[Report] PortAventura 2019

Asae

Membro Conhecido
Se alguém com crianças pequenas pedir a minha opinião sobre quando ir ao PortAventura eu respondo: Junho.

Todo este processo começou com a minha decepção em relação aos custos associados ás festas de anos das crianças, principalmente do meu filho, que mesmo fazendo anos em Junho e usando eu os parques infantis, nunca tinha custos inferiores a 300€. Falei com ele, mostrei-lhe imagens e a resposta foi imediatamente sim com a condição de depois eu comprar um bolo de anos para cantar os parabéns com os amigos na creche.

Em Novembro já tinha estadia reservada e em Junho lá fomos nós para mais uma aventura porque estarmos juntos e divertirmos-nos juntos é a melhor prenda de sempre.

A ideia inicial era comprar os bilhetes on line mas tanto adiei por preguiça e por esperança de encontrar melhores preços nos quiosques em Salou que acabei por comprar os bilhetes no próprio dia e... no quiosque do PortAventura do parque de campismo. Ainda bem porque viria a revelar-se uma excelente opção. Em vez de comprar 2 dias no PortAventura comprei 2 dias no PortAventura+FerrariLand. A ideia não era ir á Ferrari mas aproveitar o dinheiro poupado para comprar passes VIP para não esperar nas filas. Ao contrário do que eu pensava não estava obrigada a ir á Ferrari Land que não nos interessava mas ficamos com essa opção (que não usamos em aberto).

Ir na época baixa, em Junho, pelo que sei condiciona um pouco sobre o que nos é mostrado principalmente a nível de espectáculos mas para nós foi a decisão perfeita porque vimos e fizemos tudo o que queríamos com calma e ainda sobrou tempo. Nesta altura estão fechados 5 entendimentos que não nos fizeram falta, á excepção da Casa de Espelhos porque não entro numa á anos e porque queria mostrar ao Diogo-ele teria delirado.

O site do PortAventura peca por não divulgar o que está fechado e a idade permitida para, por exemplo, a Casa Assombrada do Far West o que deixou o Diogo profundamente chateado e indignado e foi o cabo dos trabalhos para ele tirar aquilo da cabeça.

O primeiro dia foi tirado para andar nas diferentes atracções com excepção das VipExpress. Foi um dia sem grandes atropelados, filas de espera e stresses. Se o parque estava cheio não se sentiu.

Comer e beber não é barato mas existe alguma variedade e a nossa decisão sempre passou por não levar refeições.

O Diogo apanhou uma implicação com a régua de medir alturas e andou algum tempo preocupado com isso, até nos divertimentos de crianças. Em casa eu já tinha falado com ele e tinha-lhe mostrado que ele não poderia andar em alguns mas como tive dúvidas em 2 decidi arriscar, sem sucesso e foi logo no primeiro.

Foi um espectacular dia passado em família, onde só ficou a faltar em 3 carroceis da Rua Sésamo e nos 5 VIP Express daquilo em que o Diogo com 160cm podia andar. Onde foi um fomos todos, se ele não podia ir nós não íamos.

É fundamental aproveitar as informações prestadas no site e preparar tudo para não se perder tempo a estudar as possibilidades e criar expectativas. Andar para trás e para a frente é desnecessário e ter tudo preparado e ir riscando á medida que se vai fazendo tira pressão ao dia que flui naturalmente e sem pressas.

Como sempre ouvi que havia sempre muita gente no PortAventura já tinha preparado o Diogo para a possibilidade de se comprar um 3 dia se fosse necessário ou então que voltaríamos quando ele fosse mais alto e assim fazia tudo o que tinha ficado por fazer, o que não queria era correrias, birras e pressas mas nada disto foi preciso pôr em prática. No segundo dia seguinte o Luís ainda ponderou comprar um VIP diferente para andar em 2 montanhas russas onde o Diogo não podia andar mas não quis separar-se de nós e decidiu esperar mais uns centímetros pelo Diogo.

Estava tudo instruído sobre os procedimentos para o dia 2 e aquilo era para ser cumprido. Comprei os bilhetes VIP Express dentro do PortAventura e a nossa manhã foi direccionada para essas atracções independentemente de ficarem em lados opostos. Fizemos todas nas calmas e sem filas. Devo dizer que sem o passe VIP teríamos esperado entre 40m e 1h40m, consoante a atracão. O parque tinha muitos adolescentes de escolas mas não sentimos qualquer desrespeito ou falta de educação, basicamente eles andavam de fila de espera em fila de espera.

O tempo que sobrou foi passado nos divertimentos que faltaram da Rua Sésamo e no Labirinto do FarWest, onde passámos bastante tempo porque fez o delírio do Diogo que entretanto obrigou-me a comprar um conjunto com cinto, pistola, algemas e crachá de xerife.

Das actividades pagas á parte não fiz nenhuma, pela falta de interesse demonstrada por todos e porque não achei graça nenhuma a uma pista de mini automóveis onde ele queria andar. Esta é a grande falta do site porque deveria ter explicado todas as coisas que existem pagas á parte, custo, idades e alturas.

Dos espectáculos só vimos 2 porque à pouco tempo tínhamos visto outros semelhantes aos apresentados e perguntei ao Diogo o que é que ele preferia fazer explicando no que consistiam. Ele decidiu e muito bem brincar aos cowboys mas por imposição minha vimos o Bang Bang West porque já sabia que o Diogo e o Luís iam gostar e eles deliraram e o Aloha Tahiti que também acabou por ser do agrado de todos.

O PortAventura é, sem dúvida, um parque muito bom, com excelentes condições para todos, com divertimentos, espectáculos e atracções para todas as idades e onde nada falta para o nosso prazer e bem estar (desde que se tenha dinheiro muita coisa se vende e aluga).

Se fosse com a ideia de fazer tudo, sem excepções, ou teria guardado a tarde do dia 2 para ver os espectáculos (o que me obrigaria andar a correr), ou teria comprado um bilhete de 3 dias para tornar a experiência prazerosa.
Pelo que falei lá fiz uma boa opção em ir nesta altura com uma criança de 5 anos não só por causa das filas mas também pelo tempo porque não estava muito calor, pelo contrário, até isso esteve a nosso favor.

Obviamente que se tivesse ido a partir da semana seguinte (quando acabam as aulas) teria acesso a outros espectáculos, a acções nocturnas mas a ideia era passear livremente, usufruir fluidamente do espaço e não fatigar até á exaustão uma criança tão pequena.

Não tenho muitas fotografias primeiro porque o PortAventura é um Mundo para desfrutar e não fotografar, porque filmei mais do que fotografei, porque aparecem sempre outras pessoas que não quero expor mas principalmente porque não quero estragar a surpresa para quem ainda não foi.




















 

Mel C

Moderador
Staff
Obrigada por esta partilha realmente parece ser um sítio espectacular para crianças! 😀
 

DaisyP

Moderador
Staff
Nunca fui ao PortAventura e nunca me passou pela cabeça mas realmente está aqui um passeio bem giro de se fazer.
Obrigada por partilhares,
 

hydra

Membro Ativo
Que report tão bom para matar saudades, a seguir à Disney foi o parque que mais gostei de ir 😊 já passaram alguns anos e agora está muito maior e com mais opções. O meu filho quer muito ir ao parque da Ferrari porque adora carros 🙄 mas ainda não se proporcionou.
 
Top