Novidades

[Report] - Hong Kong, Macau, Borneo (Sabah), Brunei & Pulau Kapas (Malásia) trip 2016

PatriciAbrantes

Membro Conhecido
Borneo Macau Brunei Chinatown KLumpur Hong Kong Pulau Kapas (Malásia)



Panamá & Costa Rica ou um Safari por terras africanas foram as 1ªas ideias para este ano.

Mas algumas dúvidas e a enorme vontade de não deixar a Ásia puseram-nos de novo neste destino. E tão bem que soube :)
O Skyscanner deu um enorme empurrão ao mostrar-nos um voo ida e volta para Hong Kong por 460€. Porque não se nunca fomos a Hong Kong e ainda faltam um sonho antigo por visitar? Vamos lá!

Este ano as férias foram 3 semanas na íntegra em Agosto. Destinámos arrancar a 14 de Agosto e regressar a 03 de Setembro.

Depois de várias voltas e reviravoltas o roteiro ficou: Hong Kong & Macau; Borneo, Brunei e praia em Pulau Kapas, Malásia (a escolha dos destinos de praia é sempre condicionada pelas monções).

Indo para Hong Kong, fizemos várias pesquisas sobre o que ver. Algumas ficaram por fazer pois a chuva foi uma constante.

Chegados a Hong Kong (07:05 a.m de 15 de Agosto), tratámos de trocar algum dinheiro.

O Airport Express é um comboio, que é a forma mais rápida e cómoda de ligar o aeroporto à cidade, já que desde lá não há metro ( e por conseguinte mais cara claro, 160 a 180 HK Dólares ida e volta ).

Optámos por comprar o Airport Express só até Tsing Yi (100 Hk Dólares ida e volta). Já em Tsing Yi (estação mais perto do Aeroporto onde se pode trocar do comboio para o metro e vice-versa) comprámos o incrivelmente prático e versátil Octopus card (Octopus Card | Hong Kong Tourism Board) e seguimos já de MTR para Tsim Sha Tsui station (o nosso hotel era mesmo ali).


Depois de deixar as malas no hotel fomos tomar o pequeno-almoço ao famoso mas altamente local Kam Wah Café, em Mongkok. Ganhámos força para fazer uma visita a Chin Li Monastery, Sik Sik Wong Tai Sin Temple, Diamond Hill.



Estafados já de uma longa viagem desde Portugal, fomos tratar do check-in já tardiamente, dormir uma pequena “siesta” de fim-de-tarde e sair para jantar em Temple Street Night Market

 

PatriciAbrantes

Membro Conhecido
No segundo dia partimos para Macau .

Começámos a vista em St, Lazarus district e de lá fomos calcorreando, entre chuva e menos chuva, os roteiros que havíamos planeado (não conseguimos visitar Taipa Village porque a chuva atrasou o dia).

Em Macau usámos autocarro para ir desde o terminal de ferry até St. Lazarus. No fim da visita à zona antiga apanhámos um autocarro para ir até Cotai (casinos) e para regressar ao terminal de ferry viemos num autocarro de um dos muitos casinos (serviço gratuito).




No terceiro dia o destino foi Lantau (highlights: Wisdom Path, Big Buddah)

O dia começou com um o pequeno almoço em Kam Wah Café e seguimos no MTR até Tung Chung MTR Station.

Havíamos projectado usar o Ngong Ping Cable Car até Ngong Ping village, mas dado o nevoeiro e chuviscos, achámos que a relação preço/usufruto não era boa. (“Tung Chung Cable Car Terminal is near the MTR station only, about 3 to 5 minutes walking distance. Opened in 2006, the cable car is a 5.7 kms bi-cable ropeway. During the 25 minutes ride,visitors can enjoy the spectacular views of Tung Chung Bay, HK International Airport, South China Sea and its Beaches, The Giant Buaddha and Lantau North Country Park. This journey is expensive, but very exciting. A standard cabin ticket cost for round trip is HKD 165 for adults”).

