Novidades

[Report] Riviera Maya

lucilia

Membro Novo
Riviera Maya

Ao ler os posts colocados aqui quase diariamente, fico com algumas duvidas se o México onde estive praticamente 2 semanas, e de onde regressei na segunda-feira, é o mesmo México que aqui descrevem…Tenho a sensação de que existem 2 lugares com o mesmo nome e eu fui para o menos bom!!! Passo a explicar esta minha dúvida. O México onde eu estive, não é de todo e na minha modesta opinião, um destino de sonho, paradisíaco e perto do céu como eu já li…É um turismo de massas (americanos e canadianos na sua essência), onde tudo é padronizado, desde a oferta hoteleira às excursões propostas. Haverá com toda a certeza algumas (poucas) unidades mais exclusivas cujos serviços oferecidos sejam distintos dos restantes, no entanto eu desconheço-os.
Houve momentos, em que ao passar pela 5ª avenida, tinha a sensação de estar na baixa de Albufeira, em pleno mês de Agosto.
Palmilhar a pé, ou de bicicleta o condomínio Playacar, foi similar a fazê-lo em Vale do Lobo ou Quinta do Lago, sob pena de estar a ser injusta para aquilo que é nacional.
Riu Yucatan, não é de todo um hotel da categoria pelo qual é vendido nas brochuras (5***** lujo), quartos a necessitarem de remodelação urgente, muito básicos, e pouco atraentes, contudo primam pela limpeza, verdade seja dita.
A animação é variada mas pouco convidativa. A comida é de boa qualidade e em quantidade, mas ao terceiro dia já sabemos a ementa de cor e salteado. Houve um único dia temático. Pessoal muito simpático e atencioso, nada a assinalar. Em conversa, com alguns dos empregados fiquei a saber que trabalham 12h por dia e ganham cerca de 48 pesos por dia… (daí andarem constantemente atrás de gorjetas, um pouco à semelhança do que acontece noutros países como no Egipto p.e.). Fui almoçar ao Riu Tequilla e ao Riu Playacar, não constatei quaisquer diferenças.
Acho que a piscina não foi limpa uma única vez durante o período que lá estive. O lixo que estava no fundo da mesma permaneceu durante dias e dias no mesmo sítio.
Os desportos aquáticos (jetski, parasailing – que foi o que fizemos) custam o mesmo que no Algarve, pena é não termos aquele azul-turquesa e aquela temperatura da água do mar…
Excursões – Xcaret, fiz praticamente todas as actividades pagas e não pagas, desde o Seatrek a nadar com tubarões, achei os preços muito inflacionados, e apesar de ter gostado, não me deslumbrou. Adorei o espectáculo nocturno, que nos recorda o quanto aquele povo foi massacrado pelos colonizadores e com quem hoje convive “sem ressentimentos”.
Chichen Itza, era uma das (poucas) maravilhas do mundo que me faltava visitar, mas não senti aquele “friozinho” no estômago, que senti por exemplo ao entrar dentro da Grande Pirâmide no Egipto. Tivemos a sorte de contratar um guia oficial que era uma verdadeira enciclopédia e debitava conhecimento e curiosidades sobre o local e sobre os povos que ali habitaram, que nos deliciaram.
Valladolid, Coba, Tullum, mais do mesmo…
Cancún, a urbe do turismo… a zona hoteleira, uma espécie de Puerto Banús (Marbella) em XXL, mas gostei, pareceu-me limpa e organizada. Já a zona fora daquele anel turístico, é igual a qualquer cidade que vive o seu dia-a-dia, um pouco à margem dos turistas.
Isla Mujeres, já não tive tempo de lá ir.
Cozumel, depois de uma viagem de +/- 40m num mar demasiado agitado para o meu gosto (odeio barcos), mas com animação, uma banda a tocar ao vivo a bordo, o que achei deveras interessante, lá chegamos a bom porto. Almoçamos no Hard Rock Café (que eles dizem ser o mais pequeno do mundo, mas não é… neste momento é o de Veneza). Passeamos por aquelas ruelas, fomos à praia e pouco mais, achei as pessoas menos simpáticas que no continente. Como ilha, devo confessar que depois de conhecer as ilhas de Hydra e Poros (Grécia), por exemplo, sobre a ilha de Cozumel para quem não faz mergulho como eu, posso dizer que gostei mas não me apaixonei…
Já a ilha de Hydra…é uma verdadeira pérola (onde não existe um único carro).
Falta-me falar dos cenotes, essa maravilha da natureza… Imperdíveis de facto.
Outra curiosidade que me fascinou foram os cemitérios… Já tinha visto algo sobre eles na net, mas in loco, são algo indescritível, a criatividade é ilimitada!!!!

