Novidades

[Report] Grécia e Egipto

Olá a todos os viajantes.

Vou contar a minha história por terras Helénicas e Faraónicas. Terra de Deuses e Mitos, com um Património Arqueológico incomparável.
A aventura começou no aeroporto de Lisboa, com destino a Sófia e só depois com destino a Creta (Chania).
Tudo começou com um atraso da Wizzair, que nos veio contrariar um pouco os planos, pois a ideia inicial era dar um passeio em Sófia e aproveitar os preços baixos que lá se praticam(Coisa rara para nós, Portugueses). Não foi possível, uma escala que seria de 6 horas, passou a 3 horas. Ainda assim, deu para perceber no aeroporto, que deverá ser por esta altura o único país da UE, onde temos grande poder de compra.

Escala feita, viajámos com a Ryanair para Chania. Existem dois aeroportos em Creta, mas pelo que percebo a parte mais bonita da ilha é a Oeste, se bem que não tive oportunide de conhecer a região Este.
Alugámos carro na Centauro, 150€ por 3 dias, o senhor Vassilis veio buscar-nos perto da praça de taxis do aeroporto, e entregou-nos um Peugeot 208 a 5 minutos dali. Contratei seguro contra todos e apenas tive que deixar 90€ de depósito para o combustível, valor que deverá ser devolvido uns dias após a devolução do veículo.
Primeiro destino foi Seitan Limani, uma praia lindíssima com um acesso algo inclinado e rochoso, a fazer lembrar o acesso à praia de Ribeira do Cavalo, ainda um pouco mais íngreme. Valeu a pena o esforço para um primeiro contacto com as águas cálidas de Creta.
20220903_112309.jpg

20220903_120123.jpg

Continuámos viagem para a pitoresca Chania, onde almoçámos, visitámos um mercado de rua e demos uns mergulhos no porto.
20220903_134511.jpg

Os preços são bastante simpáticos tal como a sua população local.
Almoço com vista incrível, com impaciência para meter os pés dentro de água.
20220903_152036.jpg
20220903_153732.jpg

Final do dia, dirigimo-nos a Balos, na ponta Oeste da Ilha, onde ficámos hospedados no Hotel Balos beach, mais uma vez com vista incrível para o mar. Pagámos 300€ por 2 noites com meia pensão.
Ainda curtimos um pouco da piscina antes de usufruir do buffet farto mas não excecional do hotel.
20220904_105750.jpg

Já cansados mas ainda com alguma energia, talvez renovada pelo ambiente envolvente, encontrámos casualmente um barzinho muito pitoresco, situado num jardim, onde também decorria um batizado local, posso dizer que foi um momento mágico, com céu estrelado, fogo de artifício e música local ao vivo, foi uma ótima forma de terminar um dia fantástico que ficará para sempre na minha memória.
20220903_222140.jpg


Segundo dia, foi para explorar uma vez mais, a ilha. As praias de Falassarna e Elafonissi. A primeira ficou-me na retina e ficou a promessa de lá voltar, sem dúvida. Para Elafonissi foi necessário uma viagem maiorzinha, ainda assim necessária para ver o areal em tons de rosa. Ainda disfrutámos de um maravilhoso por do sol, mais uma vez, incrível.

Falassarna
20220904_132552.jpg
20220904_132926.jpg
20220904_132945.jpg
20220904_132953.jpg


Elafonissi
20220904_193916.jpg
20220904_194259.jpg
20220904_194741.jpg
20220904_194902.jpg


Voltando ao hotel, como neste dia decidimos trocar o jantar pelo almoço na meia pensão, decidimos voltar onde foramos felizes na noite anterior, desta vez para jantar. E que jantar, a moussaka regada por um bom vinho rosé caseiro e o raki, aguardente de uva.
20220904_223253.jpg
20220904_223720.jpg


Dia 3, após o check out do hotel, decidimos passar as últimas horas em Creta no Lago Kournas, num passeio de gaivota. Muita atenção aos radares que estão por todos os lados.
20220905_105718.jpg
20220905_142402.jpg
20220905_144501.jpg

Adeus Creta, ficaste no meu coração, mas Santorini já espera por nós.

De Creta saliento, ser desnecessário reservar hotel com piscina, pois com tanto para ver, é quase nula a sua utilização. Em Falassarna há apartamentos bem baratos, com acesso rápido à praia, que é uma autêntica piscina natural.😉
 
Olá novamente...
O voo para Santorini ocorreu sem problemas, com a Companhia Grega, Aegean. Voo de 50 minutos, pequena escala em Atenas e novo voo de 40/50 minutos até Santorini. Como a chegada foi tardia, optei por garantir o transfer do hotel pelo valor de 33€( De Autocarro custa menos de 2€), mas não quis arriscar à meia noite.
O Hotel, situado em Karterados, cerca de 15 minutos a pé do centro de Fira, chama-se Maistros Village. Reservei 3 noites em quarto normal por 380€ e fomos presenteados com um Upgrade para Suite, com banheira junto à cama e piscina privada na varanda. Uma agradável surpresa da Vicky, gerente do hotel.
20220906_103952.jpg

A experiência foi fantástica, no entanto confesso que havia hotéis em Fira que me deixaram ansioso para uma próxima visita.
20220906_140009.jpg

No caminho para Fira há paragem de autocarro, mas não vimos necessidade.
Há supermercado, muito útil para uns snacks e água para o caminho.