Optámos por ir de autocarro e foi sem dúvida uma boa escolha J (“The bus terminus is between Citygate and the cable car terminus and is easy to find, although there are no signboards. Bus No. 1R and 23 operate from Tung Chung to Ngong Ping Village with 15-45 minutes frequency. These buses take 50-60 mins to reach Ngong Ping Village and costs HKD 17.20 on weekdays and HKD 27 on Sundays and Public Holidays”)

Por lá deambulámos e muito mais deambularíamos pelos belíssimos trilhos, não fora a chuva que impôs o fim ao passeio por esta bela ilha

A noite foi passada a ver e a fotografar o skyline de Hong Kong, passando pela Clock Tower e seguindo até ao Garden of Stars.

O último dia, com avião para o Borneo (Kota Kinabalu) às 19:00, foi dedicado a caminhar um pouco pelo centro de Hong Kong e visitar o Victoria Peak.



Fomos atempadamente até ao aeroporto. Entregámos o nosso Octopus card e fomos reembolsados pelo valor que ainda tínhamos em saldo, mais a caução (há uma taxa sobre a caução, não se recebe a 100% - “there will be a refund handling fee of HK$9 if you return”)

Chegámos às 22:50 (voo pela Air Asia) a Kota Kinabalu e dada a hora já havíamos contratado com o Hotel pick up service.
 

PatriciAbrantes

Membro Conhecido
No dia seguinte acordámos e fomos até Jesselton Point, que ficava 15 minutos a pé do hotel (no caminho parámos a trocar dinheiro num centro comercial, onde nos disseram que tinha o melhor cambio) para apanhar um barco para visitar algumas ilhas (Island hopping) do Tunku Abdul Rahman Marine Park.

Sapi e Manukan foram a escolha. O dia foi passado nestas duas ilhas e o jantar no divinal no Philipino Market.


No dia seguinte apanhámos um táxi para o aeroporto para fazer uma visita ao Brunei.

O voo foi pela Royal Brunei. É rápido (40 minutos) e muito pontual.

Chegados ao Brunei apanhámos um autocarro pequeno e velho, que custou um dólar do Brunei e nos levou até ao centro. Por lá visitámos a mesquita Omar Ali Saifuddin, Kampong Ayer (20 dolares do Brunei barco para 2 pessoas), deambulámos pelas ruelas e parques e fizemos uma longa caminhada de ida e volta até Tasek Lama Recreational Park. Fomos até à estação de autocarros e assim voltámos ao aeroporto, por mais 1 dolar do Brunei J


Um pouco sobre o Brunei: Brunei Darussalam é um lugar onde a paz e a tranquilidade são quase uma obrigação :) . Darussalam significa "Morada da Paz".
É povoado por gentes de sorrisos afáveis, com um estilo de vida que se pauta pelo tempo livre o que imprime uma calma contagiante.
Até nas mais movimentadas ruas, não há buzinadelas.
Não há impostos. A saúde e educação são gratuitas. Tem excelentes estradas. Belos jardins. Apesar de ser um país pequeno, 78% da sua área total é floresta. Praias idílicas e bom tempo todo o ano.
As pessoas com quem conversámos adoram o seu País, tem imenso orgulho nele e noção da enorme qualidade de vida que têm.
No rio que divide a capital (Bandar Seri Begawan) , fica Kampung Ayer, a maior vila flutuante do mundo, casa de cerca de 30.000 pessoas, com o seu próprio hospital, escolas e mesquitas, policia e bombeiros. Tudo circula de barco, mercadorias e pessoas. Ao longo desta "vila" há paragens de barco, semelhantes às nossas paragens de autocarros. As crianças apanham o barco para a escola, as pessoas apanham o barco para o trabalho, para o mercado, e toda a vida se passa num verdadeiro labirinto de casas assentes em estacas
Apesar ser um dos mais pequenos países do mundo, O Brunei é um dos mais ricos, ocupando em 2016 a 4ª posição no ranking mundial do PIB per capita. É o 2º país com os mais elevados índices de desenvolvimento humano do sudeste asiático, ficando apenas atrás de Singapura.


