Novidades

[Report] ISTAMBUL - A cidade dos contrastes - by JJPPMM

JJPPMM

Membro Conhecido
ISTAMBUL - A cidade dos contrastes


PREPARAÇÃO E MARCAÇÃO DAS FÉRIAS

Cada ano que passa é sempre mais difícil e ao mesmo tempo fascinante a procura e a decisão sobre o local de férias de cada ano.
Muitas são as premissas que ao longo do tempo vão sendo colocadas e que vão limitando a possível escolha do destino.

Este ano embora as premissas não fossem muitas, havia uma que reduzia o leque das possíveis escolhas e era o facto de serem umas férias “ culturais “.

Muitos foram os amigos, colegas e conhecidos que deram a sua opinião. Muitos foram aqueles que sempre referiram e justificaram o destino que acabaríamos por escolher.

O fascínio de conhecer uma cidade com mais de 10 milhões de habitantes , de conhecer uma cidade milenar onde se misturaram durante muitos anos diversas culturas e o desafio e a aventura de conhecer usos e costumes tão fortes pressionados por uma religião quase fanática foram motivos mais que suficientes que nos levaram a escolher a fabulosa cidade de ISTAMBUL como destino de férias.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Istambul_SultanametPan.jpg


Existem voos directos desde Lisboa a Istambul pela Turkish Airlines mas os preços eram incomportáveis, cerca de 420 Euros. Tentei ver todas as ligações possíveis e aquela que mais se adequou em horário e preço foi a Lufthansa.
Preço total com taxas : 265 Euros
Saída de Lisboa no voo das 6.30 Hrs em direcção a Munique e depois a ligação a Istambul ás 11.25 hrs com chegada ás 14.30 Hrs.
Ou seja Lisboa – Munique em 2.40 Hrs e Munique- Istambul em 2.20 Hrs .
A volta ocorreu da mesma forma saindo de Istambul ás 16 hrs locais e chegada a Lisboa ás 22.00 Hrs.

Quanto ao HOTEL não tive muitos problemas na sua escolha pois um dos nossos amigos, o PMAR , aconselhou um onde já tinha ficado aquando da sua visita e do qual ele dava muito boas referências na relação qualidade preço . Também a nós nos ficou essa sensação.

O hotel foi o ORKA ROYAL HOTEL (Orka Royal Hotel ) que possui uma óptima localização no bairro de Sultanahmet a pouca distância das principais atracções turísticas.
Para vos dar uma ideia estávamos a 300m do complexo Mesquita Azul , Hipódromo , Hagia Sophia , a 200 m do Palácio Topkapi e do Museu de Arqueologia , a 800 m do Grande Bazar etc.
O preço foi de 600 Euros para 7 noites em quarto triplo com pequeno almoço e com oferta de um jantar.
Possui uma pequena piscina no ultimo piso onde se obtêm uma vista fabulosa sobre o Bósforo e sobre a Ponte com o mesmo nome.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Hotel.jpg


Na mesma zona do hotel existem muitos restaurantes para todos os gostos incluindo os famosos “ MCDonalds “ , “ Burguer King “e afins .

VIAGEM

E para nós essa terça feira começou muito cedo , mesmo muito cedo.
Ainda não eram 5.30 Hrs da madrugada e já estávamos no Aeroporto de Lisboa a deixar as malas no balcão do check in on line.

O embarque foi feito por manga e á hora indicada.
Aconselho a que se viajarem com a Lufthansa e o avião for um A320-100 ou 200 de escolherem os lugares na fila 11 . São óptimos pois existe espaço de pernas extra.

O primeiro pormenor interessante da viagem é que o avião que nos levou até Munique foi o mesmo que nos levou até Istambul.

A rota seguida é bastante bonita já que atravessa os Alpes Suíços na sua totalidade. A hora demasiadamente matinal não era a ideal para fotografia mas mesmo assim deu para alguns cliques em jeito de recordação .


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Lis_Mun_2.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Lis_Mun_1.jpg


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Lis_Mun.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Lis_Mun_3.jpg



A viagem correu bastante bem . O Aeroporto de Munique é quase novo e bastante funcional.
Andámos um pouco dentro do terminal 2 pois tivemos de passar da zona Schengen para a não Schengen o que obrigou a nova verificação de documentos.

O voo para Istambul foi um voo tranquilo e á chegada esperava-nos uma trovoada e uma chuvada impressionantes o que quase não permitiu fazer nenhuma foto .

Após a chegada ao Aeroporto Internacional Atarturk somos encaminhados até uma zona onde se poderá adquirir o VISTO de entrada na Turquia.
O VISTO custa 15 Euros e é válido por 90 dias. Não é nada mais que um selo que é colado no passaporte .

Após a compra seguimos para o controlo de passaportes e é aqui que se tem o primeiro contacto com a realidade de um país que pretende entrar para a Comunidade mas que a este nível não está minimamente preparado.

A minha filha ,que se encontrava antes de mim para o controlo de entrada , dirigiu-se ao policia apresentou o passaporte e após uns minutos de verificação o mesmo polícia disse-lhe algo indecifrável em Inglês . Ela voltou para trás e eu perguntei-lhe o que se passava ao que me respondeu que não sabia pois não consegui entender o inglês do policia.
Seguimos os dois para o guichet e para que tenham uma ideia este policia trocava o “daughter “pelo “sister “e o “ father” pela “daughter”. Bem depois de muita espera e uma troca de palavras que nenhum sentido faziam lá nos deixaram entrar.

A pergunta fica … como é possível que na entrada de um país a pessoa que nos recebe não sabe nada ( e repito mesmo nada ) de inglês ?????
Surrealista ….. a ver se melhoram


A viagem desde o Aeroporto até ao centro da cidade pode ser feita por METRO , Táxi , transfers ou mesmo através de transportes próprios do hotel que poderão ser pagos ou não.
Nós optámos por uma marcação de um transfer através do site Istanbul Airport Transfer, Ataturk Airport que cobrava 25 Euros para 3 pessoas mas que no final saiu por 15 Euros em virtude de na ida e na volta termos partilhado uma Mercedes de 7 lugares com outro casal .
Esperaram por nós no Aeroporto e deixaram-nos á porta do Hotel e vice versa. Serviço espectacular e carro com ar condicionado ( fundamental nesta altura do ano ).

E de malas numa mão e voucher do transfer na outra lá fomos nós valentes conquistadores lusitanos á descoberta de uma cidade diferente de todas as outras que tínhamos visitado até então

AQUI VAMOS NÓS ………………………………………….
 
Última edição por um moderador:

JJPPMM

Membro Conhecido
ISTANBUL

CIDADE PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE

Istambul , antiga Bizâncio e Constantinopla é a maior cidade da Turquia, a quinta maior do mundo e a mais populosa da Europa, com cerca de 803 000 habitantes no centro da cidade (2005) e 12 000 000 na sua região metropolitana (2009) . A grande maioria da população é muçulmana (com grande número de laicos), e uma minoria de cristãos (68 000) e de judeus (20 000).

Está localizada na região de Marmara e ocupa uma área de cerca de 5.500 km2.

Foi sucessivamente a capital do Império Romano do Oriente, do Império Otomano e da República da Turquia até 1923. Actualmente, embora a capital do país seja Ancara, Istambul continua a ser o principal pólo industrial, comercial, cultural e universitário (possui mais de uma dezena de universidades).

Bizâncio foi o primeiro nome da cidade, e foi dado por colonos da cidade-Estado de Mégara em homenagem ao seu rei Bizas, quando fundaram a cidade em 667 a.C.. Quando o imperador romano Constantino, o Grande fez da cidade a nova capital oriental do Império Romano, em 11 de maio de 330, ele deu-lhe o nome de Nova Roma.

Constantinopla ("Cidade de Constantino") foi o nome pelo qual a cidade acabou, no entanto por se tornar mais conhecida; apareceu pela primeira vez em uso oficial durante o reinado do imperador Teodósio II (408-450). Este permaneceu como nome oficial da cidade por todo o período bizantino, e o mais utilizado no Ocidente para se referir a ela até o início do século XX

A cidade também foi apelidada de "Cidade das Sete Colinas", pois a península onde se situa a parte mais antiga da cidade tem sete colinas. Actualmente no cimo de cada uma das colinas há uma grande mesquita otomana. As colinas estão representados no emblema da cidade como sete triângulos, sobre os quais se elevam quatro minaretes. A cidade tem muitas outras alcunhas, como por exemplo, Vasilevousa Polis ("Rainha das Cidades", em grego), que surgiu a partir da importância e riqueza da cidade durante a Idade Média, Dersaadet (originalmente Der-i Saadet, "Porta para a Felicidade") que foi usado pela primeira vez no fim do século XIX e ainda é utilizado hoje em dia.

Com a Lei do Serviço Postal Turco, de 28 de março de 1930, as autoridades turcas pediram oficialmente às nações estrangeiras que adoptassem Istambul como o único nome em seus próprios idiomas.

Algumas zonas históricas de Istambul foram declaradas Património da Humanidade pela UNESCO, em 1985, pelos seus importantes monumentos e ruínas históricas


O Bósforo que faz a ligação entre o “Mar de Marmara “e o “Mar Negro “ divide a cidade em dois lados .
O lado Europeu , que engloba o centro histórico e económico , e o lado asiático conhecido como Anatolian,
Desta forma Istambul torna-se assim a única cidade do Mundo localizada em dois Continentes:
A Europa e a Ásia.


ISTAMBUL possui 4 importantes áreas para visita e que são :

. SULTANHAMET
. BAIRRO DOS BAZARES
. CRUZEIRO BÓSFORO
. BEYOGLU

Indiquei as zonas por ordem de importância , mas farei o report ao contrário pois como poderão compreender o melhor fica sempre para o final.

DICAS PARA A VIAGEM PERFEITA

Como facilmente se poderá entender , grande parte dos monumentos históricos e importantes de Istambul e possivelmente da Turquia são MESQUITAS.
Assim creio que não será de todo descabido dar-vos algumas informações e regras sobre como visitar este tipo de monumentos.

QUE CUIDADOS A TER AQUANDO DA VISITA A UMA MESQUITA

Os muçulmanos por norma não impedem ou restringem as visitas ás suas mesquitas ,mas estabelecem regras que deverão ser cumpridas por todos.
Atenção que da mesma forma que queremos visitar deveremos ter em conta de que somos OBRIGADOS a cumprir as normas estabelecidas. Se não concordar com elas não tente visitar para não criar problemas a si e a outros.

. Nunca visitar nas horas das orações .
Estas horas são facilmente reconhecidas pois o chamamento é feito em todas as mesquitas através de instalação sonora que é audível por qualquer turista. Não á desculpa para se dizer que não ouviu.
No verão as horas de oração são : 5 Hrs , 13 Hrs , 18 Hrs, 20 Hrs e ás 21.30 Hrs.

