[Report] Bruges - a magia da Flandres

Cristina Sousa

Membro Conhecido
Olá :)
Depois de ter dado a conhecer a doce Bruxelas, tenho de partilhar a visita à pequena mas encantadora Bruges!
O dia amanheceu cinzento, com algumas nuvens e uns pingos de chuva.
Na estação central de Bruxelas e uma vez comprado o bilhete (11€ ida e volta - parece que no mês de Dezembro fazem desconto no preço), foi só aguardar alguns minutos para que o comboio surgisse.
A viagem é agradável, a paisagem bucólica e cerca de 60 minutos depois, o destino está ao alcance dos olhos.
Depois de sair da estação, e atravessada a estrada, surge o inicio do parque do amor e um casario silencioso.
As ruas têm pouca gente, mas os edifícios já não enganam - estamos mesmo em Bruges!
A traça medieval, a cor acastanhada, o tijolo e as fachadas recortadas estão diante de quem por ali passa.
Guiados pelas torres que se começam a avistar, bem ao longe, vamos seguindo a intuição e entrando em rua e mais rua, na direcção do centro.
Pelo caminho os olhos vão sendo desviados para as montras das chocolaterias. Afinal Bruges é o berço dos chocolateiros...
A pouco e pouco as lojas iniciais vão dando lugar aos canais e a proximidade aos monumentos já é evidente.
 
Última edição:

Cristina Sousa

Membro Conhecido
Após apreciar um dos muitos canais, a primeira visita é a
A Igreja da Nossa Senhora
É uma igreja romano-católica cuja construção data dos sécs. XIII a XV, e é a maior igreja católica da cidade.
A sua torre, com 122 metros, é a mais alta de Bruges e pode ser avistada de quase todos os pontos da cidade.
O seu interior é muito interessante, mas encontrava-se em obras :( , nomeadamente na nave principal, pelo que ficou a dúvida de como seria de facto o seu aspecto.
Como era quase Natal, estava exposto um presépio
Tem um agradável jardim ao lado da entrada.
Atravessando a rua, surge mesmo em frente o antigo
Hospital S. João
A entrada é feita por um pequeno pórtico.
Este hospital do séc. XV é mais um exemplo da maravilhosa arquitectura medieval da cidade.
Tem uns belos jardins e no edifício funciona uma galeria de arte, actualmente com uma exposição de Picasso.
Também deste espaço se pode apreciar a torre da Igreja da Nossa Senhora.

O frio que se fazia sentir não impediu uma caminhada em direcção ao centro, e vão surgindo ruas particularmente vazias e sem grande movimento...
até chegar à

Catedral de S. Salvador
Ainda é mais antiga que a Igreja da Nossa Senhora, mas.....
Mais um revés - estava fechada para obras! :(
 
Última edição:

Cristina Sousa

Membro Conhecido
Passada a catedral, entra-se na

Rua Steensdstraat
É o choque com tudo o que se te tinha visto até então!
É do género Rua Santa Catarina, no Porto, mas com transito de veículos!
Lojas e mais lojas, uma multidão em frenezim para trás e para a frente às compras, carros, autocarros, bicicletas, tudo isto numa rua de sentido único. Mas tem belíssimos edifícios que deixam qualquer turista de boca aberta.
Foi preciso esperar um largo bocado para conseguir fotografar a rua sem que um qualquer veículo tapasse a visão.
No entanto, o estacionamento de bicicletas quase tornam impossível a tarefa de atravessar a rua, foi a parte menos apreciada da cidade!
No fim desta rua fica o

Markt
É a praça principal da cidade, com fantásticos prédios, e onde, por ser natal, estava instalada em pleno centro uma pista de gelo.
As laterais com os prédios típicos são de admiração obrigatória.
A séria de casas coloridas com fachadas revestidas a ladrilhos vermelhos ou castanhos e de telhados em cunha, todas alinhadas, são um cartão postal da cidade.
Porém, o mercado de Natal em plena praça também tem os seus contras - impede de se admirar convenientemente a praça, coloca obstáculos por todo o lado, seja barraquinhas, contentores, placas, fios, etc...
Quem gosta de ver tudo em pormenor e tirar umas boas fotos, é recomendável ir noutra altura do ano.
Giras são também as casas do outro lado da praça, com destaque para a
Casa Cranenburg (a do relógio)

O edifício mais imponente é o
Belfort (Campanário)
Esta torre foi construída para abrigar o sino da cidade, que tem um peso brutal.
Tem 83 metros de altura e são necessários 360 degraus (sim, não tem elevador :D ) para chegar ao topo.
Mas o vento era muito e a fila de espera para a entrada ainda muito, mas muito maior. Se fosse para ficar na cidade mais do que um dia, valeria a pena o tempo de espera, assim..... :(
E estava quase na hora de almoço...... :rolleyes:

Imponentes são também (da esquerda para a direita) o Historium, que é um museu que conta a história medieval da cidade, o antigo Palácio Provincial, que serviu de tribunal durante bastante tempo, na sua imponente construção neogótica e o antigo Prédio dos Correios, com a sua fachada em vermelho tijolo.

