Novidades

[Report] Roadtrip na Escócia, 2017 - Parte I: de Stirling a Dornie

Tinker Bell

Membro Conhecido
Olá a todos,

Desta vez venho partilhar convosco uma viagem muito especial. :)

Já há uns tempos que tinha um “pressentimento” em como a Escócia chamava por mim, e sentia que lhe devia uma visita - este ano a oportunidade surgiu. Não tive muitos dias disponíveis para esta pequena aventura, mas considero que tirei o máximo partido deles.

Esta viagem superou todas as minhas expectativas, por muito altas que fossem… A Escócia é um país que em tudo se enquadra nos meus gostos pessoais, onde me senti em casa e fui muito (mas muito!) feliz. Vou tentar passar um pouco daquilo que vivi, através deste relato, sendo que muitas vezes me faltam as palavras, mas espero que as imagens e vídeos ajudem.

Pela minha personalidade e experiência que tive, acho que este é um país que todos devem conhecer, em especial os amantes da natureza.

As fotografias foram mais que muitas, e não fazem justiça ao que se pode ver por lá, e em todas coloquei assinatura por serem muito pessoais. Peço desculpa por algum eventual incómodo. ;) O report vai ser dividido em três partes, para que não se torne exaustivo, e fique mais organizado. Esta é a primeira, a segunda será dedicada à ilha de Skye (clicar ali), e a última ao regresso a Edinburgh.

Espero que gostem… Vamos a isso!
:cool::D


Planeamento da viagem

Tirei 5 dias de férias, sendo que o primeiro foi para a viagem e já chegámos a Edinburgh à noite, seguindo para Stirling. O objectivo principal desta viagem era fazer estrada, mais focado em paisagens e natureza que cidades/património. Pelo que vi, a Escócia proporciona opções para todos os gostos! O plano era o seguinte:

Dia 1 ->
Edinburgh - The Kelpies - Stirling
Dia 2 -> Stirling - Loch Lomond & Trossachs National Park - Glencoe - Fort William - Dornie & Eileen Donan
Dia 3 -> Dornie - Portree - Old Man of Storr - Kilt Rock - Quiraing - Uig - Nest Point - Drumnadrochit
Dia 4 -> Drumnadrochit - Loch Ness & Uruqart castle - Inverness - Cairngorns National Park - Pitlochry - Perth - St. Andrews - Edinburgh
Dia 5 -> Edinburgh e regresso a casa


Gastos:
  • Vôo - Norwegian, aprox. 75€/pax
  • Carro - Enterprise, aprox. 85€/ 3 dias -> era suposto ter sido um Vauxhall Corsa 3 portas, mas tivemos upgrade para um Ford Fiesta 5 portas cheio de pinta :D
  • Alojamento - 4 noites, em que só a última foi sem pequeno-almoço incluído ficaram por volta de 250€/2 pax, com reservas feitas com antecedência pelo Booking e Airbnb
Dia 1

Chegámos a Edinburgh quando estava a anoitecer, o cenário durante a aterragem estava lindo, com o sol a esconder-se no horizonte.

No aeroporto recolhemos a mala e seguimos para a zona dos rent-a-car, para ir levantar o nosso carro. Eles (Enterprise) foram impecáveis, nada a apontar. O primeiro grande impacto com o sotaque escocês, que pode ser difícil de digerir! Pessoalmente, adoro. :D

Pegar no carro é que não foi fácil… Por muito que uma pessoa pense que é estranho conduzir à esquerda, quando o tem que o fazer a coisa ainda fica pior! Só o pormenor de se ter de meter mudanças com a mão esquerda… Bem… Que filme! Demora a criar-se o hábito, mas no dia seguinte (e fora da confusão da cidade) já correu tudo bem melhor.

Seguimos para Stirling, e pelo caminho vimos The Kelpies. Lindos, e iluminados em verde água quando passámos! Não tirei foto, só observei (estava mesmo em êxtase por finalmente me encontrar ali!). Mas quem passar por lá com tempo, dêem uma vista de olhos, vale a pena. :) Em retrospectiva, gostaria de ter parado.