. Levar roupa que seja discreta .
Para os homens não levar calções acima do joelho.
Para as mulheres não usar calções acima do joelho e levar os ombros e cabeça tapados.
Claro que se não tiverem nada para cobrir estas partes , todas as mesquitas têm á entrada alguns destes adereços mas cuidado pensem que já foram usados por dezenas senão milhares de diferentes pessoas.

. Nunca entrar com sapatos
Na entrada de qualquer mesquita existe uma zona onde se encontra um tapete. Este local indica que a partir daquele ponto inclusive não é permitido o uso de sapatos pelo que estará na hora de descalçar os seus.
Algumas possuem sacos de plástico onde pode colocar os seus sapatos ou em caso de não haver sacos existem uns cacifos onde os podemos deixar.
Nós optámos por levar um pequeno saco de desporto ( tipo mochila ) e onde em cada visita guardávamos os nossos chinelos( forma mais prática de andar em Istambul )

. Donativo
Em nenhuma mesquita de Istambul é cobrada entrada.
Será sinal de respeito e agradecimento que no final da visita deposite numa caixa mesmo no centro da entrada um pequeno donativo. O valor é deixado ao seu critério e o entregar ou não também.

. Fotografias
São permitidas desde que não se utilize flash. Algumas permitem o uso.
É aconselhável não fotografar os crentes em oração e em caso algum fotografar Mulheres dentro da zona de oração que possuem em cada mesquita.
Não é permitido o uso de tripé. Eu tentei em duas e fui avisado que aquele é um lugar de oração. Agradeci e guardei o tripé.

. SABER ESTAR
A única coisa que é pedida é RESPEITO por todos aqueles que ali estão em oração.
Não grite , não fale alto , não coma e principalmente DESLIGUE O TELEMÒVEL.


O QUE DESCOBRIR DENTRO DE UMA MESQUITA

Como sabem os Muçulmanos acreditam em Deus ( ALÀ ) pelo que o Islão não permite imagens de seres vivos ( humanos ou animais ) no interior das mesquitas, por isso não existem nem encontrarão estátuas ou figuras.

Mas existem alguns elementos que terá de reconhecer para perceber o que fazem ali .
Existem outros mas estes são os 3 mais comuns.

Esses elementos são :

MIHRAB

ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaDolmab2.jpg

È por norma um nicho ornamentado que marca a direcção de MECA.
Em quase todas as mesquitas possui em ambos os lados um relógio que marca as horas de oração.
O átrio de oração é dominado pelo MIHRAB para que todos o possam ver e a ele orientar-se na altura das preces.
É no MIHRAB que se posiciona a pessoa que lidera as orações, cuja voz que difunde mais facilmente pela mesquita graças à existência deste nicho. O MIHRAB pode ser feito em mármore, azulejo, pedra ou madeira.

MINBAR

ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaDolmab1.jpg

È usado pelo imã durante o sermão (khutba) de sexta feira.
Situa-se à direita do MIHRAB, podendo ser feito em madeira, mármore ou alvenaria. É composto por uma escadaria que leva a um estrado descoberto ou encimado por um baldaquino com tecto cónico ou com uma pequena cúpula.
O número de degraus do MINBAR pode variar. Em alguns casos encontram-se cinco, um simbolizando Muhammad e os outros quatro os quatro primeiros califas.
Geralmente o imã, com a cabeça e os ombros cobertos com um tecido branco, fica nos últimos degraus, já que se considera que só o profeta Muhammad (Maomé) teria a dignidade de poder posicionar-se na parte mais alta. O MINBAR pode ser tapado com um tecido (qatifa). Nas mesquitas de grandes dimensões pode existir mais do que um, enquanto que nas mais pequenas pode nem sequer existir um.

LOGE

ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaTulipa7.jpg

Possui uma varanda protegida por um gradeamento onde o Sultão podia rezar protegido de qualquer tentativa de assassinato


COMO NEGOCIAR NO GRANDE BAZAR?

Bem , uma forma standard como entenderão não existe. Existem sim regras de convivência e negócio e a partir daí será um pouco a empatia ,a simpatia e a capacidade de agradar que cada um dos intervenientes terá.

Ao contrário do que se possa imaginar pode perguntar os preços sem qualquer tipo de riscos de ter de comprar. Por norma não será bom perguntar o preço de um artigo, quando ao seu lado existe um outro cliente interessado no mesmo. Não tem de ser a mesma peça , pode ser outra idêntica. Neste caso o que irá acontecer é o que perguntou em segundo lugar terá sempre um preço mais alto que o primeiro. Tenha este facto em consideração.

Claro que a partir da altura que pergunta o preço pode considerar que haverá um assédio maior da parte do vendedor mas nada de especial. Se não estiver interessado(a) agradeça e siga. È possível que o vendedor lhe pergunte “ quanto queres dar “ ? Das duas umas, ou está mesmo interessado no artigo e parte para a negociação ou não está mesmo interessado e não responda á provocação do vendedor e diga sempre “ não obrigado “ . Ao fim de uns metros parará o assédio.

Mas se por outro lado está interessado e quer seguir o negócio proceda do seguinte modo:
. Ofereça pelo menos metade do que o vendedor lhe pediu a primeira vez.
. Ele irá dizer que não é negócio para ele e dará um novo valor. Neste valor verifique o quanto pagaria pelo artigo e peça-lhe esse preço e a partir daí seja intransigente e não aceite nenhum outro. Afinal esse é o preço que você acha justo.
. Tenha atenção que a partir da altura que o vendedor aceitar o preço que lhe pediu não pode ( ou melhor não deve ) voltar atrás no negócio e dizer que já não quer. Esta é a pior acção que pode fazer a um turco.
. De resto ambiente-se e prepare-se que irá ser muito assediada, tocada e não haverá lugar por onde passar que não lhe perguntem de onde é ou mesmo que lhe digam de onde vem.
Depois da primeira experiência … apaixone-se e divirta-se nas compras dos BAZARES TURCOS
 
Última edição por um moderador:

JJPPMM

Membro Conhecido
. BEYOGLU


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Beyogli.jpg


As áreas mais animadas de Istambul, nomeadamente à noite, encontram-se neste distrito ao norte do Corno de Ouro, que corresponde em traços gerais ao subúrbio histórico de Constantinopla, Gálata e ao bairro romântico de Pera actualmente chamado Karaköy.

Até à primeira metade do século XX foi habitado principalmente por ocidentais, gregos e arménios, não só imigrados, mas também descendentes de italianos, franceses e de outras nacionalidades que em alguns casos se haviam instalado na área na Idade Média.

Beyoğlu está ligada à Velha Istambul pela Ponte de Gálata, que liga Karaköy a Eminönü, no que é hoje distrito de Fatih


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_ponteCornoDoiro.jpg


e pela ponte de Unkapanı, mais a oeste. É frequente dizer-se que a parte europeia de Istambul tem dois centros, o antigo, centrado na Praça Sultanahmet e o "novo" (do século XIX e XX), centrado na na Avenida İstiklal e na Praça Taksim.

Até ao princípio do século XX era frequente chamar-se Constantinopla apenas à península a sul do Corno de Ouro, ou seja, à cidade muralhada de Constantino e Teodósio, chamando-se Gálata ou Pera (em grego: do outro lado) ao bairro da colina a norte do Corno de Ouro.

Para visitar esta zona da cidade , o que fizemos foi ir de metropolitano até Kabatas e aí subir pelo funicular até Taksim. Isto claro para quem estiver do lado de Sultanahmet.
A partir da Praça Taksim , descemos a ISTIKLAL CADDESI até ao seu final e um pouco mais á frente encontra-se a TORRE GÁLATA.

Para este percurso demorámos cerca 5 horas mas com almoço e paragem nas muitas , mas mesmo muitas lojas que existem e já no final uma demorada visita á TORRE onde, como mais á frente terão oportunidade de constatar, se conseguem umas vistas incríveis sobre a cidade de Istambul.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_funicular.jpg



PRAÇA TAKSIM
Taksim Meydanı

A forma mais fácil de chegar á Praça é ir de metropolitano até Kabatas e aí subir pelo funicular até Taksim. Isto claro para quem estiver do lado de Sultanahmet.
A Praça Taskim está situada no lado Europeu de Istambul. Esta zona é famosa pelos seus restaurantes , hotéis e lojas . È considerada hoje o coração da Moderna Istambul.

Taskim em árabe significa “ divisão “ ou “ distribuição “. Originalmente esta Praça era o ponto onde se uniam todos as linhas de água que vinham de norte e que alimentavam a cidade.

È na Praça Taskim que está o Monumento á República (Cumhuriyet Anıtı ) , construído em 1928 para comemorar a formação da República Turca.

ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Taksin.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Taksin1.jpg


Hoje a Praça é um zona onde existe um terminal rodoviário e onde convergem muitos dos turistas que visitam a cidade. È também o principal ponto de reunião aquando das grandes manifestações e protestos políticos.


ISTIKLAL CADDESI
Av. da Independência

A Avenida İstiklal é uma rua de arquitetura elegante, vedada ao trânsito automóvel, que se estende ao longo de quase 3 km.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_IstiklalCaddesi2.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_IstiklalCaddesi1.jpg


É uma zona de lazer e de comércio, onde se encontram lojas requintadas de todo o tipo, livrarias, galerias de arte, teatros, cinemas, bibliotecas, restaurantes, cafés, bares, alguns com música ao vivo, discotecas, chocolatarias e pastelarias históricas, night club mesquitas, igrejas católicas e ortodoxas, sinagogas, jardins públicos, etc.

Ao longo da avenida circula um eléctrico antigo recuperado que faz as delicias de muitos estrangeiros que optam por descer a avenida nele. Seguramente não conhecem Lisboa .


