[Report] Turquia - Antálya, Konya e Capadócia

tinocas

Membro Ativo
Turquia - Antálya, Konya e Capadócia

O ano passado recebi uma proposta do Círculo de Leitores, do qual sou membro à mais de 10 anos, a oferta de uma semana de estadia na Turquia em meia-pensão com transporte para os locais a visitar. Comprei o voo por 400 euros e lá fomos nós, um bocado receosos, (quando a esmola é muita o pobre desconfia), mas correu tudo muito bem. Fica aqui o relato dessa semana fantástica que passamos na Turquia.
Os dias foram divididos entre Antálya, Konya e Capadócia.

TURQUIA

A Turquia surpreendeu-me pela positiva. é um país muito mais moderno e aberto do que eu estava à espera e o povo é muito simpático para os turistas.
A Turquia é um estado laico, todas as religiões convivem pacificamente e são aceites, embora 99% da população seja muçulmana.
A república da Turquia foi fundada em 1923, por Mustafa Kemal Ataturk, daí a origem do nome do país, Turquia.
é um país localizado entre a Europa e a ásia, servindo de ponte entre os dois continentes.
O país é dividido em sete regiões:
AKDENIZ-a região do mediterrâneo, onde fica Antálya.
ANATóLIA ORIENTAL
ANATóLIA SUDOESTE
ANATóLIA CENTRAL-Onde fica a capital e a Capadócia.
EGEU-Região onde fica o mar com o mesmo nome.
KARADENIZ-Região do mar negro.
MáRMARA-Onde fica Istambul e toda a zona europeia.
A cultura da Turquia equilibra-se entre a aspiração de ser moderna e ocidental por um lado e a necessidade de manter valores tradicionais , religiosos e históricos por outro.

ANTáLYA-BELEK:

A província de Antálya fica no sul da Turquia e é conhecida pelo seu clima ameno, pela qualidade das suas praias e pelo seu património histórico, dividido por mais de 200 cidades antigas, que existem na região.
é conhecida também como a capital do turismo da Turquia e o ponto de entrada para a Riviera turca e para muitos locais de interesse histórico.
Esta zona é cercada por montanhas e banhada pelo mar Mediterrâneo, com mais de 700km de praias de águas límpidas.Tem um clima ameno durante todo o ano, com cerca de de 300 dias de sol anuais.
A cidade de Antálya é a capital da província com o mesmo nome e é onde estão localizadas algumas das melhores praias da Europa.
Foi por aqui que entramos na Turquia!
Nas quatro noites que ficamos em Antálya, estivemos em dois hotéis diferentes, ambos em Belek, a 45 minutos da cidade de Antálya.
O primeiro hotel onde ficamos foi o Siam.


O Siam é um hotel de 5* mesmo ao pé da praia.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia004.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia012.jpg


A decoração é de inspiração asiática.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia064.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia065.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia066.jpg


Os quartos são muito bons, o único problema é o mau isolamento. Ouvia-se tudo o que as pessoas do quarto ao lado diziam.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia063.jpg


O hotel tem uma piscina enorme com escorregas.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia011.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia002.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia006.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia007.jpg


Assim como uma área para crianças.
Tem piscina interior e spa , onde se pode fazer o famoso banho Turco.

Ao pé do hotel existe um charco. Tivemos sinfonia de rãs toda a noite.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra004.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra002.jpg


A praia do hotel é muito boa, só não gostei muito foi das pedras à entrada da água (eu sou um bocado implicante com praias com pedras, gosto mesmo é de areia!).


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia017.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia016.jpg


A minha opinião sincera é que não vale a pena pagar 1000 euros para vir para a praia aqui nesta zona. Apesar de a água mesmo em Abril estar a uma temperatura agradável penso que existem praias melhores bastante mais perto de nós e a um preço mais acessível, por exemplo em Maiorca!
Agora quem queira passar aqui 2 ou três dias e depois seguir para visitar outras zonas, aconselho. Para ficar só no hotel é que acho que não vale a pena, até porque a zona atrás do hotel é feia e sem nada para ver além de uma mesquita. O resto são prédios inacabados!