Já me alonguei demasiado neste meu post, e de um modo geral não vou dizer que não gostei, porque tal não é verdade, gostei mas não amei. Para quem como eu tem a felicidade de viver em frente à praia 365 dias por ano, numa zona turística por excelência, acabamos sempre por criar termos de comparação e caímos na tentação de por vezes sermos até injustos. Mas quando se viaja, nunca se perde tempo ou dinheiro, aprende-se sempre muito e enriquecemos enquanto seres humanos, e como dizia Amir Clink “ …Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser…”
Bom dia, e boas viagens!!!!


 

Asae

Membro Conhecido
Devo dizer que apesar da falta de fotos :D fiquei bastante impressionada com o teu Report.

O México é um destinos na minha agenda e agradeço muito a tua opinião que registo.

Posso realçar que a maioria das pessoas com quem falo e os reports que leio são de facto favoráveis ao México (talvez retirando Cancun onde dizem que há muitos americanos) e conheço pessoas que vão lá todos os anos mas á algumas (poucas) que também têm essa opinião.
Inclusivé esta semana estava a falar com um conhecido que me disse o mesmo que aqui relatas-te e que me aconselhou (porque "passo-me" com aglomerados de pessoas e stresso imenso com grandes confusões para comer, não conseguir ver as coisas em paz, etc) a se fizer esta viagem a ponderar muito bem a altura em que o faço.

Em relação aos hotéis já estou á algum tempo de sobreaviso (pela agência) que é melhor retirar estrelas quando se viaja para certos sítios e eles sempre tentaram ter esse cuidado, até em Espanha já tive de ir falar com a gerente do hotel que supostamente era de 4*, não é que seja esquisita mas há coisas que me fazem realmente muita confusão principalmente quando pago as "estrelas".

Agradeço a tua informação e se puderes por aqui fotos...

Tenho 2 perguntas:
- em que altura estives-te no México?
- onde é que nadas-te com os tubarões :D (e que tubarões eram? É um sonho meu e apesar de querer nadar com os "maus" já me contentava com os "outros" ;))?
 

BunnyCat

Membro Ativo
Olá Lucilia,

Obrigada por partilhares connosco o teu "fed back" do México.

Já estive na Riviera Maya em Janeiro de 2009 e confesso que faço parte do grupo que veio de lá deslumbrada e cheia de vontade de voltar. :D Tive sorte em ficar num hotel recente e super "modernaço" com instalações que me deixaram de queixo caido. De longe o melhor hotel onde fiquei até hoje.

Concordo com algumas coisas que referes, sobretudo no que diz respeito a Playa del Carmen... (eu também me lmebrei logo de Albufeira assim que cheguei), o enchente de Americanos e Canadianos que existe por aquelas bandas. e o preços super inflacionados das excurções (se bem que achei estas bem mais acessiveis monetariamente falando do que as excurções em Punta Cana).
ublica domi

Já a praia em si, gostei mais das praias da Republica Dominicana, mas isso jé está mais relacionado com o meu gosto pessoal, do que com a qualidade da praia em si.

Mas é sempre bom, quando viajamos, ter sempre na ideia de que não existe "bela se senão"

Mais uma vez obrigada
 

PauloNev

Moderador Sénior
Staff
Boa tarde, já estive por duas vezes na riviera maya, a ultima no passado mes de Março e realmente o hotel em que estive riviera Princess estava cheio de americanos e canadianos, já da outra vez no Bahia principe eram sobretudo espanhois, penso que para quem procura menos confusão se calhar não deve optar por resorts gigantes mas sim por hoteis mais familiares ou bungalows na praia, vi alguns de sonho em praias muito bonitas, embora nesse caso penso que a viagem sai muito mais dispendiosa e pessoalmente não conheço nenhum operador que ofereça tal coisa.Realmente praias paradisiacas e o tal paraiso, é mellhor escolher outro destino, na minha opnião e nas caraibas prefiro as praias de cuba ou até mesmo de punta cana, voltei a riviera maya pois fiz um combinado com New york e como era mais barato tomei essa opcção, pois depois da primeira visita não tinha intenção de voltar tão depressa, como diz a lucilia gostei mas não amei. Amar sim e foi amor a primeira vista, Punta Cana e Cuba. Pretendo voltar a ambos sempre que possa. Mas ainda bem que todos temos gostos diferentes e não gostamos todos do mesmo.
 

LIGIA

Membro
Eu não fui a playa del carmen por isso não posso comparar... mas no hotel em que fiquei existiam muitos turistas provenientes do canadá e dos EUA, estes últimos em minoria. E como estavam sempre enfiados na piscina junto ao bar e eu sempre na praia não me incomodaram minimamente. Ia um pouco preocupada com este facto e até me surpreenderam pela positiva!
Lá está cada cabeça sua sentença!!
 

