Novidades

[Report] Um salto a Itália - Novembro 2021

rmonteiro

Membro Conhecido
A última viagem já remontava a Fevereiro de 2020 quando passámos duas espectaculares semanas no Peru.
Ainda tivemos voo marcado para Novembro desse ano para a Escócia mas acabou por ser cancelado, portanto Novembro de 2021 marcou o regresso às viagens.

Objectivo era um destino na Europa para passar meia dúzia de dias. O destino escolhido foi Itália. Optando por algumas cidades mais pequenas e com alguma combinação de voos da Ryanair.

Não tenho hábito de referir alojamentos ou restaurantes pois existem diferentes gostos e ofertas para todo o tipo. Por vezes faço apenas uma ou outra referência por achar que pode ser uma opção consensual. Em Novembro o frio iria ser uma realidade, apesar que por cá deixávamos dias repletos de sol.
Preenchemos o formulário exigido pelo governo italiano, relacionado com a pandemia. Não sendo de carácter obrigatório, ryanair tem a opção de adicionar esse formulário e o nosso certificado de vacinação na altura do checkin.
A máscara não era obrigatória na rua, apenas em espaços fechados. Foi pedido o certificado de vacinação em alguns monumentos, restaurantes e pastelarias. As deslocações entre cidades foram feitas de comboio regional, tínhamos comprado o bilhete antecipadamente online mas é algo que se for comprado nas máquinas da estação é fácil de fazer. Nos comboios de alta velocidade é obrigatório o Green Pass.

A primeira cidade foi Bolonha.
IMG_20211118_213938.jpg


O voo Lisboa-Bolonha foi antecipado, era suposto irmos ao inicio da tarde de quarta-feira e passou para o final da tarde de terça-feira. Portanto foi chegar à cidade e ir descansar. Tínhamos bilhetes para o comboio que liga o aeroporto à estação central de Bolonha, mas nesse dia o comboio não estava a funcionar e teríamos de apanhar a alternativa que seria um autocarro, que iria de igual modo até à estação e o bilhete era valido. A taxa turística é de 1.5€ por dia por pessoa.
Era dia de explorar a cidade, o céu estava cinzento mas o frio não era assim tanto. Fomos caminhando pela cidade explorando as suas ruas, desde da via dell’indipendenza e as suas lojas até à Piazza Maggiore. A subida à Torre dos Asinelli tem o custo de 5€ por pessoa e preparem-se para bastantes escadas, umas mais sinuosas que outras. Foi pena o céu cinzento mas faz parte.

Bolonha (4).jpg
Bolonha (5).jpg

Bolonha (6).jpg

Bolonha (9).jpg


Fomos visitando várias igrejas ao longo do dia e também a Cattedrale Metropolitana di San Pietro. O almoço foi picar umas fatias de pizza aqui e ali e fomos caminhar até ao Parco Di San Michele in Bosco. Onde temos um parque e uma igreja, com vista privilegiada para a cidade. O autocarro número 30 vai do centro até lá para quem não estiver disposto a caminhar. A cidade tem à sua volta uma estrada circular que é acompanhada por uma ciclovia a meio.

Bolonha (10).jpg
Bolonha (11).jpg
Bolonha (12).jpg
Bolonha (13).jpg
Bolonha (2).jpg
Bolonha (3).jpg


Veneza era o próximo destino, cerca de 2 horas de viagem. Já tinha visitado a cidade à cerca de 10 anos. Sendo este o único destino que repeti até agora em 4 idas a Itália. A taxa turística é de 2.5€ por dia, por pessoa. Um belo dia de sol estava à nossa espera. Atravessamos a cidade a pé para ir até ao alojamento que ficava perto da praça de São Marcos e junto à rua mais exclusiva de comércio com as grandes marcas de moda. A presença de turistas aqui já se fazia notar, tendo em conta a altura do ano e também a questão da pandemia.