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia020.jpg


Na lateral é que existem algumas casas com melhor aspecto.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra003.jpg


O outro hotel onde ficamos foi o CLUB HOTEL VERA MARE , também de 5*.

http://hoteis.hotelopia.pt/hotel-club-hotel-vera-mare_belek.html

Ficava muito próximo do Siam, apenas a alguns metros de distância.
Pelo menos aqui havia umas casas de férias mais agradáveis à vista.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia468.jpg


Para mim este hotel é superior ao Siam, apesar de ter as mesmas facilidades e ser servido pela mesma praia.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia469.jpg


é um hotel mais agradável e mais luxuoso.
O exterior do hotel:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia470.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia462.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia463.jpg


A enorme piscina:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia464.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia465.jpg



ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia459.jpg


O nosso quarto:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia535.jpg


A vista da nossa varanda:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia532.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia533.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia534.jpg
 
Última edição por um moderador:

tinocas

Membro Ativo
As áreas comuns:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia453.jpg


No jardim do hotel encontram-se bastantes gatos, assim como na sala de refeições. Eu, com a sorte que tenho, pisei o rabo a um durante o jantar e claro, levei uma valente arranhadela.
:s:sSe vissem o susto que apanhei! E ainda por cima a sala estava cheia de gente. Estão a ver o espectáculo? E o gato nem sequer miou! Devem de ter pensado:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia452.jpg


As melhores refeições que fiz na Turquia foram neste hotel. Ainda me lembro das especialidades que lá comi, as «Doner Kebab» (espetadas com carne de carneiro picada e bem temperadas), as «PIDE»(espécie de pizza, que vinha quentinha, acabada de sair do forno), os« BOREC»(massa enrolada com recheio de queijo branco), os deliciosos SIMIT(pães redondos com sementes típicos da Turquia)…
é melhor parar com isto, pois é 1 da tarde e ainda não almocei.Passamos alguns bons momentos nestes hotéis, no pouco tempo que lá estivemos. Deu para fazer um pouco de praia, piscina interior e exterior, sauna e jacuzzi.
Uma das visitas que fizemos quando estivemos nesta região, foi à zona histórica de Antálya e ao seu porto .
Um dos pontos mais emblemáticos da cidade é a Porta de Adriano, do ano 130.
Não deu para parar o autocarro pois o trânsito era muito. Estas foram tiradas de dentro do autocarro.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia530.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia531.jpg


Fomos fazer a visita a pé a «Kaleici», o centro histórico de Antálya.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia494.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia490.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_TURQUIA664.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_TURQUIA662.jpg


Passamos pelo «Minarete Yivli», um dos mais conhecidos.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia491.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia492.jpg


Descemos as ruas que vão dar ao Porto Velho.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia499.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia500.jpg


Aqui é o reino da contrafacção. Tudo o que seja roupa, calçado ou mala contrafeita eles têm!
é só escolher a marca; Adidas, Burberrys, Lacoste, Louis vuitton…
Aquilo é que é ver eles a tentarem descobrir a nossa nacionalidade:
-Portugal, português, Luís figo, Cristiano Ronaldo, José Mourinho?-(que nervos que me faz só sermos conhecidos pelo futebol!).
Claro está que os preços têm de ser bem regateados. Eu, confesso que não tenho muito jeito para isso, prefiro perder o meu tempo a passear do que a fazer compras!

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia496.jpg


As bancas de doces têm um óptimo aspecto! Que saudades do Lokum (doce típico).
Compramos algum para trazer para a família.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia497.jpg


A zona do Porto Antigo é rodeada de muralhas. Daqui saem barcos para pequenos cruzeiros .
ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia504.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia505.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia506.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia507.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia510.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia511.jpg


O artesanato típico está por todo o lado.
Acho que mais de 50% das pessoas desta zona trabalha no comércio.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia513.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia514.jpg


Fomos comprar um dos gelados típicos, bastante diferentes dos nossos, mas muito bons.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia522.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia523.jpg


Sentamo-nos numa esplanada com uma óptima vista para o porto.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia509.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia515.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia516.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia519.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia517.jpg


Tinha um jardim agradável. Com comércio a toda a volta, claro!

