Novidades

[Report] Ilha do Sal - Oasis Belorizonte, set 2019

RitaF

Membro
E chegou o dia tão ansiado! Aí fomos nós rumo ao Sal! Íamos com as expectativas tão em baixo, que o Sal tornou-se um bela surpresa! Deixou-nos com "água na boca* suficiente para querermos conhecer outras ilhas Cabo-verdianas, talvez a Boavista seja um próximo destino. Comprámos a viagem pela Logitravel (voo+hotel) em Janeiro pelo valor de 1402€/2pessoas (TI).

Voo: Dia 28 de Agosto chegámos ao aeroporto de Lisboa 3h antes do voo e já com check in feito! Tornámo-nos cumpridores de horários, desde que corremos todo o aeroporto de Stansted (Londres) atrás de um "avião" quase perdido! 😜
Esta antecedência não foi nada agradável, uma vez que o voo TAP marcado para as 21h25 levantou voo pelas 23h00 😏.
Apesar deste atraso, a viagem correu sem problemas com o habitual jantar a bordo. Chegámos ao destino era 1h.
No regresso a partida agendada para as 00h25 foi cumprida! Chegamos a Lisboa pelas 06h05.

Transfer: saímos de Portugal sem transfer agendado. À saída do aeroporto Amílcar Cabral (Sal-Espargos), fomos imediatamente "pescados" por uma quantidade de taxistas. A viagem até ao hotel Oasis Belorizonte foi de 15€. Não regatiámos o preço, pois pareceu-nos aceitável. A viagem de táxi durou cerca 20-25min. A meio da semana conhecemos um taxista aquando uma atividade de snorkeling. Pedimos ao taxista para nos apanhar no hotel 3h antes do voo de regresso. Ele assim fez. Pagámos novamente 15€.

Hotel: ficámos no Hotel Oasis Belorizonte (Santa Maria) num bungalow remodelado em regime TI. Chegámos tarde pela 1h, ainda assim tínhamos ao nosso dispor um pequeno lanche na recepção.
O hotel dispõe de net pelo valor de 25€. Dá para uso a partir de 2 telemóveis mas apenas nas áreas comuns (lobby e restaurantes). Adquirimos um cartão de telemóvel na vila de Santa Maria pelo valor de 10€, dispondo de 5Gb. Compensou bastante.

Quarto: Uma semana anterior à viagem, enviei email para o hotel solicitando um bungalow junto à praia. O pedido foi satisfeito. Além de ser remodelado, o bungalow tinha alguns mimos à chegada. Uma gentileza! O quarto tem uma dimensão aceitável e para além da cama de casal, dispõe de uma cama pequena que dá para uma criança. O WC é composto por sanitário e duche. O lavatório encontra-se no exterior à porta do WC. Possui secador de cabelo. Ainda no quarto há TV, com acesso a muitos canais portugueses incluído Benfica TV. Tem ainda Sport TV. Há um mini-bar (não reposto ao longo da semana) e ar condicionado. A limpeza é diária. Devido à política de poupança de água, as toalhas apenas são repostas se colocadas no chão. A água é desalinizada.

187371
187368


187369
187372


187370

Alimentação: existem 2 restaurantes buffet que servem pequeno-almoço e almoço. Um destes restaurantes (Flor de Sal) torna-se restaurante temático Italiano pela hora do jantar. Existe ainda o restaurante Pedra de Lume com comida Cabo-verdiana e o restaurante no Bar da Praia que serve peixe grelhado.
No buffet a comida é muito variada e numa semana não repetiu em nada. Há pratos típicos portugueses como bacalhau com natas, caldeirada de peixe, arroz de marisco, etc. A fruta é pouco variada mas muito saborosa. As sobremesas são agradáveis na sua maioria. Há muitas saladas.
No bar da piscina há gelados tipo servete. O bar da praia fecha pelas 17h. Existe um bar junto a cada uma das 3 piscinas.

