Novidades

[Report] Zanzibar 2019

M@loveci

Membro
ZANZIBAR 2019 - Ilha paradisíaca

Este ano o destino foi Zanzibar,por “culpa” do meu irmão (também frequenta desta página) que me deu esta ideia e lá fui eu.
Fica aqui o meu testemunho de férias de um sítio paradisíaco e de pessoas de sorriso alegre, para Vos despertar a curiosidade, ou quem sabe, para uma decisão de férias à última hora.
Estive em Zanzibar de 26/5 a 3/6 deste ano.
Antes desta viagem tive necessidade de ir à “consulta do viajante”, que é obrigatória, porque existe um conjunto de vacinas essenciais e algumas obrigatórias.
Tive de tomar a vacina para a “febre amarela” e efectuar a profilaxia (conjunto de medicamentos/vacinas para prevenção) para esta viagem. Preparei tudo isto 2 meses antes, levou tempo, algum €€ mas o resultado final é BRUTAL !!!!!

Nesta época que era considerada de “época baixa”, voos directos de Portugal para Zanzibar não tão longos, é um pouco difícil de arranjar a bons preços €€. Assim a minha viagem começou dia 25/5 em Lisboa-->Paris-->Nairobi (Quénia)-->Zanzibar. Levei 22 horas, foi muito mas valeu a pena. Soube que a partir de Junho é possível fazer Lisboa-->Madrid-->Zanzibar e que também existe via Lisboa-->Frankfurt-->Zanzibar. É uma questão de procurar bem. Eu uso a app Momondo e a Hopper, para ver as melhores alturas de voos/férias.
Assim, estive 10 dias de férias, 2 dias para os voos, 8 dias inteiros em Zanzibar.

Fiquei na parte Este da ilha, uma zona chamada Jambiani (paraíso total), mas durante o tempo que lá estive fui percorrendo a ilha em tours, mas ficando sempre no mesmo hotel (ou melhor um hostel/bungallows).
Se forem para Zanzibar, vão de espírito aberto, as coisas não são evoluídas como cá, pode faltar por vezes água pontualmente no chuveiro, pequeno almoço repetitivo, net com pouca velocidade, mas acreditem nisto….os Zanzibares farão de tudo para Vos agradar e para sairmos de lá com saudades de voltarmos. Em Zanzibar, um problema tem sempre solução, nem que seja “amanhã isso fica resolvido”, porque aprendi que esta palavra é o lema de vida de Zanzibar --> "Hakuna Matata" (sem problema!), e também ao ritmo “Pole, Pole” (com calma, sem stress).

A minha programação dos tours pela ilha, foi basicamente seguir fotos do Instagram, no qual vai-se ter a “locais” que fazem os tours pela ilha, com opções de reservar antecipadamente. Não fui por essa escolha, porque poderia decidir dias, que não seriam os melhores, devido ao factor “tempo meteorológico”, face a altura em que fui, é considerada de chuva (Abril/Maio). Assim na praia encontram-se sempre os “beach boys” que nos “chateiam” sempre para comprarmos as viagens. (Temos sempre de negociar, preço, não se esqueçam).

Nestes dias fiz os seguintes tours:
- Stone Town (capital), o tour Safari Blue (viagem de barco por ilhas no meio do indico, lindaaaaaaaas!!);
- Prison Island (ilha em frente a Stone Town onde habitam tartarugas gigantes em cativeiro com mais de 160 anos, vejam as fotos);
- Nungwi e Kwenda (norte da ilha).