Chegados a Stirling, a minha felicidade ainda aumentou mais. Que cenário! Mesmo de noite! Aquelas casinhas inconfundíveis, as rotundas pitorescas, tudo parece tirado de um filme… ou de um livro… nomeadamente os do Harry Potter! :D No dia seguinte vimos inclusive miúdos a caminhar para os colégios, fardados a rigor. É outro mundo!

Fomos directos para o hotel porque já era tarde e queríamos acordar cedo. Esta primeira noite foi passada no Stirling Court Hotel (Stirling Court Hotel - UPDATED 2017 Reviews & Price Comparison (Scotland) - TripAdvisor), dentro da Universidade de Stirling (tenho que estudar ali! :D). É um hotel principalmente virado para pessoal que viaja em trabalho, nada a apontar mas também nada de especial, serviu para dormir e comer um pequeno-almoço decente. Tem estacionamento gratuito. Ficam as fotografias, se houver interessados:

 

Tinker Bell

Membro Conhecido
Dia 2

Pequeno-almoço bem cedo! Primeiro comemos a opção “normal”, mas depois resolvemos arriscar e experimentar ao estilo escocês (menos as salsichas de haggis!). E não é que caiu tão bem!? Ficou mais que aprovado, e os outros dias foram quase todos assim.


Depois fomos pegar no carro e seguir para Stirling, conhecer um pouco as vistas. Que sorte (ou destino!), aquele lindo país resolveu brindar-nos com um maravilhoso dia de sol! Assim os tons característicos ainda sobressaem mais…

Stirling tem um castelo e encantadores ares medievais. É em Stirling que se pode encontrar o famoso monumento William Wallace (a ponta do qual vimos logo ao saír do hotel - fotografia abaixo), uma torre localizada no alto do Abbey Craig, que como o nome indica é uma homenagem ao William Wallace - quem viu o filme Braveheart conhece de certeza. Foi um guerreiro escocês que liderou a resistência contra o domínio dos ingleses sobre a Escócia, um símbolo conhecido da garra e espírito escoceses. Uma das importantes batalhas que travou teve como palco Stirling, da qual saiu vencedor. O monumento pode ser visitado, e de lá de cima tem-se uma vista privilegiada sobre Stirling, mas nós optámos por não o fazer (fica para uma próxima!).


Primeira paragem, com vista para o castelo de Stirling e o monumento William Wallace (porque por aqui já se sabe que eu gosto de visitar cemitérios!):


Depois fomos explorar um pouco as ruas, e subimos até à zona do castelo. Como já referi antes, o objectivo da viagem não era visitar património, pelo que estas paragens foram resumidas a pequenos passeios e não explorámos nenhum edifício por dentro. Sinceramente não me arrependi disso, pois as paisagens da Escócia revelaram-se ainda mais estonteantes do que eu esperava, e só me apetecia estar ao ar livre a toda a hora! Ora vejam só aquele verde… :)

 

Tinker Bell

Membro Conhecido
Aqui a área do castelo e as vistas que se podem apreciar, e também a uma igreja e... claro... outro cemitério! :oops::D

 

Tinker Bell

Membro Conhecido
Mais umas imagens de Stirling... :p


E um exemplo de um aviso, tive que fotografar uns quantos pela extrema educação com que colocam as questões! :) Um mimo (ler com sotaque hehe)...


Acabados de absorver as vistas em Stirling, estava na hora de seguir caminho. A próxima paragens seria o Loch Lomond, passando pelo Trossachs National Park.

Trossachs é uma região da Escócia que foi transformada num parque nacional, o qual está centrado no Loch Lomond, e onde é possível usufruir da natureza do país no seu esplendor. É muito famoso e procurado entre os locais, para escapadinhas de fim-de-semana, e pelos amantes de caminhadas. Tem desde lagos a imponentes vales, altas montanhas e vastas florestas. Uma zona linda, recomendo a quem gosta de acampar! Consta que no Verão e fins-de-semana fica cheio de gente.

