Novidades

[REPORT] São Tomé e Ilhéu das Rolas - Abril 2017

Kufrua

Membro Conhecido
Quando marcamos esta viagem tivemos algumas dificuldades em obter algum tipo de informações, meteorologia em Abril (visto não ser dos melhores meses para viajar para São Tomé e Príncipe), quais as melhores Rotas e os guias. Ainda cá contactei o guia Cau, que me pediu 75€ por pessoa por Rota, achei caríssimo, ainda tentei baixar o preço mas apenas me disse que se arranja-se mais alguém me poderia fazer 65€, não duvido que seja um excelente guia mas os preços pareceram-me absurdos, então acabei por não levar nada reservado.

Saimos de Lisboa de madrugada pela STP (EuroAtlantico) o avião não ia cheio, foi servido jantar e pequeno almoço, alimentação aceitável, o avião aceitável mas merecia uma manutenção, alguma turbulência. Chegamos a São Tomé ainda de madrugada, espera habitual e primeiro contacto com a realidade de São Tomé. À saída do aeroporto estava uma rapariga com uma placa a dizer “PESTANA” mas antes fomos abordados por um guia (Amilcar) mas que sempre nos deu sempre a entender que era guia do Grupo Pestana.

Como íamos primeiro 4 dias para o Ilhéu das Rolas, deixaram-nos num café pertinho do Hotel Miramar e disseram que nos iriam buscar mais tarde, ficamos com o Amílcar (sempre a achar que se tratava de um guia do hotel) a tentar “impingir” excursões (ele ate nos falou dos horários dos transferes para o regresso). Acabamos por comprar 2 excursões Sul e Norte + Centro, cada por 50€ (Inicialmente era 65€ por pessoa). Perto das 08:30 lá rumamos à Ponta da Baleia para embarcarmos para as Rolas, a viagem é longa não pela distância, mas pelo estado da estrada e pelo acumular da viagem de Portugal, o autocarro que nos transportou não tinha ar condicionado (mas como eles dizem: "leve leve", estávamos de ferias).

O barco que nos transportou para o Ilhéu das Rolas, na minha opinião, oferece pouca, ou nenhuma, segurança, chegados as Rolas check-in rápido e finalmente podíamos descansar.
Hotel Pestana Equador, Ilheu das Rolas:
Pouco existe para fazer no Ilhéu das Rolas, a não ser relax total. O hotel tem uns percursos pedestres. Fizemos apenas um com as animadoras do Pestana (a animadora Tânia Lázaro é muito querida e simpática). Passamos pelo antigo restaurante do Pestana, que agora está ao abandono, miradouro do amor e da esperança e subimos até ao marco do equador. O marco para mim foi uma desilusão, pois considero que um local tão importante como o local onde passa a linha do equador deveria estar mais preservado. O local encontra-se completamente ao abandono, o que é uma pena, pois é um local lindíssimo e com uma vista excelente. No regresso passamos pela Praia café. Optamos por não fazer mais nenhum percurso, pois na ida ao marco do equador senti-me mal derivado ao calor.

A praia em frente ao Pestana não é a melhor, pois tem bastante pedras e rochas, sem sapatos é complicado entrar, mas basta caminhar para a direita e encontramos locais onde tem poucas rochas, ou então se seguirmos para a esquerda e passarmos pela aldeia chegamos à Praia Café.

A alimentação no Pestana Equador é simples e com pouca variedade, mas no geral a comida era muito boa. Todas as refeições são feitas no mesmo sitio, no bar golfinho. O bar tartaruga está fechado há algum tempo e o restaurante 7 pedras (penso que seja esse o nome). Os quartos são em bungalow’s. Na zona que ficamos cada bungalow tem 4 quantos, são grandes e espaçosos, o wc é que merecia uma manutenção, mas nada que não se aguente no paraíso.

Fomos em regime de PC, as bebidas são caras, 1,5L de Agua 3.5€, cerveja Super Bock 4€, Coca Cola 3€, Cerveja Rosema 0,5L 3.5€. Quando chegamos a São Tomé, enquanto aguardávamos pelo transfer para as Rolas, pedimos que o guia nos levasse a um supermercado e compramos 2 garrafas de água e 1 garrafão, o que nos fez poupar muito dinheiro nas Rolas.
A piscina do Pestana é excelente, é enorme, água salgada e tem uma vista soberba principalmente para o por do sol.
No hotel existe um local onde são chocados os ovos de tartaruga, tem um senhor que faz a recolha pelas praias do Ilhéu, para que exista mais possibilidade de sobrevivência, devido aos porcos, cães, caranguejos e aves. O programa faz parte de uma ONG portuguesa http://tartarugasmarinhas.pt/. Durante a nossa estadia nasceram 2 ninhos e podemos ver a sua libertação, simplesmente magnifico.

