Novidades

[Report] - Maldivas - Hotel Riu Atoll, resort Maafushi Maldivas - Setembro/Outubro 2019

JPedro

Membro
Boas,

Este ano o nosso destino de férias de praia foi as Maldivas, um destino que já está nos nossos “radares” desde a nossa lua-de-mel. Tendo em conta que tínhamos autoimposto um orçamento máximo de 4000 euros e um resort com regime tudo incluído, não foi fácil encontrar um local com boa relação preço/qualidade, contudo e depois de muita pesquisa, a opção recaiu sobre o recém-inaugurado resort da Riu na ilha de Maafushi, Dhaalu atol.

Ficamos hospedados 8 noites, entre 27 de Setembro e 5 de Outubro de 2019, num dos dois hotéis do resort, o Riu Atoll 4*. Optamos por um quarto na praia, contudo nas últimas duas noites fizemos upgrade para uma water villa, que teve o custo adicional de 122 USD a noite.

Aqui fica o orçamento detalhado (tudo organizado por nós sem recurso a agências de viagem):

A viagem de Lisboa para a capital das Maldivas, Malé, foi marcada através do site da Turkish Airlines, e a estadia no resort marcada através do site da riu (link abaixo). Ter em atenção que os preços do Hotel e Transfer, apesar de listados em euros, foram pagos em dólares, e vão variar com o câmbio.

Hotel Riu Atoll, resort Maafushi Maldivas

1. Viagem ida e volta - Lisboa - Malé com paragem em Istambul, pela Turkish Airlines - 1400 euros

2.
Transfer Malé - Hotel, voo regional + Barco - 540 euros (organizada pelo resort e incluída no valor da reserva)

3. Estadia Riu Atoll, tudo incluído, 8 noites - 1970 euros

Total = 3910 euros

REPORT


A viagem até às Maldivas foi tranquila na Turkish Airlines, não houve atrasos em qualquer das ligações, sendo que Lisboa-Istambul teve uma duração aproximada de 4 horas (layover de 3h30) e Istambul-Malé de 8 horas, em ambos os voos notei que o espaço de pernas na classe económica era bastante razoável, as cadeiras confortáveis e o sistema de entretenimento muito bom. O voo Istambul-Malé tinha internet a bordo, com um custo de 14 USD para uso ilimitado durante a viagem.

À chegada a Malé, temos um funcionário da Riu à espera nas chegadas, que nos leva para a lounge da Manta Air (a companhia aérea responsável pelo transfer regional) e vem-nos buscar à hora do voo de ligação entre Malé e o aeroporto de Dhaalu. O voo tem uma duração de cerca de 35m.

À chegada a Dhaalu, temos novamente um funcionário da Riu à espera, que nos organiza o transporte até ao porto para o embarque no barco do resort para a ligação marítima, que tem uma duração de cerca de 30m.

Como já referi, o resort é composto por dois hotéis, cada um na sua pequena ilha e funcionando no esquema habitual da Riu (um 5* só para adultos e outro 4* para os restantes hóspedes). As duas ilhas estão ligadas por um enorme passadiço em betão.

O Riu Atoll 4*, onde ficamos hospedados, não está a funcionar a 100%, estando partes do resort em fase de acabamentos, pormenor crítico foi o facto de o buffet principal estar ainda inoperacional (os hóspedes têm que se dirigir à outra ilha). De resto, tem em funcionamento o bar de praia, o sports bar 24h (tem mesas de bilhar, matraquilhos, jogos de tabuleiro), a loja de conveniência do resort, o spa e ginásio, o anfiteatro de entretenimento noturno, bem como uma pequena zona destinada às crianças, com piscina e baloiços.

O hotel de 5 estrelas (Riu Palace), futuramente destinado só para adultos quando tudo estiver a 100%, é em quase tudo semelhante ao Riu Atoll mas numa escala mais intima, nessa ilha existe um buffet e uma piscina com bar associado.