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_IstiklalCaddesi.jpg


Grande parte do encanto da Avenida de İstiklal reside na sua arquitetura do século XIX, onde se misturam influências turcas, gregas e ocidentais. No período otomano a área era frequentada sobretudo por intelectuais turcos e por estrangeiros europeus, cuja presença na zona remonta à época bizantina, nomeadamente italianos e franceses

Reflectindo a forte influência francesa e as modas ocidentais, no século XIX foram construídos em Pera diversas galerias comerciais, aqui chamadas de pasajı (passagem, do francês passage). Provavelmente a mais famosa é a Çiçek Pasajı (Passagem das Flores),


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_IstiklalCaddesi3.jpg

uma galeria comercial típica do século XIX, construído no local de um dos teatros mais importantes de Istambul, que foi transformada em mercado de flores por exilados russos da revolução de 1917. A partir de 1940 as lojas de flores deram lugar a cafés, bares e restaurantes e comércio em geral


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_IstiklalCaddesi4.jpg



IGREJA DE SANTO ANTÓNIO
Sent Antuan


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_SantoAntonio.jpg


A catedral original foi construída em 1725 pela comunidade italiana local.Mais tarde foi demolida e reconstruída no mesmo local entre 1906 e 1912 em estilo Neo Gótico .
Esta nova Igreja foi construída pela comunidade Genovesa e Veneziana de Istambul . No total participaram na sua construção cerca de 40.000 pessoas.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_SantoAntonio1.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_SantoAntonio2.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_SantoAntonio3.jpg


O Papa João XXIII foi o padre de serviço desta igreja durante 10 anos na altura que era embaixador do Vaticano na Turquia.
Ficou conhecido como “ O Papa Turco “ pela sua paixão por Istambul e pela fluência que tinha da língua turca.
Interessante foi reentrar numa Igreja Católica após visitar as Mesquitas de Istambul. Notámos de facto a presença das imagens bem como uma maior opulência e comodidade na Igreja.
De qualquer forma foi uma surpresa ver que muitas pessoas estavam a rezar nesta Igreja.
Não me pareceram ser turistas pois a fisionomia é muito idêntica aos turcos. Possivelmente seriam descendentes da tal comunidade italiana que outrora povoou esta cidade


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_SantoAntonio4.jpg



TORRE GÀLATA
Gálata Kulesi
Preço Entrada : 15 TL

A torre tem uma altura de 66,9 m e nove andares.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Galata.jpg



A torre, chamada inicialmente Christea Turris, foi construida em 1348 como parte da expansão da colónia genovesa de Constantinopla.

Tratava-se da construção mais alta das fortificações que rodeavam a cidadela genovesa de Gálata. A torre actual não é a mesma que a antiga torre de Gálata, originariamente bizantina, chamada Megalos Pyrgos, que controlava o extremo norte do mar para a entrada do Corno de Ouro.
Esta encontrava-se num lugar diferente e foi destruída durante a Quarta Cruzada, em 1204.

Na década de 1960, substituiu-se o seu interior original de madeira por uma estrutura de cimento e foi aberta ao público. Nos andares superiores existe um restaurante e um café, e um local onde são apresentados espectáculos típicos turcos .
Mas o que de facto impressiona qualquer visitante são as magnificas vistas que a Torre nos oferece.

Desde a parte nova de Istambul


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Galata_vista.jpg


Até á Ásia que neste caso se avista do outro lado do Bósforo


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo.jpg


Ou mesmo a fascinante confluência do Mar de Marmara com o Bósforo


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo_Marmara.jpg


O acesso ao topo é feito por dois elevadores que param 2 pisos abaixo da varanda principal.
Para quem tiver tempo e consiga conjugar as horas a visita ideal será seguramente ao final do dia pois o Pôr do Sol visto desta varanda deve ser INESQUECÍVEL.

Atenção a quem tiver vertigens não aconselho mesmo.
 
Última edição por um moderador:

JJPPMM

Membro Conhecido
PALÁCIO DE DOLMABAHÇE
Dolmabahçe Sarayi - “ Jardim Preenchido “
Preço entrada : 25 TL


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_PalacioDholma.jpg


È IMPERDÍVEL ESTA VISITA.

Talvez um dos monumentos mais bonitos que vistei até hoje.

Este é um Palácio onde é de todo impossível tirar fotografias do seu interior. Aconselho a quem estiver interessado fazer uma consulta na net onde existem bastantes fotografias.

As visitas são guiadas , poderão ter de esperar um pouco por um grupo que fale inglês ou espanhol .
A duração da visita é de 30 m e na altura que fomos e como era um dia de calor por diversas vezes o guia avisou que se alguém se sentisse mal deveria avisar pois o interior do Palácio é de facto bastante quente.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_PalacioDholma1.jpg


Na entrada todos os visitante são convidados a calçar umas protecções em plástico para os pés de forma a não ferir ou danificar os soalhos e alcatifas por donde passamos.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_PalacioDholma2.jpg


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_PalacioDholma22.jpg



O Palácio Dolmabahçe foi mandado construir pelo 31º Sultão Abdulmecid I entre os anos de 1843 e 1856 .
O responsável pela construção e pelo projecto foi o arquitecto Garabet Balyan e o seu filho.

O custo total desta obra foi de 5 Milhões de moedas de Ouro Otomanas ou seja o equivalente a 35 Toneladas de ouro.
O equivalente a 14 toneladas de ouro foram utilizadas para forrar grande parte dos tectos deste palácio de 45.000 m2 , e que ocupa uma área total de 110.000 m2.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_PalacioDholma4.jpg


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_PalacioDholma3.jpg


Os estilos Barroco , Rococó e Neoclássico misturados com a tradicional arquitectura Otomana resultaram numa nova síntese de estilos que podemos encontrar neste magnifico Palácio.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_PalacioDholma6.jpg




ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_PalacioDholma7.jpg



ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_PalacioDholma8.jpg


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_PalacioDholma13.jpg



O desenho e a decoração do Palácio reflectem de uma forma bastante acentuada a influência dos estilos e padrões europeus. Curiosamente possui elementos tradicionais de vida Otomana nos palácios mas também de vida tradicional de uma normal habitação turca.

Antes da construção deste Palácio , o Sultão e a sua família viviam no Palácio Topkapi , mas este começava a perder em estilo e em luxo pelo que o Sultão decidiu mandar construir um novo no mesmo lugar onde existia até então o Palácio Besiktas que foi entretanto demolido.

Enquanto o Palácio Topkapi possuía e possui peças raras de mosaicos “ Iznik “ este possui muito ouro e cristais. Aqui os turistas não podem passear livremente como no Topkapi.



ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_PalacioDholma9.jpg


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_PalacioDholma16.jpg


A visita é concluída no Salão do Trono , e como dizia o guia o “ o melhor para o fim “ , este salão é de facto de uma beleza impar.

Possui cerca de 30 colunas que suportam uma abóbada de cerca de 35 m de diâmetro donde desce um candelabro de Cristal da Boémia que dizem ser o maior do Mundo.
Este candelabro foi oferecido ao Sultão pela Rainha Vitória de Inglaterra e pesa cerca de 4,500 quilos. Possui cerca de 750 lampadas e pelo que nos informaram é limpo cada 7 anos demorando cerca de 3 meses pois é totalmente desmontado , lavada peça a peça e voltado a recolocar no seu lugar.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_PalacioDholma18.jpg


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_PalacioDholma14.jpg



O último habitante oficial do Palácio foi o Pai da Nação Mustafa Kemal Atatürk, que o utilizou como residência presidencial durante o Verão.

Ataturk passou os últimos dias da sua vida neste Palácio e durante a visita pode ser visto o quarto e o seu leito de morte coberto com a bandeira turca.
Faleceu a 10 de Novembro de 1938 ás 9.05 Hrs . Todos os relógios do Palácio foram parados e colocado em cada um deles a hora da sua morte.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_PalacioDholma21.jpg


E porque não foi possível registrar qualquer tipo de foto do interior , tenho vindo a mostrar-vos as fotos dos jardins deste palácio , muito ao jeito de Versalhes.
Neste dia quente de Verão foi para nós um prazer passear e apreciar estes jardins que respiravam vida e beleza.

Afinal é como diz o nome DOLMABAHÇE que em turco quer dizer “ JARDINS PREENCHIDOS “

Se forem até lá não percam.

À noite é assim que o vemos desde Istambul


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Dolmabachenoite.jpg
 

JJPPMM

Membro Conhecido
. CRUZEIRO NO BÓSFORO

Istambul tem muitos motivos de interesse, motivos que para alguns são justificativos de uma segunda visita pois na primeira não terá sido possível visitá-los a todos.
Eu aconselho a que se numa visita vos faltar tempo, deixem alguma coisa de lado mas não deixem de fazer este pequeno grande cruzeiro.

Mas afinal o que é o BÓSFORO ?
O Bósforo é um canal de navegação ou se quiserem um estreito que separa a Europa da Ásia e que liga o Mar de Mármara ao Mar Morto..
Este canal ou estreito tem 33 Km de comprimento e varia entre 700 m a 3,6 Km de largura. A sua profundidade varia entre os 36 m aos 124m .

E quando falamos de Cruzeiro vem á memória esses grandes navios com muitos andares , mas no caso do Bósforo ele pode ser feito de duas formas e em dois navios diferentes:

. A forma mais cara é fazer através de companhias privadas que exploram o turista que desconhece o sistema e que facilmente embarca num passeio muito caro, mas mesmo muito caro para aquilo que lhe é fornecido_Os privados normalmente trabalham com os hotéis e é desde aí que recrutam os turistas. Em média cobram 65 Euros ( 130 TL ) por um cruzeiro total do Bósforo incluindo almoço a bordo .
Este é o tipo de barco que utilizam


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo28.jpg


. A forma mais barata é utilizar os cruzeiros da companhia estatal que se chama IDO .
O cruzeiro é igual , não tem almoço a bordo mas custa 12,5 Euros ( 25 TL ).
O site onde podem consultar os diversos tipos de cruzeiro bem como os diversos preços é ?stanbul Deniz Otobüsleri A.?.

Os barcos que utilizam são assim:


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo48.jpg


Bem mas deixemos os preliminares e vamos ao que interessa.

Este cruzeiro é efectuado num barco muito do género daqueles que fazem a travessia do Tejo mas adaptado ao transporte de turistas que querem ter vistas largas e não pequenas janelas.

A saída é ás 10.35 hrs no cais de EMINONU e é melhor irem um pouco mais cedo não só para tirar os bilhetes mas também para não ficarem muito cá para trás pois certamente perderão os melhores lugares no barco.

A previsão por horário é de que o barco chegue a A.Kavaci ( um porto situado junto ao Mar Negro no lado Asiático ) cerca das 12.05 Hrs pelo que teremos pela frente cerca de 1,30 hrs de viagem.

Depois de devidamente sentados junto á agua e do lado esquerdo do navio para evitar o forte Sol da manhã , logo depois da saída eis que aparece a primeira surpresa.
Istambul , mas principalmente o Bairro dos Bazares e as duas mesquitas começam por nos dar uma imagem diferente mas fascinante daquilo que acabamos de deixar para trás.
Terei razão ?
Vejam


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo1.jpg


Esta é a zona perto da confluência do Corno de Ouro , do Mar de Marmára e do Bósforo.

Passando ao lado do Porto comercial de Karakoy , principal local de atracagem de navios de cruzeiro de grande porte , este dia era este o panorama , embora era com muita facilidade que cada dia se observava por ali diferentes navios .


