simpáticos e prestáveis.

O Boeing 737 acusava algum desgaste e o avião da Viagem Porto-Tunisia tinha um espaço extremamente reduzido entre filas, para além de não ter qualquer sistema de entretenimento a bordo.

Pouco depois de levantarmos voo foi servido o pequeno-almoço e duas horas depois fazíamos aproximação à Tunísia.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM06351024x768.jpg


A aterragem decorreu com alguma turbulência (a única sentida durante todo o voo) devido ao ar quente, no aeroporto internacional de Monastir Habib-Bourguiba em Monastir, este aeroporto é utilizado principalmente por voos charter e fica a cerca de 130Km da cidade de Tunis.

Após a chegada ao terminal, tivemos de esperar para a obtenção do visto, bastando apenas apresentar o passaporte e um formulário previamente fornecido durante o voo com alguns dados pessoais (ao longo da viagem tivemos de preencher mais 4 formulários destes, um por cada hotel por que passamos).

Após a obtenção do visto e enquanto esperávamos pelas malas fui trocar algum dinheiro, é bastante fácil de trocar dinheiro no aeroporto, a moeda usada é o Dinar Tunisino a taxa de câmbio era na altura cerca de metade do Euro ou seja trocávamos 100 EUR por 200 TND, o que na Tunísia é bastante dinheiro.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM06371024x768.jpg



O Dinar tunisino divide-se em Milimes (equivalente aos nossos cêntimos, mas com três casa decimais), é aconselhável guardar sempre o talão de câmbio, para o caso de nos sobrar dinheiro, uma vez que o Dinar Tunisino não pode sair do país, é necessário troca-lo à saída e para isso é imprescindível apresentar o talão de câmbio.

Para além do aeroporto, é possível efectuar câmbios em qualquer hotel ou então levantar Dinares Tunisinos numa caixa multibanco, mas esta operação está sujeita ao pagamento de taxas.

Após a Recolha da bagagem dirigimo-nos para a saída em direcção ao terminal de autocarros onde se encontravam os representantes dos diversos operadores, após a indicação do autocarro correspondente dirigimo-nos para o nosso destino desse dia, Hotel El Mouradi Club Selima em Port El Kantaoui.


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM06381024x768.jpg


Na curta Viagem de cerca de 20 minutos até ao Hotel pudemos constatar o grande dispositivo policial presente nas ruas, em quase todos os cruzamentos víamos polícias, apesar disso o trânsito é completamente caótico, quase que tivemos 4 acidentes até ao hotel!

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM06411024x768.jpg




ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM06521024x768.jpg


Curiosamente para os tunisinos é perfeitamente normal conduzir contra a mão nas rotundas ou inventar mais uma faixa de rodagem onde ela não existe, como dizia o nosso guia, os tunisinos já estão habituados a este caos por isso toda a gente se entende.

Os muitos táxis amarelos que se viam na estrada estavam todos amassados vá-se lá saber porque…

Finalmente chegamos ao nosso destino, Hotel El Mouradi Club Selima

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM06531024x768.jpg


O hotel El Mouradi Club Selima foi o único Hotel de 3* em que ficamos durante o circuito, apesar da classificação, surpreendeu-me bastante pela positiva, os quartos não eram nada de especial mas cumpriam a sua função, estavam limpos e eram acolhedores.

O Conceito do Hotel é bastante interessante, trata-se de blocos separados com 4 quartos cada, tem piscina e saída directa para a praia privativa.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM06551024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM06621024x768.jpg


Depois de aproveitar um pouco da tarde de praia, ainda demos uma volta pela beira-mar e de seguida fomos dar uma volta pela avenida principal perto do hotel.


O Jantar não era mau, mas notava-se que tinha menos variedade do que os hotéis de categoria superior. O hotel tinha ainda uma boa animação nocturna, assistimos a um pouco do espectáculo e terminou assim o primeiro dia na Tunísia, até porque o dia seguinte iria começar bem cedo 7:30 para a saída na primeira etapa do circuito.
 

ploferreira

Moderador Sénior
Staff
Dia 02 Port El Kantoui-El Jem-Matmata-Douz

O Segundo dia começou bem cedo, após o pequeno-almoço no refizemos as malas e seguimos para a entrada do Hotel onde a camioneta já nos aguardava.

Após cerca de uma hora de viajem, chega a primeira paragem do dia, o anfiteatro Romano de el Jem

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM07331024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM07321024x768.jpg


Foi construído pelo imperador Gordian em 230 dC e tinha uma capacidade de mais de 35.000 espectadores. Os 148 metros de comprimento e 122 de largura são a prova da magnitude do monumento.

