[Report] - Iberostar Varadero, Cuba - Junho 2018

JPedro

Membro Novo
Boas,
Este vai ser o meu primeiro report aqui no fórum, por isso se falhar em algumas informações não hesitem em perguntar... aqui vai:

Detalhes da viagem:
Já estivemos nas caraíbas anteriormente, primeiro no Bahia Príncipe na Reviera Maia, México, na segunda vez ficamos no Bahia Príncipe em Punta Cana, República Dominicana, desde modo vou usar estes dois resorts e destinos como comparação com o Iberostar, Varadero e Cuba.

Escolhemos Junho para ir a Cuba, não por alguma razão em particular de sazonalidade, simplesmente devido às datas que pudemos conjugar os dois as férias em conjunto. Tivemos sorte com o tempo, que esteve bom, contudo foi mesmo isso sorte, por isso as experiências podem variar para quem decidir ir em Junho.

Fomos na Orbest de Lisboa para Varadero, uma viagem de cerca de 8h30, tranquila, assentos com espaço adequada para as pernas, tenho uma estatura mediana, 1.80m, e nunca tive qualquer desconforto. O serviço a bordo foi razoável com duas refeições, contudo cobram os auscultadores para se poder ouvir os conteúdos da tv a bordo, neste caso foram 3 filmes (um pequeno truque, auscultadores normais funcionam se forem colocados na entrada inferior do assento). A reserva de assentos online é possível pela Orbest, contudo um assento na saída de emergência custa cerca de 90€.

Depois de chegar-mos a Varadero, atrasou um pouco no aeroporto devido ao controlo de fronteira, muito desorganizado e lento. Do aeroporto até ao hotel foram cerca de 30m de viagem de autocarro com ar condicionado, onde um representante da companhia nos deu um pequeno briefing em relação a Cuba e ao resort.

Hotel

Gostei da nossa experiência no hotel, alguns pontos:

Estrutura do resort
IMG_20180611_002456682.jpg

IMG_20180610_150811739_HDR.jpg

IMG_20180612_200108634.jpg

IMG_20180612_201440279.jpg

IMG_20180615_100036295_HDR.jpg


  • 2 buffet, um principal perto do lobby, outro perto da piscina;
  • 3 restaurantes temáticos;
  • 1 grelhador na praia;
  • 1 piscina no centro do complexo;
  • 1 piscina / parque aquático para crianças;
  • 1 bar principal no lobby que serve igualmente a zona de espectáculos;
  • 2 bares de praia com serviço ao longo da zona balnear;
  • 1 bar na piscina central com serviço dentro de água.
Serviço
IMG_20180610_222436003.jpg

IMG_20180610_222450415.jpg

IMG_20180610_222516739.jpg


IMG_20180610_222557777_HDR.jpg
  • Staff não importuna hóspedes com pedidos constantes de gratificação;
  • Staff mantém o hotel sempre limpo, nunca nos deparamos com comida no chão, jardins descurados ou suites mal limpas;
  • O serviço à mesa é medíocre quando comparado com o Bahia Príncipe no México e até mesmo na República Dominicana. Falham na reposição de talheres nas mesas, falham na limpeza das mesmas no buffet, levando a uma procura constante por uma que estivesse em condições. Estranho também a aversão do hotel a colheres de café, que são quase impossíveis de encontrar... o que tornava o pequeno almoço uma experiência mais difícil do que era suposto;
  • Serviço de bar bastante bom, muito Rum, bebidas bem servidas, pouco gelo, serviço de mesa para bebidas sempre presente em todas as zonas do hotel, inclusive na praia. Para quem gosta de beber, posso dizer que nesse aspecto a experiência foi muito superior a tanto o México como a Rep. Dominicana.
Comida
  • Somente 3 restaurantes temáticos, e de muito fraca qualidade (Japonês, Gourmet, Italiano?);
  • Buffet com pouca variedade, muita repetição de pratos, cozinha lenta a repor pratos em falta, uma falta de organização constante;
  • Comemos peixe e fruta na maioria das refeições, apostando muitas vezes nos grelhados preparados na praia, a manga é especialmente doce em cuba;
  • Chegamos ao fim das férias e já não conseguíamos digerir seja o que for no buffet sem fazer um esforço, ficando muito aquém das experiências que tivemos tanto no México como na Rep. Dominicana;
Praia / Piscina


