[Report] Filipinas

Deni

Membro Conhecido
Em relação a férias, o continente asiático é o nosso preferido e este ano resolvemos rumar a um país que já há bastante tempo fazia parte da nossa lista de desejos: Filipinas.
As Filipinas é composta por imensas ilhas e de entre a vasta escolha, por uma questão de tempo, resolvemos escolher ficar em 3 zonas distintas: El nido, Coron e Boracay.
Esta viagem foi realizada em Março deste ano e teve a duração de cerca de 2 semanas.
Começamos a nossa viagem em Lisboa com a KLM de onde voamos ate Amsterdão e daí seguimos até Singapura também com a mesma companhia. De Singapura para Manila voamos pela Singapore Airlines. Uma vez em Manila, ficamos por uma noite num hotel nos arredores do aeroporto com o intuito de seguir de manha cedo, no primeiro voo para El Nido.

El Nido


Existem várias formas de chegar a El Nido. Em grande parte dos reports que li, os viajantes optavam por ir de avião até Puerto Princesa e daí apanhar uma van que demoraria umas boas 5-6h até El Nido. Esta seria a opção mais económica, mas também a mais desgastante e morosa (e pelo que percebi, também perigosa). Normalmente optamos pelas opções mais económicas, mas neste caso achamos que o melhor seria optar pelo voo que liga Manila-El Nido da companhia AirSwift, pois iríamos ganhar praticamente 1 dia inteiro em El Nido. Este voo de cerca de 1h de duração rondou os 106€ por pessoa só ida, mas quanto a mim, valeu o valor gasto.
El Nido é um destino que está na moda e portanto, está lotado de viajantes, o que faz com que o preço do alojamento não seja nada simpático. Escolhemos ficar fora do centro de El Nido, em Corong-Corong, no Hotel La Casa Tereza (essencialmente por causa do preço).
Chegamos bem cedo a El Nido e aproveitamos para ir conhecer a famosa praia Nacpan. Alugamos 2 triciclos (éramos 2 casais) e os motoristas esperaram por nós para nos trazer novamente para o hotel. Atenção que esta é uma viagem bastante longa e desconfortável, pois as caminhos nem sempre são asfaltados.
Esta praia na realidade são duas, no entanto, aquele famoso monte que existe de onde se podem observar as 2 praias gémeas está vedado e já não é possível subir-se.


Durante a tarde, depois de regressarmos da Nacpan beach, resolvemos ir experimentar o zipline que passa por cima da praia de Las Cabanas e que termina na Depeldet Island. Os preços variam consoante a posição que queiramos: sentados (500pp) ou super-homem (700pp). É uma descida bastante rápida que proporciona uma vista espetacular. Adorei!


Las Cabanas

Alem deste primeiro dia de chegada teríamos mais 3 dias inteiros em El Nido. A ideia seria aproveitar para fazer as famosas tours A e C e, consoante nos apetece-se talvez também a B.
Começámos então pela tour A, acordado no dia anterior com o nosso já amigo motorista que nos tinha levado a Nacpan.
Esta tour passou em sítios como Seven Comandos beach, Small lagoon, Big Lagoon e Secret lagoon.
Foi de longe a nossa favorita.

 
Última edição:

Deni

Membro Conhecido

Á saída da praia de El Nido:

Nesta noite e inicio de manhã choveu imenso e chegamos a pôr em causa se a tour C que tínhamos acordado fazer, iria sair ou se seria cancelada. Pelos vistos acharam que não havia problema e saiu á mesma. A verdade é que ficamos um pouco desiludidos com esta tour, talvez porque o mar estava bastante agitado e a indisposição para alguns de nós foi uma constante e também porque em alguns dos locais era suposto entrar no meio de buracos em rochas e com as ondas tornava se bastante perigoso. Para ajudar, no regresso ao final do dia, o barco ainda avariou no meio do nada e sem ligação à terra só víamos o guia e o comandante do barco a acenarem com uma t-shirt aos outros barcos para pedirem ajuda. Resultado: ninguém parou e ficamos ali uns 45 minutos até que lá conseguiram voltar a por o barco a trabalhar e nos levaram de volta a El Nido.
Na tour C passamos em locais como hidden beach, secret beach, matinloc shrine...