Passamos 3 dias em São Tome, fizemos a 3 Rotas, Sul num dia e Centro e Norte no outro. No último dia aproveitamos para andar pela capital a pé.

Quando saímos das Rolas as nossas malas seguiram para o Pestana São Tomé e nós seguimos com o guia, que já não era o tal Amilcar, mas sim um rapaz chamado Jairson (foi ai que percebemos que não eram nenhum guia do hotel:eek:) que aconselho, um rapaz 5 estrelas que durante o caminho ia explicando alguma coisas, parava onde queríamos, deixava-nos estar o tempo que queríamos nos locais. Um outro casal com quem partilhamos excursão falou-lhe em levar coqueiros e outro tipo de árvores, ele tratou-lhes de tudo, legalizou-lhes tudo, as plantas saíram de São Tomé todas legalizadas e com papeis. Deixo aqui a pagina de Facebook dele, Jairson Tavares, ele trabalha para uma agência de espanhóis mas faz serviços para o tal Amílcar.

Rota Sul: Para mim a melhor sem duvida, praias lindíssimas, Inhame, Jalé, Piscina, 7 Ondas, etc., etc., almoçamos na roça São João, na tão famosa Roça dos Tachos do Sr. João, a comida era boa mas considero que não é apropriada ao local e ao tipo de passeio que estávamos a fazer, no regresso passamos por uma Roça que não me consigo recordar do nome que tinha dois hospitais abandonados que eram lindíssimos.

Rota Norte + Centro: Passamos pela Roça Agostinho Neto, Praia dos Tamarindos, Guadalupe, Neves, almoçamos santola, Trindade, Roça Café, Roça Saudade, Casa Almada Negreiros e Cascata São Nicolau.

No dia que passamos por São Tomé cidade, fomos ao museu, mercado velho, mercado novo, fabrica de chocolate.

Hotel Pestana São Tomé:
Em São Tomé ficamos no Hotel Pestana São Tomé, que em termos de condições era muito superior ao Equador, quartos mais recentes, mais bem equipados. Em São Tomé apenas íamos com pequeno almoço, e em comparação com o Pestana Equador o pequeno almoço era muito superior tanto em qualidade como em variedade.
A piscina é muito pequena e é de água doce, é completamente impossível fazer praia na cidade de São Tomé, não só pelas rochas e ondas mas pela sujidade também.

Locais onde comemos fora do hotel:
- Roça São João, conhecida como a Roça dos Tachos do Sr. João, a comida é boa mas é “mariquices” a mais para o local e para o ambiente de praia;
- Papa Figos, bom preço qualidade, 10 minutos a pé do Pestana, recomendo;
- Dona Tete, excelente peixe, 20 euros o casal com bebidas, duas variedades de peixe, banana pão, banana frita, legumes, fruta pão e sobremesa, perto do Pestana mas é complicado dar com o local nós fomos com o guia por isso foi fácil, recomendo;
- Chico Café, caro e comida péssima, eramos 4 pessoas, 3 ficaram com problemas intestinais e de estomago (o que me valeu foi que foi o ultimo dia, não dormi e a viagem de avião não foi fácil, e ainda andei mais uma semana em Portugal assim);
- Pemba (acho que era este o nome) perto de Guadalupe, santola divinal, mas pelo que nos disseram não é o melhor sitio para comer, o melhor para comer santola é em Neves e chama-se Santola;
- CACAU, todas as quintas à noite servem um jantar buffet com direito a musica, dança e exposição, a CACAU é do Sr. João, da Roça São João, não achei a comida nada de especial (mas eu sou esquisitinha), a música e a dança acabaram cedo, achei engraçado mas nada de especial para o preço, 6 pessoas 120€ sem grandes exageros nas bebidas.