IMG_20180611_150547551.jpg

IMG_0271.jpg

IMG_20180612_092259237.jpg

IMG_20180615_100044639_HDR.jpg


IMG_20180611_201051895.jpg

IMG_20180610_143801087_HDR.jpg

IMG_20180612_172652837_HDR.jpg
  • Praia incrível, muito superior às experiências que tive tanto no México como na Rep. Dominicana. Areal sem pedras ou lixo, água com uma clareza extraordinária, sem ondulação, temperatura amena que dava para entrar sem pensar e refrescar ao mesmo tempo, e muito importante... sem algas;
  • Número de cadeiras e palhotas na praia era adequada, durante a nossa estadia nunca ficamos sem lugar, mesmo indo para a praia mais tarde;
  • Serviço de bar na praia, do qual tiramos imenso partido;
  • Uma única piscina no hotel, bastante grande e com várias zonas distintas, servida por um bar. Número adequado de cadeiras e sombra para quem quiser usar a piscina, com animação constante. Confesso que só a usamos 2 dias, pois somos mais parciais a fazer praia.
Espectáculos e animação

  • Animação constante na piscina e na praia. Na piscina torna-se um pouco incomodativo, pois o som está muito alto, mas na praia podemos ignorar facilmente se não escolhemos participar;
  • Espectáculos nocturnos no auditório e na piscina de muita qualidade, deveras fiquei espantado com a variedade e a capacidade dos dançarinos e músicos em relação a outros espectáculos do género noutros resorts.
Excursões

Só fomos a uma excursão, a Havana, com o Boris (foi recomendado aqui no fórum), num caro clássico de 1956. Pagamos 50 euros pelo motorista e 30 pelo guia, com outras duas pessoas no mesmo carro.

Gostei da experiência, contudo a refeição não correu nada bem e o Boris proporciona uma visita limitada da cidade, muito a despachar pois ia explicando algumas coisas enquanto apontava de dentro do carro em vez de parar, sair e explicar. Mesmo assim, gostei do centro histórico da cidade, que proporcionou algumas experiências muito engraçadas e boas oportunidades para fotografias bem como regatear algumas lembranças para trazer de volta para portugal.

Dicas
  • Podemos cambiar euros pela moeda local no hotel facilmente, contudo só podemos trocar os pesos de volta para euros no aeroporto depois do check-in, a uma taxa muito pouco atractiva. Recomendo que não troquem grandes quantias e somente o que vão precisando, pois assim não perdem demasiado à saída do país;
  • Internet é muito limitada em cuba, não havendo redes abertas nos hotéis, somente disponível mediante a compra de cartões com códigos descartáveis, 1 cartão por 1 peso, por uma hora (O hotel contudo tinha excelente cobertura wireless em todas as zonas, inclusive a praia);
  • Usam a nossa ficha eléctrica no hotel, sendo desnecessário levar adaptadores;
  • Gorjetas, demos cerca de 3 pesos diários de gratificação à senhora que limpava o nosso quarto. Os cubanos não conseguem trocar euros em moedas, daí recomendar que as gratificações, se as decidirem dar, sejam em pesos cubanos;
  • Repelente de mosquitos, durante o dia não é necessário, mas à noite os mosquitos costumam atacar, e um pouco de repelente nas pernas e braços é eficaz (recomendo um com 50% de deet, disponível em qualquer farmácia ou wells). Também levamos um repelente para o quarto, de ligar na tomada;
  • Código de vestuário, somente um dos restaurantes, o gourmet, exigia calças para entrar, nos restantes era permitido o uso de calções.
Conclusão