El Jem era então uma cidade importante, com mais de 150 mil habitantes (mais do que actualmente), que serviu como um celeiro de Roma. Em particular, o extenso olival florescer fez da cidade um monte tornando-se a segunda maior cidade da Tunísia a seguir a Cartago.

O Anfiteatro está muito bem conservado, decorriam alias obras de conservação aquando da nossa visita. Após uma breve explicação histórica pelo nosso guia, no centro da arena, pudemos descer ao fosso, explorando todos os recantos arquitectónicos desta grande obra, desde as celas dos gladiadores, jaulas para animais e sistemas de recolha de água.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM06851024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM07041024x768.jpg


Subindo até aos andares superiores tomamos consciência da magnitudes deste monumento que em 1979 foi declarado património Mundial pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Edução Ciência e Cultura)

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM07151024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM07051024x768.jpg



Para poder tirar fotografias aqui é necessário adquirir um bilhete à entrada que custa 1,50 Dinares (cerca de 75 Cêntimos) que deverá ser guardado até ao final da
visita.

Partimos de seguida para uma viagem de cerca de 200 Km até ao próximo destino, Matmata.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM07341024x768.jpg



Durante a viagem o guia foi falando de vários aspectos da Tunísia, desde a geografia, história, costumes, religião, etc.


Matmata é o nome de uma tribo berbere e que deu no nome a esta cidade no Sul da Tunísia.

Actualmente com pouco mais de 1000 habitantes esta cidade está isolada de tudo, ao chegar a Matmata parece que estamos perante um imenso deserto, mas um olhar mais atento permite identificar pequenas saliências nas rochas, são as entradas das casas trogloditas.

As casas trogloditas foram construídas para proteger os seus habitantes do sol do Verão e frio do inverno, a entrada em forma de um longo túnel que leva a um pátio central aberto, arejado, ao redor, várias salas são escavados no solo.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_hpim0737s1024x768.jpg



ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_hpim07411024x768.jpg



ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_hpim07451024x768.jpg


Após uma breve paragem para apreciar a paisagem e tirar fotos, paramos para o almoço no restaurante do hotel les berbers.

O Hotel fica numa casa troglodita pelo que aqui reina a simplicidade, as bebidas são compradas no bar que fica no pátio principal e daqui vamos para a sala de jantar, escavada na rocha com uma grande mesa no centro e pequenos bancos. O prato principal foi esparguete com tomate.


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_hpim0757o1024x768.jpg


Após o almoço fomos visitar uma casa troglodita.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM07591024x768.jpg



ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM07601024x768.jpg


Os quartos, salas e todas as restantes divisões são bastante simples, não existindo aqui televisão ou outro tipo de tecnologias, a maior parte da população sobrevive da agricultura e principalmente do turismo, abrindo às suas casas à visita dos turistas.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM07621024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM07631024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM07651024x768.jpg


Aqui foi filmado o primeiro filme da saga star wars, numa casa hoje transformada no Hotel Sidi Driss (a casa de luke skywalker no filme)

Terminada a viagem seguimos viagem em direcção a Douz, conhecida como as portas do deserto.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM07671024x768.jpg


Douz é conhecida como a porta do Deserto por aqui se iniciar o Deserto do Saara em território tunisino.

Durante a viagem até Matmata, o nosso guia propôs a compra de 3 actividades adicionais, um passeio de dromedário em Douz, e um passeio de charrete e jantar folclórico em Tozeur. Estas actividades eram naturalmente facultativas, mas foram adquiridas por todo o grupo, o preço não era exagerado 35,00€.

Assim a primeira paragem à chegada a Douz foi para realizar o passeio de dromedário, este passeio tem a duração de cerca de 45 minutos, após montar o dromedário dirigimo-nos para sul, entrando progressivamente no deserto, parando então para apreciar a paisagem.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM07831024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM07851024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM07861024x768.jpg


Após algum tempo livre para apreciar a paisagem e as dunas de areia fina, regressamos, foi sem dúvida uma experiência engraçada, principalmente a parte de subir e descer do dromedário isto porque tanto a subir como a descer o bicho levanta primeiro as patas da frente, o que nos deixa inclinados quase a pique durante uns 2-3 seg. no entanto basta-nos a agarrar bem e ele sobe com as patas de traz.

No final do passeio convêm gratificar o nosso cameleiro que depende em grade parte das gratificações que recebe para a sua subsistência.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM07951024x768.jpg


 

ploferreira

Moderador Sénior
Staff
Para quem gostar desta experiência, existe a possibilidade de nos aventurarmos um pouco mais no deserto, numa excursão que nos permite explorar um pouco mais o deserto de camelo e inclusivamente dormir numa tenda no deserto.

