[Report] Helsinquia + Singapura + Malásia + Hong Kong + Macau 2018

sarap

Membro Ativo
2018 foi o ano de fazer a viagem que já ganhava forma na minha cabeça há mais de um ano: Singapura e Kuala Lumpur. Como por motivos profissionais tenho que ter três semanas de férias em agosto/setembro, decidi planear a viagem e explorar um pouco mais para além da ideia inicial. Assim, acabei por visitar Helsínquia (a escala do voo dava perfeitamente para passear pelo centro de Helsinquia durante umas horas), Singapura, Kuala Lumpur, Pulau Penang, Pulau Redang, Kuala Terenganu (uma vez que fiquei com algumas horas na cidade, aproveitei para conhecer), Hong Kong e Macau.

Esta foi a primeira vez que viajei sozinha e de mochila às costas.

Antes de embarcar nesta aventura, os principais comentários que ouvi de amigos foi “beeem, quem me dera”, “também gostava de uma viagem assim”, quando voltei a principal pergunta que me foi feita: “não tiveste medo?” A verdade, é que em momento algum tive medo ou senti que alguém fosse menos bem intencionado com a sua aproximação.
Considero que qualquer pessoa devia de ter uma experiência destas; e não, não precisa de ser em destinos tão longíquos ou durante tanto tempo; mas acredito, piamenete, que qualquer pessoa que parta numa aventura similar à minha, quando regressa tem outra visão de si mesmo; mais confiante; mais independente; mais autêntico, mais tudo. Neste campo, e por motivos profissionais, não foi uma novidade passar algum tempo fora da minha zona de conforto e sozinha, por isso também partia em vantagem.

Quanto à aventura em si, se fizermos uma primeira pesquisa sobre Singapura e Hong Kong os primeiros resultados que vamos encontrar são de que se tratam de cidades com um elevado nível de vida. É um facto. Mas, tal como em Lisboa ou Porto podemos optar por almoçar o menú económico de 7,50€ ou ir ao Darwin’s, ao Eleven ou ao The Yeatman, nestas cidades é precisamente a mesma coisa. Desde que queiramos, conseguimos fazer as refeições por valores ‘normais’.

Como ia viajar sozinha, decidi optar por hostels para que no final do dia pudesse partilhar o meu dia e a minha experiência com outras pessoas. Na escolha dos hostels, para além da questão das condições de habitabilidade, outro factor que pesou foi a localização. Os hostels estavam super bem localizados.
Não vou explanar detalhadamente 18 dias de viagem, vou apenas enumerar os hostels onde fiquei, como me movimentei entre as cidades e mais um ou outro comentário engraçado que do que aconteceu na viagem.

Consulta do viajante:
Marquei online, aqui, paguei 25Euros e fiz num dia à noite via skype. Ficou mais económico do que pelo privado, confesso que pelo público, devido à vida profissional, não ia ter muito tempo disponível para esperar, e esta acabou por ser a melhor opção: económico, prático e sem prejudicar o meu dia a dia profissional.

Roteiro:
Dia 1 e 2: Lisboa – Helsinquia – Singapura
Dia 3: Singapura
Dia 4: Singapura – Kuala Lumpur (autocarro; na altura em que decidi reservar, monetariamente, compensava claramente ir de autocarro em vez de avião… e relativamente à duração da viagem, tendo em conta que me teria de deslocar até ao aeroporto em Singapura, embarcar, voar, sair do aeroporto de Kuala Lumpur, controlo de passaporte e chegar ao centro da cidade... foi +- o mesmo tempo que tive de viagem de autocarro).
Dia 5: Kuala Lumpur
Dia 6: Kuala Lumpur
Dia 7: Kuala Lumpur – Pulau Penang (voo)
Dias 8 e 9: Pulau Penang
Dia 10: Pulau Penang – Merang Jetty – Pulau Redang (bus de Pulau Penang para Merang Jetty e depois lancha rápida contratada diretamente com o alojamento)
Dia 11, 12, 13: Pulau Redang
Dia 14: Pulau Redang – Kuala Terenganu – Kuala Lumpur – Hong Kong (lancha rápida + autocarro + voo)
Dia 15 e 16: Hong Kong
Dia 17 Hong Kong – Macau – Hong Kong (fiz um bate pé de um dia a Macau, comprei os bilhetes na hora para ir e voltar de barco)
Dia 18: Hong Kong – Helsinquia – Lisboa

Voos intercontinentais:
Finnair: Lisboa – Helsinquia – Singapura // Hong Kong – Helsinquia – Lisboa (690Eur)

Voos internos:
Air Asia: Kuala Lumpur – Pulau Penang // Kuala Terenganu – Kuala Lumpur // Kuala Lumpur – Hong Kong.
A Air Asia tem imensas rotas disponíveis e os voos foram sempre económicos: de Kuala Lumpur para Hong Kong paguei 50Eur; de Kuala Lumpur para Pulau Penang 25Eur e de Kuala Terenganu para Kuala Lumpur 18Euros (sempre com bagagem de porão incluída)

