Sopas para bebé - avião

Tópico em 'Viajar com Crianças' iniciado por L@L a 9 Ago 2017.

  1. L@L

    L@L Membro

    84
    19
    8
    Olá, alguém que tenha saído de Lisboa com sopas congeladas para bebé na bagagem de cabine? Passam sem problemas?
    Levando eu sopas em boião, iogurtes e papas na bagagem de porão é necessário fazer alguma declaração no Check-in?
     
  2. Leonorb

    Leonorb Moderador Membro do Staff

    1.492
    1.093
    193
    Olá,
    Do que vejo, é permitido levar a alimentação do bebé e até 100 ml de agua (fervida) para o leite... mas para a alimentação durante o voo. Agora levar sopas para além do necessário para o voo, duvido. Refiro-me à cabine.
     
  3. CRS

    CRS Membro Ativo

    100
    40
    28
    Já levei papas (pó) e sopas compradas já embaladas daquelas próprias para bebés, que não precisam de frio. Pode não ser o mais saudável, mas também duas ou três vezes não tem problema. Também mais tarde e até aos 5 anos pode-se levar leite, que é muito útil.
    No porão não precisa declarar, desde que seja em bagagem com formato normal.
     
  4. doixter

    doixter Membro Novo

    25
    9
    3
    Boa noite.
    Na bagagem de porão é possível levar sopas congeladas sem problema nenhum e sem ser necessário declarar nada no check-in.
    Na bagagem de cabine, todos os líquidos e comidas para bebé (água, sopas ou iogurtes não deverão ter mais do que 100ml) e têm de ser retirados da bagagem no momento do controlo de segurança (em Lisboa) .
     
    Editado por um moderador: 20 Ago 2017
  5. carla08

    carla08 Membro Conhecido

    784
    525
    133
    Tem a certeza de que os líquidos para bebé não podem ultrapassar os 100ml?! É que eles bebem/comem muito mais do que isso..
     
  6. roller

    roller Membro Conhecido

    5.041
    1.753
    323
    Quase 100% certeza, só com declaração medica é que passa alguma coisa com mais de 100ml... e medicação nunca comida.
     
    Paulo Leite gosta disto.
  7. Bee

    Bee Moderador Membro do Staff

    2.912
    1.377
    223
    Esta é a informação que consta do site da ANA:

    "Como devo transportar os líquidos?
    Em recipientes com um máximo de 100 ml (ou 100 gr) por artigo, embalados num único saco transparente de 20 cm x 20 cm (apenas um por passageiro), que possa ser aberto e fechado de novo.
    A regra de ouro é, por isso, transportar todos os artigos líquidos com mais de 100 ml na bagagem de porão.

    Quais são as exceções?
    Medicamentos líquidos ou produtos dietéticos especiais (incluindo comida para bebé – papas, boiões de fruta, iogurtes e biberões de leite) fora do saco de plástico transparente, ou em quantidade superior a 100 ml / 100 gr, para os quais se aconselha a levar um documento ou declaração médica que confirme essa necessidade.

    Os medicamentos em comprimidos ou em pó não estão sujeitos às restrições dos líquidos.

    Os artigos líquidos comprados nas lojas do aeroporto, após o controlo de segurança, ou a bordo, são também aceites, desde que estejam num saco inviolável selado (fornecido pelas lojas duty-free) com o recibo de compra no interior."

    Que o bebé não passe fome :D
    Espero ter ajudado!
     
    carla08 e Paulo Leite gostam disto.
  8. roller

    roller Membro Conhecido

    5.041
    1.753
    323
    Mas isso é para boiões que o medico receite como necessário, nunca para um boião com comida feita em casa digo eu. Tem que ser comida especifica e não um puré de fruta caseiro...
     
    Paulo Leite e Bee gostam disto.
  9. Bee

    Bee Moderador Membro do Staff

    2.912
    1.377
    223
    Boiões dos que se compram, sim.

    Edito para dizer que pelo que vi há muita gente que leva a sopa caseira.
    Pode é ser pedido aos pais que provem a sopa e os recipientes podem passar por um R-X.
    Pelo que me parece quando se leva um bebé há compreensão para a situação.
    Convém é levar apenas o necessário para a viagem.
     
    Última edição: 9 Mai 2018
    Paulo Leite gosta disto.
  10. carla08

    carla08 Membro Conhecido

    784
    525
    133
    Eu estava mais a pensar num termo com água para o biberão, teria sempre de levar mais de 100ml ;)

    Ter de pedir uma declaração ao médico para dizer que o bebé tem de ser alimentado? :) Eu penso que essa regra não se aplica à comida para bebés.
     