Consulta do Viajante:
Fizemos a consulta no centro de medicina tropical de Lisboa, fizemos a consulta 1 semana antes de partir, aconselharam a profilaxia da malária e hepatite A. A vacina da hepatite decidimos levar pois fica para sempre, o problema foi conseguir encontrar, devido ao surto no pais na altura. Lemos bastante relativamente à profilaxia da malaria, e acabamos por decidir fazer (mais vale prevenir que remediar), mas estava completamente fora de questão fazer o Mephaquine. Conhecemos pessoas que o medicamento lhes estragou as ferias, literalmente. Tomamos o Malarone, não sentimos nenhum efeito secundário.
O medico aconselhou levarmos repelente Previpic Tropic's, levei dois spray’s e um roll-on, apenas me sobrou o roll-on, sinceramente nunca vi melgas mas que elas nos picavam lá isso picavam, mesmo cheios de repelente andávamos picados. No quarto tinha sempre um anti melgas ligado à tomada.

Amei o Ilhéu das Rolas, em São Tomé adorei visitar as Roças mas a destruição e o abandono foi algo que me chocou bastante, a capital está completamente desprezada, de inicio fazia-me confusão porque é que as pessoas andavam na estrada quando podiam caminhar pelos passeios, quando tive de o fazer compreendi que em muitos locais é impossível fazê-lo, pois os passeios estão todos destruídos. As praias de São Tome são lindíssimas, mas vê-se bastante lixo o que é uma pena, existem praias onde temos de ter muito cuidado ao entrar na agua pois existem bastantes vidros.

Dicas para quem vai a São Tomé:
- Levar dinheiro, nos ATM’s é impossível levantar dinheiro e no banco pedem entre 20/25€ para levantar dinheiro.
- Aceitam euros, mas dão troco em dobras, não aceitam moedas de euro.
- Troquem dinheiro e sintam-se milionários 40€ são 1 milhão de dobras.
- Ir a Dona Tete jantar, comida deliciosa.
- Não é obrigatório levar a vacina da febre amarela, mas sei que em algumas consultas dizem o contrario.
- Tanto o Pestana Equador como o Pestana São Tome tem internet.
- Nós não tivemos possibilidade mas quem for às Rolas vá um dia almoçar à praia Café, o pessoal da aldeia vai à pesca e faz o almoço, diz que é excelente, nós não fomos lá almoçar porque no dia em que queríamos ir estava a chover.
- É importante levar sapatos para andar dentro de agua, os ouriços abundam por lá.
- Viajamos em Abril e o calor era muito, apenas apanhamos chuva 2 vezes, mas conforme ela vinha conforme se ia.
- PFV NÃO DÊEM DOCES ÀS CRIANÇAS
- Se conseguirem levem roupa, livros, cadernos, canetas, mochilas, escovas e pastas de dentes. Atenção não comecem a dar nas roças quando virem uma criança quando derem conta estão 500 pessoas e não temos coisas para todos. Entreguem aos mais velhos, em escolas ou instituições.

E agora o mais importante AS FOTOS:

Sempre digo que o mundo é grande demais para voltar aos mesmos locais mas o Ilheu das Rolas é um local que pretendo voltar, aquela paz e aquele pôr de sol. Finalmente percebi o que tantas vezes ouvi falar, o cheiro a África, cheiro a terra.
 
Última edição por um moderador:

CristinaBF

Membro Conhecido
Olá @Kufrua
Parabéns pelo report, bastante explicito e com boas dicas.
Belas fotos
O que achou da tempertura da água?
Obrigada pela partilha
Boas viagens ;)
 

d3ci0

Membro Conhecido
Muito obrigado pela partilha!
Excelente report! Certamente vai ser muito útil para quem planear uma viagem a São Tomé e Príncipe! ;)
 

toly

Membro Ativo
Muito bom report.
Bastante esclarecedor e com boas dicas.
Só fiquei com uma dúvida:
O restaurante do equador lá da ponta da ilha, com a varanda à volta, está fechado?
 

Kufrua

Membro Conhecido
Muito bom report.
Bastante esclarecedor e com boas dicas.
Só fiquei com uma dúvida:
O restaurante do equador lá da ponta da ilha, com a varanda à volta, está fechado?
Sim está, aquele restaurante em tempos deve ter sido de sonho, mas agora está fechado ao abandono e completamente degradado. Questionei o porquê e disseram-me que os hóspedes reclamavam da distância, não me parece que seja esse o motivo, mas sim o reduzido número de hóspedes, na minha estadia estiveram 5 a 10 casais no resort, o que é pena.
 