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia525.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia527.jpg


Deixo apenas um aviso a quem lá for:
-Cuidado com uns meninos que existem por aquelas bandas, que assim que vêm um grupo de turistas vão logo atrás a ver se conseguem «apanhar qualquer coisa sem o dono dar por isso»!
Foi preciso o meu marido olhar para trás várias vezes assim como quem diz «Estou a topar-te!», para eles desistirem.
A seguir fomos visitar o mercado. Eu gosto muito de mercados e este não foi excepção!
 
Última edição por um moderador:

tinocas

Membro Ativo
A seguir fomos visitar o mercado. Eu gosto muito de mercados e este não foi excepção!

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia054.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia057.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia058.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia060.jpg



Reparem no trabalho que deles têm a empilhar as frutas!

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia059.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia056.jpg


Até os morangos!

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia538.jpg


O colorido das bancas é muito bonito.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia061.jpg


A massa típica da Turquia, que é usada para rechear e enrolar.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia560.jpg


Outro ponto a não perder numa viagem a Antálya -as cascatas de Duden, na junção do rio com o mar. Confesso que estou habituada a ver cascatas no meio de vegetação e estranhei um bocado estas serem mesmo ao lado de uma estrada com bastante movimento!
De qualquer maneira são muito bonitas.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia049.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia557.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia558.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia559.jpg

Paisagem ao pé das cascatas.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia053.jpg


Lara, uma zona balnear bastante conhecida.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia051.jpg


Passeio de camelo ao pé das cascatas.
Vale tudo para ganhar mais uns trocos!
Quanto a mim acho que cada experiência tem o seu lugar certo para acontecer e para mim andar de camelo é no deserto, (nunca andei, mas quando acontecer vai ser lá de certeza!).

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia048.jpg

Na província de Antálya é possível encontrar várias cidades antigas, nós visitamos uma delas, Perge!
PERGE:
A antiga cidade de Perge foi fundada pelos gregos. Pouco depois da guerra de Tróia foi conquistada por Alexandre, o Grande e em seguida pelos romanos.
é um local bastante interessante! Fica a 18 km da cidade de Antálya.
Com excepção de «Aphrodisias», é a cidade antiga mais bem preservada da Anatólia.

O portão helenístico:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia028.jpg


As antigas termas:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra018.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia036.jpg


A piscina das termas:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia035.jpg


O ágora:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia022.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia025.jpg


Uma coluna:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra022.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia551.jpg


Pequenos pormenores:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia029.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia032.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra010.jpg
 
Última edição por um moderador:

tinocas

Membro Ativo
MUSEU DE ANTÁLYA.
O museu de Antálya, vencedor do prémio de arqueologia, é um dos maiores e mais importantes museus da Turquia, com 14 salas de exposição e uma galeria ao ar livre.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia471.jpg


Possui cerca de 5000 obras de arte.
A colecção vai desde a pré-história, à época romana. Uma grande parte é dedicada à arqueologia e contém muitas peças retiradas das escavações das cidades antigas da região. A grande maioria vem de Perge.
Esqueleto tal como foi encontrado, dentro de uma ânfora:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia473.jpg


Sala das estátuas:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia476.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia474.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia479.jpg


Dançarina com saias na mão-PERGE:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia475.jpg


Sarcófagos-PERGE:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia480.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia481.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia482.jpg


A secção de Arte Sacra do museu:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia483.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia484.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia485.jpg


Relicário de S. Nicolau.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia486.jpg


Porta wing retirada de Manavgat:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia488.jpg


A secção etnográfica:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_TURQUIA634.jpg


Uma tenda tradicional:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_TURQUIA638.jpg


Trajos típicos:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_TURQUIA627.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_TURQUIA629.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_TURQUIA630.jpg


Socas tradicionais:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_TURQUIA631.jpg