À saída do complexo de passeios de dromedários podemos comprar uma Rosa do Deserto, formadas no deserto estas rochas podem ser compradas em toda a Tunísia, mas foi aqui que encontrei as mais baratas.

A tarde Já ia terminando e rumamos ao último destino deste dia, o Hotel El Mouradi Douz, ainda a tempo de dar um mergulho na piscina.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM07971024x768.jpg


Após o Jantar ainda demos um saltinho a um bar típico junto ao hotel, ao ar livre e com tendas berberes para experimentar a narguila, (a não perder mesmo para quem não fumadores) e o licor de tâmara.

Sobre o Hotel, bastante bom, com um jantar variado, piscina e excelente localização com vista para o Saara.

Assim terminou o primeiro dia de Circuito, onde percorremos cerca de 400 Km, no dia seguinte a partida estava marcada para as 7:30.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_dia02.jpg


Dia 03 Douz-Chott El Jerid-Tozeur (Tamerza e Chebika)

À semelhança do segundo dia, este terceiro dia começou também muito cedo, cerca das 7:30 após o pequeno almoço estávamos já prontos para sair em direcção à cidade de Tozeur, cidade das palmeiras, atravessando o lago salgado de Chott el Jerid e visitando os oásis de Chebika e Tamerza.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08101024x768.jpg


Após cerca de uma hora de Viagem a paisagem lateral muda, e a areia dá lugar ao Lago salgado de Chott el Jerid um lago seco e muito extenso, que fica ao nível do mar, facto que torna o amanhecer único, em algumas excursões sai-se por volta das 5:30 para assistir ao nascer do Sol, no nosso caso infelizmente quando lá chegamos o sol já estava alto.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08191024x768.jpg


Paramos a meio do percurso para descer da camioneta e ver de perto as margens deste lago salgado, é possível andar sobre a capa de sal nesta altura do ano, e tocar de perto o sal.

Olhando em volta temos uma imensidão de agua salgada a perder de vista o que torna este lugar enigmático e único e nos leva a esquecer por um instante que estamos no meio de tantos turistas.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08201024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08251024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08271024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08321024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08421024x768.jpg


Retomamos a Viagem em direcção a Tozeur, o nosso destino final neste dia.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08491024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08471024x768.jpg


Tozeur (em árabe: توزر) é um oásis e uma cidade no sudoeste da Tunísia. A cidade está localizada a Noroeste de Chott el-Jerid, entre este e lago menor Chott el-Chott Gharsa. É a capital da província de Tozeur.

Com centenas de milhares de palmeiras, o oásis de Tozeur é enorme. As palmeiras estão no centro da economia, desde as famosas tâmaras até às folhas utilizadas para fazer tabaco ou mesmo os troncos, tudo se aproveita.

Na parte da manhã estava prevista uma visita a um palmeiral, após entrar em Tozeur fizemos uma pequena paragem para uma vista panorâmica a um oasis.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08531024x768.jpg



De seguida iniciamos a viagem para o palmeiral de charrete, aqui chocava-nos um pouco o estado dos cavalos, alguns pareciam maltratados e o cheiro do “condutor” que parecia não tomar banho à dias!

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08651024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08701024x768.jpg


Após a chegada ao palmeiral, visitamos a zona das palmeiras onde nos foram explicados todos os métodos de cultura e os diversos produtos elaborados.

Assistimos a uma demonstração de como se trata e colhe as tâmaras, onde os trabalhadores sobem descalços s sem qualquer tipo de protecção a palmeiras com mais de 7 metros!

Foi-nos ainda oferecido uma prova de licor de palmeira e um cachimbo de tabaco de palmeira. Todos estes produtos podem depois ser comprados, em euros ou dinares.


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08731024x768.jpg



ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08751024x768.jpg


Visitamos depois um bairro tradicional, achei particularmente interessante o pormenor das portas (que de resto se encontravam um pouco por toda a Tunísia), todas elas tinham 3 puxadores, um para os homens, outro para mulheres e um segundo para crianças, todos com sons distintos.

Desta forma a mulher sabe pelo som quem a visita e se pode ou não abrir a porta. Na Tunísia, não é permitida as visitas de outros homens, sem a presença do Pai ou Marido em Casa.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08861024x768.jpg



ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08811024x768.jpg



ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08871024x768.jpg



Tivemos ainda tempo de visitar o mercado local e de seguida dirigimo-nos para o hotel onde iríamos passar a noite, uma vez que estávamos já próximos da hora do almoço.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08911024x768.jpg



ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08921024x768.jpg



O Hotel de 4 estrelas El Mouradi Tozeur foi provavelmente o melhor hotel do circuito, quartos grandes, restaurante bom e óptima piscina.


