Novidades

[Report] Malásia e Siem Reap

Deni

Membro Conhecido
A programação desta grande viagem já estava feita há mais de 1 ano, mas pelo facto de, nesse ano, termos tido férias num mês não muito favorável em termos climatéricos para ir à Ásia, teve de ser adiada. Este ano então, as férias foram marcadas especificamente com o intuito de ir até à Malásia
O plano estava feito:

Langkawi -> Siem Reap -> Perhentian islands -> Kuala Lumpur

de 17 de Abril a 3 de Maio.

O bilhete de avião foi comprado com cerca de 2 meses de antecedência e seria um combinado: ida de Lisboa até Langkawi (com escala na Turquia e Kuala Lumpur) e volta de Kuala Lumpur para Lisboa (apenas com escala na Turquia), realizado pela Turkish airlines e que nos custou 585€/pessoa.
Posso dizer que nunca tinha tido uma viagem tão atribulada como esta. Já havia ficado sem malas aquando da nossa ida à Tailândia, mas esta viagem foi inigualável...
Assim sendo, saímos de Lisboa com um pequeno atraso de 30 minutos. Nada de preocupante, uma vez que a nossa escala na Turquia era de 3h. Ao chegar à Turquia, qual não é nosso espanto quando verificamos que o nosso voo para Kuala Lumpur estava atrasado 5h!!! Com este atraso, já não nos seria possível apanhar o ultimo voo para Langkawi... Dirigimo-nos imediatamente a um balcão para ver que soluções nos eram apresentadas. Começaram por nos dar um voucher para jantarmos nessa noite e remarcaram-nos um voo para Langkawi. A questão é que o nosso voo original saia às 18h30 e o novo voo seria só por volta das 8h da manhã do dia seguinte... a primeira noite de hotel já era... Ainda insisti se não havia outro mais cedo, mas não havia nada. As 8h de espera na Turquia deram tempo para pesquisar bem quais eram os nossos direitos, e com isto, exigi também que me deixassem fazer uma chamada para o nosso hotel avisando que não iríamos usufruir da primeira noite, mas que estaríamos presentes no segundo dia.
Depois de toda esta espera, lá apanhamos o avião para kuala Lumpur e ao chegar ao aeroporto tínhamos umas senhoras à nossa espera para nos levar para um hotel que fica dentro do próprio aeroporto de KUL. O hotel de 5* era espectacular, de nome Sama Sama e serviu-nos para tomar um bom banho, contactar com os nossos familiares com todas as novidades, dormir umas horitas e tomar um espectacular pequeno almoço. (Diga-se de passagem, no meio de todos os contratempos, acabamos por ficar num hotel que foi melhor do que qualquer um, durante toda a restante estadia na Ásia :p)

Langkawi


Finalmente, depois de cerca de 36h em trânsito, lá chegamos a Langkawi, ainda a tempo de tomar um segundo pequeno-almoço no hotel Royal Agate Beach Resort, um hotel simples mas mesmo junto à praia na avenida principal onde estão os restaurantes e comercio na praia de Pantai Cenang.

Vista do terraço do nosso hotel, onde tomavamos o nosso pequeno-almoço:

Ficamos 5 noites em Langkawi (só usufruimos de 4) e foi o início perfeito para esta viagem, pois esta ilha consegue aliar o descanso com inúmeras actividades com que presenteia os viajantes.

Aqui, além de fazermos muita praia, que é sempre o propósito principal nas nossas férias, pudemos subir de teleférico até à Skybridge de Langkawi. Esta ponte está a cerca de 700m acima do nível do mar e permite ter uma vista incrível, não só da ilha mas também para o território da Tailândia e até Indonésia. O acesso é feito através de um teleférico que dura aproximadamente 20 minutos e passa por cima de cascatas e de muitas muitas árvores.