Estive com turistas (China, Alemanha, França, Suíça), que ficam 2/3 dias em cada um destes locais para assim conhecerem melhor a ilha. É uma opção de cada um, mas não gosto muito de estar a fazer a desfazer malas, ou estar num sítio e gostar e depois mudar para outro e não gostar tanto, e fico com saudades :)

1º Tour --> Stone Town e Prison Island (lado Oeste da ilha, também conhecida por Changuu Island). Leva um dia inteiro de tour, desde 9h, até às 17h. Gastei $120/pessoa, que inclui viagem de ida e volta, barco para Prison Island com guia e entrada no parque das tartarugas, e visita a Stone Town com guia. Podia ter regateado (vocês regateiem sempre!!) mas pelos preços que vi de antemão na net achei enquadrado. A viagem de Jambiani a Stone de Town leva cerca de 1 hora (fui numa Toyota/carrinha). O trajecto Stone Town-Prison Island de barco leva 30 minutos. A ilha é pequena, é uma antiga prisão de escravos construída por um magnata árabe em 1860, mas nunca foi utilizada para o efeito porque os escravos revoltaram-se nessa época. Existe lá, um abrigo para tartarugas, com mais de 50 tartarugas adultas e outras tantas bebés, no qual andamos livremente ao lado delas durante o percurso dentro da ilha. Dá para alimentá-las, ahhhh e se fizerem festas no pescoço das tartarugas, vejam elas a levantar-se, levantar-se, levantaaaaar-se daquele peso enorme que elas têm, elas adoram!!! Tartarugas com mais de 160 anos. O ano está gravado a giz na carapaça de cada uma delas.
Depois volta a Stone Town, para uma visita guiada pela cidade. Stone Town, pelo próprio nome “cidade de pedra”, as casas mais antigas, tem entre as paredes a areia e as pedras da praia, tipo corais, é o único material que os antigos tinham para construir casas. Entrar em Stone Town é fazer uma viagem no tempo, de ruas básicas, chão polido, construção antiga, cheiros de especiarias, cheiros de África e religião muçulmana (80% da ilha são muçulmanos), na altura a minha estadia coincidiu com a época do Ramadão. Obrigatório visitarem o mercado da fruta/carne/peixe….só vi o da fruta e peixe, o da carne já não consegui lá ir…a ASAE ali desistia de multar, impossível encontrar algo que se pudesse não multar, é a loucura total para nós que vimos de um país “com regras e civilizado” (lol) , mas uma loucura habitual para as gentes daquela ilha, mas não deixa de ser uma visão espectacular para quem vem de um país “mais civilizado”.
Comprei chá e café, impossível não comprar isto na ilha considerada “das especiarias” onde no passado, passava todo o comércio das especiarias entre China/Arábia/África. Fiquei fã do café de baunilha. Negoceiem sempre!!! Faz parte da tradição destas pessoas e se no final não fizerem negócio, vão sempre ouvir um “Hakuna Matata” (sem problema) :)

2º Tour --> Safari Blue, paguei $70, inclui viagem de ida e volta, almoço, passeio de barco. Em toda a ilha este “safari” é feito em ilhas diferentes, quer estejam no Sul, Norte ou lado Oeste da ilha. Este “safari” é feito entre ilhas e cabeços de areia no meio do oceano Índico, não tem nada a ver com ver animais em Safaris. Passa-se o dia a ver corais, descansar em cabeços de areia rodeados de água azul e a meio almoço de lagosta, camarão, atum, fruta, em outras ilhas que eles previamente preparam para nós. Ver os corais é obrigatório, eu que não sou assim grande fã, adorei!! Eles têm o material todo para o efeito e está incluído no preço.
Este é o dia para aquelas fotos espectaculares do “mete nojo” aos nosso amigos :cool::D:cool::D