TAPETES TURCOS
Os tapetes Turcos nasceram à 8000 anos atrás e têm fama internacional.
Marco Polo considerou-os« os mais belos tapetes do mundo e com as mais belas cores».
Geralmente, são confeccionados pelas mulheres nas suas próprias casas e a tradição passa de mãe para filhas.
Nas montanhas, ainda os confeccionam em casa, embora nas cidades existam pequenas cooperativas que empregam pessoal para isso. Esta que visitamos além de empregar pessoal, também compra tapetes a particulares!
A fábrica.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia400.jpg


Os tapetes Turcos «Kilim» mais vendidos e com um preço mais acessível são em lã de ovelha.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia389.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia388.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia387.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia393.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia394.jpg


Mas também existem em seda, geralmente em forma de pequenas tapeçarias, bastante mais dispendiosas.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia606.jpg



ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia545.jpg


Esta é a tapeçaria mais cara do mundo. Custa qualquer coisa como 50000 euros!!!
O segredo está na quantidade de nós que se conseguem colocar por cada centímetro de tapete. Esta tapeçaria, foi feita por uma senhora, numa aldeia de montanha, que conseguiu colocar 20 nós, onde habitualmente se colocam oito.
Teve de ser feito com uma lupa!

.
ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia544.jpg


Uma rapariga a explicar a técnica:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia602.jpg


A CAMINHO DE KONYA:
O percurso de Antálya a Konya é feito através das montanhas. A paisagem é muito bonita.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia072.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia075.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia077.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia078.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia079.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia080.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia081.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia082.jpg


Um local onde fizemos uma paragem para descanso_O caminho é longo!

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia112.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia111.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia442.jpg



A bandeira da Turquia é composta por uma lua crescente e uma estrela num fundo vermelho.
A lua e a estrela são símbolos da religião islâmica.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia113.jpg


A estrada que fizemos, foi a antiga rota da seda, o caminho outrora utilizado por caravanas de camelos para transporte de mercadorias da Ásia para a Europa.
Continua a paisagem de montanha:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia443.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia448.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia449.jpg
 
Última edição por um moderador:

tinocas

Membro Ativo
Esta rota, está assinalada hoje em dia por testemunhos arquitectónicos e culturais, cujas origens abarcam mais de 2000 anos de história. Pelo caminho, encontram-se vários caravanserais, utilizados em tempos para descanso de homens e animais quando vinham nas caravanas. Serviam também como fortificação contra os assaltantes, durante a noite.
Existia um caravanserai, mais ou menos de 30 em 30 km, a distância que podia ser percorrida diariamente por uma caravana de camelos bem carregada.
Destes antigos locais de paragem das caravanas, o caravanserai «SULTANHANI» é o maior e mais conhecido da região. Está aberto ao público e embora esteja a necessitar de restauro, é um local interessante a visitar. Tem oito séculos de existência, mas só tomou a sua forma actual em 1278 quando foi destruído por um incêndio. O último restauro foi no século passado.
O edifício exterior:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia171.jpg


O conjunto atingia 4500 metros quadrados.

A bonita porta de entrada feita de mármore de várias cores, que leva ao pátio interior:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia167.jpg


Por detrás da entrada abre-se um pátio centrado no oratório, em plano elevado (central).

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia161.jpg



Carroça típica:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia165.jpg


À direita uma área para armazenar mercadorias e para dormir nos dias mais quentes:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia164.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia170.jpg


Ao fundo, os estábulos para os camelos, de proporções grandiosas e o enorme salão, com a sua nave e corredores laterais, suportado por 4 linhas de oito pilares e uma floresta de arcos. A cúpula do meio deixa entrar a luz:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia169.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia168.jpg


Neste local havia médico, veterinário, líderes de oração, massagistas, banhos Turcos, cozinheiros, defesas e também mulheres para «entreter » os homens quando chegavam cansados das longas viagens.


KONYA.