Última edição por um moderador:

PauloNev

Moderador Sénior
Staff
Muito obrigado pela partilha.
Apesar de não ser um destino que me cative, gostei das dicas e das fotos.
Boas viagens ;)
 

Kufrua

Membro Conhecido
Muito obrigado pela partilha.
Apesar de não ser um destino que me cative, gostei das dicas e das fotos.
Boas viagens ;)
Acredito que não seja um destino atrativo devido à qualidade preço, mas de todos os locais que já visitei (não tantos como gostava) foi sem duvida o que mais gostei.
 

euzinha

Membro Ativo
@Kufrua obrigado pelo report. Ainda não conheço e tenho sempre muitas reservas em relação a este destino porque tenho lido algumas criticas nomeadamente ao estado de conservação dos poucos hotéis que existem. Há alguns anos este era um dos destinos privilegiados de muita gente, no entanto sempre foi um destino relativamente caro - talvez quisessem manter um determinado tipo de turista. O que é certo é que o nº de pessoas que visitam este pais tem vindo a baixar e consequentemente o nível de qualidade e manutenção dos hotéis a baixar.
Adorei ler as dicas. São muito importantes na decisão de visitar este destino lindíssimo.
Muito obrigado e boas viagens :D
 
Última edição por um moderador:

Bee

Membro Conhecido
Excelentes dicas!
Tenho São Tomé no meu imaginário há muito tempo.
Queria que passasse de lá para a realidade mas ainda não foi possível e muito honestamente, é um destino que quanto mais leio mais apreensiva me deixa. Não por duvidar da sua beleza (isso é inegável) mas por causa de questões ligadas à qualidade hoteleira, limitações no acesso a cuidados de saúde entre outros. Mas não desisto de São Tomé! Vou continuando atenta aos conselhos dos membros do Portal que de forma tão gratuita e desinteressada partilham as suas experiências e dicas!
Obrigado por este report.
 

Kufrua

Membro Conhecido
Excelentes dicas!
Tenho São Tomé no meu imaginário há muito tempo.
Queria que passasse de lá para a realidade mas ainda não foi possível e muito honestamente, é um destino que quanto mais leio mais apreensiva me deixa. Não por duvidar da sua beleza (isso é inegável) mas por causa de questões ligadas à qualidade hoteleira, limitações no acesso a cuidados de saúde entre outros. Mas não desisto de São Tomé! Vou continuando atenta aos conselhos dos membros do Portal que de forma tão gratuita e desinteressada partilham as suas experiências e dicas!
Obrigado por este report.
O Pestana equador podia levar alguma manutenção mas, na minha opinião, nada que estrague ou interfira nas férias. O hotel Pestana São Tomé não tem nada, na minha opinião, a apontar.
 
Última edição por um moderador:
Olá @Kufrua
Parabéns pelo report, bastante explicito e com boas dicas.
Belas fotos
O que achou da tempertura da água?
Obrigada pela partilha
Boas viagens ;)
Fui em dezembro e a temperatura da água era excelente.

Quando marcamos esta viagem tivemos algumas dificuldades em obter algum tipo de informações, meteorologia em Abril (visto não ser dos melhores meses para viajar para São Tomé e Príncipe), quais as melhores Rotas e os guias. Ainda cá contactei o guia Cau, que me pediu 75€ por pessoa por Rota, achei caríssimo, ainda tentei baixar o preço mas apenas me disse que se arranja-se mais alguém me poderia fazer 65€, não duvido que seja um excelente guia mas os preços pareceram-me absurdos, então acabei por não levar nada reservado.

Saimos de Lisboa de madrugada pela STP (EuroAtlantico) o avião não ia cheio, foi servido jantar e pequeno almoço, alimentação aceitável, o avião aceitável mas merecia uma manutenção, alguma turbulência. Chegamos a São Tomé ainda de madrugada, espera habitual e primeiro contacto com a realidade de São Tomé. À saída do aeroporto estava uma rapariga com uma placa a dizer “PESTANA” mas antes fomos abordados por um guia (Amilcar) mas que sempre nos deu sempre a entender que era guia do Grupo Pestana.