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo2.jpg


Mas o passeio pelo Bósforo é uma das formas mais fáceis de conhecer as suas margens ladeadas de mansões , casas de madeira , museus e neste caso o Palácio Dolmabahçe visto desde o estreito do Bósforo.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo4.jpg


Logo a seguir podemos observar a Mesquita de Ortaköy em turco: Ortaköy Camii, cujo nome oficial é Büyük Mecidiye Camii ou Grande Mesquita Imperial do Sultão Abd-ul-Medjid,


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo7.jpg


A mesquita original foi erigida no século XVIII, mas o edifício actual resulta da reconstrução ordenada por Abd-ul-Medjid, que decorreu entre 1854 e 1856, dirigida pelos arquitectos arménios Garabet Amira Balyan e o seu filho Nigoğayos Balyan, os mesmos que desenharam o Palácio Dolmabahçe. O estilo da mesquita é neo barroco otomano. No interior estão pendurados vários exemplos de caligrafia islâmica de grandes dimensões, da autoria do próprio sultão, que era um hattat (mestre caligrafista)


Logo a seguir á mesquita encontramos a primeira das duas ponte sobre o Bósforo e que tem o nome de :

PONTE DO BÓSFORO
Boğaziçi Köprüsü


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo13.jpg


A ponte estende-se por 1 510 metros com um tabuleiro de 39 m. A distância entre as torres que sustentam o pavimento é de 1 074 m, erguendo-se a uma altura de 105 m. A altura do pavimento em relação ao mar é de 64 m.

A segunda ponte chama-se :

Ponte Sultão Fatih Mehmet
Fatih Sultan Mehmet Köprüsü


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo20.jpg


Continuando a subida do estreito o monumento que a seguir aparece destaca-se na paisagem não só pela sua beleza mas também pela história que encerra.

Trata-se FORTALEZA DA EUROPA


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo12.jpg


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo47.jpg



Esta fortaleza foi construída em 1452 por Mehmet “ O Conquistador “ como o primeiro passo para a conquista de Constantinopla. Situada no ponto mais estreito do Bósforo, controlava a maior rota de abastecimentos bizantina.

A estrutura da Fortaleza foi planeada por Mehmet , enquanto três outros vizires eram responsáveis pela construção das três grandes torres o Sultão encarregou-se das muralhas . Neste espírito de competição a Fortaleza foi terminada em quatro meses.

A partir da zona da Fortaleza local onde o Bósforo atinge a sua menor largura , os arredores de Istambul vão dando lugar a atraentes pequenas cidades e aldeias piscatórias.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo38.jpg


São pequenas aldeias que fervilham com a actividade piscatória de homens que têm no Bósforo e no Mar Negro a sua fonte de subsistência.
Grande parte destes pescadores vieram do interior rural da Turquia á procura de uma vida melhor junto ao litoral.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo37.jpg


Os barcos não são de grande porte , mas têm a resistência suficiente para enfrentar os rigorosos Invernos que por aqui são sentidos.

E vagarosamente e perto da costa o barco vai subindo o Bósforo agora com colinas mais escarpadas nas margens do estreito .


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo14.jpg


Antes de o ferry acostar para a hora de almoço , existe uma paragem numa aldeia que se chama Rumeli Kavagi . Esta aldeia é a paragem mais a norte no continente europeu. A partir daqui o Bósforo começa a confluir como Mar Negro.

A partir da bóia que vêm na imagem o Bósforo percorre mais 8 km até atingir o Mar Negro. O território que se situa em ambas as margens está actualmente sob controlo militar.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo52.jpg


E por volta das 12.30 Hrs o ferry deixa o lado europeu e dirige-se para o lado Asiático , onde fará uma paragem de 2.30 Hrs para o almoço.
Como comentei no inicio este Cruzeiro fica mais barato não só pelo preço do ferry mas também porque os restaurantes na parte asiática não são caros e são bastante bons em peixe.

Antes de chegar a ANADOLU KAVAGI , vislumbra-se uma fortaleza bizantina do séc. XIV.
Pode ser visitada se lhe sobrar tempo depois do almoço.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo9.jpg


À chegada a esta pitoresca aldeia piscatória , que tem mais restaurantes que barcos !!! , existe logo á saída desta " estação " ...


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_EstBarcosBosforo4.jpg


uma quantidade impressionante de locais que tentam convencê-lo a ir almoçar a um determinado restaurante. A oferta é imensa já que de certeza esta aldeia vive da chegada diária de 4 ferry´s carregados de turistas e que não têm outra opção que comer por ali.
Eu aconselho que não vá no primeiro, dê uma volta pela aldeia , veja as lojas e os restaurantes e escolha aquele que mais lhe convier. A especialidade aqui é o peixe fresco, os mexilhões fritos ou naturais , os calamares fritos e também o nosso tipo de " joaquinzinhos" servidos em forma de espetada e acompanhados de pão turco.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo10.jpg


Depois do almoço e se tiver tempo e não estiver muito calor ,passeie pela aldeia . Existem muitas lojas de artesanato um pouco diferente daquele que encontra em Istambul. Se não lhe interessar as lojas delicie-se com ruas estreitas e pequenas , cheias de árvores e flores e de naturais super simpáticos que a única coisa que querem é desfrutar da paz e serenidade do lugar.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo11.jpg


E na volta para Istambul , agora mais calmamente pois a paisagem mudou , aproveitei para tirar algumas fotos ás impressionantes casas de férias que por ali abundam .
Só mesmo olhar e ficar a desfrutar ....imaginando...... ;)


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo25.jpg


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo49.jpg



Para os turcos e também para o Mundo este é um importante canal de navegação pelo que está constantemente vigiado não só pela polícia mas também pelo própria armada turca que destaca para esta zona bastantes barcos de vigia .


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo45.jpg


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo24.jpg



E como canal de navegação que é vou deixar-vos com algumas fotos de alguns barcos que cruzam estas águas .


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo40.jpg


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo53.jpg


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bosforo46.jpg
 

JJPPMM

Membro Conhecido
. BAIRRO DOS BAZARES

O Bairro dos Bazares inclui alguns dos mais importantes monumentos de Istambul.
Geograficamente esta zona está situada na encosta situada em frente ao Porto de Eminonu.
O acesso pode ser feito por metropolitano ( Estação de Eminonu ) no caso de começar junto ao Corno de Ouro , ou pela Estação de Metropolitano de Beyazit (junto á Universidade).
Neste caso irei dar-vos a conhecer o trajecto começando pelo topo da colina até ao Porto.


COLUNA DE CONSTANTINO
Çemberlitaş sütunu
Paragem de metro de “Cemberlitas”


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_ColunaConstantino.jpg


Resistiu ao fogo e ás tempestades esta coluna de 35 m de altura que foi erguida no ano de 330 d.c. em homenagem á inauguração da nova capital bizantina.
Diz a lenda que uma fantástica variedade de relíquias sagradas foram enterradas na sua base. Entre estas podemos apontar o machado com que Noé construiu a Arca , os boiões de óleo de ungir de Maria Madalena e os restos do pão com que Cristo alimentou a multidão .

Outrora esta coluna dominou o então denominado FORUM DE CONSTANTINO.

A UNIVERSIDADE
İstanbul Üniversitesi
Paragem de metro “Beyazit “



ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Universidade1.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Universidade.jpg


A universidade actualmente conta com dezassete faculdades em cinco campus, o principal encontra-se na Praça de Beyazıt, em Istambul, que durante o período romano era conhecido como o Fórum Tauri .Possui uma equipe de 2 000 professores e 4 000 assistentes . Mais de 60 000 estudantes estão em graduação e cerca de 8 000 em pós-graduação .
A entrada principal faz-se pela Praça Beyazit


MESQUITA DE BEYAZIT
Beyazit Camii
Paragem Metro " Beyazit "



ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Beyazit.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Beyazit3.jpg


Criada 1500-1505 em Sultan Beyazit II, da Mesquita Beyazit é uma das mais antigas mesquitas em Istambul

A construção da mesquita de Beyazit começou em 1501, supervisionada pelo arquitecto Yakubsah Bin Sultan. A mesquita foi construída sobre as ruínas do Fórum de Tauri construída pelo imperador bizantino Teodósio. O pavimento do pátio e os pilares da fonte abluções são materiais reaproveitados do Fórum.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Beyazit1.jpg


A mesquita de arquitetura é inspirada na bizantina de Santa Sofia , com uma cúpula central, semi-cúpulas, e uma área central com galerias de oração. A cúpula tem 16,78 metros de diâmetro (a Hagia Sophia é 31m).

Outros elementos foram inspirados pelo Mesquita Fatih , tais como os contrafortes e as colunas ao lado da cúpula.

Fonte das Abluções


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Beyazit6.jpg


A mesquita de Beyazit foi concluída em 1506.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Beyazit4.jpg



MESQUITA DA TULIPA
Lâleli Camii
Estação de metro “ Laleli “


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaTulipa1.jpg


História

Construída por ordem do Sultán Mustafa III entre 1760-1763, foi desenhada em estilo barroco otomano pelo arquitecto imperial Mehmet Tahir Ağa.
O complexo foi destruído por um incêndio em 1783 sendo pouco depois reconstruido. Outro incêndio em 1911 destruiu a parte central e os trabalhos de construção de uma estrada destruíram vários dos edifícios auxiliares da mesquita.

Exterior

O templo construiu-se num terraço elevado sobre um mercado cujos alugueres ajudavam a suportar as despesas do complexo da mesquita. Por baixo da mesquita existe um grande salão que é sustentado por oito pilares com uma fonte no centro.

O pátio possui uma colunata com dezoito arcos e uma fonte para a abulação no centro. Existem dois minaretes situados no final da cada pórtico os quais flanqueam as entradas ao pátio.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaTulipa3.jpg


Interior

A planta da mesquita é um octógono inscrito em um rectángulo, com uma galeria no extremo oeste. As paredes fazem uso da variedade cromática do mármore que possui uma composição com partes vermelhas, azuis, amarelas , além da decoração com medalhões que possuem pedras semipreciosas como o Ónix . O mihrab e o minbar estão ricamente decorados com mármore. O interior está bem iluminado com numerosas janelas .
A cúpula tem um diámetro de 12.50 metros e uma altura de 24.50 com uma base octogonal de oito arcos.

O seu MINBAR é bastante rico quando comparado com outras mesquitas. Está ornametado no topo com folha de ouro.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaTulipa5.jpg


A sua cúpula é rica e bastante iluminada . Desde o seu topo desce um candelabro com um suporte de lâmpadas um pouco diferente dos habituais.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaTulipa6.jpg

O LOGE é discreto e está como que dissimulado por debaixo de uma das abóbadas da Mesquita.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaTulipa7.jpg


No seu exterior , no centro do pátio , está a Fonte das Abluções em nada muito diferente das restantes.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaTulipa2.jpg


MESQUITA DE SULEYMANIYE
Suleymaniye Camii
Paragem metro “ Beyazit “

A mais importante mesquita de Istambul , mas infelizmente está FECHADA PARA OBRAS DE RESTAURO ATÈ 2011


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Sulymane_1.jpg


Tenho duas imagens tiradas ao longe desde a Ponte Gálata do seu exterior e uma de fora dos seus muros porque nem mesmo aos jardins se tem acesso.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Sulymane2_1.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Sulymane1.jpg



BAZAR DAS ESPECIARIAS
Misir Çarsisi
Paragem de metro " Eminonu "

Desde os tempos medievais as especiarias eram vitais e uma parte dispendiosa da cozinha.