Ambos os hotéis possuem uma organização semelhante, com “blocos” de quartos junto à praia, e uma série de water villas, a diferença está no tamanho e disposição dos quartos. Por exemplo, a presença ou não de banheira (só no Palace), ou piscina privada (só nas water villas do Palace). Em relação às water villas, existem 3 apartamentos em cada uma, com mini bar com soft drinks e bebidas alcoólicas, um alpendre com sunbed, cadeiras de praia, chuveiro de água doce e mais importante de tudo… acesso direto à água. No Riu Palace 5* o apartamento do meio nas water Villas tem uma piscina privativa.

No passadiço que liga ambos os hotéis está localizada a recepção do resort, o molhe principal de atracagem para barcos e as water vilas do Riu Palace 5*.

Pontos positivos:
  • Qualidade de acabamentos e espaço dos quartos. Fiquei impressionado com a qualidade dos alojamentos, tanto no quarto de praia como na water villa. A decoração e materiais modernos faziam um belo contraste com o azul do mar e o extenso areal;
  • Qualidade no atendimento e profissionalismo do staff. Muito do staff é oriundo do Sri Lanka, com alguns europeus, indianos, maldivanos, mauricianos pelo meio. Todos extremamente atenciosos e profissionais no seu tratamento dos hóspedes, sentimos realmente que estamos a ser mimados durante toda a nossa estadia;
  • Organização excelente no processo de transfer, para e do resort;
  • Areal extenso e bem tratado do lado do Riu Atoll 4*, a areia é boa e apesar dos avisos no trip advisor, não achei necessário usar sapatos de água para proteger dos restos de coral;
  • Um mar glorioso, quente e com uma cor e transparência difíceis de acreditar;
  • Disponibilidade de equipamento recreativo para desportos aquático. Caiaques, gaivotas, paddle boards, snorkel, é tudo gratuito com a exceção das motas de água;
  • Ginásio gratuito e bem equipado;
  • Wi-fi ilimitado, gratuito e com uma cobertura e velocidade realmente impressionantes. Só tivemos que meter o login e password uma única vez à chegada, e depois foi só desfrutar;
  • 80% dos hóspedes são chineses, e por alguma estranha razão, o povo chinês é completamente contra apanhar sol ou fazer praia… ou seja, as praias e piscinas estão desertas durante o dia, habitadas pelos poucos europeus que vemos no resort;
  • Boa qualidade das bebidas disponibilizadas (inclusive os vinhos), bem como na confeção dos cocktails;
  • Regime tudo incluído é mesmo tudo incluído, 24 horas por dia, bebidas, comida, wi-fi.
  • Muitas poucas crianças no resort, reboliço ao mínimo.
Pontos negativos:
  • Pouca variedade na comida, o buffet principal tinha enorme repetição de pratos e sobremesas, apesar da boa qualidade dos produtos e confeção, tornou-se um pouco cansativo;
  • 4 Restaurantes à la carte, 2 em cada hotel, contudo os mesmos são muito requisitados e os hóspedes no Riu Atoll 4* só podem usar o restaurante italiano e o steak house, sendo que o Japonês e o Gourmet são de uso exclusivo dos hóspedes do Riu Palace 5*;
  • Qualidade do areal no Riu Palace 5*, a areia é dura, muito coral na mesma, e essa ilha (a mais pequena das duas) no geral parece mais exposta aos elementos;
  • Excursões disponibilizadas pelo resort, existe uma excursão de mergulho a um recife próximo (não recomendo), um tour de mota de água (caro), e mais um ou outra coisa (preçário nas fotos);
  • Frequência do transporte entre as duas ilhas. Sendo que os hóspedes do Rui Atoll 4* só tinham o buffet na ilha do Rui Palace 5*, era um martírio ter que percorrer a pé a extensa ponte todos os dias. O resort disponibiliza um único buggy elétrico, com capacidade para 7 pessoas, manifestamente insuficiente para a lotação do resort. O problema era minorado pelo staff dar boleia nas viaturas de serviço;
  • Qualidade do entretenimento noturno… fico com pena de dizer isto, visto que a banda do resort é esforçada e o staff tenta puxar pelos hóspedes, mas a qualidade da música não é grande coisa e o entretimento resumia-se a uma noite branca com DJ, umas noites de música com um jogo musical pelo meio, e uma noite de cinema. Estando habituado aos resorts da Riu e Bahia Príncipe nas caraíbas, foi dececionante;
  • Não é de todo um destino para snorkeling, os poucos corais que existem estão num mau estado;
  • Não é um destino “kid friendly”, apesar de ter uma zona destinada aos mais novos, com baloiços e piscina, não existe entretenimento e animação para crianças, nem nadadores salvadores nas praias e piscinas;
  • No Riu Atoll 4* a zona da piscina fica mesmo em frente ao edifício que alberga o gerador do resort, havendo um constante ruído de fundo. Pessoalmente não me incomodou, mas “your mileage may vary” e para quem é mais suscetível ao ruído, irá ser dececionante pagar tanto por uma viagem de sonho para depois estar a ouvir um gerador o dia todo. De referir que os quartos são bem isolados e não se houve qualquer ruído dentro dos mesmos.