Como íamos primeiro 4 dias para o Ilhéu das Rolas, deixaram-nos num café pertinho do Hotel Miramar e disseram que nos iriam buscar mais tarde, ficamos com o Amílcar (sempre a achar que se tratava de um guia do hotel) a tentar “impingir” excursões (ele ate nos falou dos horários dos transferes para o regresso). Acabamos por comprar 2 excursões Sul e Norte + Centro, cada por 50€ (Inicialmente era 65€ por pessoa). Perto das 08:30 lá rumamos à Ponta da Baleia para embarcarmos para as Rolas, a viagem é longa não pela distância, mas pelo estado da estrada e pelo acumular da viagem de Portugal, o autocarro que nos transportou não tinha ar condicionado (mas como eles dizem: "leve leve", estávamos de ferias).

O barco que nos transportou para o Ilhéu das Rolas, na minha opinião, oferece pouca, ou nenhuma, segurança, chegados as Rolas check-in rápido e finalmente podíamos descansar.
Hotel Pestana Equador, Ilheu das Rolas:
Pouco existe para fazer no Ilhéu das Rolas, a não ser relax total. O hotel tem uns percursos pedestres. Fizemos apenas um com as animadoras do Pestana (a animadora Tânia Lázaro é muito querida e simpática). Passamos pelo antigo restaurante do Pestana, que agora está ao abandono, miradouro do amor e da esperança e subimos até ao marco do equador. O marco para mim foi uma desilusão, pois considero que um local tão importante como o local onde passa a linha do equador deveria estar mais preservado. O local encontra-se completamente ao abandono, o que é uma pena, pois é um local lindíssimo e com uma vista excelente. No regresso passamos pela Praia café. Optamos por não fazer mais nenhum percurso, pois na ida ao marco do equador senti-me mal derivado ao calor.

A praia em frente ao Pestana não é a melhor, pois tem bastante pedras e rochas, sem sapatos é complicado entrar, mas basta caminhar para a direita e encontramos locais onde tem poucas rochas, ou então se seguirmos para a esquerda e passarmos pela aldeia chegamos à Praia Café.

A alimentação no Pestana Equador é simples e com pouca variedade, mas no geral a comida era muito boa. Todas as refeições são feitas no mesmo sitio, no bar golfinho. O bar tartaruga está fechado há algum tempo e o restaurante 7 pedras (penso que seja esse o nome). Os quartos são em bungalow’s. Na zona que ficamos cada bungalow tem 4 quantos, são grandes e espaçosos, o wc é que merecia uma manutenção, mas nada que não se aguente no paraíso.

Fomos em regime de PC, as bebidas são caras, 1,5L de Agua 3.5€, cerveja Super Bock 4€, Coca Cola 3€, Cerveja Rosema 0,5L 3.5€. Quando chegamos a São Tomé, enquanto aguardávamos pelo transfer para as Rolas, pedimos que o guia nos levasse a um supermercado e compramos 2 garrafas de água e 1 garrafão, o que nos fez poupar muito dinheiro nas Rolas.
A piscina do Pestana é excelente, é enorme, água salgada e tem uma vista soberba principalmente para o por do sol.
No hotel existe um local onde são chocados os ovos de tartaruga, tem um senhor que faz a recolha pelas praias do Ilhéu, para que exista mais possibilidade de sobrevivência, devido aos porcos, cães, caranguejos e aves. O programa faz parte de uma ONG portuguesa http://tartarugasmarinhas.pt/. Durante a nossa estadia nasceram 2 ninhos e podemos ver a sua libertação, simplesmente magnifico.

Passamos 3 dias em São Tome, fizemos a 3 Rotas, Sul num dia e Centro e Norte no outro. No último dia aproveitamos para andar pela capital a pé.

Quando saímos das Rolas as nossas malas seguiram para o Pestana São Tomé e nós seguimos com o guia, que já não era o tal Amilcar, mas sim um rapaz chamado Jairson (foi ai que percebemos que não eram nenhum guia do hotel:eek:) que aconselho, um rapaz 5 estrelas que durante o caminho ia explicando alguma coisas, parava onde queríamos, deixava-nos estar o tempo que queríamos nos locais. Um outro casal com quem partilhamos excursão falou-lhe em levar coqueiros e outro tipo de árvores, ele tratou-lhes de tudo, legalizou-lhes tudo, as plantas saíram de São Tomé todas legalizadas e com papeis. Deixo aqui a pagina de Facebook dele, Jairson Tavares, ele trabalha para uma agência de espanhóis mas faz serviços para o tal Amílcar.