Ficamos uma noite em Konya, no hotel Rixos. é um hotel de 5*, com piscina interior e exterior, banho turco, massagens, ginásio, sauna…
é um hotel diferente dos outros onde ficamos, mas bastante agradável!

http://www.icemtour.com/turkeyhotels/ri ... urkey.html

O exterior do hotel:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra097.jpg


A porta de entrada, representando um dervixe, símbolo de Konya:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia157.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia156.jpg


O átrio:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia562.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia155.jpg


A escadaria para a sala de refeições:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra096.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia152.jpg


O quarto:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia145.jpg


A piscina interior:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia147.jpg


A cidade de Konya, é a antiga capital do império Séljúcida e disputa o título de cidade mais antiga do mundo. Durante a época romana, foi visitada por S. Paulo, devido À sua localização em rotas comerciais antigas.
é o berço da seita dos derviches dançantes, fundada por Mêvlana, filosofo e místico do sufismo, um muçulmano que defendeu a tolerância ilimitada, raciocínio positivo, bondade, caridade e sensibilização através do amor. Os seus ensinamentos fizeram um apelo aos homens de todas as seitas e credos, respeito uns pelos outros! Foi o fundador da «SEMã», a única cerimónia de dança, música e canto autorizada pelo Islão.
Esta prática foi proibida em 1925 e considerada perigosa para a nova república. Foi praticada em segredo até ser novamente autorizada em 1953. Assistimos a este ritual, durante uma hora e meia, sendo expressamente proibido fotografar, filmar ou conversar sequer!
A «SEMã», é formada por sete partes, cada uma delas com um significado diferente, que em conjunto representam uma viagem espiritual para a perfeição. Os dervixes vestem longas vestes brancas e um chapéu em forma de cone. Quando começam a rodopiar, já na fase final da cerimónia, erguem a mão direita para o céu para receber as bênçãos e a energia vinda do supremo. A mão direita aponta para o chão, para transmitir essa energia para o mundo terreno. Os dervixes entram numa espécie de hipnose, em harmonia com a música de acompanhamento, ganhando velocidade e intensidade até terminar numa espécie de exaltação espiritual. é uma cerimónia interessante, embora se possa tornar um bocado monótona. No final um dervixe regressa para tirarmos uma foto!
Fidel, o nosso motorista À entrada da casa onde assistimos À cerimonia:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia419.jpg


Dervixe :

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia416.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_TURQUIA661.jpg


A antiga abadia dos dervixes dançantes foi convertida em museu em 1927. Funciona também como santuário do túmulo de Mevlâna. O túmulo encontra-se dentro do edifício principal, coberto com um pano bordado a ouro e com um chapéu dervixe por cima.
Os quartos onde dormiam os dervixes continuam decorados como noutros tempos. Numa das salas, podemos também encontrar um caixão, que dizem conter um fio de cabelo de Maomé.
No santuário, existe também uma peça em prata onde os seguidores de Mevlâna esfregam a testa e depositam beijos. (Agora com a gripe A vai ser bonito!).
Senti-me um bocado incomodada neste local. Dezenas de mulheres, completamente cobertas olhavam-nos de lado, como se estivéssemos em roupa interior, pelo menos foi assim que me senti. Acabei por cobrir o cabelo com uma encharpe, mas não melhorou muito.
Foi o único local na Turquia onde senti isto. Afinal Konya é um centro religioso muito importante e chegam bastantes excursões de outros países menos tolerantes aos nossos costumes.
é proibido fotografar no interior de todas as salas do complexo. Só nos jardins e o exterior é permitido.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia130.jpg


Os bonitos jardins:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia128.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia126.jpg
 
Última edição por um moderador:

tinocas

Membro Ativo
Chovia torrencialmente quando lá estivemos! Tivemos de nos abrigar.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia121.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia122.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra056.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra057.jpg


A cobertura pontiaguda, toda revestida em azul turquesa, do mausoléu onde repousa «Mêvlana», é um dos símbolos populares da Turquia muçulmana.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia120.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia129.jpg


Deixo aqui os sete conselhos de Mevlâna, que acho muito bonitos:
1-Sê como um rio, em generosidade e em ajuda!
2-Sê como o sol, em ternura e misericórdia!
3-Sê como a noite, cobrindo os defeitos dos outros!
4-Sê como um morto, em cólera e irritabilidade!
5-Sê como a terra, em humildade e modéstia!
6-Sê como o mar, em tolerância!
7-Sê visto como és, e como queres ser visto!