3º Tour --> Nungwi e Kwenda, norte da ilha, paguei $50, apenas inclui a viagem de ida e volta de cerca de 2 horas em cada trajecto. Quis ir à aventura neste dia, sem nada programado. O motorista do carro levou-me até lá e ficou o dia inteiro à minha espera, por $50 não é uma má opção, e inicialmente pediram-me $70 (vocês negoceiem sempre, não se esqueçam!). Em Nungwi almocei e andei ao longo da praia. Nesta zona a maré não baixa tanto como em Jambiani no sul da ilha onde estive. Aqui a maré baixa tanto como em Portugal, em Jambiani chega a baixar entre 500mt a 1 km, mas é brutal, mais abaixo explico. Aqui em Nungwi a areia tem menos conchas mas achei mais “suja” de algas. Aqui fica uns dos Hiltons hotéis da ilha, mas não gostei da praia que está em frente ao mesmo. Depois de almoço, o condutor levou-me a Kewnda (6km) e aqui adorei………aqui têm os melhores hotéis na minha opinião e as praias paradisíacas de areia branca+palmeiras à beira da praia +água azul. Aqui é mesmo o “dolce fare niente”. É sair do hotel e ter as espreguiçadeiras à beira de água. Corri a praia toda até um hotel chamado de “Diamonds La Gemma dell'Est”, com praia privativa, segurança em todos os lados (pedi para passar pela praia elogiando o trabalho do segurança, ah ah ah ah). Mas valeu a pena. O restaurante do hotel está situado dentro de água, como as fotos que vemos nas Maldivas e Bora Bora (vejam as fotos).
Este dia foi muito bem passado. No regresso, tal como tinha acontecido na vinda, levámos de boleia a família do condutor, ou seja, aproveitaram a minha viagem para ir ao norte da ilha visitarem familiares (lool) , mas estar entre os locais, falar com eles (inglês e swahili) e perceber os gostos das pessoas e tradições dos mesmos num sítio tão longínquo do nosso, onde eles sabem lá onde é Portugal (mas conhecem o Ronaldo, claro!), é o que vale nestas viagens. Aprendi a não ser aquele turista do “passar as férias de papo para o ar e sem fazer nada sem ser, beber, sol e praia”, para conhecer/sentir o “interior” de cada população local.

A minha estadia em Jambiani --> Fiquei no White Sands Bungallows (apenas regime de pequeno almoço) e acreditem que a minha estadia não poderia ser melhor. O hostel/bungallow tem apenas 12 quartos, fica situado na praia e nesta altura de “época baixa” eu era apenas e só o único hóspede, não poderia ser melhor. Tinha 7 pessoas dedicadas só para mim (ah ah ah ah ah), cozinheiro, camareira, empregada de limpeza, gerente, seguranças.
Jambiani tem as praias chamadas de “low tide” e “high tide”, maré cheia, maré baixa (7 em 7 horas), em que na maré baixa se quiserem tomar banho naquelas águas quentes (por volta sempre dos 24º) vão ter de andar e muito. Mas eu adorei, porque na maré baixa, vocês vão ver a fauna espectacular que fica nas pequenas poças de água que vão ficando ao longo da praia. Estrelas do mar, ouriços, pequenos corais, caranguejos, conchas, búzios, etc, etc, etc. Além de poderem estar durante a subida da maré num local onde a areia é branca, branca e fina como farinha (sem exagero). Consoante as luas cheia e nova, a água chega a baixar entre 500mt e 1 km. Os zanzibares, vivem do que o mar dá ( e dá muito), bem como do turismo e da fruta que existe em todo o lado ao longo da praia (bananeiras, coqueiros, ananases, maracujás, mangas, etc, etc, etc.). Eu paguei a um “beach boy” para me trazer ananases, mangas e bananas, maracujás e pedi ao cozinheiro do meu hostel para todos os dias me fazer algo diferente às refeições (lembrem-se que eu era o único lá, lol).
Por ser altura do Ramadão e época baixa, as opções de comida à volta do hostel, eram poucas mas o hostel fazia-me as refeições e no final paguei uma média de $10/$12 por refeição. Quando existem restaurantes abertos na época alta nas redondezas, consegue-se preços de $8/$10 por refeição.
Eu levei dólares, por indicações que vi na net, mas podem perfeitamente levar euros porque a nossa moeda é mais forte e temos de fazer menos contas. Se ficarem na vossa estadia em vários sítios de Zanzibar ao longo da ilha, aconselho a trocar pela moeda local (xelins), 1€= 2.600 xelins, porque facilita a “negociação” e a perda de câmbio nos arredondamentos que se faz cada vez que queremos comprar algo (comida, souvenirs, bebidas).