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM10221024x768.jpg



ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM08991024x768.jpg




A piscina estava muito apetecível, mas iria ter de esperar pelo final da tarde, porque a seguir ao almoço esperava-nos a visita ao oásis de montanha de chebika e tamerza. Em 4*4


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09001024x768.jpg



Ao inicio da tarde fomos divididos em grupos de 4 pessoas e dirigimo-nos para os oásis de montanha em 4*4

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09041024x768.jpg
 

ploferreira

Moderador Sénior
Staff
Rapidamente a paisagem da cidade deu lugar novamente ao deserto, onde pudemos ver dromedários a deambular livremente

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09071024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09091024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09101024x768.jpg



Cerca de meia hora de viagem e chegamos à primeira paragem do dia, o oásis de Chebika.

Chebika fica perto da cidade de Tamerza, na região sudoeste de Jerid Tunísia, é um pequeno oásis de montanha cercada por uma região do deserto seco e árido.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09141024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09151024x768.jpg



Visitamos a aldeia antiga, logo no incio do Oasis, destruída por uma inundação em 1969, após 22 dias de chuva e abandonada desde essa data. A cidade actual foi construída ao lado dos dos edifícios abandonados

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09191024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09201024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09211024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09231024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09271024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09321024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09531024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09661024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09681024x768.jpg


Iniciamos a descida pela superfície rochosa e surge-nos uma queda de agua azul cristalina, simplesmente fantástica.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09691024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09721024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09731024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09761024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09781024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09831024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09871024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09921024x768.jpg


Seguimos Viagem para uma visita panorâmica a Tamerza, com paragem na grande cascata, onde alguns locais tomavam banho, aqui podemos (e devemos) tomar um chá de menta nas tentas berberes montadas para o efeito.



ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09931024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09951024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM09981024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM10001024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM10011024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM10081024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM10091024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM10101024x768.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM10191024x768.jpg


Terminamos com a vista da cidade destruída pelas cheias em Tamerza (à semelhança de Chebika) e regressamos a Tozeur, estávamos já no fim da tarde.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM10201024x768.jpg


Sem dúvida uma tarde muito bem passada nos oasis de Montanha, voltamos ao hotel ,mesmo a tempo de aproveitar os últimos raios de sol para um mergulho na fantástica piscina J

O jantar estava incluído Hotel El Mouradi Tozeur, no entanto nesta noite tínhamos a terceira actividade do pacote comprado no segundo dia – o Jantar tradicional Tunisino.

Saímos para a quinta onde se iria realizar o Jantar, devo dizer que estava um pouco reticente em relação a este jantar, mas surpreendeu-me bastante.

À chegada a quinta, a animação já estava em grande, dois cavaleiros na entrada e um grupo com instrumentos tradicionais encarregavam-se de dar as boas vindas aos convidados



ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1026.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1027.jpg



ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1028.jpg



ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1031.jpg



Dentro de uma tenda pudemos assistir a demonstrações de artesanato local e fabrico do pão tradicional.


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1047.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1045.jpg


De seguida e após tomar uma bebida de boas vindas (sumo de laranja com gás!) servida no exterior, podemos assistir a uma demonstração de luta coreografada com cavalos e camelos

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1055.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1057.jpg



No final do espectáculo, fomos encaminhados para a sala principal onde iria decorrer o Jantar, fomos acomodados em mesas tradicionais, com os bancos baixos, (nada boas para as costas), foram servidas entradas, prato principal couscous de borrego (do qual não fiquei particularmente apreciador) e Sobremesa típica. Vinhos Tunisinos à descrição salvaram a noite

Após o Jantar, tivemos animação com cantoras locais, danças do ventre e equilíbrio de jarras

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1061.jpg



ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1071.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1068.jpg



O Jantar terminou perto da 1 da manhã, e foi bastante divertido, confesso que a gastronomia mais típica não me convenceu muito, mas foi uma óptima oportunidade para conhecer novos sabores e costumes.