Veneza (1).jpg

Veneza (2).jpg

Em plena praça de São Marcos estava a decorrer uma cerimónia de graduação de uma universidade. Decidimos avançar para outros pontos enquanto explorávamos as ruas e ruelas de Veneza. Demos um salto até à famosa Libreria Acqua Alta. Uma livraria que tem uma gondola no seu interior, nas traseiras existem umas escadas formadas por livros para espreitar o canal e a grande atracção é um gato que adora ser mimado pelos visitantes enquanto está deitado em cima de livros. Fomos até à Ponte de Rialto, onde estavam bastantes turistas à procura da foto perfeita. Não era aquele enchente dos meses de verão, portanto dava para todos, sem grande confusão.

Veneza (3).jpg Veneza (4).jpg Veneza (5).jpg
Veneza (7).jpg
Veneza (8).jpg


.
Veneza (9).jpg

Durante a viagem de Bolonha para Veneza fomos debatendo a questão de ir até Burano. Entre 3 ou 4 motivos o que pesou mais na decisão foi o tempo de ida e volta. Optámos por ir caminhar mais por Veneza.
Depois de almoço e de mais umas voltas estávamos de volta à Praça de São Marcos. Uma nova cerimonia de graduação decorria de tarde. Para subir à Torre o preço são 10€ por pessoa e inclui uma mascara do modelo FFP2 que somos obrigados a utilizar durante a visita. O certificado também foi necessário. Apenas se pode subir de elevador, que tem um funcionário a operar. Uma vez lá em cima, aproveitar para tirar umas fotos e tentar não pensar no vento que se fazia sentir. De seguida fomos visitar a Basílica, optamos apenas por visitar o seu interior, 3€ por pessoa. Não me impressionou para ser sincero.
 
Última edição:

rmonteiro

Membro Conhecido
Veneza (10).jpg
Veneza (12).jpg
Veneza (14).jpg


Veneza (11).jpg


Dispensámos a visita ao Palazzo Ducale, o preço era de 25€ por pessoa. Percorremos a zona junto ao canal e fomos dar mais umas voltas. Já se via muitos grupos de estudantes com as suas famílias a celebrar as graduações. Para jantar optámos por uns cicchetti veneziani, a versão de Veneza de tapas.

Veneza (16).jpg
Veneza (17).jpg
Veneza (18).jpg
Veneza (19).jpg


No dia seguinte fomos espreitar outra parte da cidade, junto à Basílica di Santa Maria della Salute, estavam a iniciar os preparativos para uma espécie de peregrinação. Existia até uma ponte provisória que apenas está lá nessa altura do ano.

Veneza (20).jpg
Veneza (21).jpg
Veneza (22).jpg


Atravessámos mais uma vez a cidade até à estação e apanhamos o comboio que nos levaria ao próximo destino: Padova.
Chegados à cidade onde faleceu o Santo António, que tem uma taxa turística de 2€ por dia por pessoa. Seguimos uma das principais via até ao nosso hotel. Picámos qualquer coisa para almoço e fomos explorar o máximo que conseguimos. Uma cidade bastante pequena que acabou por surpreender pela positiva. Na zona mais central onde está concentrado grande parte do comércio, estava a decorrer um mercado de chocolate. As esplanadas estavam cheias, fazendo jus ao início de noite de uma sexta-feira Também alinhamos por jantar na Via Roma.

IMG_20211119_142304.jpg
IMG_20211119_143833.jpg
IMG_20211119_144130.jpg
IMG_20211119_144634.jpg

IMG_20211119_163755.jpg
IMG_20211119_163951_1.jpg
IMG_20211119_171801.jpg


Seguiu-se uma manha de mais passeio por jardins e igrejas. Uma visita à Basílica de Santo António era obrigatória e vale a pena. Visitamos a praça Prato della Valle onde decorria a feira semanal de sábado. Vendia-se um pouco de tudo. Padova é uma cidade pequena que surpreendeu pela positiva.