Pronto, foi extenso, mas foi a minha experiência neste sítio que me deixou muitas saudades e que de certeza lá voltarei um dia e que espero, que seja o mais rápido possível.
Boas viagens e perguntem se tiverem dúvidas do que escrevi :D


2019-05-29 19.14.52.png
2019-05-29 11.28.25.jpg
2019-05-27 10.47.52.jpg
2019-05-27 12.48.07.jpg
2019-05-27 16.28.45.jpg
2019-05-28 15.57.26.jpg
2019-05-29 10.21.10.jpg
2019-05-30 10.30.18.jpg
2019-06-01 12.54.38.jpg
2019-06-01 13.27.54.jpg
2019-06-01 13.38.39.jpg
2019-06-02 07.59.00.jpg
2019-06-02 07.58.50.jpg
2019-06-01 13.11.00.jpg
IMG_8785.JPG
2019-06-02 11.01.11.jpg
2019-06-01 13.11.09.jpg
IMG_8970.JPG
2019-05-29 11.28.40.jpg
2019-05-30 08.06.21.jpg
 
Última edição:

M@loveci

Membro
Encantada! Essas praias deixam-me a sonhar! 😇
Como fez com o transfer do aeroporto ao hotel? Contratou lá?
Obrigada pela partilha, deve ter sido uma experiência incrível! :)
Já vinha no preço da minha viagem.
Consoante o local de destino, consegue-se preços de $25 a $50. No aeroporto o que não falta, é quem faça esse serviço, bem como no alojamento também sabem “alguém” que faça esse serviço. :)
 

agnusporfius

Membro Conhecido
Já tinha vontade de visitar, agora fiquei com mais. Obrigado pela partilha.

Só uma pergunta que não percebi bem. As viagens que fizeste lá contrataste no Hotel? Há mais alguma excursão que não tenhas feito e agora saibas da mesma e que se lá fosses tentarias fazer?
 

PauloNev

Moderador Sénior
Staff
Muito obrigado pela partilha.
As fotos da praia dão vontade de largar tudo e ir dar uns belos mergulhos.
Boas viagens ;)
 

Rodrigo Ferreira

Membro Conhecido
Obrigado pelas fotos e pelo report!
Bem sei que tens aí uma foto da "low tide", mas não tens com foto tirada do hotel? Era só para comparar com as que tens com "high tide" :D

E já agora por quanto ficou mais ou menos a viagem de avião e o hotel em regime de PA?

Obrigado!
 

Deni

Membro Conhecido
Olá @M@loveci
Qual extenso qual quê... quando se descreve tão bem como tu descreves-te um paraíso destes nem se nota se é extenso ou curto.
Também estive em Zanzi este ano em Fevereiro e foi óptimo reviver este maravilhoso destino através das tuas palavras.
Zanzibar foi dos destinos mais autênticos onde estive... simplesmente adorei!
Continuação de boas viagens e cá esperamos mais reports ☺
 

Ricardo_7

Membro Conhecido
Olá :D

Muito obrigado pela partilha :)

Sem dúvida que é um destino que cada vez mais atraí, por tudo aquilo que tem para oferecer. E essas praias... 🙌

Boas viagens ;)
 

M@loveci

Membro
Já tinha vontade de visitar, agora fiquei com mais. Obrigado pela partilha.

Só uma pergunta que não percebi bem. As viagens que fizeste lá contrataste no Hotel? Há mais alguma excursão que não tenhas feito e agora saibas da mesma e que se lá fosses tentarias fazer?
As que fiz, foi sempre pelo mesmo "beach boy" (malta que anda na praia a vender pacotes de tours aos turistas). Este tem negócio próprio e carrinhas próprias. Se quiserem o nome dele chama-se Pandu (se quiserem contacto tlm tb arranjo).
Se agora fosse lá outra vez (e irei, e ireiiiiiii de certeza!!), seria às outras ilhas do Safari Blue, tal como: Nakupenda beach, Mnemba island. Ficaria 1/2 dias na capital e absorver aquele clima de gente, e voltava a Kwenda para um bom hotel de TI para o relax, face a que visitei o resto. ;)

Muito obrigado pela partilha.
As fotos da praia dão vontade de largar tudo e ir dar uns belos mergulhos.
Boas viagens ;)
e com a água a 24º, não apetece sair...até mete "impressão" :D:p

Obrigado pelas fotos e pelo report!
Bem sei que tens aí uma foto da "low tide", mas não tens com foto tirada do hotel? Era só para comparar com as que tens com "high tide" :D

E já agora por quanto ficou mais ou menos a viagem de avião e o hotel em regime de PA?