Este bazar em nada fica atrás do seu irmão "Grande" . Ainda antes de entrar e ao redor o aroma forte a misturas de especiarias , tornam o ambiente pesado.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bazarespeciarias1.jpg


Para alguns não será certamente uma visita aconselhável pois já lá dentro os odores são ainda mais fortes e intensos.

Este bazar de pequena dimensão , tem também os tecto abobados mas não tão trabalhados quanto o Grande Bazar.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bazarespeciarias2.jpg


Ali vende-se de tudo um pouco e não só especiarias. Pode encontrar entre outros as especiarias , as delicias turcas , roupa , artesanato , candeeeiros entre outros.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Bazarespeciarias3.jpg


O sistema funciona sempre igual quando toca a hora de perguntar um preço. Existe sempre a tão já conhecida forma de regatear. Não á possibilidade de fugir, está-lhes no sangue.


GRANDE BAZAR
Kapali Carsi
Paragem de Metro “ Cemberlitas “



ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Gbazar8.jpg


O Grande Bazar, também chamado Bazar Coberto ou Mercado Coberto (do turco Kapalıçarşı), é provavelmente o maior e dos mais antigos mercados cobertos do mundo,está situado no bairro histórico de Eminönü .


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_GBazar2.jpg


Aberto em 1461, é muito conhecido principalmente pela joalharia, cerâmica, especiarias e tapetes.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_GBazar4.jpg


Tem mais de 60 ruas cobertas e centenas ou milhares de lojas (1200 segundo uns, mais de 4000 segundo outros), e é frequentado por 250 000 a 400 000 pessoas diáriamente. Calcula-se que cerca de 20 000 aí trabalhem. A maior parte das lojas está agrupada por tipos de mercadorias, havendo áreas especiais para produtos de pele, joalharia de ouro, etc


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_GBazar3.jpg


O Grande Bazar funcionava como um mercado abastecedor (de distribuição), por ele passando a maior parte das mercadorias antes de serem distribuídas por outros mercados da cidade ou chegarem às oficinas de artesãos, muitas das quais situadas também elas no Grande Bazar.
Existe uma rua principal que cruza todo o mercado e onde se situam as lojas mais " ricas " deste mercado ... as Ourivesarias


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_GBazar7.jpg


O nome das ruas do mercado correspondem às actividades que aí se desenvolviam, quer fossem de manufatura ou apenas de comércio.

No seu interior existe uma zona de restauração com típica comida turca e com um ambiente fenomenal de música e danças turcas.... mesmo para TURISTA


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_GBazar1.jpg


Atualmente o bazar tem os mesmos limites que em 1894, quando decorreram grandes obras de restauro e reestruturação, existindo 61 ruas numa área total de 30,7 ha.

O seu tecto todo pintado em relevo é uma das imagens que nos fica na memória deste fabuloso centro comercial à maneira turca


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_GBazar6.jpg
 

JJPPMM

Membro Conhecido
MESQUITA DE RUSTEM PASA
Rustem Pasa Camii
Paragem Metro de " Eminonu "

Exterior

A mesquita foi construída em um terraço elevado sobre um complexo de lojas cujos alugueres estavam pensadas para suportar financeiramente as despesas da mesquita. As escadas interiores dão passo a um pátio espaçoso e amplo .
É quase um segredo da cidade, uma das mais belas mesquitas construídas por Sinan . Menor que a maioria de suas obras, também se diferencia pelo ousada utilização de azulejos coloridos.

ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_RustiPass8.jpg


O pátio do primeiro andar, eleva-se sobre as ruas apinhadas e é um dos refúgios mais adoráveis de Istambul.

Interior


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_RustiPass5.jpg


O interior é famoso pela quantidade e qualidade da azulejos de İznik que representam uma grande variedade de motivos florais e geométricos.
Estes azulejos não só cobrem a parede do pórtico senão também o mihrab


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_RustiPass10.jpg


e o minbar


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_RustiPass11.jpg


as paredes, colunas e em pórtico exterior. Estes azulejos exibem o uso de uma cor vermelha-tomate característico do período temporal de Iznik (1555-1620), e nenhuma outra mesquita em Istambul faz um uso tão intenso destes azulejos.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_RustiPass2.jpg


A planta do edifício é basicamente o de um octógono inscrito em um rectángulo. Os restos da cúpula principal descansa sobre quatro semi-abóbadas nas diagonais do edifício.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_RustiPass9.jpg


Os arcos da abóbada repousam sobre quatro pilares octagonais dois no norte, dois no sul.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_RustiPass13.jpg



MESQUITA NOVA
Paragem Metro " Eminonu "


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaNova22.jpg


História

A primeira fase da construção da mesquita inicia-se em 1597 com um decreto de Safiye Sultan, mulher do Sultán Murad III. Davut Aga, aprendiz do arquitecto imperial Mimar Sinan, foi eleito arquitecto da mesquita llugar que desempenhou até à sua morte em 1599.

O projecto teve que enfrentar a vários problemas. O primeiro foi a rejeição da classe política à construção do templo. A localização também originou controvérsia pois estava próxima de Eminönü, junto aos Bazares da cidade e habitado maioritariamente por judeus. A comunidade judia viu a construção como uma tentativa de Safiye de estender a influência islâmica.

Após muitos anos sem manutenção derivado aos elevados custos económicos e ao desinteresse da parte dos Sultões a estrutura existente foi deteriorando-se até que ficou em ruínas sendo destruída em grande parte em um incêndio em 1660.

Nesse mesmo ano Mustafa Aga, arquitecto imperial, sugeriu a Turhan Hadice, mãe do sultán Mehmet IV, terminar o projecto como obra de caridade.
A mesquita finalmente foi acabada em 1663, e inaugurada em 1665.


Exterior



ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaNova1.jpg


O exterior da mesquita contém sessenta e seis abóbadas numa estrutura piramidal, bem como dois minaretes .
A abóbada principal mede trinta e seis metros de altura, e está apoiada em quatro semi-abóbadas que a flanquean.

Como com outras mesquitas imperiais em Istambul, a mesquita está precedida por um pátio monumental (avlu) no lado oeste. Este pátio tem 39 metros num dos lados e está rodeado por uma galería de colunas coberto por 24 abóbadas menores.


Interior


O interior da mesquita é um quadrado 41 metros de lado. A área central está definida por quatro pilares que suportam a abóbada principal.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaNova15.jpg


Nos laterais e na parte posterior da nave central encontram-se as colunatas formadas por fileiras de delgadas colunas de mármore ligadas entre si por arcos de diferentes estilos.

A abóbada principal tem um diámetro de 17.5metros e uma altura de 36m.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaNova11.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaNova14.jpg


O espaço interior estende-se com as semi-abóbadas ao longo do eixo Este-Oeste do edifício, com abóbadas mais pequenas sobre a cada esquina do cubo e inclusive abóbadas mais pequenas sobre as esquinas das galerías.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaNova8.jpg


A esquina de nordeste da galería tem uma grade dourada, por trás da qual os membros do corte imperial poderiam presenciar os serviços litúrgicos. Esta sala real está ligada por uma logia elevada com um pavilhão real situado na esquina nordeste do complexo da mesquita em onde estava situadas as estadias reais.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaNova9.jpg


O interior da mesquita enfeita-se com a azulejos azuis, verdes e alvos de İznik, que se consideram de menor qualidade que os azulejos em anteriores mesquitas imperiais.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaNova12.jpg
 

JJPPMM

Membro Conhecido
E antes de passar ao mais importante de Istambul gostava de vos deixar a nossa opinião sobre a cidade

VIVER ISTAMBUL

A CIDADE

Istambul é uma cidade de contrastes constantes , onde o velho e o novo se unem numa perfeição de sentidos e cumplicidades.
Os rituais muçulmanos enraizados nesta cultura , fazem-nos por vezes despertar deste novo viver de Istambul pelo menos nas 5 vezes diárias que os altifalantes colocados nos minaretes das mesquitas chamam os fieis para a oração . Nesse momento conseguimos entender que apesar de muitas lojas de marca , muitos cafés , muitos carros de topo de gama e muitos outros prazeres carnais são nesse momento esquecidos e reaparece o sentido do dever e da fé.

A noite na cidade é calma e tranquila , mesmo para uma cidade que tem mais de14 milhões de habitantes. Muitas são as lojas que encerram á meia noite , mas acreditem que muitas são também aquelas que não chegam a fechar pois têm de apoiar todos aqueles que durante a noite asseguram que a vida na cidade seja normal no dia seguinte.

LIRAS TURCAS OU EUROS

Bem é uma decisão dificil pois em qualquer lugar é possível fazer o pagamento em qualquer das moedas.
Claro que eles preferem sempre o Euro já que é uma moeda muito mais forte e estável.
Eu troquei Euros por Liras Turcas e por cada 100 Euros consegui 190 TL .
O normal no comercio é fazer a paridade de 2 TL = 1 Euro.
Existem muitas casas de câmbio em que é fácil e rápido trocar , sem burocracias ou podem também trocar no Banco.
O multibanco existe quase em cada esquina da cidade e funciona na perfeição.
Alguns comerciantes aceitam cartão VISA mas cobram mais 5 Euros ( dizem ser uma taxa ).


PESSOAS

A variedade de raças em Istambul é enorme. É com extrema facilidade que nos cruzamos com Europeus , Asiáticos , Africanos etc.
O turco por norma é bastante simpático e afável e não se irrita com facilidade , mesmo os motoristas no meio daquele tráfego louco que é tem Istambul. O seu grande problema reside no facto de que quase não fala inglês (ou não quer ), sendo que grande parte das conversações são feitas por mímica.

Grande negociante , consegue quase sempre através de um sorriso maroto levar o comprador ao preço que ele pretende.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_pessoas1.jpg


São muito observadores e facilmente se recordam da fisionomia das pessoas que por eles passaram nos últimos dias mesmo que tenham visto centenas.

Sabem reconhecer com muita facilidade o país de origem de cada um e têm sempre uma palavra que conhecem na língua de cada um . Não tenho a certeza quanto ao chinês.
Adoram negociar e quando se entra na negociação ou quando ele aceita o preço pedido é mau , mesmo muito mau dar o dito por não dito e não fazer o negócio. È uma das principais ofensas para um turco.