187373
187374


187375
187377


187378

Piscinas: há 3 piscinas. Todas com espaço para crianças. Existem ainda 2 piscinas pequenas em frente ao Restaurante Pedra de Lume de uso exclusivo a crianças.

187379
187380


187381
187382


Praia: tem um fácil e rápido acesso. Basta sair do hotel e atravessar o "calçadão". À entrada da praia encontram-se alguns vendedores de excursões. Perguntam se estamos interessados mas não chateiam mais. Oferecemos-lhe bebidas que pedimos no bar da praia e ficaram muito agradecidos. Dizem apenas bom dia e boa tarde com um grande sorriso 😊.
Na praia há chapéus de sol tipo palhota e espreguiçadeiras. Há que chegue para todos os hóspedes. Ainda assim, há os Tugas (espertos) que vão guardar as espreguiçadeiras na linha da frente, colocando as toalhas sobre as mesmas. Saem da praia e lá ficam as toalhas horas a fio ocupando as espreguiçadeiras inutilizadas. 😒 Quanto à qualidade da praia, a água tem uma cor turquesa espetacular. E quanto à temperatura apanhámos uns excelentes 28graus! Percebemos pelos locais que esta temperatura não é muito comum. Eles brincam dizendo que o mar está quente quando a areia da praia queima. Verdade que os 32graus de temperatura ambiente queimam a sério.
Ainda na praia dá para caminhar até ao pontão. Não é proibido atravessar as praias dos outros hotéis.
Os vendedores de praia são Senegaleses. Passam na linha da praia e não chateiam muito.
IMG_20190831_121753.jpg
IMG_20190831_102846.jpg



Animação: a equipa de animação do hotel é a mesma na praia e piscina. Também estão presentes nos espetáculos noturnos e na animação infantil. Existe um Kids club e um parque infantil junto ao campo de ténis.
A animação noturna tem lugar no Restaurante Pedra de Lume e apresenta um espetáculo diferente a cada dia da semana. Após o espectáculo, termina a animação, sendo que às 22h30 não há mais nada para fazer.

IMG_20190831_185859.jpg
IMG_20190831_102846.jpg


IMG_20190831_102846.jpg
IMG_20190901_091211.jpg
 

RitaF

Membro
Excursões: contactamos a empresa Zugadventures, sugerida aqui no portal. É dirigida por uma Bióloga Marinha portuguesa e tem várias ofertas que podem ser consultadas no site com o mesmo nome. Infelizmente a responsável estava em Portugal, mas forneceu-nos o contacto do Luís Pina. O Luís tornou-se intermediário de tudo aquilo que visitámos.

Desova das tartarugas - esta foi a nossa primeira aventura. O Toni (parceiro do Luís) foi buscar-nos ao hotel pelas 20h e rumámos à praia mais conhecida por Kite beach numa carrinha 4x4. Lá fomos procurando as tartarugas que subiam a praia para desova. Apesar de ter gostado da experiência, pelo fascínio de ver tartarugas enormes ali tão perto, senti-me uma invasora da sua privacidade. No meu ideal, pensava que esta observação era feita em local próprio e camuflado. Afinal nós vamos mesmo perto das tartarugas. Caminhando pela praia ao seu encontro. O guia teve cuidado para que não fizéssemos movimentos bruscos, uma vez que as tartarugas sentem as nossas vibrações. Todos os ninhos foram sinalizados para que no dia seguinte a equipa de biólogos pudesse recolher os ovos e colocar na incubadora. Sem este cuidado, os ovos serão comidos por cães vadios que vagueiam por todas as praias da ilha. Esta atividade ficou em 20€/pessoa. E durou cerca de 3h. Como a atividade é noturna e a praia não tem luz artificial, não foi possível fazer registo fotográfico.