Obrigado!
As 1ªas duas são tiradas do hotel e a 1ª é com a maré quase cheia e a 2ª com a maré quase vazia.
As outras duas fotos são tiradas da maré para o hotel (o hotel é aquele ponto branco maior a meio). A 1ª foto com a maré quase cheia (naquele ponto não tens pé depois de cheia) e a 2ª foto da maré vazia. De onde tirei a foto ao hotel são uns 400mt em linha recta.
Voo+Transfers+Seguro+PA = 1.380€. Depois lá gastei uns 500€ em refeições/tours/souvenirs.
F1.JPG
F2.JPG
F3.JPG
F4.JPG


Espectacular!!!
Também vou para Zanzibar na minha lua de mel, vai ser de 1 a 14 de Outubro.
Vais ter bastante tempo para curtir a ilha e a lua-de-mel. Bem escolhido!!. Se andares em vários hotéis na estadia, cambia para dinheiro local, para não perderes €€ nos vários câmbios e vê se o hotel aceita cartão visa/crédito porque lá os ATM´s não abundam (nem vi no aeroporto nenhum).

Olá @M@loveci
Qual extenso qual quê... quando se descreve tão bem como tu descreves-te um paraíso destes nem se nota se é extenso ou curto.
Também estive em Zanzi este ano em Fevereiro e foi óptimo reviver este maravilhoso destino através das tuas palavras.
Zanzibar foi dos destinos mais autênticos onde estive... simplesmente adorei!
Continuação de boas viagens e cá esperamos mais reports ☺
É de voltar não é? E ainda não tinha visto este paraíso antes porquê???? :D:D:D Em Fevereiro apanhaste bons dias de Sol, de certeza. Eu apenas no 1º dia que cheguei apanhei o dia todo a chover mas....qual frio, lol. De resto os outros dias foram muito fixes!!

Olá :D

Muito obrigado pela partilha :)

Sem dúvida que é um destino que cada vez mais atraí, por tudo aquilo que tem para oferecer. E essas praias... 🙌

Boas viagens ;)
Praias, pessoas, clima, temperatura da água, é tudo bom!!
Quem gostar de Kitesurf, é um sítio brutal também. Na zona de Jambiani onde estive é bom, mas na zona de Paje é onde a comunidade de Kitesurfers se instala.

Obrigado pelas fotos e pelo report!
Bem sei que tens aí uma foto da "low tide", mas não tens com foto tirada do hotel? Era só para comparar com as que tens com "high tide" :D

E já agora por quanto ficou mais ou menos a viagem de avião e o hotel em regime de PA?

Obrigado!
Editei as fotos e respondi nas mesmas ;)
 

Deni

Membro Conhecido
Eu ja andava de olho ha algum tempo neste destino mas ia adiando por causa da malaria e das vacinas (que tolice)... também so apanhei chuva no primeiro dia e apenas de manha. É um destino que vale muito a pena...
 

M@loveci

Membro
Eu ja andava de olho ha algum tempo neste destino mas ia adiando por causa da malaria e das vacinas (que tolice)... também so apanhei chuva no primeiro dia e apenas de manha. É um destino que vale muito a pena...
Eu tive de actualizar vacinas que não tinha, levei 7 ao todo :D. Pensava que era só para a Febre Amarela, levei: Febre Amarela, Tifóide, 3 da Hepatite B, 2 Hepatite A. Levei um mês para ser vacinado porque algumas andavam esgotadas. TIve de colocar "cunhas" nas farmácias para conseguir vacinas antes da deslocação. Pelo menos sem a da Febre Amarela, sabia que não entrava e eles essa controlaram à entrada do aeroporto deZanzibar.
 
Top