 

Deni

Membro Conhecido
Outra das actividades que já íamos com vontade de fazer era o Parasailing. Desde a nossa viagem as Seychelles que ficamos tentados em experimentar mas la os preços eram proibitivos e aqui já nos foi possível viver esta experiencia. (Uma das coisas que adoramos na Ásia é o não nos sentirmos pobres como em outras partes do mundo :p)
Num dos dias, acordarmos cedinho e decidimos ir de táxi ate uma praia da qual tínhamos lido que era umas das mais bonitas de Langkawi: Tanjung rhu beach. Chegamos lá e tivemos a praia só para nós praticamente toda a manhã, no entanto, tentamos estender a toalha em frente às espreguiçadeiras do hotel que existe nesta praia e apareceu um guarda pedindo-nos para ir para a zona mais afastada :/

Numa das muitas lojas que existem em Pantai Cenang tinhamos visto uma excursão de um dia a Koh Lipe: as Maldivas da Tailândia. Ficamos tentados e acabamos por resolver fazê-la...
Koh Lipe é uma pequena ilha tailandesa em forma de boomerang que dista apenas uns 40 km da Malásia. Apesar de ser uma ilha Tailandesa, a forma mais fácil de lá chegar é mesmo através de um dos ferrys que saem da ilha de Langkawi.
Basicamente a tour consistia no transfer do hotel para o porto e do ferry ate Koh Lipe e depois na volta igual. O processo de saída e entrada no pais é todo feito nos próprios portos, tanto em Langkawi como em Koh Lipe. É engracado que em Koh Lipe o serviço de emigração é uma bancada na praia ;)
No dia da nossa tour, apanharam-nos bem cedo no nosso hotel, e levaram-nos para o porto com bastante antecedência para tratarmos da papelada. Enquanto aguardávamos que o senhor da emigração chegasse, começou a chover imenso e começamos a ficar com receio de ter desperdiçado 100€ (que foi quanto nos custou a tour) pois não iríamos conseguir nem fazer praia nem ver as famosas cores de Koh Lipe. Carimbados os passaportes, fomos de ferry ate ao largo de Koh Lipe, numa viagem que durou cerca de 1h. Aí trocamos para um long tail boat e deixaram-nos na praia. Tivemos o resto do tempo por nossa conta, só tendo hora marcada para estar na bancada de emigração novamente a tarde.
Koh Lipe tem 3 praias: a praia onde chegam os barcos: Pattaya beach; Sunset beach e Sunrise beach que é a mais bonita das 3. Ao chegar à Pattaya beach, resolvemos percorrer a Walking Street (uma pequena rua com todo o tipo de comercio, desde restaurantes, casas de câmbio, hosteis, etc...) até à Sunrise beach e ficar por lá. A chuva acabou por acalmar e o sol abriu para nos dar um vislumbre das cores da Tailândia.
 
Última edição por um moderador:

Deni

Membro Conhecido
Iniciativa em Koh Lipe:

Siem Reap - Cambodja
Deixamos Langkawi no voo da Airasia já muito atrasados e acabamos por chegar a Kuala Lumpur ja em cima do horário do nosso voo para Siem Reap, o que fez com que ja nao nos deixassem embarcar :( nao acreditava que iamos passar por tudo outra vez... Mas desta vez, a responsabilidade foi considerada nossa, pois os 2 voos foram comprados separadamente e quando o fizemos deveríamos ter comprado com uma diferenca de pelo menos 3h (segundo a Airasia), como tínhamos uma escala de cerca de 2h ja nao se responsabilizaram e tivemos de pagar do nosso bolso. Pior do que pagar um novo voo, foi ter de aguardar ate a manha seguinte pelo próximo voo... Aproveitamos essa tarde para visitar Kuala Lumpur.
Tinha receio que ao não ter ido no voo pra Siem Reap, me cancelassem o voo de volta, mas asseguraram-me que nao haveria problema. Isto porque sabia que existem companhias que cancelam o voo de volta quando o viajante nao comparece no de ida.
A nossa ida ao Camboja tinha o propósito de visitar os templos de Angkor wat.
Decidimos que iríamos apenas um dia aos templos e o resto do tempo iriamos aproveitar para visitar outras coisas. Contudo, com o atraso de meio dia já não nos permitiu ter o tempo que pretendíamos e optamos por ir visitar apenas Beng Mealea.
Sabiamos que apesar de ser epoca baixa, a quantidade de turistas é sempre muita e os templos acabam por perder um pouco da sua essência. Por acaso, em pesquisas que fiz, surgiu Beng Mealea, como um templo que evoca os de Angkor wat numa epoca em que eram menos conhecidos. A particularidade de Beng Mealea é que este nao foi alvo de qualquer tipo de restauração e permanece em ruínas envolto em vegetação.
Beng Mealea fica a cerca de 1 hora de carro de Siem Reap e tem um preço de entrada de apenas 5 dolares. Nao é aconselhável ir de tuk tuk, pois a distancia e o pavimento tornam a viagem muito dura. Em termos de dimensão, é muito mais pequeno do que Angkor e vê-se nas calmas em 2horas.
Chegamos por volta da hora de almoço e estava muito pouca gente. Inclusive nem encontramos ninguém na entrada para nos pedir o bilhete. Andamos por ali a vontade a fotografar e inclusive subimos a algumas ruinas.
 

Deni

Membro Conhecido

No dia seguinte fomos entao a visita de Angkor Wat que foi pre-programada em Portugal. Dica aqui do portal, reservamos com Mr. Asean. Podem ver os programas dele aqui: Best Cambodia Tour Guide -Best Siem Reap Tour Guide -Best Angkor Wat Tour Guide
Mr. Asean foi sempre muito prestavel, respondia aos emails sempre muito prontamente. Inclusive por causa do atraso do voo nao iriamos conseguir chegar a tempo de fazer a tour no dia programado e quando lhe contamos o sucedido, ele trocou a visita para o dia a seguir sem problema algum.
Começamos o dia bem cedo, pois queriamos ver o nascer do sol e ainda tinhamos de comprar o bilhete antes. O valor da entrada aumentou imenso este ano. Ha muito tempo que a entrada de 1dia custava 20dólares e a partir de fevereiro passou a custar 37 dolares.
O tour foi acompanhado pelo Mr. Ho (guia) e Mr. Leak (condutor). Foram ambos sempre muito simpaticos e no final ainda nos ofereceram uma pequena surpresa.
Este tour incluia ver o nascer do sol em Angkor Wat, Pre Rup Temple, Ta Prom, South Gate, Bayon, e regressamos a tarde a Angkor Wat para o visitar por dentro.

 

Deni

Membro Conhecido

As noites em Siem reap sao sempre muito animadas com os seus vários mercados e as ruas cheias de música, restaurantes por todo o lado e sempre muita, muita gente. O hotel onde ficamos foi o Fancy Boutique villa, um pequeno hotel recente, muito em conta e com uma boa localização, pois permitia-nos ir a pé ao centro de Siem Reap.
No dia seguinte de manha, era hora de apanhar o primeiro aviao para regressarmos a Kuala Lumpur e dali ir para as Perhentian islands.