Mas ainda antes do almoço, houve tempo para dar um saltinho ali ao lado, ao

Burg
O Burg é o centro "político" e administrativo da cidade.
A Antiga Perfeitura de Bruges é um dos edifícios mais antigos da cidade e mostra a ostentação que esta cidade da Flandres apresentava em plena idade média. Os seus pormenores são deliciosos...

Ao lado situa-se a velha Casa dos Arquivistas, com o seu ar renascentista, e na lateral o Palácio da Liberdade, que actualmente abriga os orgãos administrativos do município.

E no canto do outro lado a entrada para a Basílica do Sangue Sagrado.
Mais um revés, era quarta-feira e estava encerrada! :(

Esta praça tem ainda outras fachadas lindíssimas.
 
Última edição:

Cristina Sousa

Membro Conhecido
Reconfortada a alma (depois de tão bela caminhada) e o estômago (almoço num dos muitos restaurantes numa rua perto da praça), faltava a cereja em cima do bolo, ou melhor :D , o chocolate em cima do morango. :p
E eis que, não resistindo ao pecado da gula, e estando a loja mesmo ali na esquina da praça, ocorreu o momento mágico "Godiva" :D
:rolleyes:

Foi o alento que faltava para caminhar até aos canais, sempre deslumbrando a paisagem, e aguentar quase uma hora na fila para fazer o passeio de barco. :)
O bilhete custa 8€
E enquanto se espera, já no embarcadouro, dá para admirar os prédios à volta e ver o andamento de locais e turistas naquela zona.

Chega então o momento alto, o início do passeio e o deslumbre.
Daqui até ao fim, só contemplação!
(a Igreja da Nossa Senhora vista dos canais)
(o Parque do Amor, com os belos cisnes, um dos simbolos de Bruges)
(a lateral do antigo Hospital S. João)
Não é por acaso que lhe chamam a Veneza do norte.
Mais do que as ruas e ruelas cheias de comércio e turistas, e com um transito caótico (excesso de bicicletas no meu ponto de vista), Bruges tem o seu grande encanto vista de barco, num passeio pelos canais que atravessam a cidade.
 
Última edição:

Cristina Sousa

Membro Conhecido
Continuando o passeio :)
Bruges fica na memória de quem lá vai, pelo seu ar enamorado, contemplativo, como se o tempo ali não passasse, como se tivesse parado numa idade média de exuberância e riqueza, mas ao mesmo tempo de pacatez e silêncio.
Sim, durante o passeio, não fosse o condutor ir dando explicações sobre os locais por onde se vai passando e era só silêncio, interrompido pelo barulho da água e dos cisnes, numa total harmonia da natureza com a civilização!
 

Cristina Sousa

Membro Conhecido
É Dezembro, os dias vão pequenos e o sol já se esconde!
Acabado o passeio de barco, está na hora de comprar o habitual "recuerdo" e percorrer novamente as ruas da cidade de regresso à estação.
Pelo caminho, o olhar volta a deparar-se com as montras cheias de guloseimas
Nunca tinha visto "ferramentas" de chocolate :D , mas elas existem! :p
As ruas estão novamente vazias e chamam à atenção os pormenores.
O sentimento é misto, de saudade e de prazer pelo sonho cumprido. :)
Damos por nós a pensar como terão sido as décadas gloriosas da Flandres na idade média, a riqueza e esbanjamento que por ali passava, terra de mercadores e entreposto de e para muitos outros locais. É bom ver que a cidade preserva ainda muitas das suas memórias, pese embora todas as contingências por que passou ao longo de décadas.
Um último olhar no parque, já com grande nostalgia.
Já se vê a entrada da estação.
Bruxelas está a uma hora de caminho e ainda com muito para ver.
E é preciso preparar tudo, Gent tem viagem marcada para o dia seguinte!
Até amanhã :)
 
Última edição:

BrunoB

Membro Ativo
Ja faz uns bons anos que ai estive, mas é sempre maravilhoso recordar um lugar tao "pequeno" e belo... Muito boas fotos sem duvida!

Boas viagens!
 

Oscar Reis

Membro Conhecido
Ah e tal.... belas fotos de locais com um arquitectura bem interessante, mas...

O que interessa mesmo disto tudo é a prova do crimeeeeeeeeeeeeeeee :D
(outra coisa imperdoável é a cor das unhas... mas pronto :p)

Obrigado pela partilha ;)
 
Última edição por um moderador:

Tinker Bell

Membro Conhecido
E, uma vez mais, apaixonei-me por Bruges através de um report! :rolleyes::) Linda liiiinda.
Alguns edifïcios lembram bastante Amsterdam... nomeadamente na Rua Steensdstraat.

Obrigada Cristina! :D Aqueles morangos tinham bom aspecto.
 

Ricardo_7

Membro Conhecido
Olá Cris,
Não sei o que fazes, mas os lugares que à primeira vista não me parecem dizer nada, acabam por me conquistar totalmente! Adorei mesmo! E estás a ficar uma pro na fotografia, fantástico! Obrigado por partilhares, mais uma para a lista! :)

Beijinhos
 

Maria Artur

Membro Conhecido
Olá Cris
Que execelente partilha, dei por mim a andar por essas ruas :oops:
Ja algum tempo tenho curiosidade em conhecer mas agora com mais vontade fiquei ;)
Continuação de boas viagens acompanhada de belos reportes.
 
Top