Autocarro: reservei através do site busonlineticket – que funciona como um momondo ou edreams, ou seja, um agregador de várias companhias de autocarros – dos autocarros reservados correu tudo super bem. Um dos comentários que li inúmeras vezes enquanto preparava a viagem era que nem sempre os autocarros chegavam ao destino nas horas previstas, que haviam sempre atrasos.. Pois bem, das duas vezes que precisei, correu sempre dentro do normal.
Para além da BusOnline Ticket também consultei a Easybook.com

Hostels
Singapura:The Bohemian Chic Hostel (23Eur / noite em apa e tarifa reembolsável)
Kuala Lumpur: Sunshine Bedz Kuala Lumpur (6,70Eur / noite em apa e tarifa reembolsável)
Pulau Penang: The Frame Guesthouse (8,90Eur / noite em apa e tarifa reembolsável)
Pulau Redang: Redang Pelangi Resort (36Eur / noite em pensão completa + transferes terrestres + lancha rápida + 2 atividades de snoorkeling/dia e tarifa reembolsável)
Hong Kong: Urban Pack Hostel (21Eur / noite em só alojamento e tarifa reembolsável)

Com exceção do alojamento em Pulau Redang, todos os outros foram reservados através da plataforma Hostel World – feedback super positivo, as reservas estavam sempre corretamente confirmadas. Como tinha de pagar no momento do check in, até nisto tive sorte, pois o cambio estava a meu favor, face à altura em que havia confirmado as reservas.
Descobri o Redang Pelangi Resort durante as minhas pesquisas e, à data da viagem não estavam em nenhuma plataforma de reservas online, mas têm site com a informação essencial e respondem muito prontamente aos emails (atendendo à diferença horária de 7horas…) e de forma prestável a todas as questões.

Detalhes curiosos
Em Kuala Lumpur decidi reservar uma visita às Torres Petronas. Durante as minhas pesquisas sobre a cidade, encontrei uma dica de um bar de hotel onde se tinha uma otima vista para as Torres Petronas e dava para assistir ao espetaculo que todos os dias decorre no lago. Sky Bar! Incrível! Pessoas giras, bem vestidas, piscina no meio do bar e um gin… custava uns ‘míseros’ 6Euros! Dica: reservem previamente mesa junto às janelas, pois conseguem ter uma vista espetacular para as torres petronas!! Como não sabia deste detalhe, tive que me contentar com uma na ‘segunda fila’, mas também tinha uma vista incrivel!

Em Pulau Penang a comida é absolutamente divinal e super económica! Nos street food pagava cerca de 1,50€ por uma refeição e comia super bem! Adoro manga e o sumo de manga era o mais caro que se vendia por aqueles lados... Mas após fazer a conversão, percebi que ia pagar cerca de 0,50Eur por um divinal sumo de manga… Enfim, por momentos sentia-me milionária e podia pagar sumo de manga a toda a gente!! :D :D
Uma vez que eu tenho um tom de pele claro, cabelo loiro e os olhos são verdes, acabava por contrastar muito facilmente com o povo da Malásia. Em Pulau Redang, após ter feito snoorkeling e ter conhecido umas miudas Malaias, elas perguntaram o porquê de eu ter ido para o snoorkeling com ‘lentes’… Inicialmente não estava a perceber até que, após tanta insistência, elas lá perguntaram diretamente porque é que eu usava lentes para ter os olhos verdes.. qual era afinal a cor dos meus olhos… Pois bem, quando lhes disse que os meus olhos são mesmo verdes, que não tinha lentes… Senti-me como um elefante em plena Av da Liberdade ou dos Aliados !!!!

Quanto tive de apanhar o autocarro em Pulau Penang para ir até Merang Jetty, já tinha comprado previamente o bilhete de autocarro e tinha colocado o meu nr de telemovel (confesso que na altura pensei, mas para que é que eu tenho de meter o meu nr de telemovel?? Mas ok, lá coloquei…); na manhã do dia da viagem, recebi um whatsapp com a indicação da matricula do autocarro e os números de telemóvel dos motoristas para o caso de ser preciso! Incrível!

Quando reservei o alojamento em Pulau Redang perguntaram após o check out qual seria o meu próximo destino, o meio de transporte e o horário reservado… Na altura em que conclui a reserva, como ainda não tinha tudo definido sobre o próximo passo, coloquei que tinha voo às 13h para Kuala Lumpur. Após o check in em Pulau Redan, a rececionista comenta essa informação comigo e eu disse que afinal não, que só tinha voo às 23h! No dia do check out, lá fiz o percurso de lancha rápida com os outros hospedes e depois apanhei uma van (também da empresa do hotel)… Paramos no aeroporto para deixar todos os clientes menos eu! O rapaz levou-me até ao centro de Kuala Terenganu e mandou-me ir ao escritório da empresa… Que ficava num ‘beco’… fiquei de pé atrás e não fui… E ele insistiu umas três vezes… até que saiu da carrinha e me levou ao escritório: então nesse momento tive a indicação de que o meu transfer para o aeroporto ia ser feito às 20h! Fiquei super admirada porque não sabia que tinha direito aquele serviço!!!! Ou seja, eles tratam do cliente deste que chega até que parte, assumindo a responsabilidade dos transferes! Como estava imenso calor, eram umas 17h e fui até ao escritorio para descansar e carregar o telemóvel… E eis que a miúda que estava por lá a trabalhar me indicou para subir ao primeiro andar… Lá fui! Bom, tinha uma mega sala à minha espera, com sofás, ar condicionado, televisão, uma kitchetnet, duches e casas de banho! Fantástico! Por ali fiquei um pouco a descansar. Ou seja, eles têm uma estrutura super bem montada!!! Fiquei fã, ainda para mais pelo valor que eu paguei e tive direito a isto tudo!