Mais um voo, mais uma aventura... Esta aventura começou alias ainda em Portugal... para chegar ate as Perhentian temos de apanhar um voo interno ate kota Bharu, seguido de um taxi ate kuala besut (com duraçao de 1h sempre a acelerar) e dai apanhar um barco ate uma das 2 ilhas que compõem as Perhentian, sendo que o último barco sai as 16h.
Vi um voo com um bom horário e SUPER BARATO da Malindo Air e comprei-o com alguma antecedência. Passado uns tempos, recebi um email a alertar me que o horário dos voos (ida e volta) tinha sido alterado. A alteração do voo de ida já nao me permitia chegar a tempo de apanhar o ultimo barco. Liguei pra eles, gastei imenso dinheiro, e não conseguimos chegar a um consenso até que tive de pedir para me reaver o dinheiro e comprei outro voo pela Airasia.
Quando chegou a altura de seguir neste novo voo da Airasia, adivinhem?? Atrasou-se quase 2h... pior, para além de se atrasar, chegamos a meio do trajeto e tivemos de voltar para trás pois o avião estava com problemas técnicos!!!! Ou seja acabamos por perder a mesma o último barco...
Por sorte, no mesmo voo estavam um grupo de chineses que também iam para as Perhentian e que alugaram um barco para eles e nos colamo-nos e fomos com eles ate ao nosso destino. Se assim não fosse, teríamos de ficar uma noite num hotel na zona do porto e só apanhar o barco para as ilhas no dia seguinte de manhã.
 

Deni

Membro Conhecido
Perhentian island
As ilhas Perhentian são compostas por duas ilhas: uma maior (Besar) e outra mais pequena (Kecil). Por aquilo que fui lendo a ilha mais pequena teria uma vibe mais jovem onde os mochileiros se acomodariam enquanto que a ilha maior seria indicada para quem quer descanso. Por opção, escolhemos ficar na Kecil, mas quando começamos a tentar marcar o alojamento com cerca de 2 meses de antecedência, aquelas datas estavam ocupadas em grande parte dos alojamentos e os que não estavam, eram bastante caros. Depois de varias simulações, marcamos apenas 3 das 4 noites no Ombak dive resort, por um preço mais dentro do nosso orçamento mas mesmo assim, o mais caro de todas as ferias. A última noite acabamos por marcar (depois de muito procurar e já a ultima da hora) para a ilha Besar no Bayu Dive por uma modica quantia de 17,5€ através do Agoda, com pequeno almoço incluído :D Este alojamento era um pequeno bungallow situado mesmo na praia, mas que apenas dispunha de ventoinha e a água do banho era fria. Na realidade não fez grande diferença e se fosse hoje, se calhar poupava uns trocos e ficaria mais tempo neste bungallow pois a diferença de preços foi enorme e a praia em frente a este era muito boa.

Para falar a verdade, não notei grande diferença entre as duas ilhas e gostamos igualmente das duas.
Aqui a ideia era para aproveitar ao máximo as praias. Em qualquer uma das 2 ilhas podia-se facilmente alugar um táxi boat para alcançar algumas praias maravilhosas, uma delas, a Turtle beach. É assim chamada, não porque seja possível ver tartarugas, mas porque a partir de uma determinada hora, as tartarugas vêm nidificar e é até proibido ficar na praia (penso que é a partir das 15h/16h).
 
Última edição por um moderador:

Deni

Membro Conhecido

Num outro dia, pedimos ao nosso já amigo do taxi boat (um puto com uns 14/15 anos :O) que nos levasse até à Quiet beach e combinamos a hora de regresso. Estivemos por lá umas quantas horas com a praia só para nós!
 

Deni

Membro Conhecido
Outra das praias que visitamos nestas ilhas foi a Teluk keke. Esta praia, ao contrário das outras, já está preparada com um pier para os barcos e café e até tem um parque de campismo. Nesse fim-de-semana estava a decorrer um acampamento de jovens e haviam várias actividades, como zumba e até um insuflável na água. Escolhemos um canto bem mais sossegado e afastado do parque e usufruímos da praia.