PauloNev

Moderador Sénior
Staff
Relativamente a playa del carmen não achei muito confuso... No dia em lá estive andava-se a vontade sem grande confusão e fiz exelentes compras. Estive tambem um dia a noite no Coco Bongo e adorei é simplesmente espectacular, vale a pena cada euro que se gasta, optimo espectaculo, empregados 5 estrelas, é simplesmente a loucura. Devo dizer que o facto de haver muitos turistas americanos ou de outra nacionalidade não me incomoda minimamente alias é uma forma de apreciarmos outros modos, tradições etc.
 

sufia

Membro
LUCILIA
quanto pagaste pelo jetski e pelo parasailing??!!!

PAULONEV
Desculpa a pergunta, mas quanto custa a entrada para o cocobongo??!! Eu vou estar no riu tequila junto a playa carmen...como será melhor ir para o cocobongo?? de taxi???!!! quanto ficará +/-??!!

obrigada:p
 

PauloNev

Moderador Sénior
Staff
Boa tarde não tenho a certeza mas penso que com transporte do hotel ficou em 50 dolares. Mas podes comprar a entrada a porta. O preço do taxi não sei, mas os deves ter o preço dos mesmo afixado a entrada do hotel.
 

aramis

Membro Novo
O que não falta na Riviera Maya são praias desérticas e paradisíacas, agora claro que não as vão encontrar nos aglomerados turísticos como Playa del Carmen ou Cancun. Há um tipo de turismo que lhe chamam Ecoturismo e que é a antagonia do Turismo de massas que falando a verdade e sem querer ofensivo, é o que a maioría dos usuários daqui do fórum fazem no México. Esse Ecoturismo não tem os luxos dos hoteis de 5 estrelas com piscinas de perder de vista e restaurantes mil e define-se mais como uma fuga das massas, geralmente em pequenas cabanas (algumas com energias renováveis) e normalmente situadas em zonas bem longe dos centros turísticos.
Com isso tudo o que quero referir é que a Riviera Maya não é só a 5ª Avenida os hoteis de "pulseira" e Americanos em Spring Break, basta que para isso rompam um pouco com as "regras" e se metam à aventura. Vão ver que há muito mais para descobrir...
 

pipoca

Membro Novo
Talvez tenha tido um pouco de azar!

Olá lucilia!

Estive em 12 de Abril no México e posso dizer que encontrei uma praia pouco frequentada. Claro que tive de caminhar e não foi pouco, mas se ficasse na espreguiçadeira não via nada.
Inicialmente também não me estava a ambientar, mas o meu problema foi mesmo a chuva, no fim lá me habituei e os três dias de Sol valeram por tudo. Eu fiquei no Tequilla, aqui posso garantir que a piscina era limpa todos os dias à noite, pois ao jantar no Steak house tive hipótese de ver o empregado a limpar, inclusivé nos dias de chuva enquanto jantávamos ele estava de gabardine e a limpar. Por acaso até comentei que no nosso país de certeza se desculpavam com a chuva paar não fazer nenhum. Durante o dia os empregados tb andavam com uma rede a limpar e à noite utilizavam um aspirador.
Nós tivémos 4 noites temáticas; Mexicana, Caraíbas, Italiana e Asiática. Dois dias com churrasco temático e a comifda era bastante boa. O Tequilla foi remodelado em 2009.
Por acaso tive hipótese de passear e comer no Playacar e Yucatan. O restaurante de praia do playacar era bastante bom e tinha variedade. Em relação ao Yucatan só fui ao bar de praia e tinha um cheiro um pouco estranho. De resto não o visistei mais.
Quando chegámos perguntaram se queríamos trocar para o Yucatan por ser 1.ª linha de praia, mas como tinha pesquisado opiniões no Tripadvisor disse logo que não.
Cada hotel é diferente e eu não mudaria o Tequilla por nada.

Para a próxima certamente que será melhor.

O Paraíso existe. Eu estive lá!

Pipoca
 

lucilia

Membro Novo
Olá sufia, eu paguei pelo parasailing 60 dolares por cada pessoa, fomos 2 de cada vez = 120 usd, que tem o tempo util de 20 m, pq o resto tempo (cerca de 1h no total) diz respeito ao transporte de barco até à zona onde nos lançam e a devida preparação e o respectivo regresso (devo dizer que é uma experiencia única mas pouco recomendavel para quem tem vertigens!!!).
Pelo jetski paguei 770 pesos (ja nao tinha dolares) +/- por 1 hora.