Terminava assim o terceiro dia em que viajamos menos km, mas vivemos experiências verdadeiramente inesquecíveis.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_SemTtudia3.jpg
 

ploferreira

Moderador Sénior
Staff
Dia 04 Tozeur-kairouan-Hammamet

No quarto dia foi-nos permitido acordar a umas horas “mais decentes” a saída estava programada para as 9:00H, pela janela do quarto eram visíveis as palmeiras com as magnificas tâmaras

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1078.jpg


A seguir ao pequeno almoço e após a colocação das malas na camioneta, tivemos tempo livre para explorar o mercado tradicional e o comércio de rua de Tozeur, foi o nosso primeiro contacto com as técnicas de regateio

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1079.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1088.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1089.jpg




Pormenor dos talhos Tunisinos, são obrigados a pendurar a cabeça do Animal, para provar a proveniência da Carne

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1085.jpg



ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1092.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1093.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1094.jpg


A característica arquitectura de Tozeur está bem presente no centro da cidade

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1095.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1096.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1111.jpg




Partimos para a viagem de mais de 330 Km que nos iria levar ao destino final das férias Yasmine-hammamet passando por kairouan, Cidade santa do Islão

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1118.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1121.jpg




ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1124.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1129.jpg



Sobre esta viagem, nada de muito relevante a assinalar, paragem rápida para almoço e paragem técnica numa estação de serviço durante a tarde, bastante tempo que o guia aproveitou para falar sobre a cultura Tunisina.

Por volta das 16:30 chegamos a kairouan, cidade Santa do Islão.

localizada cerca de 160 quilómetros ao sul de Tunes, é a capital da província homónima, e sua população é de aproximadamente 150 000 habitantes, é também é conhecida como "a cidade das 50 mesquitas".

Outrora Capital da Tunísia, Apesar da transferência da capital política para Tunes no século XII, Kairouan continuou a desempenhar o papel de capital espiritual do Magrebe, com os seus treze séculos de cultura islâmica. A cidade foi inscrita pela UNESCO em 1988 na lista dos locais que são Património da Humanidade.

Famosa pelas suas carpetes, o desenho típico das carpetes de Kairouan chama-se Alloucha e é feito com as cores naturais da lã, com uma bordadura de riscas paralelas em padrões geométricos e um losango central com um padrão floral. As carpetes são graduadas pela espessura do fio usado e pelo número de nós por metro quadrado, sendo o "normal" de 10 a 40 mil nós, "fino" de 65 a 90 mil e "extra-fino" de 160 a 500 mil. As carpetes de seda podem ter mais de 500 mil nós por metro quadrado.

Iniciamos a visita a uma fábrica de tapetes, onde pudemos observar a produção, completamente manual e feita com nós, um tapete pode demorar 3 meses ou mais a ser concluído.

Tivemos uma demonstração de vários tipos de tapetes e caso houvesse interesse era possível adquirir tapetes com um desconto considerável, com entrega em Portugal, no final ofereceram-nos um chã verde ou café turco.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1143.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1144.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1145.jpg


Terminada a apresentação, visitamos o centro de Kairouan, onde se destaca a Grande mesquita.

A Grande Mesquita de Kairouan (Grande Mesquita de Sidi-Uqba) é considerado como um dos mais importantes monumentos da civilização islâmica, bem como uma obra-prima arquitectónica mundial, fundada por árabes, no ano 670 DC, o aspecto actual da mesquita data do século IX. A Grande Mesquita de Sidi-Uqba tem uma grande importância histórica como o ancestral de todas as mesquitas no mundo islâmico.

Infelizmente, devido ao Ramadão não nos foi possível entrar na mesquita, tivemos de nos contentar com a vista panorâmica.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1148_1.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1149_1.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1157_1.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1173.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1174_1.jpg


Ao lado da grande mesquita, fica o cemitério de Ouled Farhane situado fora das muralhas, é uma verdadeira cidade dos mortos, a maioria dos túmulos têm a forma de pequenas casas.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1164_1.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1160.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1154_1.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1167_1.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1171_1.jpg




Após uma volta a pé pelo centro, voltamos à camioneta para a etapa Final, cerca de 100 Km ainda nos separavam de Hammamet.

Um ponto Ffnal no mini-circuito de 3 dias que nos permitiu ver grande parte do país, conhecendo tradições, costumes, gastronomia, sem dúvida uma experiência extremamente enriquecedora, sem dúvida que recomendo este circutio :p

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_SemTtulo.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1168_1.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1184.jpg


Ao final da tarde terminava o minicircuito em Yasmine-Hammamet, com a distribuição das pessoas pelos diferentes hotéis, chegamos finalmente ao nosso Hotel Vinci Lella Baya

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1185.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1186.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1187.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1189.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1190.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1199.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1197.jpg


 

ploferreira

Moderador Sénior
Staff
Dia 05 Hammamet

Estávamos com um pouco de receio do Hotel Vinci Lella Baya, uma vez que fomos alertados que as 5 estrelas não corresponderiam a um hotel da mesma classe na Europa, mas de facto fiquei bastante satisfeito, creio que corresponderá a um 4 estrelas superior.

A Arquitectura é fantástica, o hotel parece um palácio saído de um conto de fadas, a piscina é fantástica e tinha actividades de animação satisfatórias.