CONCLUSÃO

Recomendo! O resort apresenta uma boa relação preço/qualidade, tendo como pontos fortes um regime tudo incluído que significa mesmo TI, excelente qualidade das instalações, staff atencioso, e um bom areal/mar para desfrutar com tranquilidade.


DICAS
  • Riu Atoll 4* ou Riu Palace 5*? Eu recomendaria o Rui Atoll 4*, a relação preço qualidade é superior, tem um areal de melhor qualidade, os quartos são de excelente qualidade e o upgrade para uma water villa não é assim tão caro, sendo as mesmas excelentes;
  • Localização do alojamento é importante!
    • (1) Se tiverem oportunidade escolham os quartos e villas que estão sinalizados no esquema abaixo, pois aí podem desfrutar de um pôr-do-sol magnífico todos os dias. No caso das water villas, é ainda mais importante, pois como o sol desce no lado dos alpendres das villas sinalizadas, temos sol a tarde toda;
    • (2) Pedir um quarto no rés do chão quer dizer acesso direto a praia, vale a pena;
    • (3) O lado da ilha que sinalizei é menos exposto ao vento e mais agradável no geral, evitem a todo o custo um quarto num dos blocos do lado oposto onde as embarcações fazem a aproximação;
  • Gorjetas, apesar de não serem esperadas ou mesmo subtilmente sinalizadas pelos funcionários do resort, deixamos sempre um gratificado diário ao staff de limpeza do quarto, no valor de 2 USD, o suficiente para termos o minibar sempre com stock, e um bonito animal feito com toalhas todos os dias à nossa espera no quarto;
  • Por falar em toalhas, não existe o sistema de troca como nas caraíbas, todos os dias deixam toalhas de praia lavadas no quarto, e podemos sempre ir buscar mais à piscina a qualquer altura, a certo ponto tínhamos umas 6 toalhas no quarto sem saber bem como :)
  • Não stressem com os transfer e as horas dos vossos voos internacionais, nós estávamos preocupados com atrasos devido à complexidade do transfer, mas a Riu foi impecável e com uma eficiência impressionante, tratam de tudo;
  • A loja de souvenirs do resort não é muito cara e tem uma excelente variedade de lembranças, se tiverem preocupados que não vão ter oportunidade de levar algo das maldivas para decorar a vossa casa ou dar a amigos/familiares, não estejam. Podem pagar em cash USD ou com Revolut/outro cartão mastercard;
  • Façam a reserva para os restaurantes à la carte logo no ato do check-in, são concorridos, apesar da qualidade da comida não ser nada de especial, sempre quebra a monotonia do buffet;
  • Equipamento de snorkeling é gratuito no centro de mergulho, contudo só permitem o seu uso na zona em frente do mesmo. Se querem estar à vontade para explorar os poucos corais que existem, levem o vosso próprio conjunto (não vale a pena barbatanas, pois a corrente é negligenciável), recomendo o extremo da ilha do Riu Atoll 4*, onde acabam os blocos de quartos de praia, é uma boa zona para ver peixinhos coloridos e alguns corais vivos;
  • Não são necessários adaptadores de corrente para as tomadas, são compatíveis com o que usamos em Portugal, e ambos os lados da cama têm portas USB para carregar equipamento electrónico.
187973