IMG_20211119_162657.jpg


A seguir ao almoço iríamos rumar, de comboio, até Verona.
Eternamente conhecida pela cidade de Romeu e Julieta, diria que Verona tem o seu ex-libris na Arena Romana. Taxa de 2.50€ por pessoa.
Chegados ao alojamento começámos a caminhada até à zona da Arena e de imediato ficámos a saber que no dia seguinte iria-se realizar a maratona e meia-maratona da cidade. Por norma vejo calendários das provas a modo de tentar juntar a viagem com uma prova (em 2019 participei numa meia maratona em Dublin).

IMG_20211120_165053.jpg
 

rmonteiro

Membro Conhecido
IMG_20211120_165217.jpg
IMG_20211120_165748.jpg


Posto de lado o facto de não participar na prova fomos caminhando pelas ruas completamente cheias, era Sábado e todos queriam fazer compras, tirar fotografias ou aproveitar uma esplanada. Fomos até à Plazza delle Erbe onde estava um mercado. Castanhas, vinho quente, roupas, souveniers. Um pouco de tudo. Alguns restaurantes, esplanadas cheias. Junto temos a Plazza del Signori onde estava a decorrer um mercado de natal.

IMG_20211120_170854.jpg
IMG_20211120_172235.jpg
IMG_20211120_172540.jpg


Entrámos no mercado de natal que estava completamente cheio. Decidimos comer por lá, verificamos que o segurança já estava a controlar entrada para evitar que a praça estivesse complemente cheia. Seguimos por umas ruas para dar mais umas voltas até regressar ao hotel.
IMG_20211120_173353.jpg
IMG_20211120_174916.jpg
IMG_20211120_182519.jpg
IMG_20211120_184304.jpg
IMG_20211120_184310.jpg


No dia seguinte fomos explorar outros locais da cidade, foi um dia em que o frio esteve sempre bem presente. Ao contrário do dia anterior a casa da Julieta não fila e fomos espreitar a varanda. Fomos até ao Castel San Pietro, para obtermos uma boa vista para o centro histórico da cidade. É preciso subir algumas escadas, mas também podem subir de funicular. Seguimos por visitas a mais igrejas, sempre caminhando.

IMG_20211121_092413.jpg
IMG_20211121_093655.jpg
IMG_20211121_095440.jpg
IMG_20211121_100055.jpg
IMG_20211121_102246.jpg
IMG_20211121_102605.jpg
IMG_20211121_102627.jpg


Fomos até à Ponte di Castelvecchio. Algumas bancas a vender souveniers e chocolate quente, tirar umas fotos e do outro lado do rio, existe um parque que tinha uma pista de gelo e outras atracções relacionadas com o natal. Para almoço decidimos ir à sempre cheia Plazza delle Erbe.

IMG_20211121_111239.jpg
IMG_20211121_120652.jpg
IMG_20211121_120824.jpg
 

rmonteiro

Membro Conhecido
IMG_20211121_121210.jpg
IMG_20211121_123346.jpg
IMG_20211121_143115.jpg


Tínhamos o comboio a meio da tarde para a nossa última paragem – Bergamo. À medida que nos aproximávamos era notório que as previsões de chuva estavam correctas. Entre a estação e o alojamento passamos por um mercado de natal que visitamos mais tarde, mas nada de especial. Chuva parou, com promessa que iríamos ter o ultimo dia molhado.

Lá íamos nós explorar a Città Alta. Estava de chuva o que não tornava muito agradável as caminhadas e optámos por subir no funicular,2.60€ por duas pessoas. Depois foi explorar aquela parte da cidade, o seu Duomo, a sua Piazza Vecchia, sem esquecer a Cappella Colleoni. Mais umas voltas a ver o comércio etc e decidimos ir para baixo.