Gostei imenso de Cuba, e irei guardar muitos boas recordações do país. Comparando hotéis, os resorts no México e na República dominicana foram muito superiores, especialmente o Bahia Principe na riviera maia, comparando as praias, achei as de Varadero superiores.
Considero Cuba um bom destino para quem quiser fazer umas férias de praia relaxantes, se quiserem conjugar um pouco de cultura e experiências fora do resort o México é melhor opção, pois a única excursão realmente interessante (na minha opinião) em Cuba é uma visita ou uma estadia em Havana.
IMG_0023.jpg
 
Última edição por um moderador:

Rodrigo Ferreira

Membro Conhecido
Obrigado pela partilha e pelo excelente report!!
Um report onde fica mais uma vez evidente as vantagens e desvantagens de Cuba em relação ao outros locais das Caraíbas! :)
 

Ricardo_7

Membro Conhecido
Olá,

Muito obrigado pela fantástica partilha :D Este é um destino que me fascina muito e que em breve espero visitar :) Obrigado pelas dicas e informações :)

Boas viagens ;)
 

Titas2001

Membro Ativo
Olá,
o report está optimo, a dizer que eu pessoalmente gosto muito mais do México em comparação a cuba, claro que as praias em cuba são melhores, muito melhores, não posso comparar o hotel pois também estivemos em cuba mas em outro iberostar e a comida era optima.
Também fomos a Havana, e adoramos o miradouro que pertence a um hotel e tem um restaurante no ultimo piso e que dá para ver a cidade toda, tem uma vista fantástica.
:);)
 
Última edição por um moderador:
Boas,
Obrigado pela partilha. Cuba está em vista para o próximo ano.
Relativamente ao cambio, li por aqui que tinhamos que cambiar para uns tais CUCS. Que os turistas não podiam trocar para pesos, mas pelos vistos não é assim.
 

JPedro

Membro Novo
Boas,
Obrigado pela partilha. Cuba está em vista para o próximo ano.
Relativamente ao cambio, li por aqui que tinhamos que cambiar para uns tais CUCS. Que os turistas não podiam trocar para pesos, mas pelos vistos não é assim.
Os cuc, são pesos cubanos convertíeis, - Cuban convertible peso - Wikipedia - uma moeda à parte dos pesos "normais" que os cubanos usam no seu dia-a-dia.
Só podes trocar os teus euros por cucs e não por pesos cubanos, com uma taxa de cambio similar ou perto de 1 euro = 1 cuc.
Por exemplo, numa loja de charutos e rum no hotel ou em Havana, os preços iram estar listados em cucs e não em pesos, o mesmo com os cartões de internet que compramos no hotel, etc.
 

Rodrigo Ferreira

Membro Conhecido
Pelo que percebi, estão indexados ao dollar americano mas se trocares USD por CUCS, tens um agravamento de 10%, provavelmente devido a questões políticas.
Onde eu quis chegar é que 1CUC = 1$.... E não igual a 1€...
Portanto quando vai trocar € por CUCs vai trocar consoante o cambio €/$. :)
 

Misabel

Membro Ativo
Olá,
o report está optimo, a dizer que eu pessoalmente gosto muito mais do México em comparação a cuba, claro que as praias em cuba são melhores, muito melhores, não posso comparar o hotel pois também estivemos em cuba mas em outro iberostar e a comida era optima.
Também fomos a Havana, e adoramos o miradouro que pertence a um hotel e tem um restaurante no ultimo piso e que dá para ver a cidade toda, tem uma vista fantástica.
:);)
Olá.
Qual foi o Iberostar que ficou? Tenho andado de olho em cuba e sou fã da cadeia Iberostar.
 