Fira é lindíssima, é difícil descrever as sensações sentidas naquele lugar, é mágico, de dia e de noite.
No primeiro dia almoçámos no Fanari, a salada grega nunca desilude, e uma posta de Vitela da brasa para 2, água e café, 30€. Aqui ficam algumas fotos deste dia fantástico.
20220906_144607.jpg
20220906_145538.jpg
20220906_155955.jpg
20220906_163558.jpg
20220906_124237.jpg
20220906_123819.jpg
20220906_132549.jpg
20220906_193812.jpg


Segundo dia, optámos por ir a Oia. Tentámos o autocarro, mas estava complicado, atrasámo-nos um pouco no pequeno almoço top do hotel. No entanto conseguimos partilhar táxi com um casal que, como nós desesperava por uma viagem para Oia, tal era a brasa que se fazia sentir. Foram 40€ para lá a dividir. E como gostámos da experiência, voltámos a sair da fila de autocarro no regresso, partilhando outro táxi com um casal de Texanos, dessa vez foram 35€.
Ainda assim, aqui fica o horário e preço dos autocarros.
20220907_113237.jpg


O que dizer sobre Oia, é uma mini Fira, situada na ponta norte da Ilha, célebre pelas suas cúpulas azuis e pôr do sol distinto. É lindo, mas com maior concentração de pessoas e com preços nada convidativos. Aconselho visita rápida e volta à confortável Fira, fica a dica.
20220907_122651.jpg
20220907_130137.jpg
20220907_132831.jpg
20220907_134304.jpg
20220907_131439.jpg


De regresso à minha querida Fira, embarcámos num passeio de barco, com passagem na Ilha Vulcano, nas Hot
20220907_155129.jpg
Springs e Thirassia, terminando com um magnífico pôr do sol em Oia.
20220906_175945.jpg
20220907_155129.jpg
20220907_162101.jpg
20220907_191327.jpg
 
Chegada ao porto, e como a subir os santos não ajudam, nem os burros que por ali estão estacionados, embarcámos no teleférico, que rápidamente nos transportou de regresso ao centro. Não me recordo do preço dos bilhetes, mas não deve ter sido caro, ou eu lembrar-me-ia. Valeu pelo anoitecer em Fira, visto de uma perspectiva diferente, deixo as imagens.😉
20220907_192805.jpg
20220907_200824.jpg
20220907_201406.jpg
20220907_201323.jpg
20220907_220552.jpg


O jantar foi no Cesare, regado, com um vinho da terra e uma grelhada mista para 2 e claro, a salada grega, coima de 35€, achei justo.
20220907_202858.jpg


Como a rega estava boa, terminámos a noite no cachimbo da paz com uns cocktails à mistura, para a desgraça.😁
20220907_235057.jpg


Último dia em Santorini ficou reservado para curtir a piscina do hotel, tão pouco explorada, tal era o tanto para fazer. A Vicky sempre muito atenciosa, característica pouco comum nos Gregos de Santorini.
20220908_123118.jpg


Deu para relaxar, almoçar e apanhar autocarro para o aeroporto. Houve escala longa em Atenas e achei que podia ser interessante dar umas voltas por lá, para ter um vislumbre da cidade.
Aqui fica o horário dos autocarros para e do aeroporto.
20220907_104014.jpg
20220908_194259.jpg
 
Chegámos a Atenas via Aegean novamente, melhor companhia, das várias que utilizámos. A atenção da equipa de bordo, a pontualidade e espaço entre cadeiras, das melhores que já tive oportunidade de viajar.
Eram 23h e deixámos as 2 malas rápidamente num storagge por 6€ durante 6 horas e apanhámos o autocarro X95 que nos levou para Syntagma em 45 minutos. O preço foi 5,50€ por pessoa.
Já em Syntagma apanhámos um Uber até ao Monte Philopappos, não muito longe dali. Lá tivemos a oportunidade de ver a Acrópole e zona adjacente, já não sendo obviamente possível a entrada, deu para dar um passeio e tirar umas fotos incríveis. A área pareceu-me bastante segura, ao ponto de voltarmos a caminhar até Syntagma. Confesso que ver aquele portento Arqueológico de perto me deixou um pouco emocionado.
20220909_012351.jpg
20220909_015028.jpg
20220909_020819.jpg
20220909_021637.jpg
20220909_022447.jpg


De regresso ao aeroporto, pela mesma via, e voo novamente com a Agean, impecável, deu para assistir ao nascer do sol, enquanto deixávamos as Ilhas para trás, em direção ao Cairo, ali bem pertinho, a duas horas de distância.
Mas isso vai ficar para outro post, espero que tenham gostado da info disponibilizada.
20220909_073743.jpg
 
Top