PERGUNTAS FREQUENTES

Como se efetuam os transfers?


O gabinete de reservas do resort trata da marcação dos transfers a partir de Malé. Cerca de uma semana antes da data de check-in, eles entram em contacto com uma ficha em pdf, onde devemos preencher os detalhes dos nossos voos internacionais, bem como os dados de cada passageiro (passaporte, nome, etc.).

Notas:
(1)
A partir de Novembro 2019, essa ligação será feita através de hidroavião, não tendo informação sobre se tal irá afetar o preço do transfer.

(2) Bagagem no voo regional – Por pessoa, 22kg bagagem de porão, 1 bagagem de cabine até 5kg e 10kg no caso de crianças até aos 2 anos. Bagagem em excesso terá um custo de 5 USD/kg mediante disponibilidade.


Taxa turística?

Chama-se taxa ecológica e não está incluída no preço da reserva, tem um custo de 6 USD por pessoa, por noite, e é paga no resort. Não existe nada a pagar no aeroporto quer à chegada ou partida.

Moeda?

Gorjetas, compras e similares, são pagas em dólares americanos (preferência local), contudo só levamos dólares suficientes para gorjetas. Todas as outras despesas foram pagas com recurso ao cartão de crédito Revolut.

Visto?

O layover no aeroporto de Istanbul, não requereu visto, pois não passamos da segurança, será necessário um visto se quiserem explorar a cidade num layover de maior duração.

Nas Maldivas, preenchemos um pequeno questionário durante o voo, que depois é entregue no controlo de passaporte à chegada a Malé.

Vacinação?

Não foram necessárias quaisquer vacinas.

Mosquitos, animais, alergias?

Não existem mosquitos no atol (graças a deus), nem quaisquer outros bicharocos que possam incomodar, tais como alforrecas, peixes venenosos ou perigosos. Existe sim um tipo de corvo um pouco barulhento, e uma espécie de morcego da fruta gigante (diurno) que se vê frequentemente a voar entre os coqueiros. Para quem sofre de alergias, como eu, não notei qualquer agravamento, aliás, a qualidade do ar e a baixa presença de pólen, levou mesmo à melhoria das mesmas durante a estadia. De qualquer modo o resort tem um gabinete médico.

Late Check-out, upgrade water villa?

O late check-out no resort, mediante disponibilidade do quarto, tem um custo de 25 USD por hora, a partir das 12h00. Se tal não for de agrado/possível, e o transfer para o aeroporto de Dhaalu, continua a ser possível usar livremente todas as instalações do resort, e é disponibilizado um amplo balneário de cortesia para tomar duche e trocar de roupa.
Se quiserem fazer a maluqueira de fazer um upgrade espontâneo para uma water villa durante a vossa estadia, a mesma tem um custo adicional de 122 USD a noite. Preço para uma villa no Riu Atoll 4*.