Visita à ilha: partimos do hotel pelas 9h00. A primeira paragem foi nas Salinas de Santa Maria e a seguinte na praia kite beach onde foi possível ver as incubadoras dos ovos de tartaruga
IMG_20190901_092516.jpg


Dirigimo-nos então à Murdeira onde tem uma baía bem simpática onde os cabo-verdianos costumam passar os seus momentos de lazer.
IMG_20190901_095434.jpg
IMG_20190901_095136.jpg


Da Murdeira seguimos para Espargos.

IMG_20190901_102415.jpg
IMG_20190901_102440.jpg


Fizemos volta pela capital e seus subúrbios no caminho das Miragens. Nas Miragens notámos um créscimo de temperatura, o verdadeiro responsável pelo efeito das visíveis miragens ao longe. É mesmo o deserto.
IMG_20190901_105149.jpg
IMG_20190901_105152.jpg


Dali seguimos para a Buracona (entrada 3€) onde conseguimos ver o olho azul após algum tempo de espera (o céu estava encoberto)! Ainda ali compramos alguns souvenirs.
IMG_20190901_111643.jpg


IMG_20190901_112807.jpg


IMG_20190901_114412.jpg
IMG_20190901_111809.jpg


Da Buracona seguimos para Palmeiras, vila pescatória onde vimos a chegada de alguns barcos.

IMG_20190901_122118.jpg
IMG_20190901_122440.jpg


Fomos à Baía dos tubarões onde vimos os tubarões limão a ser alimentados e seguimos para as salinas. Não mergulhamos pois a chuva acompanhou-nos ao longo de toda a viagem. Porém a vista de cima da cratera do vulcão é inacreditável. Está excursão em carrinha 4x4 ficou em 20€/pessoa. Regressamos ao hotel pelas 14h00 onde almoçamos.
IMG_20190901_133554.jpg
IMG_20190901_134035.jpg


IMG_20190901_140134.jpg
IMG_20190901_140145.jpg


Atividade se snorkeling: esta atividade era a que mais interesse nos despertava, porém o estado do mar que se agitou a meio da semana não permitiu grande visibilidade. Às 14h15 (hora combinada) saímos do hotel até ao centro de mergulho onde nos equipamos com fato térmico para proteção das rochas. Levámos o nosso material de snorkeling, dispensando o material do centro. Seguimos para a Murdeira e lá iniciámos a atividade. A água é quente e as rochas abundam tanto na entrada como em todo o redor. O mar estava ligeiramente agitado e a água turva e com algas. Apenas vimos alguns peixes. É de sublinhar que o centro foi honesto connosco, referindo sempre que as condições do mar não seriam as mais desejadas. No entanto a nossa estadia pelo Sal estava perto do fim e não queríamos regressar a Portugal sem esta experiência. Esta atividade teve o custo de 25€/pessoa.

Em suma: O Sal é o excelente destino para quem deseja descontrair. Não tem muita oferta cultural, porém a segurança das ruas permite que exploremos a ilha tranquilamente. Voltaremos a Cabo Verde sem dúvida!
IMG_20190830_103619.jpg
 
Última edição:

DaisyP

Moderador
Staff
Olá Rita, obrigada pela partilha 😊 Bela escapadinha para dar em janeiro e fugir do frio do nosso Portugal.
 

Zé Pinho

Membro Conhecido
Muito sucinto mas claro o report. Parabéns.
Foi a minha 1ª experiência em Cabo Verde a que já somei mais 4 ilhas .
O Fogo pela dimensão avassaladora do vulcão, S. Vicente pelo embalar das mornas, Santiago pelo fervilhar anárquico da capital, a história do Tarrafal como a sua belíssima baía e a Boavista em estado ainda quase puro.
Esperava voltar este ano mas o Covid trocou as voltas
 

Ricardo_7

Membro Conhecido
Olá :)

Muito obrigado pela partilha!

Foi muito bom rever um local por onde já passei. Gostei tanto da ilha e do povo, voltava facilmente!

Boas viagens :)
 
Top