A separação entre homem e mulher continua latente na Turquia .
Elas de burca , completamente tapadas e de certeza a arder de calor .... eles .... bem eles quase nus !!!!!


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Gentes3.jpg


Embora já exista uma mentalidade diferente nos jovens , mesmo assim ainda existem alguns que escondem a cara quando fotografados.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Gentes1.jpg


Enquanto certamente eles bebem chá quente em uma qualquer esplanada , jogando xadrez ou abrindo os botões da camisa porque faz calor e ao mesmo tempo fumam uma Pipa de Água , elas tratam dos filhos e correm pela cidade com 34 º C debaixo de uma estúpida BURCA


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Gentes4.jpg


Mesmo assim algumas devem ter uns maridos mais open mind e conseguiram pelo menos uma máquina fotográfica para os seus tempos livres ou viagens


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Gentes2.jpg


enquanto outras conseguiram um pouco mais de liberdade e vestem de branco . Pelo menos não faz tanto calor


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Gentes.jpg


Mais latente e visível nas mesquitas onde os homens continuam a fazer as suas orações no que poderemos chamar a zona “ nobre “ , as mulheres têm de fazer as suas no final da mesquita e por detrás de uns painéis de madeira que impedem de serem vistas.

Mas creio que a mudança já é visível nas camadas mais jovens onde já se nota o vestir Ocidental , onde os namorados já vão para o jardim aos beijos , onde a mulher já anda ao lado do homem e não atrás.
Veremos

COMO PASSEAR NA CIDADE

È de facto muito fácil de passear pela cidade. O Metro , que neste caso é á superfície quase que nos leva a todos os lugares mais importantes de Istambul.
Exemplo de uma estação de Metro:


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Metro.jpg


Existe sempre a possibilidade de utilizar autocarros mas são demasiado velhos e sempre muito apinhados de gente.
Outra possibilidade é a utilização de Táxi onde facilmente pode negociar com o taxista o valor a pagar pela corrida ( tudo é negociável em Istambul ).
Mas acreditem que o melhor é subir e descer as colinas de Istambul , sentindo o cheiro das lojas que vendem “ Kebab” , que espremem o sumo de laranja na hora , que fazem o pão mesmo ali na nossa frente.
E se sentirem que estão perdidos , pois é fácil perdermo-nos em Istambul , não tenham problema , não perguntem a ninguém pois ajuda não irão ter e nesse caso terão duas possibilidades ou chamam um táxi que existem aos milhares ( são amarelos ) ou então aprecie o sabor gostoso de andar perdido e tente tranquilamente descobrir o caminho de volta . Acredite vai adorar andar perdido em ISTAMBUL.

Se pretenderem dar um pulo á ÁSIA , optem pelo barco que sai de Eminonu a cada 15 m.
É fácil e para quem gosta é uma forma diferente de ver a cidade desde o Mar de Mármara


A COMIDA

A comida é de facto bastante diferente da Europeia . O hábito de comer na rua está embrenhado na cultura deste povo.

A cada cem metros de rua de certeza que encontrará um vendedor de maçarocas de milho que podem ser simplesmente cozidas ou grelhadas.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Comida2.jpg


pão ( roscas de sésamo )


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Comida3.jpg


de fruta , maçãs reinetas muito amargas , tiras de melancia sem casca ou mesmo de uma fruta estranha com formato de melão mas sabor a pepino.

Os famosos “ Kebab “ existem por todo o lado


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Comida1.jpg


Existem em diversas formas e preços. Existe o de rua com o qual estamos muito familiarizados , mas também existe no prato sendo que nesse caso tudo é “ Kebab” ou seja é pizza Kebab , Kebab com arroz etc…..

Existe um tipo de “ Kebab “ bastante interessante e que eu só vi á venda no porto de Eminonu , já noite dentro e que é um Kebab de peixe .
O peixe de rio é escalado e grelhado , ao que depois lhe tiram as espinhas e é colocado em pão com alface , tomate e pepino. Se conseguir ultrapassar o facto do homem de rua , com a grelha cheia de gordura e a mexer com as mão que também mexem no dinheiro, se conseguir ultrapassar tudo isso então deve ser SUPER SABOROSO.

Algo que também vimos a ser consumido em muita quantidade mas que não tivemos coragem de provar foi os “ mydye tava “ que são mexilhões fritos com muito sumo de limão. Nestes verões quentes é sempre um risco enorme pois não se sabe a que temperaturas estiveram sujeitos.

Imperdível será provar o GELADO TURCO , totalmente diferente daquilo que estamos habituados. Eu na minha opinião diria que são mais compactos e fibrosos mas sinceramente acho que nunca conseguiria exprimir por palavras o que na realidade são.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Comida4.jpg


Não deixe de perder também todo o ritual que é feito pelo vendedor de gelados que desde o tocar uns sinos até tirar e segurar com uma pequena colher todo o gelado disponível dentro do depósito, faz desta venda uma pequena sinfonia de sons e magia. IMPERDIVEL

Os restaurantes têm comida bastante variada sendo que é muito normal encontrar peixe fresco grelhado . O preço é que talvez não seja muito convidativo .
Todos os outros pratos são baseados em carne , alguns deles ( não muitos ) podem ser picantes .
O preço médio por refeição foi de aproximadamente 20 TL ou seja 10 Euros. Ao jantar normalmente é um pouco mais, mas diria que uma refeição de 40 TL é já uma refeição bastante boa e servida num restaurante já mais “ in “.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Comida.jpg


A bebida “ oficial “ é o chá , havendo de diversas qualidades e sempre servido nuns copos que lhe conferem um sabor único.
O mais típico é o chá turco ( tipo chá preto ) ou o chá de maçã , embora seja normal encontrar outros sabores.
Para os apreciadores de cerveja ou de vinho , não contem encontrar muitos lugares onde existam. Grande parte dos restaurantes não têm e só em zonas mais turísticas é possível encontrar.

Mas não se preocupem porque a variedade de bebidas é fantástica. Podem encontrar por 1 Euro um sumo de laranja natural espremido na altura.
Muito bom é o refrigerante de SUMO DE CEREJA , experimentem é fabuloso.
Também muito gostoso , principalmente se acompanhado com carne grelhada é um iogurte salgado de nome AYRAN. Nem toda a gente gosta , mas nada melhor que provar.


RESTAURANTES

Caminhar em ruas de restaurantes á hora das refeições é no mínimo uma tarefa árdua (para não dizer impossível) para qualquer visitante de Istambul. Digo visitante porque acontece o mesmo aos turcos.
A cada passo que damos existe um “ mordomo “ de cada um dos restaurantes que através de muitas palavras e gestos nos tenta convencer a entrar ou a sentar nas fantásticas esplanadas que têm para oferecer , principalmente nestes quentes dias de Verão.
Claro que aqui não se discutem preços como no Grande Bazar ou em outros locais , mas , mesmo assimos turcos aplicam o chamamento através de “ O chá é grátis “ ou “ Café é grátis “ ou os mais luxuosos oferecem uma PIPA DE ÁGUA.
Grande parte dos restaurantes fecha bastante tarde pelo menos nesta altura do Verão. È muito fácil o entendimento pois ao contrário das entidades oficiais não existe restaurante em que pelo menos “ arranham “ o castelhano.

O problemas é descobrir sede facto o café no final ficará mesmo grátis , mas por norma é mesmo grátis.

OS ANIMAIS

E estes talvez tenham sido uma das grandes surpresas desta viagem.
Não pela sua diversidade mas sim pela sua quantidade. Para um Europeu o animal que observa com mais frequência será o cão.
Pois em Istambul não vimos muitos cães ( eu diria como muito dois ) mas vimos de facto muitos GATOS.

A minha família é louca por gatos ( temos dois ) pelo que podem imaginar que foi um constante apontar de objectiva para fotografar este dóceis , tranquilos e afáveis gatos turcos

Aqui ficam algumas dessas carícias:

A ternura de um BÉBÉ


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Gatos1.jpg


O gato desconfiado


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Gatos2.jpg


O gato descansado


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Gatos3.jpg


O gato mandão


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Gatos4.jpg


A preto e branco


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Gatos5.jpg


O gato dorminhoco


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Gato6.jpg


E talvez o mais expressivo e o mais dedicado

O gato miniatura


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_gato7.jpg


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_gatos8.jpg




Bem e agora o mais trivial :

O visitante de Istambul terá de ter sempre em mente que tudo aquilo que possa ver é sempre ou quase sempre indecifrável, senão vejam:


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Tabuleta.jpg


Mas existe algo que seria um erro fatal não colocar aqui , pois todos os homens sabem que um dos locais mais visitados por uma mulher em qualquer cidade do mundo é sempre as casas de banho.
Em turco são assim :


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Tabuleta2.jpg


BAY = HOMEM
BAYAN = MULHERES
 

JJPPMM

Membro Conhecido
SULTANAHAMET


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Istambul_SultanametPan_1.jpg



PARQUE DE GULHANE
Gulhane Park
Paragem de Metro " Gulhane "

O Parque Gulhane ocupa a parte mais baixa dos terrenos do Palácio Topkapi .
É um lugar de sombra para passear e com alguns pontos interessantes para visitar.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Parquegulhane4.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Parquegulhane5.jpg


È um lugar bastante procurado pelos novos casais turcos para calmamente namorarem.
Nós aproveitámos este lugar numa tarde muito quente e húmida e foi de facto retemperador.

Uma das entradas do Palácio Topkapi pode ser feita por este jardim.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_ParqueGulhane2.jpg



HIPÓDROMO
At Meydani

Pouco resta do gigantesco estádio que outrora se situava no coração da cidade de Constantinopla. Pensa-se que este estádio podia albergar mais de 100.000 pessoas. Agora é um enorme jardim mas existem ruínas suficientes para ter uma ideia da sua grandiosidade.

Não obstante restam ainda 2 monumentos antigos:

O OBELISCO EGIPCIO e a COLUNA DE CONSTANTINO PORFIROGENETA


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Hipodromo.jpg


O hipódromo foi palco de um dos mais sangrentos eventos da história de Istambul . Em 532 uma rixa entre equipas de corrida de quadrigas originou a “ Revolta Nika “ na qual grande parte da cidade foi destruída. A revolta só terminou quando um exército de mercenários massacrou aproximadamente 30.000 pessoas que estavam presas no Hipódromo.


FONTE DE AHMET III

Construída em 1728 a mais bela de todas as fontes de Istambul sobreviveu á violenta deposição do Sultão. Esta bonita fonte encontra-se á direita da Hagia Sophia junto á Porta Imperial.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_FonteAhmetIII.jpg


A Fonte em delicado estilo rococó turco possui cinco pequenas cúpulas e uns surpreendentes motivos florais.
As fontes otomanas não jorram jactos de água , mas são uma espécie de torneiras públicas ornamentadas.