    Editado por um moderador: 9 Mai 2018
  11. ploferreira

    ploferreira Moderador Sénior Membro do Staff

    4.193
    4.167
    273
    Olá,

    Restrições de Líquidos
     
    carla08 gosta disto.
  12. carla08

    carla08 Membro Conhecido

    784
    525
    133
    Por acaso nunca tive problemas com a comida que levei para a minha filha, só uma vez me pediram para provar um iogurte. Regra geral, apenas perguntam se é comida para criança e não dizem mais nada. Provavelmente tive sorte ;)
     
  13. pat3

    pat3 Membro

    36
    26
    18
    Uma vez que também já tive estas dúvidas e apesar da antiguidade do post, deixo aqui a minha experiência.

    Já por duas vezes fui para as Caraíbas e levei de Portugal quase toda a comida para os meus filhos, para uma semana.
    A primeira vez fi-lo em 2015, quando o meu filho mais velho tinha 19 meses e a segunda vez fi-lo o mês passado, tendo o meu filho mais novo 21 meses ( só levei a comida do mais novo). Por motivos diferentes, os meus filhotes não são crianças fáceis no que toca à alimentação e por serem pequeninos eu prefiro mesmo levar tudo de cá.

    Então levei sopas, papas, boiões de fruta e iogulinos e bolachas, para uma semana.
    Levei em mala de porão metade das sopas congeladas e metade frescas ( as congeladas ajudam a refrescar as frescas) dentro de um saco térmico e com aquelas barras congeladas ( para manter fresco e que não me lembro agora do nome). Levei também em mala de porão os boiões de fruta e iogulinos.
    Levei junto a mim, numa mochila que abria facilmente para mostrar o conteúdo duas sopas frescas ( naqueles copos de comida para bebe da avent, de 220 ml) que disse serem para o almoço do bebe a bordo e duas congeladas que seriam para o jantar. Levei também junto a mim 2 garrafas pequenas de água, 4 boiões de fruta e 1 iogulino para as refeições a bordo. E também a papa e bolachas. As bolachas dou sempre no levantar e aterrar do avião por causa dos ouvidos. Vão entretidos a mastigar e vão engolindo. Também podem ir bebendo leite ou água.

    Chegando ao hotel vou dando primeiro as sopas que levei congeladas e peço ao hotel para congelar as que levei frescas e a meio da semana vou buscá-las e coloco no frigorífico do quarto.

    Cá em Portugal, nunca ninguém implicou com nada. Na República Dominicana, nunca implicaram comigo, mas já vi implicar. Mas aí também já só trago mesmo a comida para ele comer durante a viagem de regresso e como normalmente a viagem é feita à noite, 2 boiões de fruta, um papa ou bolachas chegam.

    Assim, aqui fica a minha logística!

    Nota: Eu sei que isto pode parecer um exagero... mas os filhotes são meus e eu prefiro assim E das duas vezes não excedi peso das malas!
     
    carla08 e PauloNev gostam disto.
  14. carla08

    carla08 Membro Conhecido

    784
    525
    133
    Que grande logística @pat3 ! Eu confesso que gosto de simplificar e só de pensar em levar muita coisa me dá vontade de não viajar. Este ano optei por não viajar de avião, mas comprei uma maquineta portátil e que fosse fácil de acomodar na mala de viagem para fazer as sopas e fiz tudo no destino. Para o próximo ano, se ainda for preciso é o que irei fazer.
     
  15. AnitaF

    AnitaF Membro Ativo

    141
    107
    43
    Quem viaja com bebés/crianças até aos 5 anos pode levar liquidos em quantidades superiores a 100 ml.
    Na bagagem de mão/cabine vão sempre connosco 4 pacotes de leite de 200 ml e 2 garrafas de 500 ml ou 1 de 1,5 l. Iogurtes e boiões de fruta também, claro está, em quantidades aceitáveis para o número de horas de voo e número de crianças.
    Tenho 2 crianças, viajo cerca de 6/8 vezes por ano sempre com elas entre viagens profissionais e de lazer e nunca tive quaisquer contratempos no raio x. O que temos de fazer é colocar tudo num tabuleiro próprio que nos dão para que eles possam examinar os líquidos.
    Sopas também já levei em cabine e o procedimento foi o mesmo.
    Não é nenhum "bicho de sete cabeças" levarmos connosco o que faz falta.
     
    PauloNev gosta disto.
  16. NunoCorreia

    NunoCorreia Membro Ativo

    640
    249
    43
    Eu conheço 2 países que são MESMO muito rígidos em relação a líquidos, iogurtes com mais de 100ml.
    Conseguem adivinhar?
    UK e EUA.
    Já tive problemas em ambos ao regressar para Portugal.
    E eram 3 iogurtes tipo danoninhos.
    Ao que me disseram: after security you have water and food for baby
     
    Lady_R gosta disto.