Um dos tours que oferecem em ambas as ilhas é o "3 points snorkelling tour", que basicamente consiste em fazer snorkel em 3 locais: Coral garden, shark point e turtle point. É um tour bastante barato, mas que, para mim deixou muito a desejar. No primeiro local, vimos os corais e alguns peixitos, mas nada de especial... No shark point, tubarões nem vê-los... (apesar de uma rapariga que foi no mesmo barco, ter quase a certeza de ter visto um ) e por fim, no turtle point, paramos o barco num local, com imensos outros barcos e cheio de chineses e realmente estava uma tartaruga no fundo do mar. Disseram-nos que em menos de 10 minutos, ela viria à superfície e aguardamos. Quando ela começou a subir, foi entusiasmante, mas umas chinesas começaram a tocar na tartaruga e ainda tive de dar um safanão numa dizendo pelo tubo "DON'T TOUCH!". Apesar de gostar de ver a tartaruga, fiquei com um sentimento de estar a participar de um turismo muito pouco sustentável :(

Havia a intenção de ir passar um dia inteiro a Redang, mas já não houve tempo suficiente. Há taxi boat a partir das Perhentian mas não é assim muito barato.
Ultimo dia nas Perhentian, aproveitamos a manha na praia em frente ao hotel e toca a fazer o trajecto de volta até Kuala Lumpur, a nossa última paragem. Speed boat da ilha até Kuala Besut, de seguida, um táxi até ao aeroporto de Kota Bharu e ia apanhar um avião para KL. Mais uma vez, o avião ATRASOU!!! Já vos disse que dos 5 voos pela Airasia que fizemos, TODOS eles atrasaram? A Airasia que tinha deixado uma tão boa impressão quando estivemos na Tailândia, nesta viagem só desiludiu...
 
Última edição:

Deni

Membro Conhecido
Kuala Lumpur
Para Kuala Lumpur tínhamos reservado um alojamento especial. Foi a primeira vez que utilizamos o airbnb e ficamos fãs.
O local escolhido foi um pequeno apartamento no 31º andar de um edificio bastante recente (2016) com uma vista e piscina infinita simplesmente espetaculares. Palavras para quê as imagens falam por si...
Nascer do sol, visto da nossa piscina:

Muita gente diz q Kuala Lumpur é uma cidade desprovida de interesse... pela minha experiência nao posso estar mais em desacordo e começando desde logo pelas imponentes Torres Petronas, icone de Kuala Lumpur. Marcamos a visita e subida as Petronas antecipadamente visto que acontece por vezes, esgotarem os bilhetes. A visita, no meu ver, é bastante curta mas não deixa de ser interessante ter esta experiência.
 
Última edição:

Deni

Membro Conhecido
Outra das experiências que adorei foi visitar o KL Butterfly park. Tive conhecimento deste parque através do nosso portal e como adoro borboletas, não podia deixar de o visitar. Este é um parque onde as borboletas voam livremente e onde podemos conhecer um pouco mais sobre estes insectos e vê-las bem de perto.

Chinatown é para mim, outro ponto de passagem obrigatória, principalmente pelas imitações de varios produtos que oferece a bons preços e sempre regateaveis.
Tambem tivemos oportunidade de visitar a rua Jalan Alor onde almoçamos, mas pessoalmente nao achei nada de especial e muitas das nossas refeições acabaram por ser feitas no centro comercial junto as Petronas (Suria KLCC)
Não somos pessoas de sair muito a noite, mas quando visitamos este tipo de cidades, com grandes arranha céus, gostamos de ir ver a cidade iluminada de um sitio alto e nada melhor do que um rooftop bar. Pesquisei e encontrei alguns mas houve um que me chamou a atenção: o Helilounge bar. Como o nome indica, este é um bar situado numa pista de helicópteros no topo de um edificio. Achei piada ao conceito e resolvemos visitá -lo na ultima noite em Kuala Lumpur, onde tomamos ambos um cocktail apreciando a vista. As bebidas nao sao baratas mas compensa pela experiência.

Na nossa ultima tarde em Kuala Lumpur, o tempo não estava famoso e como já tinhamos feito todas as experiências que tinhamos programado, resolvemos visitar o Aquaria KLCC. Este fica muito perto das torres Petronas e a sua principal atracção é o tunel em que vamos andando com toda uma vida marinha à nossa volta. Achamos muito interactivo, principalmente para quem visita com crianças. O valor de entrada para adultos é de 69 ringgits (cerca de 14€).