A seguir fomos até uma mesquita. Tive de me descalçar e cobrir o cabelo!
Nas mesquitas as mulheres oram atrás de uns panos, longe da vista dos homens, para evitar tentações!
O interior da mesquita é muito bonito:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra058.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra059.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra061.jpg


Reparem no candeeiro!

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra066.jpg


Seguimos para visitar uma medressa, uma antiga escola teológica, agora transformada em museu:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia138.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia136.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra070.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra072.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra073.jpg


Demos uma volta pela cidade, mas não deu para muito, pois chovia bastante.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra074.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia135.jpg


Vimos muitas mesquitas pelo caminho.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia139.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia140.jpg


Ainda tentei atravessar a estrada para ver a mesquita de Aladino, mas decidi desistir. Eles são COMPLETAMENTE LOUCOS a conduzir. Se só de atravessar uma transversal ia sendo atropelada, imaginem a estrada principal! As passadeiras, são só uns riscos no chão que não servem para nada. Semáforos, procurei e não vi nenhuns, acabei por desistir! O tempo também não ajudou nada! Acabei por fotografa-la ao longe.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia141.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia142.jpg
 
Última edição por um moderador:

tinocas

Membro Ativo
Como o report já está muito longo, depois coloco a parte da Capadócia, quando mudar a página, senão fica muito difícil de abrir.
ESPERO QUE GOSTEM!
 

Asae

Membro Conhecido
Olha!!! e eu que estava a gostar do Report e vem ela e... pimba: "Ponho a Capadócia depois" :s

Bem tenho a dizer que pelo que sei a Sinfonia das Rãs ou foi escrita por um sapo ou pelo Paul McCartney. Os especialistas não se entendem em relação a isso e á quem diga que foi uma visão que o Paul teve de uma rã dentro de um charco nas traseiras de hotel de 5* na Turquia que o levou a escrever tal coisa :p

em relação ao resto... perdi o fio á meada porque só me vinha á cabeça a palavra ESPETADAS.:devil:

Muito Obrigada pelo report. Fico a aguardar o resto. :D
 

Bee

Membro Conhecido
Amei o report Tinocas.
Obrigado por pastilhares a tua experiência.

E desde já te digo que vou fazer uma vergonha junto do Circulo de Leitores... Também quero:D
 

tinocas

Membro Ativo
Ainda bem que gostaram. Tenham calma, mais uns comentáriozitos e muda de página, então coloco o resto do report.
obrigado pelas palavras simpáticas.

PS. psiu, não digam a ninguém, mas o melhor ainda está por vir!:devil:
 

mokas

Membro Conhecido
Adorei o teu report!!!! Locais pouco conhecidos, muitas fotos - sim pq fotos nunca são demais :D -, e o mais importante a informação que tu colocas sobre todos os pormenores desta cultura.

Fantástico!! E se o melhor ainda está por vir, vou ficar ansiosamente à espera! :devil:

beijokas
 

tinocas

Membro Ativo
CAPADÓCIA
De Konya fomos para a Capadócia, essa maravilha da natureza!
A primeira povoação que encontramos ao chegar à Capadócia é Urgup. As exclamações de entusiasmo enchem o autocarro!

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia173.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia174.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia175.jpg


É uma pequena amostra do que vamos encontrar pela frente!
As paisagens, ao mesmo tempo naturais e humanas, mais conhecidas da Turquia encontram-se neste local. É uma coisa do outro mundo!
Milhares de anos antes da nossa era, as lavas brotaram do vulcão Erciyes, que estava então em actividade e cobriram uma superfície de aproximadamente 20 000 km2. Quando o vulcão ficou inactivo, esta região sofreu durante séculos uma grande erosão. O vento e a água foram escavando o solo, arrastando as terras, pondo a descoberto pequenos blocos de rocha dura, que foram protegendo o terreno por baixo. É derivado a este processo que se formaram as famosas «chaminés de fada da Capadócia», que hoje em dia se podem observar em toda a região. Para além das chaminés, o terreno forma sulcos profundos, dando um aspecto lunar a toda a paisagem da região. Graças ao efeito desta erosão é que nós podemos observar esta verdadeira maravilha da natureza.
Penso que no mundo inteiro, não haverá nada igual!
O vale de Avcilar, em Goreme é um dos mais bonitos da região.
Para contemplar a beleza deste vale é preciso subir aos miradouros que se estendem por cima de toda a região:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_CpiadeTurquia190.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_CpiadeTurquia193.jpg




ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia196.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia199.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia202.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia210.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia212.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia208.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia211.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia194.jpg


Artesanato à venda nos miradouros:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia206_1.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia540.jpg


A povoação de Avcilar, vive no meio destas belezas naturais.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia198.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia192.jpg
 
Última edição por um moderador:

tinocas

Membro Ativo
Para além da natureza, também o homem descobriu que esta rocha era fácil de moldar. Depois de Jesus ser crucificado, os seus apóstolos deixaram a Palestina, tentando pregar o Cristianismo. Essa influência chegou aqui e deu-se bastante importância à construção de igrejas. Mas, como o cristianismo ainda não era livre, estas igrejas eram construídas em locais escondidos ou de difícil acesso. Foi assim que começou a construção das igrejas rupestres da Capadócia.
Encontram-se aproximadamente 400 igrejas rupestres nesta região, entre Zelve, Avcilar, Uçhisar…Estas vilas ficam muito próximas umas das outras.
Numa época de maior abertura religiosa, novas igrejas foram construídas nos vales de Goreme. Os interiores foram pintados com frescos, com motivos do evangelho. Foram as mais belas igrejas construídas e ainda hoje podem ser visitadas, apesar de estarem bastante mau estado, derivado principalmente ao vandalismo. Os Turcos são muito supersticiosos com os olhos, então todas as imagens pintadas que se alcançam facilmente, têm os olhos danificados. As pinturas que ainda estão em melhor estado são as dos tectos.
O museu ao ar livre de Goreme:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra103.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra105.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia384.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia379.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia601.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia375.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia381.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia382.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia599.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_TURQUIA620.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_TURQUIA622_1.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_TURQUIA623_1.jpg


A igreja« Çarikli», encontra-se no fim da série de igrejas. As suas escadas em pedra foram destruídas ao longo dos anos pela erosão. Hoje, o acesso à igreja é feito através de escadas de ferro colocadas lá posteriormente! É uma das que está mais bem conservada.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra110.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra113.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia377.jpg


As pinturas representativas da vida de Cristo:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra114.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra115.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra116.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra122.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra118.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra119.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_turquiaSandra121.jpg


O maior grupo de construções, chamado «Tokali Kilise», é considerado a maior igreja rupestre da região e compõe-se de 4 espaços:
A antiga igreja com uma única nave, a igreja mais recente que se encontra por baixo da antiga, a igreja nova e a capela lateral. A igreja antiga data do principio do séc.X. O ciclo que conta a vida de Cristo é dividido em painéis, sobre a cúpula de entrada.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_TURQUIA626_1.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_TURQUIA625_1.jpg


Outra igreja – Igreja da Serpente:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_TURQUIA621.jpg
 
Última edição por um moderador:

tinocas

Membro Ativo
KAIMAKLI
Na Capadócia existem ainda 36 cidades subterrâneas, que serviram como lugar seguro aos primeiros cristãos, para propagarem em segredo a sua religião e para prestarem culto a Deus. Mais tarde foram utilizadas como abrigos, nos Séc.VI e VII contra os raids árabes. Uma das provas deste cerco são as portas de pedra usadas para fechar os corredores, enquanto os habitantes desciam para os abrigos que ficavam por baixo. Estas portas, eram furadas no centro com um buraco, destinado à defesa contra os ataques e Pesavam 500 kg. Nos pisos inferiores, foram encontrados poços de água especiais e chaminés de ventilação.
Muitas vezes, estas cidades atingem 70 a 80 mts de profundidade. Até agora, só algumas partes destas cidades estão abertas ao público, mas dá para termos uma ideia de como vivia esta gente. O que é impressionante é como conseguiam viver famílias inteiras aqui nestes subterrâneos.
A cidade de Kaimakli, foi descoberta em 1964 e aberta ao turismo. Só quatro andares são visitados.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia181.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia188.jpg