O restaurante era bastante bom, com um bufett variado de comida tradicional e ocidental, e a opção por pizzas, massas ou grelhados feitos na hora. Os empregados do restaurante eram na sua generalidade mal encarados e apenas sorriam quando lhe dávamos uma gorjeta (poucas vezes no meu caso, uma vez que não costumo gratificar mau serviço).

Na primeira noite um empregado tentou deliberadamente enganar-me com o troco das bebidas, pensaria que tinha chegado naquele dia e ainda não estaria habituado às moedas… prontamente apontei o erro e o empregado com um ar comprometido disse-me que se tinha enganado – não há problema estas coisas acontecem…

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1312.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1260.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1312.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1499.jpg


Com algum cansaço acumulado do circuito, este dia foi aproveitado para relaxar, acordar um pouco mais tarde e usufruir da piscina e praia privada do Hotel.


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1189.jpg



ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1191.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1209.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1208.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1212_1.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1213.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1216.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1214.jpg


Para aceder à praia privada era necessário atravessar uma avenida, dentro da praia existia um bar de apoio e staff do hotel que não permitiam a entrada de vendedores.

A praia era bastante boa, com locais de sombra, a água não tinha ondas e era bastante quente.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1227.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1226.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1232.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1233.jpg


Aproveitamos ainda para dar uma volta pela marina de Hammamet, que fica a 5 minutos a pé do Hotel.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1264.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1265.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1266.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1273.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1278.jpg


A noite fomos até à Medina, que fica a 10 minutos a pé, em momento algum nos sentimos inseguros, existem bastantes turistas na rua.

Pelo caminho somos apenas importunados por crianças que nos tentam vender flores em troca de um oi dois Dinares.

Na Medina vale tudo! os Tunisinos querem à força negociar e mostrar as suas lojas pelo que as vezes nos empurram literalmente para dentro das mesmas!

Aqui a regra é regatear sempre e nunca negociar algo em que não estejam realmente interessados.


Dia 06 Hammamet-Tunis-Cartago-Sidi Bou Said-Hammamet

Neste dia, tínhamos programado visitar a Capital Tunis, com o intuito de visitar principalmente o museu do Bardo, as ruínas de Cartago e a cidade de Sidi Bou Said.

A dúvida residia em alugar um táxi e fazer as visitas por nossa conta ou optar pela excursão da Travel Plan que oferecia a visita a Medina de Tunis, Museu do Bardo, Ruínas de Cartago e Sidi Bou Said por 37 € com almoço incluído.

Acabamos por decidir pela excursão, pelo preço convidativo, no entanto esta revelou-se a escolha errada, principalmente pela atitude do Guia, bastante ausente e pouco preocupado e a limitação de tempo no Museu do Bardo onde fizemos uma visita demasiado acelerada.


Saímos do Hotel pelas 9:00, a primeira paragem foi na Medina de Tunis, a origem da sua construção remonta ao ano de 698, após uma breve explicação o guia levou-nos ao inicio da Medina e deu-nos 1 hora e meia de tempo livre para visitar e efectuar compras.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1348.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1347.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1346.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1344.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1345.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1343.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1338.jpg


Aproveitamos o tempo para visitar também uma das avenidas mais movimentadas de Tunis, junto à Medina

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1324.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1326.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1329.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1349.jpg


Na Hora marcada, entramos novamente na camioneta para nos dirigirmos à segunda visita do Dia o Museu do Bardo.



 

ploferreira

Moderador Sénior
Staff
A 4 Km de Tunis, o Museu do Bardo, Localiza-se no antigo palácio do Bardo e contem a colecção de mosaicos mais importante de todo o mundo de diferentes épocas, a maioria data dos séculos II ao IV.

Para tirar fotos, tambédm aqui temos de pagar 1,5 Dinares, pelos direitos fotograficos.


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1351.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1419.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1420.jpg


Os mosaicos estão ordenados em secções dedicadas à história da Tunísia, das épocas grega, cartaginense, cristã e islâmica.
De cada uma destas épocas podemos ver belos mosaicos que nos narram, azulejo a azulejo, a história deste belo país.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1391.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1354.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1355.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1366.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1370.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1373.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1380.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1385.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1386.jpg


O Museu é enorme e uma manhã não seria demasiado para vê-lo.


Iniciamos a visita Guiada, onde o guia nos apresentou cerca de 10 salas das mais importantes, de seguida disse-nos para vermos livremente as restantes salas.

O problemas é que o “livremente” queria dizer “caminhem rápido e olhem para o que possam porque a camioneta vai partir” assim vimos o resto do museu em 15 minutos.

