Novidades

[Foto-Report] A Alemanha desconhecida - Parte IV - Schwabach / Rothenburg Ob Der Tauber

Cristina Sousa

Membro Conhecido
Rothenburg Ob Der Tauber
Nuremberga ficou para trás e o destino do dia era aquele que eu mais ansiava. A expectativa era grande. Desde o dia em que vi esta imagem, jamais ela me saiu da cabeça. Vê-la ao vivo era um sonho. :)

A caminho, fizemos um desvio de 3 ou 4 kms e paramos em Schwabach.
É uma pequena cidade que tem uma praça central engraçadinha, com uma bela fonte.
ascontent.fopo1_1.fna.fbcdn.net_v_t1.0_9_18010878_15003679266860499f46ff4b795bfd5eb02adaeddf43.jpg

ascontent.fopo1_1.fna.fbcdn.net_v_t31.0_8_17990623_150036790667ea803360479c9b25d9ef567fe1c619e.jpg

ascontent.fopo1_1.fna.fbcdn.net_v_t1.0_9_18033987_150036793001c883eb14360a7e32dce42125da49f2c5.jpg

A paragem foi curta, o tempo suficiente para fazer umas fotos e regressar ao caminho.
ascontent.fopo1_1.fna.fbcdn.net_v_t1.0_9_18010659_1500368050016898e0df7dd520b08c201ee8889da6c4.jpg

ascontent.fopo1_1.fna.fbcdn.net_v_t31.0_8_17917899_150036805330a7a7d4d8420024f694e8ebbd19848a4.jpg

ascontent.fopo1_1.fna.fbcdn.net_v_t31.0_8_17917603_150036901004b695d3031ca0e8c86eaa0fe21d89efa.jpg

Em menos de 100kms chegamos ainda de manhã a Rothenburg Ob Der Tauber.

Rothenburg O. D. Tauber é um ponto de cruzamento de vários caminhos de Santiago, e situa-se no vale do Tauber, rodeada de vinhas e campos agrícolas.
É uma cidade que transborda romantismo em cada torre, edifício, fachada, fonte ou placa. É sem dúvida uma cidade mágica, parece que entramos na idade média e regredimos no tempo. As suas ruas com pedras desgastadas pelo tempo e o seu anel de muralhas com 42 torres são acessíveis a pé, fazendo desta visita uma experiência inesquecível.
Rothenburg o. d. Tauber foi atacada pelas forças aliadas e teve quase 90% da cidade destruída. A reconstrução seguiu de forma impecável os estilos originais e contou com ajuda de empresas e pessoas do mundo todo. E como reconhecimento, no muro de defesa ao redor da cidade, tem os nomes dos principais colaboradores inscritos nas suas paredes. :)
Quando entramos dentro da muralha, começam a aparecer os edifícios típicos da cidade, qual vila encantada que parou no tempo há muitos séculos atrás.
Deixamos as malas no hotel, fomos estacionar fora da muralha e regressamos.
Entramos pela Porta de Röder, do séc. XIV, com as casernas da alfandega e do guardião ainda intactas.
E seguimos rua fora, apreciando as casinhas, e a fonte, divinamente decorada com ovos de Páscoa.
Ao fundo, o Arco de Röder e a Torre de São Marcos, construídos em 1200. Lindos! :)
Continuamos pela Hafengasse até à Marktplatz.
Estava muita gente, muito calor, parecia verão!
Decidimos ir almoçar ali ao lado.
A vista era esta..
Mesmo ao lado fica o Ratstrinkstube (Taberna da Câmara Municipal), com o seu famoso relógio astronómico que data de 1683. E o mostrador do sol de 1768 e o brasão da cidade.
O relógio na fachada do edifício ilustra a lenda do Master Draft de 1631, cena histórica ocorrida durante a guerra dos trinta anos e lembrada até hoje. De hora em hora, no intervalo entre 10:00 e as 22:00 horas, abrem-se as duas janelinhas ao lado dos dois relógios, aparecendo, à esquerda, a figura do Comandante (austríaco) Tilly, com um olhar admirado para a outra janela, onde está o presidente (Georg) Nusch, a beber numa enorme caneca, que contém um "galão" de vinho. É uma homenagem a esse "Altbürgermeister", presidente da Câmara honorário, que salvou a cidade da invasão das tropas austríacas (de Tilly), por ocasião da Guerra Religiosa dos 30 Anos. Tilly, que era católico, depois de longo cerco à cidade, intimou as autoridades locais a uma reunião naquela taberna, para tratar da rendição (31 de Outubro de 1631). A reunião iniciou com a declaração de Tilly, de que todas autoridades seriam enforcadas, e a cidade ocupada. Na hora da reunião, o taberneiro, querendo agradar, ofereceu aos austríacos o melhor vinho local, numa enorme caneca, contendo um galão, o qual, como era de hábito na época, passava de boca em boca, para cada um beber um gole. Tilly bebeu mais de uma vez e, provavelmente, já meio "tocado", fez pouco dos locais, apostando que não haveria homem local capaz de beber o conteúdo total do canecão de vinho, sem respirar uma só vez (lembro que Rothenburg fica na região francófona alemã, tradicional produtora de vinhos, o famoso "Franken-Wein"). O então presidente Nusch sentiu-se no dever de enfrentar o desafio, mesmo sacrificando-se pessoalmente, mas na condição de que Tilly se retirasse de Rothenburg, sem represálias, caso ele conseguisse. Tilly aceitou. Deu tudo certo, e o Burgomestre conseguiu o seu intento. Dizem que ficou em coma 3 dias e quase morreu! :D
Hoje em dia este edifício funciona como posto de turismo da cidade.
 