Na Malásia e em Singapura não existe Uber. Utilizei o Grab, por diversas vezes e apenas na Malásia. Super económico! Um percurso de 30 minutos (aeroporto Pulau Penang para o centro da cidade) e paguei 4,80Eur! Fuciona super bem.

Durante toda a viagem apenas utilizei o cartão Revolut para levantamentos e pagamentos. Foi sempre aceite, nunca precisei de levantar ou pagar com os meus cartões portugueses, e acabei por poupar bastante dinheiro com taxas.

Aconselho a verificarem o que queiram visitar e que seja preciso comprar bilhete, para o fazerem antecipadamente via online e por dois motivos: evitam as filas e encontram promoções que na bilheteira não estão disponíveis.

Seguro de viagem: escolhi o da Intermundial, paguei cerca de 60Euros. Pode parecer um valor alto, mas… se tivermos algum contratempo durante a viagem, garantidamente que os 60Euros serão peanuts! Felizmente, não precisei de ativar o seguro.

O custo da viagem com voos + alojamento + alimentação + autocarros + grab e uber + souvenirs + visitas + consulta do viajante + seguro+ qualquer despesa que tenha tido com a preparação e durante as férias = 1695Euros.

Deixo-vos algumas fotografias dos locais pelos quais andei e, caso surjam dúvidas ou questões de futuros viajantes nestes destinos, estejam à vontade para as colocar!

Helsinquia:
IMG_0436.JPG
IMG_0437.JPG
IMG_0439.JPG
IMG_0441.JPG
IMG_0475.JPG




Singapura:
_MG_0505.JPG
_MG_0510.JPG
_MG_0575.JPG
_MG_0610.JPG
_MG_0674.JPG
IMG_0517.JPG
IMG_0791.JPG
IMG_0820.JPG
 

DaisyP

Moderador
Staff
Olá Sara, obrigada por esta partilha com boas fotografias e dicas :)
Ainda bem que correu bem e deixou o testemunho para encorajar os mais temidos nas viagens a solo.
Parabéns pela boa aventura.
 

Mel C

Moderador
Staff
Olá, que bom ler este report e encontrar aqui outra viajante a solo!:D

Em Janeiro deste ano também estive sozinha em Hong Kong e Macau e completei com Cantão (Sul da China). Foi a minha estreia na Ásia e gostei bastante mas não senti grande choque cultural. Gostei muito de ver estas fotos e recordar alguns locais por onde também passei!

Boas viagens!
 

Rodrigo Ferreira

Membro Conhecido
Obrigado pelo report e pelas importantes informações no primeiro post!
Mais do que fotos, essa é a informação mais importante de fazer um report!

Parabéns pela excelente aventura.
 

PauloNev

Moderador Sénior
Staff
Muito obrigado pela partilha.
Uma viagem muito interessante e com vários locais que espero visitar.
Boas viagens ;)
 

Ricardo_7

Membro Conhecido
Olá :D

Muito obrigado pela partilha :D

Que aventura! Isto é que é aproveitar ao máximo :) Gostei bastante do que vi!

Continuação de boas viagens ;)
 

sarap

Membro Ativo
Bom dia a tod@s!
Obrigada!
Efetivamente a minha partilha não é muito detalhada, por isso se alguém precisar de dicas estejam à vontade para colocar as questões que tentarei ajudar. :)

Foi a minha estreia na Ásia e gostei bastante mas não senti grande choque cultural. !
@Mel C eu apenas tive dois momentos que não chamaria de choque cultural, mas que foi um respeito cultural : o primeiro em Merang Jetty numa localidade 99,999% muçulmana enquanto esperava por um bus numa área de serviço, e estava de top, calções curtos.. Enfim, completamente ocidental. O segundo momento quando estava de biquíni para ir fazer snorkeling e estavam bastantes malaios muçulmanos... Nestes dois momentos poderá ter havido um choque para ambas as partes, mas que rapidamente também se converteu em respeito.
Das melhores lições de respeito que já tive.
 

tig21

Membro Ativo
Excelente partilha :)
em breve vou para Hong Kong se souber dizer no maps onde fica o terminal para apanhar o ferry para Macau agradeço :D
 
Última edição por um moderador:
Top