O Sultão do Brunei possui a mais gigantesca colecção de carros do mundo. Estima-se que sejam entre 3 a 6 mil carros, incluindo alguns dos mais rápidos, mais caros e mais raros do mundo. São 604 Rolls Royce ( incluindo um Phantom VI de 1992), 574 Mercedes-Benz ( entre os quais Benz CLK-GTR) , 452 Ferraris (é o dono de seis modelos da Ferrari FX,duas versões totalmente operacionais da Ferrari Mythos, dois sedans Ferrari 456...),, 382 Bentleys (detendo o original do modelo vermelho Bentley Continental R) , 209 BMWs, 21 Lamborghinis ( entre eles Diablo e Murciélago ) Porsche Carrera GT, , Maybach 62, Bugatti EB110, Jaguar XJR-15, seis Dauers 962, cinco modelos McLaren F1. E um carrito de Fórmula 1 Campeão Mundial de Fórmula 1 em 1980. .... e muito mais

Actualmente o maior palácio do mundo, a residência oficial do Sultão do Brunei é o Istana Nurul Iman. Tem 1.788 quartos, 257 casas-de-banho, 5 piscinas uma sala de banquete que alberga até 4000 pessoas , uma mesquita para 1500 pessoas, 18 elevadores, 564 lustres, 51000 lâmpadas, numa área útil de 200 mil metros quadrados. E estacionamento para parte da colecção de carros claro :)


Regressámos a Kota Kinabalu ao final da tarde e fomos jantar a um restaurante perto do hotel recomendado pelo staff.

No dia seguinte acordámos com a ideia de visitar mais duas ilhas, mas pelo caminho encontrámos o Sunday Market e por lá nos perdemos umas boas horas entre compras e provas de sumos e delicias locais. Conseguimos “escapar “ do Sunday Market ainda a tempo de conseguir um barco até Mamutik. No regresso ao hotel parámos para uma relaxante e barata massagem e a noite terminou com mais um delicioso jantar no Philipino Market.



Chegados a segunda-feira, dia 22, era tempo de abandonar as praias do Borneo e ir finalmente para aquilo que nos fez lá ir: Jungle!!!

Uma pequena contextualização sobre o Borneo: Visitar Bornéu é o tipo de viagem que está na lista de sonhos de qualquer apaixonado por natureza J É a terceira maior ilha do mundo. A maior parte pertence à Indonésia. A segunda maior pertence à Malásia e a menor parte pertence ao Brunei .

As florestas de Bornéo são altamente diversas. De acordo com a WWF, a ilha é estimada ter pelo menos 222 espécies de mamíferos (44 dos quais são endêmicos), 420 pássaros residentes (37 endemicos), 100 anfíbios, 394 peixes (19 endêmicos), e 15.000 plantas (6.000 endêmicas) — mais de 400 das quais tem sido descobertas em pesquisas desde 1994. O Boneo abriga uma das florestas tropicais mais antigas do mundo, com 140 milhões de anos.


Voo às 07:05 em Kota Kinabalu para Sandakan (45 minutos).

Chegados a Sandakan apanhámos um táxi para o Sepilok, para o Sun Bear sun bear rehabilitation centre. Visitámos o parque enquanto aguardávamos pelo pick-up (13:00) que nos levaria para Sukau, uma vila na orla do Kinabatangan River.



T
 

PatriciAbrantes

Membro Conhecido
Tínhamos contratado o pacote 3 dias/2 noites. Foram dias maravilhosos, com a floresta sempre a surpreender e com o Sukau Green View a proporcionar-nos uma estadia com um ambiente maravilhoso e cheio de adrenalina. Vimos imensos animais e tivemos imensas aventuras.



Terminada esta estupenda aventura voámos de Sandakan para Kuala Lumpur (2 horas e 20 minutos). Pernoitámos em Kuala Lumpur e no dia seguinte voo matinal (50 minutos) para Kuala Terengannu.

Apanhámos um táxi do aeroporto de Kuala Terenggannu para Marang (40 minutos) e de lá uma curta (8/10 minutos) viagem de barco até Pulau Kapas.
 