IMG_20211122_085622.jpg
IMG_20211122_092830.jpg
IMG_20211122_093012.jpg
IMG_20211122_093129.jpg

IMG_20211122_093654.jpg
IMG_20211122_094823.jpg
IMG_20211122_103742.jpg
IMG_20211122_104027.jpg
IMG_20211122_104045.jpg
IMG_20211122_093527.jpg


Não conseguimos grandes vistas por causa do tempo cinzento. A chuva tinha abrandado portanto optámos por descer a pé. Fomos até à Porta San Giocomo e iniciamos a caminhada até à parte nova da cidade e fomos espreitar o pouco que a cidade oferecia. Fizemos umas compras. De seguida fomos almoçar e apanhar o autocarro que faz a ligação ao Aeroporto, 2 bilhetes 4.80€. Autocarro ia completamente cheio, arrisco a dizer que não devem ter entrado todas as pessoas que estavam na paragem. Apanhamos junto à estação de autocarros. Ao lado do Mcdonalds.

IMG_20211122_114039_1.jpg


No aeroporto o controlo do Certificado foi um bocado risório, o segurança "olhava" eacenava, Procedimentos normais para o embarque e regressávamos a Lisboa. Como costumo dizer, Itália nunca desilude. Foi um óptimo escape esta viagem. Soube a pouco, mas deixou aquele sentimento que poderá ter sido o ponto de retomo às viagens.

Quero realçar que as medidas relacionadas com a pandemia que descrevi eram as que estavam em vigor à data da viagem, Novembro 2021.
Não é um report com muitos detalhes nem muito elaborado, pelo qual peço desculpa. Gostava de fazer algo mais explicito, mas o tempo não tem sido muito e já tenho vindo a adiar e adiar a publicação do mesmo. Alguma duvida disponham e espero que tenham gostado e que de alguma maneira vos tenha conseguido trazer lembranças de locais onde estiveram ou alguma vontade em visitar estes locais.
Obrigado.
 

Anexos

Ricardo_7

Membro Conhecido
Olá @rmonteiro :)

Obrigado pela partilha. Itália é daqueles destinos que quero mesmo conhecer. É bom sentir que mesmo em pandemia, aos poucos, tentamos voltar a fazer uma vida normal e explorar locais, ainda que com todas as condicionantes associadas. Boas viagens ;)
 

Cristina Sousa

Membro Conhecido
Obrigada pelo report @rmonteiro. A Itália nunca desilude! :)
Pena o tempo, mas viajar nestas épocas do ano tem sempre este tipo de constrangimentos.
Não conheço nenhuma dessas cidades, mas fica a vontade de dar lá um saltinho!😁
Continuação de boas viagens!
 

NunoCorreia

Membro Conhecido
Itália para mim tem um misto de agridoce.
As cidades são belas mas os italianos..... 🤬 não são nada atenciosos. No geral são um povo que não ajudam nada o próximo.

Obrigado pelo report e por relembrar alguns sítios onde já estive.
 

albertoguedes

Membro Conhecido
Muito fixe a viagem, é um país muito interessante Itália. Passaste por algumas cidades que ainda não visitei e que gostava.

As cidades são belas mas os italianos..... 🤬 não são nada atenciosos. No geral são um povo que não ajudam nada o próximo.
Estou completamente de acordo contigo @NunoCorreia . Foi o país de todos os que já visitei onde gostei menos das pessoas. O atendimento então em restaurantes, gelatarias, etc, foram quase sempre péssimos :eek:

Um colega meu disse antes de eu ir a Itália pela 1ª vez: "Itália é muito bonita, mas tem um problema, está cheia de Italianos." Esta frase pode-se aplicar ou já ter sido lida ou ouvida em relação a outros países, mas no meu caso de Itália aplicou-se e bem.
 

PaulaCoelho

Membro Conhecido
Que bela escapadinha! 🤩

Para mim Itália é sempre uma opção a ter em conta para uns dias livres pois o que não falta são locais para conhecer.
Também andei por Itália em Novembro mas pela zona de Nápoles e tanto andei de manha curta como de capa de chuva!
Das cidades que visitaste, ainda não conheço Bérgamo mas está na lista.
 
Top