Titas2001

Membro Ativo
Olá.
Qual foi o Iberostar que ficou? Tenho andado de olho em cuba e sou fã da cadeia Iberostar.
Olá !
ficamos no iberostar Varadero, o hotel é fantástico, assim como a praia, e não menos importante o comer, pois quase todas as pessoas dizem que comem mal em Cuba , nós não tivemos problemas com isso. ;);)
 

RuiMap

Membro Ativo
Olá boa tarde Jpedro
Obrigado pela partilha e pelo ótimo report, boas dicas e informações. Destino que até me fascina muito e que espero em breve visitar.
 

pedro de barros

Membro Ativo
Não concordo com as criticas feitas ao Boris.
Estive em Havana 3 noites em Maio e fiz com a esposa do Boris e recomendo.
Muito simpático, parou em todos os lugares e o táxi, dos antigos, muito belo ia rodando pelas ruas e nos buscava noutra rua para rumarmos a outro lado.
Devo dizer que como fiquei em Havana para fazer um périplo de um dia com guia e táxi durante 6 horas, mais almoço, é impossível ver um terço, e por isso eles tem 6! Repito 6 alternativas para um dia!
Eu escolhi Finca vigia Hemingwey, Havana vieja, bodeguita, floridita, e toda a zona colonial espanhola da colonização. Não quis Vedado, nem zonas novas, nem Hotel Nacional Cuba, nem o mural do Che... Há tanta opção que devem escolher muito bem o que querem ver porque se querem um tour de toda Havana é impossível parar em tudo!!
Nem com 3 dias, com guia e táxi conseguiriam fazer Havana! Playas del Este optamos por ir do central park de bus por 5 cucs ida e volta...
Por isso a culpa não é do guia mas do que pretendem ver com calma em 6 horas...
 
Última edição por um moderador:

baguera

Membro Conhecido
Parabéns pelo report, realmente essas praias são sem duvida espectaculares, o seu Ponto Forte. :) ;):D
Eu fiquei no Iberostar Laguna Azul e não desgostei assim tanto da comida.
Mas comparando com Republica Dominicana e o Mexico é sem duvida pior.:)
 

JPedro

Membro Novo
Não concordo com as criticas feitas ao Boris.
Estive em Havana 3 noites em Maio e fiz com a esposa do Boris e recomendo.
Muito simpático,parou em todos os lugares e o táxi dos antigos muito belo ia rodando pelas ruas e nos buscava noutra rua para rumarmos a outro lado.
Devo dizer que como fiquei em Havana fazer um périplo de um dia com guia e táxi durante 6 horas mais almoço é impossível ver um terço e por isso eles tem 6!Repito 6 alternativas para um dia!
Eu escolhi Finca vigia Hemingwey,Havana vieja,bodeguita,floridita, e toda a zona colonial espanhola da colonização e não quis Vedado ,nem zonas novas ,nem Hotel Nacional Cuba,nem o mural do Che....Há tanta opção que devem escolher muito bem o que querem ver..porque se querem um tour toda Havana é impossível parar em tudo!!
Nem com 3 dias com guia e táxi conseguiriam fazer Havana!Playas del Este optamos por ir do central park de bus por 5 cucs ida e volta....
Por isso a culpa não é do guia...mas do que pretendem ver com calma em 6 horas.....
Cito o que disse sobre a excursão proporcionada pelo Boris:

"Gostei da experiência, contudo a refeição não correu nada bem e o Boris proporciona uma visita limitada da cidade, muito a despachar pois ia explicando algumas coisas enquanto apontava de dentro do carro em vez de parar, sair e explicar. Mesmo assim, gostei do centro histórico da cidade, que proporcionou algumas experiências muito engraçadas e boas oportunidades para fotografias bem como regatear algumas lembranças para trazer de volta para portugal."

Começo por dizer que gostei da excursão apesar das limitações. As criticas que faço são relativas ao tempo desperdiçado a andar as voltas de carro em vez de parar e passear, e ao restaurante que ele escolheu, que foi péssimo. O Boris em si é uma pessoa simpática, muito culto e acessível, até partilhamos a mesma licenciatura, o que foi engraçado ao comparar as experiências na área.
 

Bee

Membro Conhecido
Olá @JPedro
Obrigada pela partilha. Posso perguntar qual foi o restaurante a que foi com o Boris, e porque não gostou?
 
Top