Última edição por um moderador:

Cristina Sousa

Membro Conhecido
Uma panorâmica da praça!

Ao início da tarde decidimos entrar na Rathaus (Câmara Municipal) e subir à torre.
A escadaria inicial em pedra..
Espreitando pelas janelas...
O bilhete é comprado já a cerca de 10 (indiscritíveis) escadas do varandim. Custa 2€.
Depois de muita ginástica e contorcionismo, pois as últimas escadas são super estreitas e inclinadas, chegamos à varanda!
Uauuu :)
Que beleza de praça e de vistas!
Vale bem a subida.
Na descida, ficamos uns minutos sentados na escadaria exterior, a apreciar as vistas!
E a beleza da fachada da Taberna da Câmara Municipal :)
Seguimos então rua fora, quando nos deparamos com esta placa. :D
Depois, seguimos em direcção à St JacobsKirche.
Já havia dito, Rothenburg é uma encruzilhada de vários Caminhos de Santiago. Esta igreja começou a ser construída em 1311 e terminou em 1485. No altar mor existe uma relíquia, diz-se, com uma gota de sangue de Cristo!
Na entrada, a sua estátua.
Acabamos por não comprar a entrada, visitamos apenas através da parte livre.
Na saída, mesmo ao lado, uma fantástica casa atrai o olhar.
E quase em frente, um pormenor interessante...
Rothenburg é feita destas pérolas... :rolleyes:
 
Última edição:

Cristina Sousa

Membro Conhecido
Saímos da igreja e deambulamos pelas ruas, apreciando todos os pormenores.
E chegamos à Porta do Castelo, decorada com brasões
Fomos então por uma rua lateral até ao limite da muralha.
Pormenores..
E chegamos ao Museu Medieval do Crime :)
Tem cerca de 3.000m2 e mostra em exposição a evolução do direito desde o final da idade média até ao séc. XIX. Dele fazem parte muitos instrumentos de tortura, bem como ferramentas e documentos.
Depois de apreciar apenas o espaço exterior, seguimos caminho..
Deparamo-nos com um pretzel, um pão tradicional alemão, em forma de nó.
E continuamos até ao local mítico :D
 
Última edição:

Cristina Sousa

Membro Conhecido
Uma das imagens de cartão postal mais famosas de Rothenburg Ob Der Tauber é definitivamente o Plönlein. Um edifício estreito com uma pequena fonte na frente, enquadrado pela torre Kobolzeller e a torre Siebers, maior, com casas amorosamente restauradas para a direita e esquerda, criando um efeito pitoresco encantador.
A palavra "Plönlein" deriva do latim "planum" que significa "quadrado plano".
Ambas as torres de portão foram construídas como parte da primeira expansão da cidade em 1204. A Torre Kobolzeller garantiu a entrada para a cidade do Vale Tauber. Construída a partir de pedras de pedreiras, a Torre Siebers protegeu o portão sul até ao séc. XIV.
Ficamos ali um bom bocado, a apreciar a vista. :)
A fazer umas fotos...
E decidimos descer pela torre Kobolzeller em direcção novamente à muralha.
Logo após a porta, começamos a explorar mais de perto a antiga muralha.
Um grupo encontrava-se na rua e um actor fazia a sua actuação, ainda assistimos a parte do "espectáculo" :)
E continuamos ...
Por entre as pequenas frestas, podíamos apreciar a paisagem campestre com a cidade ao fundo.
Na muralha, a inscrição dos beneméritos que ajudaram na reconstrução da cidade após a 2ª Guerra Mundial.
Seguimos até à zona do bastião do hospital, a mais importante e poderosa fortaleza da cidade.
Retornamos ao centro,
O calor não dava tréguas e paramos para saborear um delicioso gelado :D
 
Última edição:

Cristina Sousa

Membro Conhecido
Depois do descanso, seguimos caminho até ao hotel, literalmente, de pescoço no ar! :rolleyes:
Não há como não apreciar as placas e tabuletas dos diversos estabelecimentos...
Alguns pormenores embutidos nas fachadas..
Mas os olhos reviram-se para a beleza e recorte das placas :)
Uma fachada espectacular
E uma estátua já pertinho do hotel.
Rothenburg é mágica! :)
Fomos descansar um pouco, pois a ideia era fotografar Rothenburg à noite! :rolleyes:
 
Última edição:

Cristina Sousa

Membro Conhecido
Depois de jantar, fomos conhecer Rothenburg à noite.
Muito menos gente nas ruas, alguns locais já quase desertos, só alguns carros passavam de quando em vez.
As fotos não fazem jus à sua beleza (embora confesse que é muito mais bonita de dia :) )
E com estas imagens na retina, fomos dormir. A ideia era acordar cedinho para fotografar a cidade de dia, mas com pouca gente! ;)
 

Cristina Sousa

Membro Conhecido
E assim foi, acordamos cedinho, e fomos fotografar ainda antes do pequeno-almoço, aproveitando também o facto de já haver na praça uma loja aberta para comprar o íman para o frigorífico (já que no dia anterior estava tudo fechado por ser domingo)! :rolleyes:
Dirigimo-nos para fora da muralha para ir buscar o carro.
O aspecto era este..
Voltamos a entrar e junto ao portão da Forca .. a calma era absoluta!
Fomos em direcção ao centro
A torre Branca, portada que data do séc. XII.
Na zona do Plönlein não havia ninguém :D
Saímos da muralha e fomos ver a parte exterior
Paramos junto à porta do Bastião Spital, localizada no final da Spitalgasse, na parte sul da cidade.
A sua construção data de 1586.
Em frente fica uma propriedade pertencente à igreja evangelista, funcionando aí um hotel spa e centro de conferências.
Só vimos a entrada para o jardim.

 
Última edição:

Cristina Sousa

Membro Conhecido
Entramos na muralha pelo portão do séc. XVI e demos de frente com a Wolfgangskirche.
Está integrada no Klingentor, nas fortificações das muralhas da cidade.
Daqui seguimos até ao centro, admirando belos exemplares da arquitectura de Rothenburg.
O Feuerleinserker, uma pitoresca casa do séc. XVII.
E continuamos...
E chegamos à Marktplatz para apreciar a fonte de S. Jorge, agora sem a redoma de protecção que tinha no dia anterior! Com a Casa da Carne e da Dança nas suas costas.
Pormenores não faltam em cada canto e esquina..
E apreciamos mais uma vez a torre gótica da Câmara Municipal.
E despedimo-nos com o Marienapotheke!
É uma farmácia que funciona desde 1812 até aos dias de hoje. O edifício tem o nome Jagstheimerhaus e já foi visitado por muitos famosos. O já referido presidente da Câmara Nusch também viveu nesta belíssima casa.
 