PALÁCIO TOPKAPI
Topkapi Sarayi
Paragem de Metro " Sultanhamet "


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Topkapi.jpg


Historia

O Palácio está localizado num promontório sobre o Bósforo , na cunfluência do Mar de Marmára e o Corno de ouro
Após a conquista Otomana de Constantinopla em 1453, o Sultão Mehmed II encontrou o Grande Palácio de Constantinopla em ruínas.
Ordenou então a construção de um novo palácio em 1459. O seu nome original era “ Novo Palácio “ para o distinguir da residência anterior do Sultão.
O nome Topkapi só aparece no séc. XIX após a destruição de uma porta aí existente com o nome “ Topkapi “

Desenho

Foi o próprio Sultão Mehmed II que fez a concepção do Palácio.
Os seus aposentos privados e os edifícios mais importantes ficariam no ponto mais alto da colina com uma vista previlegeada sobre o Bósforo , Corno de Ouro e Mar de Marmara.
Todo o complexo seria rodeado por bosques de arvores altas

INTERIOR

O interior do Palácio está dividio em quatro pátios que se ligam entre todos.
No primeiro pátio existe a entrada do Harém.

PORTA IMPERIAL

A Porta Imperial (Bab-i Hümayun) é hoje em dia a entrada principal ao palácio. Foi construída baixo o mandato de Mehmet II eAbdülaziz.[


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_PortaImperial.jpg


Primeiro pátio

HAGIA EIRENE


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaEirene.jpg



Embora a Igreja actual date do séc. VI , é no mínimo a terceira construção a ser erguida onde se pensa ser o mais antigo lugar de culto cristão em Istambul.
Durante a década da conquista muçulmana da cidade em 1453 foi incluída dentro do complexo do Palácio Topkapi e funcionou como arsenal. Hoje o edifício de boa acústica acolhe o Concertos do Festival de Música de Istambul.

Porta das Saudações


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Topkapi_1.jpg


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Topkapi1.jpg



Dá acesso ao segundo pátio do Palácio onde se encontram os jardins.
Oficialmente é a porta de entrada do Palácio

Muitas coisas havia para mostrar neste Palácio de conto de Fadas . È uma zona enorme para ver.Tem os tesouros e as relíquias mais valiosas da Turquia e do Mundo Muçulmano. Tem jardins lindissimos de perder de vista. tem das vistas mais bonitas do Bósforo.
Acreditem é um dia inteiro de visita. Merece a pena.
Eu vou mostrar alguns desses lugares.

BIBLIOTECA DE AHMET III


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Topkapi2.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Topkapi7.jpg



Construída em 1719 a biblioteca é um elegante edificio de mármore.

TORRE DA JUSTIÇA


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Topkapi3.jpg



PAVILHÃO DE BAGDAD


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Topkapi4.jpg


Em 1639 MURAT IV construiu este pavilhão para celebrar a conquista de Bagdad. Tem um requintado trabalho de azulejaria em branco e azul.

SALA DO TRONO


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Topkapi5.jpg


Dentro do Palácio Topkapi e separado como era na altura e como é agora existe uma outra parte que se chama

HARÉM

A palavra Harém tem origem no arábico para " proibição ". Era a residência do Sultão ,concubinas e filhos e todos eram guardados por escravos negos eunucos.
O Sultão e os filhos eram os únicos homens autorizados a entrar no Harém.
Dos muitos locais a visitar não percam estes

PÁTIO DAS PREFERIDAS


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_TopkapiHarem7.jpg


SALA DO CONSELHO


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_TopkapiHarem11.jpg


SALÃO IMPERIAL


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_TopkapiHarem4.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_TopkapiHarem3.jpg


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_TopkapiHarem6.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_TopkapiHarem2.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_TopkapiHarem.jpg



A CISTERNA DA BASILICA
Yerebatan Sarnici ( Palácio Afundado )
Preço Entrada : 20 TL


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Cisterna.jpg


Imperdível a visita a este lugar escuro, húmido e molhado mas também misterioso e fascinante.

Está localizada a cerca de 100 m da entrada do conjunto formado pelo Hipódromo , Mesquita Azul e Hagia Sophia da qual dista cerca de 100 m da sua entrada.

Esta vasta cisterna de água subterrânea é uma das mais incríveis obras da engenharia bizantina.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Cisterna5.jpg


Esta cisterna foi planeada e mandada construir por Justiniano no ano de 532 de forma a satisfazer as necessidades cada vez maiores do Grande Palácio.
Possui o tamanho de uma catedral com aproximadamente 143m de comprimentos por 65 m de largura , ou seja , uma área de 9.800 m2 .
È capaz de armazenar perto de 80.000 m3 de água .

Durante mais de um século após a conquista , os Otomanos não sabiam da existência da Cisterna . Esta foi redescoberta após alguns guardas terem encontrado pessoas a recolher água e peixes lançando baldes através de uns buracos feitos no solo.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Cisterna1.jpg


Os peixes e a água (não em tão grande quantidade) ainda continuam por lá para criarem aquele ambiente único onde as sombras das colunas , o som das pequenas gotas de água que caem do tecto e o odor intenso a humidade fazem com que qualquer um dos visitantes não consiga deixar de pensar o que seria este lugar á muitos anos atrás .

O telhado desta cisterna está apoiado em 336 colunas de mármore , cada uma com mais de 8 metros de altura e dispostas em 12 filas de 28 colunas separadas 4,8 m entre cada uma.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Cisterna4.jpg


Os visitantes seguem um trilho numa ponte em madeira ao som de uma mistura de música clássica e de gotas a caírem do tecto. Actualmente algumas obras plásticas ornamentam o fundo da cisterna , juntando desta forma o antigo e o moderno numa fusão simples e funcional

Só cerca de dois terços da estrutura original podem ser visitados mas mesmo assim acreditem que é uma experiência única .

No extremo esquerdo da cisterna duas das colunas assentam em dois rostos de Medusas.
A sua origem é desconhecida mas pensa-se que foram aqui colocadas após terem sido retiradas de um edifício romano.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Cisterna10.jpg


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_Cisterna11.jpg



Para os que apreciam , no final da descida que dá acesso á Cisterna existe um serviço de fotografia onde os que o requisitam podem vestir-se de sultão ou de otomanas e deixar impresso para a posteridade este momento através de uma ou mais fotos .
 
Última edição por um moderador:
  • Gostar
Reações: DDD

JJPPMM

Membro Conhecido
HAGIA SOPHIA


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia_1.jpg


A igreja de Santa Sofía, a Divina Sabedoria ou Hagia Sophia é dedicada à terceira pessoa da Trindade e é indiscutivelmente uma das obras mais sublimes da arte bizantina
Foi construída do 532 ao 537, durante o mandato deJustiniano I em Constantinopla na época capital do Império bizantino

Os seus arquitectos, os gregos Antemio de Tralles e Isidoro de Mileto, cobriram o edifício, de planta quase quadrada, com uma cúpula central sobre colunas. Esta repousa sobre quatro arcos, sustentados a sua vez por quatro colunas.
Possui uns belos mosaicos bizantinos.
A construção definitiva foi feita sobre a primitiva basílica de Constantino entre o 532 e 537, durante o reinado de Justiniano, no período conhecido como "Primeira Idade de Ouro".
Os arquitectos realizaram um desenho sem antecedentes, tomando elementos conhecidos (planta basilical e rotunda), mas que se unem em uma estrutura nova.

Foi utilizada como igreja cristã durante quase mil anos, desde sua construção até a conquista de Constantinopla pelo turcos em 1453. Ali refugiaram-se os aterrorizados habitantes no ataque à cidade. Os otomanos converteram-na em mesquita agregando posteriormente os quatro minaretes que hoje apresenta, bem como os medalhões decorativos interiores.

Em 1935 foi convertida em museu.

Em palavras de Agatías, os desenhadores trataram de «aplicar a geometría à matéria sólida». Justiniano, segundo um cronista oficial da época Procopio de Cesarea, ao ver Santa Sofía terminada exclamou: «Salomão, superei-te»

E eu acho que tinha razão

E porque as imagens dizem muito mais que as palavras , espero que possam através destas sentir aquilo que nós sentimos quando entrámos num lugar milenar , carregado de história , emoções e principalmente fé.

Tentem senti-lo

EXTERIOR

Vista ao longe


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia33.jpg


A FONTE


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia35.jpg


INTERIOR

CÚPULA


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia2_1.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia9.jpg



ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia13.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia21.jpg



ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia26.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia37.jpg


MOSAICOS BIZANTINOS


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia6.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia16.jpg




ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia17.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia19.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia4.jpg


PORTA IMPERIAL


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia10.jpg



MINBAR


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia3.jpg



MIHRAB


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia8.jpg


LOGE


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia23.jpg


MEDALHÕES


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia30.jpg





MESQUITA AZUL


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul3.jpg



História

Depois da Paz de Zsitvatorok e o negativo resultado das guerras , o sultán Ahmed I ordenou construir uma mesquita em Istambul para apaziguar Alá.
Foi a primeira mesquita imperial que se construiu após mais de quarenta anos. Enquanto seus predecessores tinham construído mesquitas com o ganho das guerras, o sultão Ahmed I teve que retirar os fundos do tesouro, devido a que não tinha ganho nenhuma batalha importante.

A mesquita construiu-se no lugar que ocupava o Grande Palácio de Constantinopla, em frente a Hagia Sophia (nessa época, a mesquita mais venerada de Istambul) e o hipódromo, localização de grande valor simbólico.
Grande parte do sudeste da mesquita descansa sobre os alicerces do Grande Palácio.
Foi necessário comprar, a um preço elevado, diferentes palácios que se encontravam no mesmo lugar e os derrubar, especialmente o palácio de Sokollu Mehmet Paşa, e grande parte do Sphendone (tribuna em forma de U do hipódromo).

A construção da mesquita iniciou-se em Agosto de 1609. A intenção do sultão era que a Mesquita Azul fosse a primeira mesquita de seu Império. Encarregou as obras ao arquitecto Sedefhar Mehmet Ağa, aluno e ajudante principal do conhecido arquitecto Sinan.
A organização da construção descreveu-se meticulosamente em oito volumes, que actualmente se encontram na biblioteca do Palácio de Topkapı. A cerimónia de inauguração teve lugar em 1617 (ainda que na porta da mesquita se indica no ano 1616) e o sultão rezou na sala real (hünkâr mahfil).
No entanto, o edifício não se terminou sob o seu sultanato, senão sob o de Mustafa I.
A Mesquita do Sultán Ahmed, conhecida como Mesquita Azul, é um dos monumentos mais impressionantes do mundo. Trata-se de um dos elementos incluídos no complexo que construiu Ahmed I para competir com Hagia Sophia.