O Loch Lomond é o maior lago do Reino Unido, situado a sul das Highlands (terras altas). Fica perto da zona de Glasgow, à qual devemos uma visita, pois parece muito interessante em termos de arquitectura moderna. :) Fizemos algumas paragens ao longo do lago, onde estava um vento tão forte e gelado que metia respeito. Brutal! :eek::D O lago na verdade mais parece um mar, de tão grande que é e também por causa da ondulação que o vento lhe causa. Por ali andavam dois patinhos a brincar nas ondas, super engraçados, que claro tive que fotografar e filmar.


Por esta altura o tempo já estava completamente diferente do que vimos anteriormente nas fotografias, quem está a acompanhar este report pode ficar com a ideia do quanto o clima ali é imprevisível… :D Preparem-se, que mais à frente ainda terão surpresas (como nós tivemos!)…

Depois do Loch Lomond decidimos fazer por chegar a Glencoe o mais rapidamente possível, porque pelo caminho nos apercebemos de várias obras nas estradas, e não conhecendo ainda o país tínhamos alguma dúvidas sobre o tempo que levaríamos até Dornie. O mais difícil nesta viagem é resistir a parar de 5 em 5 minutos, para ficar simplesmente a olhar para as vistas. A partir daqui para cima então… Nunca tinha visto nada assim, nem ia de todo preparada para o que me esperava depois de cada curva na estrada!


Ao entrar na área das Highlands (terras altas) somos brindados com uma placa a informar disso mesmo, o que para quem desejava conhecer essas paisagens como eu é como se fosse Natal. A partir daí a paisagem muda dramaticamente, assim como o clima, ou pelo menos foi esse o caso para nós. De repente ficámos rodeados de um nevoeiro denso, e marshes! Marshes por todos os lados, aqueles típicos da Escócia, com os tufos de vegetação castanha à volta e pequenos pedaços de verde. Não sei a palavra para isto em português, mas são semelhantes a pântanos excepto que a flora é diferente, pois à volta dos pântanos há habitualmente zonas de floresta. Fez-me pensar numa paisagem extraterrestre, impossível não ficar de boca aberta a olhar para aquela imensidão. Lamento, mas nenhuma foto ou vídeo fará justiça, especialmente nesta parte, até porque a paisagem não cabia na moldura. :)


Aqui saímos do carro e aventurámo-nos um pouco pela zona, mas há que ter cuidado porque o solo é completamente mole e pode ser perigoso, convém não nos aproximar-mos muito da zona com água. De repente, quase sem qualquer tipo de aviso, abate-se sobre nós uma tempestade de granizo! Ventos tão fortes que tivemos que regressar, com todo o cuidado, ao abrigo do carro. Deixo aqui um pequeno video que fiz antes de escapar que pode ser visto com melhor qualidade no meu Instagram. :) Fica uma pequena ideia da força do vento, que até faz a imagem tremer!

 
Última edição:

Tinker Bell

Membro Conhecido
Depois deste troço de caminho comentámos entre nós que dificilmente a Escócia nos voltaria a surpreender tanto, em termos de ambiente. O quanto estávamos enganados! Um pouco mais para à frente, começa a surgir uma área de montanhas, que se tornam cada vez mais altas. Mas mesmo estas não são a “típica montanha” que uma pessoa idealiza, são de alguma forma mais redondas e “súbitas”. Não há palavras, ou eu não serei suficientemente boa com elas para descrever, deixo uma vez mais as imagens e vídeos…



Nesta parte do caminho começa a ser impossível não parar mais vezes, aproveitando cada miradouro para tentar absorver tudo aquilo. Daqueles lugares que nos fazem desejar que o tempo pare, onde nos sentimos pequeninos mas ao mesmo tempo tão completos!

De vez em quando lá se vê uma ou outra casinha branca, e várias quedas de água e rios pelo meio das montanhas.



A cenário de cada lado da estrada mantém-se assim até Glencoe, o primeiro sinal de civilização depois de tanto tempo rodeados de natureza pura e dura.

A chegada a essa povoação anuncia-se podendo avistar as pitorescas casinhas que caracterizam a Escócia, um pequeno aglomerado no meio das montanhas e em frente a um lago, da qual vos deixo as poucas fotografias que tirei.