Quanto ao Coco Bongo eu comprei no hotel por 50 dolares o pack VIp com direito a uma t- shirt e entrada diferenciada. Para ir desde o Tequilla para o Coco Bongo a melhor forma é sem duvida o taxi. São cerca de 5 dolares para cada lado.
 

lucilia

Membro Novo
Olá sls, regressei do Mexico dia 12 de Abril.
Nadei com os tubarões em X-Caret, devo dizer que não são dos maus maus, mas são-nos dadas bastantes recomendações para que não aconteçam surpresas, pois os animais apesar de habituados ao contacto com os humanos tem o seu instinto bem presente!!! É uma experiência com alguma adrenalina...são 4 tubarões que devem ter à volta de 1,5 mt cada um. Começamos por uma introdução prévia onde nos são dadas algumas informações sobre o que podemos e não podmeos fazer quando entrarmos dentro do aquario. Depois equipamo-nos e já dentro do aquario e com os bichos presentes alimentamo-os, são colocados no nosso colo para sentirmos a textura da pele e mais uma duzia de recomendações e lá vamos nós nadar com as "feras"...
O preço 59 dolares por pessoa, e dura cerca de 1h +/-.
 

LightBro

Membro Ativo
Lucilia.....

Concordo contigo na parte do paradisiaco.

Estive na riveira maya em Março de 1999 e já era assim.
Fiquei em Cozumel e fazia praticamente todos os dias a viagem de barco que fizeste mas em sentido contrario.
Realmente Cozumel é uma ilha para quem faz mergulho ou snorkeling em mar alto.
È certo que a Riveiera Maya tem praias lindissimas e é um destino muito interessante pela parate de natureza e cuoltura Maya que também me fascina.
Mas daí até chamar paraíso.... com aqueles americanos e canadianos tosos....
Para mim paraiso é Maldivas (onde já estive), Malasia e Polinesia ou então certas zonas de Belize (bem perto da Riviera Maya)....isso sim são pequenos paraísos do nosso planeta.
Vou dia 10 de Maio regressar á Riveiera Maya, mas desta vez fico no Barceló.
Vou regressar a Chichern Itza, Xel-ha e Cozumel e visitar pela primeira vez Coba, Akumal e Yal-Ku. Ainda terei oportunidade de ir a outros sitios, que o grupo de 5 casais reunidos a partir daqui do forum, decidirá quais.


Lucilia, na tua opinião qual a moeda mais vantajosa de se utilizar? Dólares, pesos?

Obrigado
 

lucilia

Membro Novo
Olá, Armando

Eu utilizei as 2 moedas, dolares e pesos, já que em muitos multibancos há a possibilidade de se levantar ou uma coisa ou outra. Para pagar as excursões eles fazem os preços sempre em dolares, e quando lhes perguntamos o preço em pesos, nem eles sabem, tem de fazer a conta primeiro, e às "vezes enganam-se", se percebes o que quero dizer... por isso optei por fazer as compras todas em pesos e as excursões paguei em dolares.

Espero ter ajudado!!!

p/s - uma das viagens que tenho em mente para breve é à Polinésia, o único impedimento tem sído as horas de voo... mas está agendada a curto prazo...antes disso vou à Costa Rica!!!
 

LightBro

Membro Ativo
Obrigado, Lucilia.

Pois é... este ano tive marcado Kenya (praia de indico e safaris), 15 dias em PC por €900 mas por n ter onde deixar a minha filha 15 dias n pude ir, talvez para o ano em Março.
À polinesia deve ser dificil eu lá ir €€€€€€. Costa Rica é um objectivo real para mim
 

LightBro

Membro Ativo
lucilia disse:
Olá, Armando

Eu utilizei as 2 moedas, dolares e pesos, já que em muitos multibancos há a possibilidade de se levantar ou uma coisa ou outra. Para pagar as excursões eles fazem os preços sempre em dolares, e quando lhes perguntamos o preço em pesos, nem eles sabem, tem de fazer a conta primeiro, e às "vezes enganam-se", se percebes o que quero dizer... por isso optei por fazer as compras todas em pesos e as excursões paguei em dolares.

Só mais uma coisa, Lucilia....

E não aceitam cartão de credito?

Thanks
 

lucilia

Membro Novo
Só nas lojas, mas mesmo assim, aconteceu-me por mais que uma vez não aceitarem o American Express nem o Mastercard. As excursões está fora de questão, tem mesmo que ser em cash. A melhor opção é mesmo andar com o dinheirito vivo!!!:D
 

LIGIA

Membro
Eu aconselho pesos no comercio local e entrada de monumentos porque além de te darem troco em pesos seja qual for a moeda, o câmbio é sempre por baixo!!! Eu levei dólares e arrependi-me bastante!
No aeroporto podes pagar com qualquer moeda que fazem o câmbio correcto e dão troco na moeda com que pagas!
 
Top