Última edição:

Cristina Sousa

Membro Conhecido
E assim terminou a passagem por Rothenburg Ob Der Tauber. :rolleyes:
A cidade encantada da idade média em nada desiludiu! Tão bela quanto misteriosa em cada recanto, é um local de passagem obrigatória para quem faz a famosa rota do romântico. É impossível ficar indiferente à sua arquitectura, à sua agitação diária, já repleta de turistas. É uma sensação de retorno ao passado, de encarnar uma personagem que não é a nossa. Vale cada quilómetro percorrido. Mais um desejo realizado! :)

Estava na hora de ir tomar o pequeno almoço... :D
Pegar nas malas e com Rothenburg o. d. Tauber para sempre no coração, seguir para o próximo destino - Heidelberg!
Até já. ;)
 

ploferreira

Moderador Sénior
Staff
Olá,

Mais um belo report de uma cidade que desconhecia por completo, realmente a Alemanha tem muito mais do que as grandes cidades mais conhecidas.

Excelentes fotos como de costume :)
 

susy4

Membro Conhecido
UAAAAUUUU, que cidade tão pitoresca... realmente percebo a vontade de ir conhecer ao vivo e a cores :)
Fotos fantabulásticas - que já tão bem nos habituaste :)
Grata por dar a conhecer estas cidades e, que pouco a pouco, vão fazendo crescer a vontade de conhecer a Alemanha.
 

Cristina Sousa

Membro Conhecido
@ploferreira , obrigada. :)
A Alemanha é muito mais que as grandes cidades. Fiquei encantada mesmo com as pequeninas. :D
Rothenburg já era famosa e repleta de turistas antes da destruição, na 2ª Guerra. Reergueu-se e hoje volta a ser um local obrigatório para quem visita o país.

@susy4 , obrigada! :)
Ias adorar conhecer.

@FiDani , obrigada :D
O bom deste portal é podermos dar a conhecer locais menos conhecidos por cá.
 

PauloNev

Moderador Sénior
Staff
Mais uns locais muito interessantes "descobertos" por ti.
Mais uma vez um report carregado de grandes fotos.
Obrigado por mais esta partilha e venha o resto. ;)
 

PaulaCoelho

Membro Conhecido
Estava a aguardar esta parte ansiosamente e agora só consigo dizer: que inveja!!! :D:D:p
É uma cidade linda e pitoresca e as fotos estão espectaculares.
Adorei e espero qualquer dia visitá-la. :)
 

Cristina Sousa

Membro Conhecido
@PauloNev obrigada! :)
Não foi descoberta por mim, já milhões de turistas a descobriram. E nunca vi nenhum comentário negativo, tipo, "arrependi-me"! :D

@PaulaCoelho , estás coberta de razão em ficar com inveja! :D
Vai assim que puderes, é a tua cara, certamente vais adorar. ;)
 

Tinker Bell

Membro Conhecido
Que encanto! Aquelas placas, que giro... Gostei muito.
E a diferença que fez fotografar as ruas de manhã cedo... Transparece uma calma imensa! Aconchegante!
Obrigada :)
 

Antonia.M.S.

Membro Conhecido
Olá @Cristina Sousa !
Fantástico report de locais lindos, alguns pouco conhecidos. Muito bem estruturado, com fotos soberbas, está excelente, parabéns!
Só conheço duas cidades alemãs, mas sou uma admiradora e tenho noção que a Alemanha tem muito para oferecer.
Os pormenores, que tão bem captou, são absolutamente deliciosos, bonitos, requintados, elegantes...
Adorei ;) obrigada !!:D
Cps
 
Top