Ali estacionámos o carro e fomos passear um pouco, percorrendo as amorosas ruas até ao lago para aprender um pouco sobre ele e a história daquele local, lendo informações facultadas aos visitantes. O tempo estava novamente simpático. :) É engraçado ver como há tanta gente a viver ali “no meio do nada”, que maravilha, havia imensas crianças a brincar na rua. Os pequenos escoceses são o máximo, com aquele sotaque e ar traquinas. :D

 

Tinker Bell

Membro Conhecido
Depois de Glencoe seguimos a estrada até Fort William, passando sobre o tal lago que vimos antes, o Loch Leven. Para isso atravessámos a Ballachullish Bridge.

Grande parte da estrada até Fort William é feita junto ao Loch Linnhe, e proporciona também vistas fantásticas, com os cumes das montanhas cheios de neve apesar da luz e verde cá em baixo. A chegada a Fort William foi um bocado choque, pois imaginava aquilo muito mais calmo e pequeno, na linha de Glencoe. Mas não! É surpreendentemente grande e cheia de movimento, com edifícios mais próximos da nossa arquitectura (pequenos prédios de cidade) - acabámos por não parar. Será obrigatória para quem tenciona subir ao Ben Nevis, a mais alta montanha do Reino Unido, que ficará sem dúvida para uma próxima visita. :) Nesta vimos só de passagem, e o topo estava coberto por densas nuvens! Esta paragem será também uma boa opção para aqueles que procuram B&B, pois vi bastante oferta.

Não trouxe fotografias de Fort William, só do caminho até lá.


Após Fort William, sente-se que se volta a entrar (outra vez!) numa parte onde se vê única e exclusivamente natureza. O caminho até Dornie foi do mais espectacular que já vi. Espectacular de uma forma diferente do anterior… Ao longo desta viagem senti isso várias vezes, como se ao virar de cada esquina me esperasse uma agradável surpresa. :)

Aqui apanhámos um género de micro-clima impressionante, das duas vezes que lá passámos. Passo a explicar (ou tentar): vai-se na estrada muito bem e tranquilos, num belo dia de sol… E de repente surgem umas nuvens… Depois um nevoeiro cerrado… E quando damos por nós estamos no meio de uma tempestade de neve e gelo! Mas calma, nada demais, porque a paisagem nem sequer fica branca, pensamos nós. Enganados de novo! Um pouco mais à frente, o mundo que nos rodeia fica gradualmente mais e mais branco, até que até a própria estrada tem uma fina cobertura de neve.



Quem já passou por isto antes, provavelmente continua na boa. Não foi o nosso caso, ou o do meu namorado que ia a conduzir. Ele começou com dúvidas sobre as condições meteorológicas e sobre o perigo que isso poderia representar na condução, especialmente por causa da neve… O facto de nunca termos rede nos telemóveis e não vermos outro carro durante km também não ajudava à festa. Chegámos mesmo a considerar voltar para trás, convencidos que chegando ao nosso destino nem sequer veríamos o castelo Eilean Donan. Enganados de novo!!! :eek:



Precisamente quando já estávamos ambos preocupados com o tempo e o isolamento, eis que aquilo acaba. Literalmente. Numa parte da estrada temos neve e tempestade, na outra regressamos ao tempo aberto e o sol vem cumprimentar. Uns metros antes temos o mundo coberto de neve, entretanto já só há neve nas zonas mais altas e regressam os tons acastanhados e o verde! Repito: do mais impressionante e espectacular que já vi. ;):)


E finalmente surge Dornie, e o famoso castelo Eilean Donan. Sou muito teimosa e ando sempre convencida que nunca vou gostar muito do que toda a gente gosta, por isso nem sequer levava expectativas para o castelo. E não é que estava enganada, uma vez mais!?

Confesso (algo vaidosa) que a Escócia deve ter gostado tanto de mim quanto eu gostei dela, porque esteve constantemente a fazer-me surpresas destas. Depois da tempestade e do mundo branco, quando o castelo surgiu à nossa frente estava num mundo novo, inundado pela belíssima luz dourada do pôr-do-sol. Uma visão que dificilmente irei esquecer. E que foi demasiado curta para o poder que tinha!

