Samaná

Olá a todos!

Estou a pensar ir ao Samaná em Setembro, já alguém lá esteve que me possa dar informações? É que só a Soltour faz este destino e não há grande oferta de hoteis.

Aguardo novidades.:)

Susana
 

Elisabete Melo

Membro Novo
Olá Susana,

Estive em Samaná em Agosto do ano passado. Estive no Bahia Principe Cayacoa e não o recomendo. Não porque que não seja um bom hotel, mas porque as praias são artificiais. Ir para as caraíbas para uma praia artificial não dá com nada. Julgo que a melhor escolha deva ser o Bahia Principe El Portilho. Outras pessoas que viajaram connosco no avião disseram muito bem deste hotel e das praias. Numa excursão que fiz à ilha onde foi filmado um comercial da Bacardi, deu para conhecer o Bahia Principe Cayo Levantado, mas este é considerado de luxo e portanto muito caro. Também passamos perto do Bahia Principe Samaná e não consegui ver praia neste hotel.
No final fiquei um pouco desiludida com a viagem. Eu acho que depois de conhecermos Cuba e México dificilmente se fica encantado com República Dominicana. O país não tem muito para oferecer em termos turísticos como o México nem tem cultura como Cuba e também o México.

Espero ter ajudado!
 
Olá Elisabete,
Obrigada pela ajuda. Realmente já tinha lido algumas criticas em relação ao BP Cayacoa e Samaná e boas referencias qt ao El Portilho. Já agora conseguiu a viagem em alguma promoção?? É que também costumo andar sempre a ver preços e promoções mas neste caso não há concorrencia para poder comparar preços. Nas Caraíbas tb já conheço Punta Cana, México e Cuba, por isso acha que este destino não é aconselhável???

Obrigada
Susana
 

Elisabete Melo

Membro Novo
Olá Susana,

Não, não consegui nenhuma promoção. Fui parar a Samaná por último recurso. No ano pasado estavamos muito indecisos quanto ao destino das férias e deixamo-nos ficar até à última a ver se conseguiamos aquelas promoções de última hora mas isso não deve resultar em Agosto. Tudo o que escolhiamos já estava esgotado. Depois só nos restou mesmo Samaná.
Não digo que não deva ir, eu apenas fiquei um pouco desiludida pois esperava o mar lindo e a areia branca das caraíbas e o que encontrei no Cayacoa foi uma praia artificial que às 4 da tarde já dava sombra. Mas no El Portilho julgo que a praia já se parece mais com caraíbas.
Samaná tem muita vegetação e segundo um casal que estava connosco no hotel, tem praias selvagens líndissimas. Eles alugaram um jipe e percorreram a península. Só estavam arrependidos de não o terem feito mais cedo.

Se já conhece Punta Cana, Mexico e Cuba não digo que não deva tentar Samaná, mas no Gran Bahia El Portilho no mínimo. O de Cayo Levantado é muito mais caro e fica limitada à ilha.

E que tal Jamaica???:)
 

carlamarisasousa

Membro Novo
BOA TARDE. estive á 4 anos no bahia principe de bavaro. um hotel muito bom, uma praia linda(praia recomendada,mas á melhores).
como o hotel foi tao bom , resolvemos ir este aano para o bahia princip el portilho. o que se ve nas fotos é real. corais e peixes coloridos e á gua baixinha. vamos numa promoçao muito boa.
 

Viky

Membro Novo
Perdoem-me o atrevimento, ainda agora me registei mas penso que posso dar uma ajuda em relação a Samaná.

Pois eu amei Samaná. Samaná é uma península na zona norte/nordeste (creio eu) da República Dominicana. É uma zona montanhosa, carregada de coqueiros com paisagens que considerei fabulosas. Vista do mar, a zona de Las Terrenas é como se nos aproximásemos do jardim do paraíso. Muito bonito!
Fiquei alojada no BP El Portillo (Las Terrenas), um bom hotel, na altura ainda pequeno mas já estava em obras de "alargamento", o que achei lamentável, mas para quem só pode pagar turismo de massa, temos que nos contentar! Mas não deixou de ser um bom hotel. A piscina é pequena mas com uma praia tão linda, quem fica pela piscina perde metade da viagem.
A praia é rodeada por recife o que a torna lindíssima e excelente para "snorkeling", menos boa para quem quer nadar até ao infinito. Carregada de peixes que vêm comer à mão migalhinhas que trazemos do pequeno almoço. A temperatura da água, em Setembro, não baixava dos 31º (medidos pelo relógio de mergulho do marido).

Como sou antropóloga, tive que fazer a minha "ronda cultural", ao contrário do que já se disse, Samaná é muito rica culturalmente, mas esta cultura ainda não se mistura com turismo. São um povo negro, muito alegre e "mereguero" mas muito dados à religião e à magia negra (talvez pela proximidade com o Haiti, utilizam muito o vudu).