Rota Sul: Para mim a melhor sem duvida, praias lindíssimas, Inhame, Jalé, Piscina, 7 Ondas, etc., etc., almoçamos na roça São João, na tão famosa Roça dos Tachos do Sr. João, a comida era boa mas considero que não é apropriada ao local e ao tipo de passeio que estávamos a fazer, no regresso passamos por uma Roça que não me consigo recordar do nome que tinha dois hospitais abandonados que eram lindíssimos.

Rota Norte + Centro: Passamos pela Roça Agostinho Neto, Praia dos Tamarindos, Guadalupe, Neves, almoçamos santola, Trindade, Roça Café, Roça Saudade, Casa Almada Negreiros e Cascata São Nicolau.

No dia que passamos por São Tomé cidade, fomos ao museu, mercado velho, mercado novo, fabrica de chocolate.

Hotel Pestana São Tomé:
Em São Tomé ficamos no Hotel Pestana São Tomé, que em termos de condições era muito superior ao Equador, quartos mais recentes, mais bem equipados. Em São Tomé apenas íamos com pequeno almoço, e em comparação com o Pestana Equador o pequeno almoço era muito superior tanto em qualidade como em variedade.
A piscina é muito pequena e é de água doce, é completamente impossível fazer praia na cidade de São Tomé, não só pelas rochas e ondas mas pela sujidade também.

Locais onde comemos fora do hotel:
- Roça São João, conhecida como a Roça dos Tachos do Sr. João, a comida é boa mas é “mariquices” a mais para o local e para o ambiente de praia;
- Papa Figos, bom preço qualidade, 10 minutos a pé do Pestana, recomendo;
- Dona Tete, excelente peixe, 20 euros o casal com bebidas, duas variedades de peixe, banana pão, banana frita, legumes, fruta pão e sobremesa, perto do Pestana mas é complicado dar com o local nós fomos com o guia por isso foi fácil, recomendo;
- Chico Café, caro e comida péssima, eramos 4 pessoas, 3 ficaram com problemas intestinais e de estomago (o que me valeu foi que foi o ultimo dia, não dormi e a viagem de avião não foi fácil, e ainda andei mais uma semana em Portugal assim);
- Pemba (acho que era este o nome) perto de Guadalupe, santola divinal, mas pelo que nos disseram não é o melhor sitio para comer, o melhor para comer santola é em Neves e chama-se Santola;
- CACAU, todas as quintas à noite servem um jantar buffet com direito a musica, dança e exposição, a CACAU é do Sr. João, da Roça São João, não achei a comida nada de especial (mas eu sou esquisitinha), a música e a dança acabaram cedo, achei engraçado mas nada de especial para o preço, 6 pessoas 120€ sem grandes exageros nas bebidas.

Consulta do Viajante:
Fizemos a consulta no centro de medicina tropical de Lisboa, fizemos a consulta 1 semana antes de partir, aconselharam a profilaxia da malária e hepatite A. A vacina da hepatite decidimos levar pois fica para sempre, o problema foi conseguir encontrar, devido ao surto no pais na altura. Lemos bastante relativamente à profilaxia da malaria, e acabamos por decidir fazer (mais vale prevenir que remediar), mas estava completamente fora de questão fazer o Mephaquine. Conhecemos pessoas que o medicamento lhes estragou as ferias, literalmente. Tomamos o Malarone, não sentimos nenhum efeito secundário.
O medico aconselhou levarmos repelente Previpic Tropic's, levei dois spray’s e um roll-on, apenas me sobrou o roll-on, sinceramente nunca vi melgas mas que elas nos picavam lá isso picavam, mesmo cheios de repelente andávamos picados. No quarto tinha sempre um anti melgas ligado à tomada.

Amei o Ilhéu das Rolas, em São Tomé adorei visitar as Roças mas a destruição e o abandono foi algo que me chocou bastante, a capital está completamente desprezada, de inicio fazia-me confusão porque é que as pessoas andavam na estrada quando podiam caminhar pelos passeios, quando tive de o fazer compreendi que em muitos locais é impossível fazê-lo, pois os passeios estão todos destruídos. As praias de São Tome são lindíssimas, mas vê-se bastante lixo o que é uma pena, existem praias onde temos de ter muito cuidado ao entrar na agua pois existem bastantes vidros.