Claro que aqui era obrigatório tirar algumas fotos, por isso estacionámos o carro o mais rapidamente possível e corremos para o castelo. O entusiasmo era tanto que nos separámos e perdemos um do outro, cada um explorou aquela zona e a fotografou com diferentes pontos de vista - maravilhas simples de se viajar com a pessoa certa. :)

Durante o meu passeio pelo castelo tive o prazer de conhecer um casal canadiano, também estavam encantados com aquela luz mágica, e a paz daquele lugar. “Scotland in a nutshell” :rolleyes::D


 
Última edição:

Tinker Bell

Membro Conhecido
Depois de o sol se pôr, dirigimo-nos para Dornie, em busca do alojamento. Tínhamos reservado um quarto pelo Airbnb, um pouco à sorte, pois a oferta ali não é muita. Felizmente acertámos em cheio, acabando de forma perfeita um dia que ficou para a (nossa) história. :) Deixo as fotos e recomendo muito esta paragem, Dornie foi a nossa localidade favorita.

Em frente ao B&B (Clachan) tínhamos um Pub, no qual acabámos a noite a provar cerveja local (recomendação do dono), num ambiente envolvente e amistoso que reconheço hoje como característico da Escócia.



Não percam a continuação deste report, porque amanhã vamos para Skye! :D
Despeço-me, por agora, com a vista da nossa janela...


E o mapa com o percurso percorrido nestes dias:


Até já!
Para a parte II, clicar aqui.
 
Última edição:

susy4

Membro Conhecido
Surpreendente !!!!!!!!!!
Amei cada momento deste report...
Grata pela magia que foste transmitindo por palavras e imagens.
<3
 

d3ci0

Membro Conhecido
Muito obrigado pela partilha!!!
Para um fã de road trips este report é um regalo!!!! :D:D:D:D
Excelentes fotos!!! Sem dúvidas que vou por na minha lista de desejos!!:rolleyes:
 

CristinaBF

Membro Conhecido
Fiquei sem palavras:oops:
Simplesmente adorei :oops::rolleyes::)
Tenho que esperar até amanhã para ver o outro report????? :eek: :p:D
Lindas fotos;)
Obrigada pela partilha
Já ando a contar os meus diaso_O e com este report ainda veio aumentar a ansiedade.
 

Joana.Gomes

Membro Ativo
Posso dizer que é um dos meus destinos de sonho, este ano infelizmente também não vai dar para fazer, optamos sempre primeiro pela praia por causa da pequena mas queria muito ir aí, eu juntava aí nesse passeio a viagem no Jacobite train que é o comboio utilizado pelo Harry Potter onde passa pela famosa ponte dos arcos. Pode dizer por alto quanto gastaram ao todo? É que pelas contas que já fiz vai sempre dar por volta dos 1500€ para 2 adultos já contando com alguns extras...
 

Tinker Bell

Membro Conhecido
@susy4 Obrigada pelo teu apoio e palavras tão simpáticas! :) <3

@CristinaBF Espero ter correspondido às expectativas :p e sim, os próximos sairão em breve... Pelo menos estou a tentar fazer por isso! :rolleyes: O seguinte de preferência já amanhã... E já agora não te esqueças de levar adaptador, que eu esqueci-me!!! :eek:

@d3ci0 Para um fã de roadtrips, eu diria que esta é obrigatória! ;)

@Joao pt Poderia ter metido isso no roteiro, muito bem dito, mas teve de ficar para uma próxima. Como disse no report o tempo foi limitado, e tive que tomar várias decisões e deixar de fora do roteiro certos locais, para já. A Escócia também era uma das minhas viagens de sonho, e depois de ir ainda se tornou mais... Se tem esse sentimento, aconselho-o a parar de adiar. :) Não se irá arrepender! Quanto aos custos, não foram muito elevados, mas também não fizemos por ser o mais barato possível. Acrescido aos que referi acima terão sido à volta de uns 200/300€. Sem certezas e sem precisar. Nota que pode ser muito importante, em termos de gastos: eu não parti de Portugal, e desconheço as opções de vôo de lá.
 