EXTERIOR


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul1.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul5.jpg


Arquitectura

O desenho da Mesquita Azul é o culminar de dois séculos de evolução da igreja bizantina e da civilização otomana. Mistura elementos bizantinos da próxima Hagia Sophia com a arquitectura islâmica tradicional, sendo considerada a última grande mesquita do período clássico otomano.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul2.jpg


O arquitecto conseguiu sintetizar as ideias de seu maestro, Sinan, quanto ao impressionante tamanho, a majestuosidade e o esplendor; no entanto, não conseguiu aplicar sua criatividade no interior.
 
Última edição por um moderador:

JJPPMM

Membro Conhecido
Mehmet Paşa empregou grandes quantidades de materiais, especialmente pedra e mármore, o qual fez que se esgotassem as existências para outras obras importantes.
O traçado da mesquita é irregular, já que o arquitecto teve que adaptar às restrições a localização.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul_4.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul__7.jpg


A fachada principal, que serve primeiramente ao edifício encontra-se em frente ao hipódromo.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul__3.jpg


Conta com um sistema ascendente de cúpulas e semicúpulas, a cada uma delas apoiadas em três pontos, que termina em uma grande cúpula central, de 23,5 m de diámetro e 43 m de alto no centro.

As cúpulas apoiam-se em quatro enormes pilares que recordam os da Mesquita de Selim, em Edirne, obra também de Sinan. É evidente que Mehmet Paşa teve demasiado cuidado com a margem de segurança das colunas, já que prejudicou às elegantes proporções da cúpula.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul__1.jpg


Estas "patas de elefante" constam de vários surcos convexos no mármore da base, enquanto a metade superior está pintada separada da inferior mediante uma faixa com inscrições douradas.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul__6.jpg


Desde o pátio, o perfil da mesquita ressalta pela suave sucessão de cúpulas e semicúpulas. O efeito geral do exterior é de harmonia visual, dirigindo a vista para o arremate da cúpula central.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul__8.jpg


A fachada da entrada construiu-se da mesma forma que a da Mesquita de Süleymaniye, a excepção das torres. O pátio é quase tão grande como a própria mesquita e está rodeado por uma galería contínua (revak).
Conta com espaço para a abulação em ambos lados. A fonte hexagonal que se encontra no centro é relativamente pequena comparada com as dimensões do pátio.

A monumental porta de acesso ao pátio eleva-se desde a galería. A sua semicúpula conta com uma delicada estrutura em forma de estalactitas, coroada por uma pequena cúpula nervada sobre um tambor de grande altura.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul_7.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul_31.jpg


Interior

Na parte inferior e superior , o interior da mesquita está revestido com mais de 20.000 azulejos de cerâmica feitos a mão, fabricados em İznik (a antiga Nicea) com mais de cinquenta desenhos diferentes de tulipanes.

Os azulejos dos níveis inferiores contam com um desenho tradicional, enquanto nas galerías, este é mais chamativo, com representações de flores, frutas e ciprestes.

O dinheiro que podiam gastar os construtores nos azulejos estava fixado mediante decreto do sultão, mas o problema é que o preço dos azulejos aumentou com o passar do tempo. Por isso, os azulejos que se utilizaram durante os últimos anos eram de menor qualidade.

As cores têm perdido a intensidade original e têm mudado (o vermelho virou castanho e o verde converteu-se em azul, adquirindo além do mais algumas manchas brancas), e o vidrado tem perdido o brilho.

Os níveis superiores do interior estão dominados pelas pinturas de cor azul, todas elas de uma qualidade pobre. A luz natural entra através a mais de 200 janelas de complexos desenhos, ao mesmo tempo que diversos lustres de aranha proporcionam luz adicional.

Nos lustres há ovos de avestruz que se colocaram para evitar que as aranhas entrassem na mesquita e fizessem teias de aranha.

A decoração inclui versos do Corão, muitos deles realizados por Seyyid Kasim Gubari, considerado o melhor calígrafo de sua época.

A mesquita está desenhada para que, quando está cheia de gente, todos possam ver e ouvir ao íman.

No passado, os numerosos lustres que iluminavam o interior estavam cobertos de ouro e pedras preciosas . Todas estas decorações foram retiradas ou instaladas em museus.

E como sempre uma imagem é mesmo mais forte que todas as palavras.

Fiquem com o interior da MESQUITA AZUL.


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul_27.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul_23.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul_20.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesqitaAzul_9.jpg



ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAxul_22.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul_19.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul_10.jpg



ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul_13.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul_17.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul_18.jpg



ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul_14.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul_15.jpg



ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzul_28.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitAzul_16.jpg


A qualidade de algumas fotos não é muito boa , mas acreditem que é MUITO DIFICIL sem tripé , fotografar em algumas mesquitas e na Mesquita Azul ainda mais complicado porque a quantidade de janelas é enorme e a luminosidade " mata " muitas das fotos.
Mas creio que dá para terem uma idéia
 

JJPPMM

Membro Conhecido
ISTAMBUL Á NOITE


Deambular por Istambul á noite não é perigoso. Terá certamente o perigo de qualquer outra grande metrópole como Lisboa , Paris , Madrid ou Roma.

As noites foram quentes e húmidas pelo que passear pelas zonas mais perto do hotel foi de facto apaixonante.

Istambul quando o Sol desaparece no horizonte , ganha uma nova vida , ganha o fascínio das luzes que iluminam as suas mesquitas e que lhes dão um toque de mistério .
Ganha nos vendedores de “ Kebab de peixe “ que através do fumo dos seus carros onde arde uma preciosa fogueira de carvão conferem uma deliciosa mistura de cheiros fortes e ganha na movimentada vida nocturna de produtos de contrafacção como seja os ténis e as camisolas.

O porto de Eminonu parece que renasce uma vez mais com a chegada dos barcos de comida , tipo as nossas roulottes onde se vende de tudo um pouco desde sumos , kebab, batatas fritas , cachorros etc.

Mas o apaixonante é de facto os monumentos de Istambul que com uma cor amarelo ocre tornam difícil o seu congelamento no CCD de qualquer máquina.

Como foi para mim um dos momentos mais espectaculares desta fabulosa viagem desejei deixá-lo para o final. Vamos lá ver se concordam comigo .
E porque de palavras já este report está cheio ficam-se simplesmente com as imagens de uma noite numa cidade que não dorme.

PONTE DO BÓSFORO




ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_ponte.jpg




BÓSFORO À NOITE



ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_BosforoNoite.jpg




MESQUITA NOVA



ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaNova18.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaNova21.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaNovaNoite.jpg




HAGIA SOPHIA



ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophiaNoite.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophiaNoite1.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_HagiaSophia2.jpg


MESQUITA AZUL


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzulNoite_1.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzulNoite_6.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzulNoite4.jpg




ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzulNoite2.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_mesquitaazulNoite1.jpg
ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzulNoite5.jpg




ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul_MesquitaAzulNoite_5.jpg



E pronto assim chegamos ao final deste enorme report que espero seja de alguma utilidade para quem num futuro próximo pense ou planeie visitar esta fabulosa cidade que é ISTAMBUL.

Apesar de todos os precalços desta viagem e acreditem que foram alguns, na hora da partida a saudade bateu forte e acho que posso hoje dizer que é talvez a única cidade que irei repetir.

Em jeito de despedida deixo-vos com a nostalgia de quem retorna de uma viagem fabulosa a uma cidade ÚNICA E CATIVANTE

VISITEM ISTAMBUL


ai225.photobucket.com_albums_dd86_JJPPMM_Istambul__MG_1082.jpg


Para todos aqueles que conseguiram aqui chegar o meu muito obrigado

Abraço a todos

João Paulo
 
Última edição por um moderador:

Nika

Membro Conhecido
Olá João Paulo,

tinhas razão, com este fiquei sem palavras ... fantástico. :D
Já fui espreitando enquanto fazias o report ... mas logo vou ver todas as dicas que escreveste com atenção.
Obrigada pela partilha. :)

Cumprimentos
 

Jorge Gonçalves

Membro Conhecido
FABULOSO!!!!!!! :eek:

Report à altura da cidade, que também considero que é fascinante. Fui lá no ano passado, mas apenas fim-de-semana prolongado (4 dias) e mesmo levando as expectativas elevadas, foram bastante superadas. Destino a não perder!

Parabéns, mais uma vez, por este fantástico report! :)
 

CarpeDiemMan

Membro Conhecido
Olá João Paulo

Excelente report, tal como nos tens habituado :).
Super detalhado e com muitas fotos como gostamos :).

Cumprimentos
 

Paulo Leite

Coordenador
Staff
JJPPMM disse:




Para todos aqueles que conseguiram aqui chegar o meu muito obrigado
Olá João garantidamente iria muito mais longe para continuar a ver o teu Report.

É sempre um prazer ver os teus trabalhos, não só pela qualidade fotográfica mas como pela descrição por ti apresentada...

O meu muito Obrigado pela partilha pois acabei de viajar e conhecer mais uma cidade sem sair de casa..

Obrigado
 

Ramiro Costa

Membro Ativo
Estou boquiaberto com a qualidade e o pormenor deste report. Os meus parabéns ao seu autor.

Ao ler esta descrição fiquei com imensa curiosidade em conhecer Istambul, sonho que já trago comigo há uns anos.

Como disponho ainda, em Agosto, de 4 dias de férias (tirando as viagens, sobrariam 3 dias úteis para lá estar), o amigo JJPPMM acha que seria possível (quero eu dizer, se seria "rentável" numa análise custo/benefício) dar uma saltada a Istambul nesse período ou aconselha-me deslocar-me lá com mais tempo?

Na eventualidade de considerar que posso rentabilizar esses 3 dias, quais são os locais que, nesse curto espaço de tempo, me aconselharia a visitar (os "must see")?

Só uma questão: já estive a ver os voos para os dias/período que me interessa e verifico que entre a viagem COM escala (na Alemanha, com a Lufthansa) e o voo DIRETO Lisboa-Istambul (com a Turkish) existe uma diferença de 300€ (entre 1051€ e 1350€ p/ 2 pessoas). Pela sua experiência, acha que estes 300€ são bem gastos pela comodidade da ligação direta ou acha que os voos com escala, com a Lufthansa, se "fazem bem" e que são 300€ que se poderão poupar sem grande custo/incómodo?

Desde já agradeço a sua resposta e.... reitero os meus parabéns pelo seu extraordinário report.
 

Sun Rise

Membro Conhecido
Boa tarde,

Os meus parabéns por este report!

Acabei de chegar de Istambul com este report, obrigada por isso.
 
Top