Em Setembro o tempo esteve sempre chuvoso mas muito quente o que faz parte do meu imaginário de "mística tropical" e por isso adorei andar à chuva porque esta não foi impeditivo para nada.

Recomendo uma excursão em burricos à cascata El Limon, muito engraçada, e a visita à Baia de Samaná para ver o parque dos "Haitisses".

Como podem ver pela extensão do post, foi uma viagem marcante, a minha ideia da R. Dominicana alterou-se por completo com a ida a Samaná. Era bom que o turismo não fizesse do local uma nova "Punta cana" mas.... a ver vamos.

Cumprimentos, espero ter ajudado!
 

calu

Membro Conhecido
Olá Marisa,

já tive quase, quase marcado para a ir para a Jamaica daqui a uns dias, mas entretanto apareceu uma boa oportunidade para o El Portillo e, apesar de não ser dentro da baía de Samaná, parece-me ser o mais interessante em comparação com o Cayacoa.

Muito obrigado pelo feedback.
 

Elisabete Melo

Membro Novo
calu disse:
Olá Marisa,

já tive quase, quase marcado para a ir para a Jamaica daqui a uns dias, mas entretanto apareceu uma boa oportunidade para o El Portillo e, apesar de não ser dentro da baía de Samaná, parece-me ser o mais interessante em comparação com o Cayacoa.

Muito obrigado pelo feedback.
Carlos, sem dúvida, o El Portilho é muito melhor do que o Cayacoa...
 

calu

Membro Conhecido
Elisabete Melo disse:
Carlos, sem dúvida, o El Portilho é muito melhor do que o Cayacoa...
Após ler e ler no TripAdvisor e ver inumeros videos no YouTube, lá vou eu para o El Portillo, no próximo dia 21 de Julho :) :)

Naturalmente que quando voltar haverá o necessário relatório (revisitar tempos em que escrevi para alguns sítios) para dar uma boa idéia à Susana (e outros) do Gran Bahia Principe El Portillo e que ajude a decidir por esse hotel ou outro.
 

Viky

Membro Novo
Olá Carlos!

Desejo-lhe uma excelente viagem, se não for melhor, que seja como a minha onde correu tudo muito bem!

O Portillo também me pareceu melhor que o Cayacoa e por isso o escolhemos.
Não tive razão de queixa, e só a simpatia e dedicação do pessoal do hotel, compensa pequenas falhas que possam ter existido.

Cumprimentos e boa viagem!
 

calu

Membro Conhecido
Obrigado Marisa :)

Se uma pessoa se focar nas coisas positivas e não nas negativas, qualquer experiência tende a ser melhor e viajar não é uma excepção. :)

Uma questão: este hotel tem só tomadas de electricidade "dominicanas" ou tem também algumas tomadas europeias?
 

Viky

Membro Novo
Eu só me lembro de ter visto tomadas de electricidade europeias:).
Até tinha comprado um adaptador mas não foi necessário.

Eu sou optimista por natureza e normalmente tenho tendência a minimizar os aspectos mais negativos e tirar o melhor partido possível.
Se entretanto me lembrar de algum pormenor que possa ser importante, venho cá contar!

Cumprimentos

P.S.: Fiquei com muitas saudades de Samaná! Foi o primeiro país em que vim embora com lágrimas nos olhos pela amabilidade e disponibilidade daquele povo. Oxalá possa lá voltar em breve!
 

calu

Membro Conhecido
Viky disse:
Eu só me lembro de ter visto tomadas de electricidade europeias:).
Até tinha comprado um adaptador mas não foi necessário. Eu sou optimista por natureza e normalmente tenho tendência a minimizar os aspectos mais negativos e tirar o melhor partido possível. Se entretanto me lembrar de algum pormenor que possa ser importante, venho cá contar!
Obrigado :) Concordo plenamento com a abordagem minimalista ...se há algo que me irrita é acartar com algo que depois acabo por não utilizar ou não precisar :)

Viky disse:
P.S.: Fiquei com muitas saudades de Samaná! Foi o primeiro país em que vim embora com lágrimas nos olhos pela amabilidade e disponibilidade daquele povo. Oxalá possa lá voltar em breve!
De facto também fiquei com essa idéia da primeira vez que lá estive (2002) em particular nas zonas mais remotas e longe dos resorts. Também na Tunisia, nas partes mais remotas do país, onde se via claramente que a necessidade mais apertava, era quando as pessoas se prestavam a "dar" mais e a ficarem felizes com isso ... aprendi muito com algumas destas experiências ... a velha história do copo meio vazio ou meio cheio ;)
 
Top