PatriciAbrantes

Membro Conhecido
Pulau Kapas é de facto um paraíso. Contudo, aquilo que torna a ilha maravilhosa (pouca gente, não muita hospedagem) imprime-lhe um ponto negativo: pouca e repetitiva oferta gastronómica.


Por lá ficámos 6 dias completos.






Na quinta-feira, 01 de Setembro, apanhámos o barco logo pela manhã pois tínhamos voo de Kuala Terenggannu para Kuala Lumpur.


Ainda bem que já havíamos há dois anos visitado as Petronas e outros lugares em Kuala Lumpur pois a chuva não deu tréguas, mas ainda deu para dar uma volta e jantar por Petaling Street em Chinatown (nunca tínhamos visitado).





No dia seguinte voo de Kuala Lumpur para Hong Kong (5 horas) e de lá para Portugal
 

PauloNev

Moderador Sénior
Staff
Muito obrigado pela partilha.
Depois de ler este report, uma palavra vem a minha mente.
Fantástico... Fantástico report, fantásticas fotos, e fantástica viagem.
Fiquei com muita vontade de conhecer esses locais, um dia...
Boas viagens. ;)
 

PatriciAbrantes

Membro Conhecido
Viagens destas dão imenso trabalho a fazer. Nada é deixado nas mãos de ninguém nem do acaso. São fruto de meses árduos de pesquisas, mas valem bem cada cêntimo gasto. Somos nós que fazemos e tecemos a viagem no antes e no entretanto. já viajei em estilo resort (México e Cuba) e das viagens que fiz estilo resort, sinto que tenho de voltar a esses países numa viagem feita por mim. Para conhecer verdadeiramente os lugares "secretos" e as gentes genuínas.
Claro que escrever um report de uma viagem assim é mais exigente e pode até ser mais chato de ler e ver do que umas maravilhosas fotos das lindíssimas praias de Varadero e da charmosa e fervilhante Habana Vieja. Mas sinto que no forum fazem falta outras perspectivas. E é em tom de agradecimento às ajudas que me são dadas aqui quando ando nessas árduas pesquisas que dedico uns bons pares de horas para partilhar e dar a conhecer lugares que às vezes parecem inacessíveis ou que são algo desconhecidos e que podem vir a transformar-se num próximo destino arrebatador de alguém.
 

CristinaBF

Membro Conhecido
Ola @PatriciAbrantes
Fabuloso ;)
Parabens pelo exelente report e principalmente pela organização da viagem.:)
Lindas as fotos gostei de tudo mesmo, a praia parece um paraiso :)
Obrigada pela partilha
Boas viagens para grandes reportes ;)
 

rum

Moderador
Staff
Claro que escrever um report de uma viagem assim é mais exigente e pode até ser mais chato de ler e ver do que umas maravilhosas fotos das lindíssimas praias de Varadero e da charmosa e fervilhante Habana Vieja.
Quem achar que este tipo de viagens e respectivo report é chato de ler não anda aqui a fazer nada. Muito bom report e fazem falta mais como este.
 

Cristina Sousa

Membro Conhecido
Fa-bu-lo-so report! :)
Muitos parabéns por nos dar a ver locais mais remotos, mas não menos extraordinários! Algo pouco visto por cá, uma natureza arrebatadora e praias de perder a respiração.
Que continue a viajar muito e com tanto bom gosto. ;)
 

yara

Membro Conhecido
Que report espectacular, @PatriciAbrantes
Realmente estes locais da Malásia estão no meu inconsciente mas os meses que são bons para ir lá não pude ir (até agora).
Realmente são destinos espectaculares para quem gosta de praia.
Pena foi a chuva em alguns locais... :confused:
 

Hello Tomorrow

Membro Conhecido
Ola @PatriciAbrantes :)
Excelente partilha, com lugares pouco conhecidos por estas bandas.
A minha próxima viagem vai ser a Malásia e Singapura. Já tenho o roteiro mais ou menos definido, mas agora graças a ti descobri a magnifica ilha de Pulau Kapas!!!
Claro que vou acrescentar mais 2 ou 3 noites á minha viagem para poder visitar Palau Kapas.
Vocês ficaram alojados no LongSha Beach Camping?
Obrigado desde já, e continua a partilhar viagens deste género, pois fazem cá falta para desenjoar um pouco. ;)
 