Dicas para quem vai a São Tomé:
- Levar dinheiro, nos ATM’s é impossível levantar dinheiro e no banco pedem entre 20/25€ para levantar dinheiro.
- Aceitam euros, mas dão troco em dobras, não aceitam moedas de euro.
- Troquem dinheiro e sintam-se milionários 40€ são 1 milhão de dobras.
- Ir a Dona Tete jantar, comida deliciosa.
- Não é obrigatório levar a vacina da febre amarela, mas sei que em algumas consultas dizem o contrario.
- Tanto o Pestana Equador como o Pestana São Tome tem internet.
- Nós não tivemos possibilidade mas quem for às Rolas vá um dia almoçar à praia Café, o pessoal da aldeia vai à pesca e faz o almoço, diz que é excelente, nós não fomos lá almoçar porque no dia em que queríamos ir estava a chover.
- É importante levar sapatos para andar dentro de agua, os ouriços abundam por lá.
- Viajamos em Abril e o calor era muito, apenas apanhamos chuva 2 vezes, mas conforme ela vinha conforme se ia.
- PFV NÃO DÊEM DOCES ÀS CRIANÇAS
- Se conseguirem levem roupa, livros, cadernos, canetas, mochilas, escovas e pastas de dentes. Atenção não comecem a dar nas roças quando virem uma criança quando derem conta estão 500 pessoas e não temos coisas para todos. Entreguem aos mais velhos, em escolas ou instituições.

E agora o mais importante AS FOTOS:

Sempre digo que o mundo é grande demais para voltar aos mesmos locais mas o Ilheu das Rolas é um local que pretendo voltar, aquela paz e aquele pôr de sol. Finalmente percebi o que tantas vezes ouvi falar, o cheiro a África, cheiro a terra.
Também achei os preços das excursões em S. Tomé um absurdo.
Optei por alugar carro.
 
Última edição por um moderador:

Kufrua

Membro Conhecido
Também achei os preços das excursões em S. Tomé um absurdo.
Optei por alugar carro.
Nós acabamos por andar com um guia, mas se fosse hoje teria alugado um carro, perderia um pouco do conhecimento transmitido pelo guia, mas faria tudo ao meu jeito.
 

Karmen

Membro
@Kufrua obrigado pelo report. Ainda não conheço e tenho sempre muitas reservas em relação a este destino porque tenho lido algumas criticas nomeadamente ao estado de conservação dos poucos hotéis que existem. Há alguns anos este era um dos destinos privilegiados de muita gente, no entanto sempre foi um destino relativamente caro - talvez quisessem manter um determinado tipo de turista. O que é certo é que o nº de pessoas que visitam este pais tem vindo a baixar e consequentemente o nível de qualidade e manutenção dos hotéis a baixar.
Adorei ler as dicas. São muito importantes na decisão de visitar este destino lindíssimo.
Muito obrigado e boas viagens :D
Permita-me que discorde aqui nalguns pontos. A qualidade do hotéis não está a baixar em São Tomé e Príncipe, bem pelo contrário, a oferta é cada vez maior e mais diversificada. Lamentavelmente as agências "empurram" os clientes para a cadeia Pestana que essa sim tem vindo a degradar-se ao longo do tempo quer a nível da qualidade do serviço como na manutenção. A cadeia HBD tem investido bastante nas ilhas de São Tomé e Príncipe e apresenta uma qualidade no serviço bastante acima da média, especialmente no Resort Bom Bom e na recentemente aberta Roça Sundy, ambos em Príncipe. Têm surgido também nas ilhas alguns Lodge's que dão uma nova alternativa aos viajantes mais descontraídos. Estive recentemente em São Tomé e em Príncipe e tive oportunidade de ficar no hotel Omali (São Tomé) e no Bom Bom (Príncipe) e fiquei fascinada!!

Também achei os preços das excursões em S. Tomé um absurdo.
Optei por alugar carro.
O preço das excursões é relativo... não podemos comparar os preços com excursões noutros países. As excursões em São Tomé são experiências com uma grande carga emotiva, em carro particular, e pelo menos no meu caso, com o almoço incluído nos melhores restaurantes da ilha. Fiz as excursões com o Cau, e posso dizer que no nosso caso que éramos 6 pessoas, o preço poderia ter sido um pouco mais simpático mas valeu bastante os 3 dias... aprendemos imenso e isso não tem preço.

Acredito que não seja um destino atrativo devido à qualidade preço, mas de todos os locais que já visitei (não tantos como gostava) foi sem duvida o que mais gostei.
Então volte para ir à ilha do Príncipe. É um verdadeiro paraíso.
 
Última edição por um moderador:
Top