Considerações finais:
Esta foi uma viagem muito ansiada, com muitos percalços, muitas horas passadas em transportes de um lado para o outro, algum dinheiro perdido, por causa de aviões e noites de hotel não usufruídas, mas que no final, toda a experiência foi compensatória, sem sombra de dúvida...
Gastamos um total de 3327,5€ nesta viagem por 2 pessoas, sendo que 1444,89€ foram gastos com os voos (internacional e internos), 548€ com hoteis e o restante com todos os extras desde alimentações, transfer, seguros, entradas nas atracções, etc... foi uma das viagens mais caras que fizemos, mas podemos dizer que não nos privamos de nada.
É de salientar que assim que chegamos a Lisboa, fizemos reclamação junto da Turkish airlines, por causa daquele atraso no voo para Kuala Lumpur e fomos indemnizados com 600€ cada um. É um direito que muita gente não tem conhecimento.
E foi assim a nossa grande viagem até à Ásia, espero que gostem e que possa ajudar na programação da viagem de mais pessoas, assim como o Portal me tem ajudado a mim...

 
Última edição:

susy4

Membro Conhecido
Report fantástico .... e fotos brutais
Grata Deni por mostrar um pouquinho das vossas férias.
Dá cá umas ganas de fazer malas e ir apanhar um avião .....:mad::mad::D:D
 

Bruxinha viajante

Membro Ativo
Ainda estou a babar em cima do teclado... só tenho vontade de sair a correr do trabalho e apanhar o próximo avião para lá :eek::eek::eek:
Já andava com a Malásia "debaixo de olho", agora fiquei ainda com mais vontade. Este report fez com que saltasse mais uns lugares para a frente na minha "must go" a curto prazo :D
Obrigada pela partilha, report fantástico e fotos espectaculares, adorei!!! ;)
 

PauloNev

Moderador Sénior
Staff
Muito obrigado pela partilha.
Uma viagem muito interessante, e que passou por alguns locais que desejo muito conhecer.
Koh Lipe e as Perhentian estão na minha lista, e quando chegar a altura irei pedir algumas dicas :)
Boas viagens ;)
 

zb007

Membro Conhecido
Fantástico report, muito bom mesmo, fez-me rever por imagens alguns dos locais por onde já passei e não esquecerei, pena realmente os atrasos nos voos. Felizmente até hoje temos tido sorte :) e já andei muito com a AirAsia e sempre sem atrasos ou mínimos, por isso eu gosto sempre de marcar voos com alguma diferença. Quando há escalas por vezes é uma seca as esperas, mas temos menos probabilidades de perder os mesmos. Vamos voltar para esse lados pois anda não fomos ás Perhentian islands :)
 
Última edição por um moderador:

Deni

Membro Conhecido
Obrigada a todos pelas respostas :D apesar de todos os imprevistos, foi uma viagem maravilhosa
 

Dsanto

Membro Conhecido
Uau para este report ;)
Engraçado ver que partilho de muitas das opiniões presentes, como o facto de também ter adorado KL quando por norma dizem não ser muito interessante! E não pude deixar de me rever na situação de não ter apreciado a rua Jalan Halor e ter feito as refeições quase todas no SURIA. :) Saudades...
Obrigada pela partilha!
Boas viagens!
 

Deni

Membro Conhecido
Obrigada @DianaSanto... provavelmente terá a ver com o tipo de experiências que se tem em Kuala Lumpur. Eu adorei todas as actividades que fiz e o alojamento também ajudou a tornar a estadia mais agradável :)
 
Última edição por um moderador:

Ricardo_7

Membro Conhecido
Olá,

Muito obrigado pela fantástica partilha! :D Que maravilha de report e diga-se, aquelas praias e piscina infinita... :rolleyes:
Ainda bem que apesar das coisas menos positivas, o resto compensou tudo!

Boas viagens :)
 
Top