Última edição:

Cristina Sousa

Membro Conhecido
Colada a este report!!!!!!! :D
Que maravilha de prosa. Fotos fantásticas e acredito que a melhor parte ainda está para vir.
A Escócia está na minha lista, subiu posições no top 10. Só não gosto da chuva e da neve........rsrsrrsrsrsr :D
Aguardo com ansiedade os próximos capítulos, estou a adorar. ;)
 

PaulaCoelho

Membro Conhecido
Já sabes que também sou apaixonada pela Escócia por isso só posso dizer ESPECTACULAR :)
Parece que passaram pelas estações todas durante esses dias!
Conduzir à esquerda é uma aventura... eu conduzi a semana toda mas quem punha as mudanças era muitas vezes a pendura :p
Vou esperar ansiosamente pelo de Skye pois a minha passagem pela ilha fui hipermegacurtinha... quero saber o que perdi :D
 

PauloNev

Moderador Sénior
Staff
Muito obrigado pela partilha.
Não sei porque mas sempre me senti atraído pela Escócia e é um pais que tenho mesmo que visitar.
Venha de lá o resto do report. ;)
 

FiDani

Membro Ativo
Adorei! Obrigado pela partilha:D:D
A Escócia está no meu top de países a visitar, mas primeiro gostava de ir à Islândia! :D:D
Conduzir à esquerda deve ser mesmo uma aventura!
Fico a aguardar os próximo capítulos :p

Boas viagens :)
 

Antonia.M.S.

Membro Conhecido
Olá @Maria B. :D Que maravilha!! Confirmo e partilho todas as impressões sobre a Escócia;). É um país lindo e maravilhoso.
Para além de ter trazido também memórias pessoais únicas, porque foi uma viagem em familia, pais e filhos já adultos, planeada e antecipada com muito entusiasmo, o país é de facto maravilhoso, surpreende-nos a cada o momento.
Vantagens de visitar de inverno é para além de ver paisagens pintadas de branco, poder aproveitar de forma mais "íntima "tanta beleza. Nós fomos no verão e nos locais mais emblemáticos havia muitas pessoas.
A ilha de Skye então é absolutamente mágica.
Obrigada pela partilha! Aguardo o restante com água na boca ;):D
Cps
 

Tinker Bell

Membro Conhecido
@Cristina Sousa Não gostando de chuva e neve vai ser difícil :D na minha opinião faz parte da magia daqueles lugares! A próxima parte estará a sair para breve... Bem queria despachar-me com isto mas escrever sobre uma experiência tão importante exige dedicação :eek: este "passeio" foi mesmo wow!

@PaulaCoelho e Antonia.M.S. Este report é um bocadinho dedicado a vocês, já que contribuíram em muito para a inspiração e elaboração do percurso :) fica a nota! Ia colocar no final mas já que apareceram por aqui... :p Mais uma vez OBRIGADA!!!

@PauloNev Sentimento mútuo :) obrigada pela visita ao report!

@FiDani Obrigada pelo comentário! Por acaso no meu caso é ao contrário, também tenho a Islândia na lista (para breve, espero eu) mas primeiro queria conhecer a Escócia. Agora acho que ainda vou melhor preparada para os próximos destinos do género... Acho que quem para quem gosta de destinos do género, depois do primeiro deve ser sempre a somar:D
 

SofiaF

Membro Novo
Olá @Maria B.! Tão bom começar o dia com estas fotos fantásticas, obrigada! :) Eu fiquei completamente rendida à Escócia. :)
Essas mudanças de tempo são um espectáculo, acho que dão um ambiente mágico, eu gosto especialmente daquela bruma depois da chuva... :)
Depois da nossa visita à Escócia ficámos logo com vontade de conhecer mais e mais, aconteceu o mesmo por aí? :)
 

TREPADOR

Membro Conhecido
Julgo que a Escócia faz parte do imaginário de qualquer apaixonado por viagens, e a avaliar pelo report este destino tem a capacidade de superar as expectativas de quem como eu valoriza o contacto com a natureza e as belas paisagens que esta nos pode proporcionar.
Resta-me agradecer e aguardar ansiosamente pela próxima partilha.
 
Top