Novidades

[Report] Malásia : Kuala Lumpur + Pulau Redang Agosto de 2016

Dsanto

Membro Conhecido
Chegou finalmente o dia de conhecer a Ásia. A Malásia não era de todo a primeira opção de destino, a ideia era Tailândia, mas por ser época das monções para esses lados restou apenas como alternativa: Indonésia (Bali) e Malásia. A ideia de misturar a vertente cultural com uns dias de praia idílica pareceu mais bem preenchida pela Malásia e então o destino ficou decidido.

O voo de partida foi pela Turkish Airlines (Porto-Istambul-Kuala Lumpur). Foi a nossa primeira vez nesta companhia e achamos a melhor em que já viajamos. Não fosse a escala de 4 horas e tinha sido um trajeto perfeito.

Chegámos a Kuala Lumpur já de noite, tinhamos transfer privado para o Traders Hotel, situado mesmo em frente às Petronas. A viagem durou cerca de 40 minutos. O hotel é imponente e bastante luxuoso, tinhamos reservado quarto com vista previlegiada para as Petronas e não podiamos ter ficado mais satisfeitos. Foi sem dúvida o melhor hotel onde já estivemos instalados. Impecável em todos os sentidos.

Vista da nossa janela

O quarto



Saímos para jantar no Suria, o shoping das Petronas, não me lembro do nome do restaurante mas foi bastante barato. Embora houvesse muitos restaurantes no shoping eram todos de comida asiática, estavamos reticentes mas já diz o velho ditado: “Primeiro estranha-se, depois entranha-se.”

Para o dia seguinte estava planeada ida às Batu Caves, chamamos um Uber, foi baratíssmo e depressa estavamos lá. É realmente um complexo impressionante, muito imponente e sem dúvida uma das imagens de marca do país. Começámos pela entrada ao templo de Murugan, que não se paga. Depois de uma subida de uns quantos degraus lá entramos nas caves onde se podem visitar uns quantos templos hindus. Como não tenho qualquer intimidade com a religião apreciei de uma perspetiva leiga aqueles altares tão diferentes, tão cheios de cor que chegam a parecer coisa de faz-de-conta.

Entrada nas Batu Caves


Subida



Alguns Altares





Entretanto estava a abrir a Dark Cave e fizemos o tour. Não iamos com muita expectativa mas adorámos. Foi um percurso a pé por cavernas escuras, de lanterna em punho na expectativa de ver alguma aranha ou cobra e sempre com a banda sonora dos 200 000 morcegos que ali vivem. Um lugar bastante inóspito, sem dúvida foi uma aventura que valeu a pena!

(continua...)
 
Última edição por um moderador:

Dsanto

Membro Conhecido
Como havia wi-fi na zona voltamos a apanhar 1 uber para Chinatown. Realmente o paraíso da contrafação. Tanta barraquinha, tanta coisa... É impossível absorver aquilo tudo, a oferta era tanta que acabei por não comprar nem um alfinete, cheguei ao final sem me dar conta. De lá seguimos a pé para Central Market onde almoçamos no KFC. O comércio ali é diferente, é mais regional, mais interessante. Houve ainda tempo para o fish spa que ainda não tinha tido oportunidade de fazer. Como tudo ali, baratinho!

Chinatown

Central Market


Fish spa

Depois seguimos a pé sem destino com ideia de conhecer a Jalan Halor, e conhecemos, mas foi decepcionante. Os restaurantes começavam a abrir para o jantar, portanto ainda não havia as luzinhas e a noite que deverá camuflar muita coisa... À luz do dia a imundisse da rua aniquilava qualquer hipótese de ali comermos fosse o que fosse. Comida para servir ao lado de caixotes do lixo, Montes de moscas e um cheiro terrível. Mas eventualmente perdemos ali uma oportunidade gastronómica peculiar...

Continuamos o percurso e mais à frente já se viam bares e restaurantes em condições mas acabamos por continuar a pé até à zona do hotel, jantamos de novo no shoping das Petronas, desta vez no Chili’s onde os hamburgueres são maravilhosos.

O terceiro dia seria o ultimo em KL, fomos de manhã à compras no shoping, nas nossas outras idas as lojas já estavam fechadas...

De tarde apanhamos 1 uber para o Thean Hou temple. É lindíssimo e vale muito a pena. É um tempo budista. Aliás, lugar de culto sem qualquer restrição em termos de indumentária. Ponto para o budismo.

Tean Hou Temple

Altar exterior em Thean Hou Temple

Altares em Thean Hou Temple


Depois apanhamos novamente um uber para Little India onde passeamos.

Como não havia wi-fi em little india apanhamos de volta 1 táxi para o hotel, ao contrário do esperado, o preço foi semelhante ao uber, baratissimo.

Jantamos no famoso restaurante do hotel Gobo’s upstairs. Bom mas pouco e caro. E pronto fomos dormir porque às 04:30 estariamos a ser levados de volta ao aeroporto.

(continua...)
 