Partimos então para a última visita da manhã –Ruínas de Cartago (Carthage).

A cidade de Cartago está localizada no lado oriental do Lago de Tunis, em frente ao centro de Tunis.
Segundo a lenda romana, foi fundada em 814 ac por colonos fenícia de Tiro, sob a liderança de Elissa (rainha Dido). Tornou-se uma cidade grande e rica e, portanto, uma grande potência no Mediterrâneo.

A rivalidade resultante com Siracusa e Roma foi acompanhada por várias guerras com invasões de cada uma delas.

Esta Cidade Foi destruída e reconstruída inúmeras vezes, e habitada por fenícios, Romanos, vândalos, Bizantinos e Muçulmanos.

Iniciamos a visita, onde podemos observar túmulos ainda conservados da época Púnica e pequenas caixas utilizadas para sacrifício dos filhos primogénitos – pratica corrente naquela época pelas civilizações Fenicias.



ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1422.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1421.jpg


As Colunas do Enorme edifico das termas romanas são ainda bem visíveis, pela sua dimensão conseguimos imaginar a enormidade deste edifício,

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1425.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1426.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1427.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1429.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1432.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1434.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1435.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1440.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1442.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1445.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1448.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1449.jpg


Terminada a visita, e após o almoço, visitamos a cidade de Sidi Bou Said.

O seu nome deve-se ao Santo Muçulmano que ali viveu, Abou Said ibn Khalef ibn Yahia Ettamini el Beji, localizada sobre uma falésia onde se pode observar Tunis.

As suas casas são todas em Tons de Azul e branco, bastante harmonioso, a não perder o típico chã de menta com pinhões.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1455.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1457.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1459.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1460.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1461.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1466.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1467.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1471.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1472.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1473.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1474.jpg



Por volta das 17:00 estávamos de regresso ao Hotel, foi uma excursão interessante, no entanto creio que tivemos algum azar com o guia, uma visita por nossa conta embora possa ficar um pouco mais dispendiosa permitiria ver com mais tempo, principalmente o museu do Bardo.


 

ploferreira

Moderador Sénior
Staff
Dia 07 Hammamet

Este último dia estava reservado à praia e piscina, no entanto a chuva após o almoço estragou-nos os planos da parte da tarde, assim aproveitamos para dar uma volta pelo centro de Yasmine Hammamet, tirar mais umas fotos, (uma vez que nos dias anteriores apenas tínhamos passado por aqui à noite) e fazer umas compras de última hora na medina.

ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1503.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1504.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1509.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1510.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1516.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1517.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1522.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1525.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1533.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1536.jpg


ai909.photobucket.com_albums_ac300_ploferreira_Tunisa_202009_HPIM1549.jpg


E assim terminou a nossa viagem, 7 dias muito intensos, a acordar cedo, mas creio que valeu a pena, a Tunísia é de facto um pais fantástico, que me surpreendeu, uma vez que superou largamente as minhas expectativas.

Sendo um destino de contrastes – ou se adora ou se odeia – eu incluo-me definitivamente na primeira opção e espero um dia poder regressar a este belo pais.

Qualquer dúvida adicional, estejam à vontade para questionar

Um agradecimento especial ao JFreitas, pela ajuda técnica para que este Report fosse possivel :)

 

Leonel Jorge

Membro Novo
Fiz este mesmo percurso e adorei. Realmente é um país de contrastes, e é um pouco cansativo, mas para quem gosta de cultura o final compensa.
 
Boa tarde!

Excelente report que veio mesmo a tempo, uma vez que para a semana vou fazer o mesmo circuito, saindo de Madrid pela AirEuropa.

Assim, vou aproveitar para te fazer algumas questões, às quais agradecia que me respondesses.

- A troca de 100€ por dinares Tunisianos foi suficiente para todas a compras efectuadas, ou tiveram que levantar dinheiro? Vejo que falas em 35€ por andar em dromedário, charrete e jantar folclórico, pagas-te em euros?

- O câmbio da moeda no aeroporto foi fácil, isto é, falam outra língua que não seja Francês?

- No primeiro dia de estadia tiveram direito gratuitamente ao jantar? Como fizeram para almoçar? Só para ter uma ideia, quanto custam as bebidas, porque elas não estão incluidas durante o circuito (Pensão Completa sem bebidas).

- Além do esparguete com tomate, tiveram mais algum prato menos apeticível? Tiveram efeitos secundários da comida tunisiana?

- Para ti qual foi o dia mais cansativo?

- Durante o circuito visitaram alguma medina?

Aguardo uma resposta.