Uma das rodas que serviam para fechar os corredores:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia186.jpg



Descidas para pisos inferiores:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia178.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia566.jpg


Passagens bem estreitas e que nos obrigam a andar vergados:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia183.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia567.jpg



Local onde armazenavam o vinho:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia185.jpg


Alguns quartos:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia179.jpg


Mesa de refeições:

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia177.jpg


UçHISAR:
A vila de Uçhisar fica quase pegada a Nevsehir. A sua posição, permite aos visitantes observar todo o vale de Goreme, que se estende a seus pés.

ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia213.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia215.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia218.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia232.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia234.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia579.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia581.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia582.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia583.jpg


Uma casa típica:
ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia231.jpg



Por entre os buracos:
ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia577.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia578.jpg


Algumas das casas escavadas na rocha ainda são habitadas, e os donos abrem-nas ao turismo, vendendo artesanato lá dentro e pedindo para deixar uma moeda em troca da visita.
ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia226.jpg



ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_TURQUIA657.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia225.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia576.jpg


Vista da varanda:
ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia229.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia230.jpg


Os proprietários das casas desta região, continuam ainda a manter as suas vidas em contacto directo com as antigas casas escavadas nas rochas, aproveitando-as ainda para armazenar produtos durante o Verão, pois são mais frescas.
JANTAR TíPICO
Numa das noites que estivemos na Capadócia fomos jantar a um restaurante dentro de uma gruta escavada nesta rocha mole da região.
Assistimos a danças típicas e cantares:
ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia245.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia246.jpg


HOTEL AVRASYA
http://www.avrasyaho...konaklaeng.html
Na Capadócia, o nosso hotel foi o AVRASYA, o mais fraquito de todos:


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia374.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia373.jpg


Está a precisar de umas obras, no entanto as camas eram confortáveis e tínhamos sempre água quente para o banho.
Acordamos nas duas noites ao som da MUESIN-a chamada para a oração, que é feita às quatro e quarenta da manhã mais ou menos. Havia uma mesquita ali bastante próxima
 
Última edição por um moderador:

tinocas

Membro Ativo
Existem outros vales muito interessantes na região.
Vale de Derbent (ou dromedário, em português, derivado à formação que faz lembrar este animal).
ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia401.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia402.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia403.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia404.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia405.jpg

Mais artesanato:
ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia408.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia410.jpg


O vale das três graças tem algumas das mais bonitas chaminés:
ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia412_1.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia413.jpg

Depois de vista a Capadócia , regressamos a Antálya pelo mesmo caminho.
Demoramos nove horas de viagem, uma estafa, mas a Capadócia vale bem o esforço!
Paramos para almoçar num Caravanserai transformado em restaurante. Muito bonito!




ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia422.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia423.jpg

Vimos o vulcão Ercyes, o tal responsável pelas formações desta região:
ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia172.jpg

Pequenas povoações de montanha:
ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia090.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia424.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia429.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia430.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia440.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia539.jpg


As montanhas nos pontos mais altos estavam cobertas de neve:
ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia426.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia438.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia095.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia096.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia098.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia100.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia104.jpg


ai609.photobucket.com_albums_tt175_tininha05_Turquia119.jpg


E pronto, termino aqui o relato da minha experiência por terras Turcas.
Espero que tenham gostado e que vos possa ajudar numa futura viagem!
BOAS VIAGENS.
 
Última edição por um moderador:

Asae

Membro Conhecido
Pronto termino aqui a leitura do teu relato :D
é impressão minha ou a Capadócia é a cereja em cima do bolo?;)

As fotos eram fantásticas ;)
 

tinocas

Membro Ativo
sls disse:
Pronto termino aqui a leitura do teu relato :D
é impressão minha ou a Capadócia é a cereja em cima do bolo?;)

As fotos eram fantásticas ;)
A cereja, os morangos, a ameixa...ai que saudades!;)
Melhor que as fotos é ver ao vivo.
Beijocas e obrigada, Sandra.
 
Top