PatriciAbrantes

Membro Conhecido
Ola @PatriciAbrantes :)
Excelente partilha, com lugares pouco conhecidos por estas bandas.
A minha próxima viagem vai ser a Malásia e Singapura. Já tenho o roteiro mais ou menos definido, mas agora graças a ti descobri a magnifica ilha de Pulau Kapas!!!
Claro que vou acrescentar mais 2 ou 3 dias a minha viagem para poder visitar Palau Kapas.
Vocês ficaram alojados no LongSha Beach Camping?
Obrigado desde já, e continua a partilhar viagens deste género, pois fazem cá falta para desenjoar um pouco. ;)
Boas :)
tínhamos reserva para o KBC chalet, para os quartos mais caros, mas quando lá chegámos detestámos o facto de esses quartos, apesar de serem seaview, serem virados para zona "chillout" que está sempre cheia de gente (os backpackers da ilha) a cantar e tocar guitarra.
Fomos ao vizinho Ombak e conseguimos um Challet lá bem ao fundo, com a floresta mesmo por trás de nós e revelou-se uma excelente "escolha".
O KCB restaurant (best food in the island) tem quartos e estavam a construir novos quando lá estivemos (para contactar o kbc restaurant o dono - Hans Keune- usa whatsapp: + 60 19-343 5606. Ele envia fotos dos quartos sem qualquer compromisso)

Já viste reports com as Perhentian? Se vais para estas zonas, as Perhentian são maravilhosas ( tenho report da viagem do ano passado: Vietnam, Singapura, Perhentian)
 

Hello Tomorrow

Membro Conhecido
Sim também tenho "definido" uns dias nas Perhentian. Mas como ainda não sei ao certo o numero de noites que lá vou ficar, se 13, 15 ou 17 noites, tenho que tentar criar 2 ou 3 possíveis roteiros. E só depois de marcar os voos é que sei o numero de dias ao certo e qual o roteiro que melhor se adapta ao numero de dias que lá vou ficar. Depois é uma questão de escolher 2 ou 3 ilhas que goste e siga!!!!! ;)
Sabes +- o preço das refeições na ilha? Tenho que jogar com o meu budget também, para chegar até ao final da minha estadia. :);)
 
Última edição:

Jorge Gonçalves

Membro Conhecido
Olá,
Excelente report, com muito bom detalhe para locais pouco mostrados por aqui.
É uma das regiões que quero conhecer, ainda não sei quando, mas este report ajudou a prioritizar. :)
Muito obrigado pela partilha.
 

PatriciAbrantes

Membro Conhecido
Sim também tenho "definido" uns dias nas Perhentian. Mas como ainda não sei ao certo o numero de noites que lá vou ficar, se 13, 15 ou 17 noites, tenho que tentar criar 2 ou 3 possíveis roteiros. E só depois de marcar os voos é que sei o numero de dias ao certo e qual o roteiro que melhor se adapta ao numero de dias que lá vou ficar. Depois é uma questão de escolher 2 ou 3 ilhas que goste e siga!!!!! ;)
Sabes +- o preço das refeições na ilha? Tenho que jogar com o meu budget também, para chegar até ao final da minha estadia. :);)
para duas pessoas, com sumos naturais, um prato por pessoa, café e às vezes sobremesa, à volta de 50/60 MYR. Mas se a coisa der para o torto dá para fazer por metade ( água ou cola e fried noodles ou rice). pequeno almoço eu bebia sempre um sumonatural/smothie (8 a 10 myr) e uma panqueca ou roti canai ( 6 a 8 myr) ;)
 

Hello Tomorrow

Membro Conhecido
Excelente ajuda Patrícia. :)

Também já vi que o Ombak Kapas Resort tem uns packs de 3 dias 2 noites com preços super simpáticos. Gostei. :)

Se entretanto surgir mais alguma duvida eu chateio. ;)

Muito obrigado.
 
Top