Vera:)
 

ploferreira

Moderador Sénior
Staff
Olá,

Obrigado pelas simpáticas palavras, em relação às tuas dúvidas Vera, vou tentar ajudar,

Em relação à troca de Dinares, ao todo gastei cerca de 350,00 € (para duas pessoas) , entre trocas no aeroporto, Hotel, fiz um levantamento no ATM e pagamentos em Euros, deste valor, cerca de metade foi em souvenirs ou compras para nós.

Paguei as 3 actividades opcionais em Euros, é possível pagar em Euros em praticamente todos os sítios, no entanto deves ter cuidado, se pagares nos hotéis ou guias, a taxa de câmbio geralmente é a oficial, já na Medina ou vendedores de rua, geralmente pedem-te o mesmo valor em Euros ou Dinares o que faz com que percas muito dinheiro se pagares em Euros.

No aeroporto foi muito fácil trocar, se queres que te diga, nem falei muito, estendi o dinheiro e disse “For change please” e o homem lá me estendeu os Dinares. Não te preocupes, grande parte das pessoas falam Espanhol ou Inglês para além do Francês e Árabe.

Atenção que ao levantares dinheiro nos ATMS pagas taxas, já se pagares nos hoteis (as bebidas por exemplo) com Visa ou ou Multibanco não pagas taxa, em Hammamet, podes por exemplo assinar os talões de bebidas em vez de pagar e depois pagas tudo junto à saida com Multibanco ou Visa.

No primeiro dia tivemos direito ao jantar buffet no hotel, ao almoço (já foi mais lanche), cerca das 16:00 almoçamos na pizzaria do hotel, para teres uma ideia, por 15 Dinares (menos de 8 Euros) pedimos uma pizza média, bebidas, entradas e cafés para duas pessoas :)

Nas bebidas gastamos cerca de 60 euros para toda a Viagem, atenção que aqui já inclui todas as bebidas, cafés etc. e perto de Matmata dei mais de 2,50 Eur por um café! a titulo exemplificativo, uma garrafa de 1.5 lt de Agua custa em média 1,50 eur e uma garrafa de vinho, cerca de 7 eur, não achei caro.

Em termos de alimentação os dias piores foram mesmo o esparguete com tomate e o almoço do último dia de circuito, em que apesar de ser buffet, quase tudo tinha péssimo aspecto (e sabor!) em todas as outras refeições não tive qualquer razão de queixa.

Não tivemos efeitos secundários, mas aconselho a levar a medicação tipo nestes casos, mais vale prevenir – cuidado com a água, beber apenas engarrafada, cuidado ao tomar banho, principalmente no sul, para teres uma ideia no Hotel de Douz, até para lavar os dentes usei água engarrafada, uma vez que a da torneira era intragável.

Os dias do circuito foram todos bastante cansativos, devido ao facto de acordares cedo e percorreres grandes distâncias sobre um sol abrasador, não consigo destacar nenhum em especial como o mais cansativo.

Durante o circuito não visitamos nenhuma Medina, a primeira que visitei foi em Yasmine Hammamet, fui lá umas 4 vezes, fica muito perto dos hoteis e a Medina de Tunis, na excursão à capital.

Espero ter respondido a todas as dúvidas, mas está à vontade para colocar mais questões :p
 

Maria Pereira

Membro Conhecido
Ora, ora... aqui está um fantástico report, que vem mesmo a calhar:D;)

Recolhi umas dicas muito interessantes:)

Estou de partiiiiiiida!!!!:):p

Obrigada por ter partilhado a vivência da sua viagem.

Parabéns pelo report.
 

ploferreira

Moderador Sénior
Staff
Olá JFreitas, com um "Curriculum" invejavel de viagens como o teu, a fasquia está elevada, mas garanto-te que a Tunisia é um destino fantastico :)
 

jfreitas

Membro Conhecido
ploferreira disse:
Olá JFreitas, com um "Curriculum" invejavel de viagens como o teu, a fasquia está elevada, mas garanto-te que a Tunisia é um destino fantastico :)
Paulo: acredita: Não tenho fasquias a ultrapassar. Cada destino é um destino. A regra é ir de espirito aberto e não fazer comparações. Sei que as condições na Tunisia não podem ser iguais às de outros locais onde estive. Mas tb sei que Tunisia existem coisas que só lá podem ser vistas e uma cultura que só lá pode ser vivida...

Não há rosas sem espinhos..

Mas disse com sinceridade que o teu report me deu uma imagem da tunisia que vai muito para além do que estou habituado a ver... hoteis de praia, passeios de camelo para turista, trogloditas que são menos trogloditas que os turistas que os vão ver...

Conseguiste mostrar que ainda há uma Tunisia real que merece ser visitada.. foi o que me seduziu...
 
Top