Última edição por um moderador:

Dsanto

Membro Conhecido
Voo muito bom da Malaysian Airlines. Fomos de van até ao porto e lancha até a uma nova van para nos levar ao hotel The Taaras Beach SPA & Resort na ilha de Pulau Redang. Chegamos perto da hora de almoço, almoçamos no Aima, um restaurante familiar mesmo à entrada do hotel. Super barato e comida muito boa. O local não é o de melhor aspeto mas em termos de limpeza não havia o que apontar.

Caranguejo super barato no restaurante Aima

Instalamo-nos numa suite a seguir ao almoço. Muito espaçosa e confortavel e a partir daí foram 5 dias e 4 noites de puro ócio. No primeiro dia ainda jantamos no buffet do hotel mas não gostamos da comida e nem do preço e passamos a fazer todas as refeições no Aima.

A suite do resort

O resort

Zona das piscinas

A praia é de facto a melhor onde já estivemos. O mar mais quente e calmo, a areia mais branca e a água mais transparente. O mood lá é muito zen. Nada de barulho, nada de gente amontoada... A praia era grande e portanto as pessoas ficavam longe umas das outras, o mesmo no mar. E o mar... Esse faz a maravilhas de qualquer um, pois a meia dúzia de metros da costa já se conseguem ver peixinhos coloridos...

A praia
...


À noite a animação passava apenas por 2 horas de karaoke. O verdadeiro dolce fare niente.

A viagem de regresso foi mais penosa. Voltamos à maratona de van+barco+ van para esperarmos por 1 avião para KL. Espera de 5 horas por um voo para Istambul e depois mais espera de 4 horas de 1 para o porto. Foi de facto muito cansativo. Viagens com uma soma de horas tão longa não fazem parte das minhas intenções todos os anos, mas de tempos a tempo tenciono sem dúvida voltar a estes lados, este primeiro contacto com a Ásia superou em muito as expectativas.
 
Última edição por um moderador:

PauloNev

Moderador Sénior
Staff
Muito obrigado pela partilha.
Tive para esta viagem o ano passado, mas acabei por ir parar as Maldivas.
Belas fotos de um destino que espero em breve visitar.
Boas viagens ;)
 

rmonteiro

Membro Conhecido
Boa aventura, sem duvida que a Ásia encanta sempre.
Essa praia parece ser muito interessante :cool::cool:
Obrigado pela partilha com bons pormenores no report ! ;)
 

Deni

Membro Conhecido
Olá @Dsanto
que bela viagem :) não sei como ainda não tinha reparado neste report.
Também estive na Malásia o ano passado e foi uma viagem que me marcou muito... infelizmente não estive em Redang, apesar de ter quase feito uma visita de 1 dia desde as Perhentian, no entanto, a viagem de barco era bastante cara e terá de ficar para uma proxima visita :(
obrigada pela partilha :)
 

Dsanto

Membro Conhecido
Olá @Dsanto
que bela viagem :) não sei como ainda não tinha reparado neste report.
Também estive na Malásia o ano passado e foi uma viagem que me marcou muito... infelizmente não estive em Redang, apesar de ter quase feito uma visita de 1 dia desde as Perhentian, no entanto, a viagem de barco era bastante cara e terá de ficar para uma proxima visita :(
obrigada pela partilha :)
Também estive para ir à Perhentian Cecil mas acabei por não ir :(
A Malásia deixou sem dúvida muitas saudades... Foi a minha primeira vez na ásia e este ano pondero um regresso ao continente.
Obrigada eu pela visita ;)
 

sarap

Membro Ativo
Bom dia !
@Dsanto na sua opinião KL é um destino seguro? Recomendava a uma mulher ir sozinha?
Isto porque adorava ir a Kuala Lumpur mas duvido que tenha companhia, em 2017 já abdiquei de ir por falta de companhia mas a ideia de ir vai ganhando cada vez mais forma na minha cabeça...
Obrigada pelas fotos e pela descrição do V/ roteiro!
Boas viagens,
SbP
 

Dsanto

Membro Conhecido
Bom dia !
@Dsanto na sua opinião KL é um destino seguro? Recomendava a uma mulher ir sozinha?
Isto porque adorava ir a Kuala Lumpur mas duvido que tenha companhia, em 2017 já abdiquei de ir por falta de companhia mas a ideia de ir vai ganhando cada vez mais forma na minha cabeça...
Obrigada pelas fotos e pela descrição do V/ roteiro!
Boas viagens,
SbP
Olá,
achei muitíssimo seguro e acho que pode perfeitamente ir sozinha. Achei uma cidade muito evoluída, aliás no passeio a pé que relato chegamos a deambular um pouco "perdidos" pela cidade e em nenhuma rua (algumas desertas) nos sentimos inseguros. É um país onde diversas religiões convivem harmoniosamente e não estive em nenhum lugar que achasse mais duvidoso ou que inspirasse certa cautela.
 

Deni

Membro Conhecido
Bom dia @sarap
O post nao é meu, mas penso que posso dar a minha opinião... estive o ano passado na Malásia e estive em KL e achei bastante seguro.
 
Top