VIDEOS/FOTOS




187974


187975


187976


187977


187978


187979


187980


187981


187982


187983


187984
 
Última edição:

Vitor62

Banidos
Excelente report com belas fotos e todos os pormenores.
Se pensarem voltar às Maldivas tentem uma ilha com recife... e um pouco mais tradicional.
Ahh... e as Maldivas não é o melhor destino para quem procura entretenimento noturno... muito pelo contrário ;)
 

JPedro

Membro
Excelente report com belas fotos e todos os pormenores.
Se pensarem voltar às Maldivas tentem uma ilha com recife... e um pouco mais tradicional.
Ahh... e as Maldivas não é o melhor destino para quem procura entretenimento noturno... muito pelo contrário ;)
Obrigado! Fiquei a perceber o teu fascínio pelas Maldivas, é realmente um destino incomparável com qualquer outro que já visitei até agora... quando cheguei a casa pesquisei "where to go next after the maldives", e a maioria das respostas foi do género "não vale a pena ir a mais lado nenhum se procuras algo semelhante, volta às maldivas", por isso acho que vou aceitar a tua dica e voltar de certeza :)
 

Ricardo_7

Membro Conhecido
Olá :)

Muito obrigado pela fantástica partilha! Informações muito úteis, acompanhadas com fotos e vídeos que só aumentam a vontade de conhecer o paraíso chamado Maldivas🙌

Boas viagens :D
 

CristinaBF

Membro Conhecido
olá @JPedro
Parabéns pelo report, obrigada pela partilha
As Maldivas é a minha viagem de sonho e espero realiza-la😀
Belas fotos
Continuação de boas viagens
 

PauloNev

Moderador Sénior
Staff
Muito obrigado pela partilha.
Mais um membro do Portal que foi mordido pelo bichinho das Maldivas. :D
Como destino de praia e descanso é realmente do melhor, acha t€mpo para tal.
Boas viagens;)
 

yara

Membro Conhecido
Obrigado pelo report!
Este era um resort que tinha em vista ano passado quando fui às Maldivas, depois acabei por mudar de ideias devido a algumas circunstâncias mas é um bom motivo para voltar....:cool:
 

Sandro Trigo

Membro Conhecido
Pedro, um report sobre este recente resort nas Maldivas com muitíssima informação (acredito que alguns inconvenientes irão ser atenuados com o decorrer do tempo, pois quando muito recentes os resorts têm a tendência a tê-los).

Belos vídeos e belas fotos, como é hábito em quase a totalidade das ilhas/atóis das Maldivas.

Muito obrigado por esta vossa partilha.
 

Gonçalo Martins

Membro Ativo
Olá JPedro,

Grande report, muito obrigado! E com preços e tudo, para se ficar com a ideia concreta. Excelente!

Só fiquei com uma dúvida, falaste em quartos de rés do chão, terei percebido bem? Isso significa que, nos quartos na praia, existem quartos num 1º andar, sem acesso directo à praia?
 

JPedro

Membro
Olá JPedro,

Grande report, muito obrigado! E com preços e tudo, para se ficar com a ideia concreta. Excelente!

Só fiquei com uma dúvida, falaste em quartos de rés do chão, terei percebido bem? Isso significa que, nos quartos na praia, existem quartos num 1º andar, sem acesso directo à praia?
Sim, cada bloco de quartos tem 4 quartos no R/C e 4 no 1º piso. Os quartos no R/C abrem directamente para o areal, sem varanda. Os quartos no 1º piso têm varanda virada para o areal mas o acesso implica dar a volta ao bloco.
 

Celi

Membro
Olá a todos.

Estive em julho de 2019 no hotel kudafushi e para quem tem dúvidas, não hesite .
Ilha pequena, com comida óptima principalmente para europeus, um mar incrível, areia da cor de farinha, quartos lindos, limpos, coral lindo.
Um hotel 5 estrelas em todos os sentidos. StAff fora de serie. Queremos voltar, sem dúvida.
Para chegar a ilha e necessário apanhar avião e barco.
Nos marcamos voo da Turkish, saímos do Porto e o hotel foi marcado na DSI resin que tinha um preço muito atrativo comparativamente com booking.
 
Top