 
Última edição:

Deni

Membro Conhecido
Depois de todas estas peripécias ponderamos se havíamos de fazer a tour B. Acabamos por fazer, mas o outro casal ficou em terra para curar a indisposição. Incrivelmente acabamos por gostar mais desta tour do que da C. Passamos por locais como Snake island, Pinagbuyutan beach (onde foi gravado o Surviver).

 

Deni

Membro Conhecido
Os finais do dia eram passados a apreciar o pôr-do-sol, fosse da janela do nosso quarto que tinha vista privilegiada ou da praia de Las Cabanas. Juro que nunca vi um pôr-do-sol tão especial como nesta zona do Mundo...


Algo que me surpreendeu bastante em El Nido foi perceber que existem preocupações ambientais para tentar manter este paraíso lindo como ele é. Num dos dias enquanto esperávamos na praia a saída de uma das tours, tiramos da nossa mochila um saco plástico onde guardávamos as sapatilhas de mergulho (aliás, são imprescindíveis nas tours), fomos avisados por um dos guias para guardarmos o saco plástico, pois em El Nido estes eram proibidos. Já me tinha perguntado também porque seria que os batidos de fruta eram servidos com palhinhas de papel... Fiquei alegremente surpresa quando soube o motivo.
 
Última edição:

Deni

Membro Conhecido
Coron

De El Nido para Coron existem 2 tipos de ferry, um mais demorado que outro. Incrivelmente a diferença de preços nao é assim tanta. Escolhemos ir no fast ferry que supostamente deveria ter demorado cerca de 3h ate Coron. Não sabemos o que raio se passou mas demoramos 6h... o mar estava super revoltado e toda a gente vomitava à nossa volta. Houve até uma altura em que já saturados começamos a avistar terra e pensamos que estaríamos a chegar, mas quando estávamos muito próximo o barco dá uma volta de 360º e volta para tras... quando finalmente chegamos a terra ninguém nos deu justificação nenhuma para aquela demora e nós só queríamos mesmo ir embora dali. Todos nós ficamos doentes nesse dia... foi o pior dia de todos. Conselho para quem pretende apanhar este ferry: para alem de se prepararem psicologicamente, preparem se com roupa quente pois o ar condicionado é terrivelmente frio e levem snacks para a viagem, pois lá só tem pacotes de batatas fritas à venda e pouco mais.

Este dia já estava praticamente perdido entáo depois de descansarmos um pouco, fomos dar uma volta pelo pequeno centro da cidade e subimos até ao Mount Tapyas para ver o lindo pôr-do-sol.

Escadaria que se tem de subir até ao Mount Tapyas:
Mas vale bem o esforço da subida :)

Em Coron estava previsto fazer também 2 tours.
A primeira seria a island tour (1700pp) que passaria na Banana island, Bulog dos island e Malcapuya island. Basicamente é uma tour só de praias e sabíamos que iria ser um dos nossos dias favoritos e não saímos desiludidos.

Bulog dos island:
 
Última edição:

Deni

Membro Conhecido
No dia seguinte fizemos a Ultimate tour (1600pp). A principal razão pela qual queria fazer esta excursão era a visita ao Kayangan Lake cujas cores não deixam ninguém indiferente. No entanto, esta excursão tem também outros pontos bastante interessantes, como por exemplo a twin lagoon...


 
Última edição:

Deni

Membro Conhecido
No nosso ultimo dia em Coron nao tínhamos programado nada em especial, nem tinhamos interesse em mais nenhuma excursão então aproveitamos para relaxar com uma massagem de casal no nosso próprio apartamento.
Para ocupar o resto do dia, pesquisei o que fazer ali nas redondezas e vi que existia uma pequena praia, nao muito longe e que ficava próximo das famosas Hotsprings de Coron. Negociamos com um triciclo para nos levar então até à Cabo beach e na volta pararíamos nas Hotsprings. A praia realmente nao tem nada de especial, principalmente depois de ter estado já em praias lindíssimas como as que tivemos nos dias anteriores, mas pelo menos deu para descansar um pouco e meter a leitura em dia. As hotsprings, apesar de já ter ouvido falar imenso nelas, não estava nos planos a visita. Só a fomos visitar pois ficava a caminho. Acabou por ser uma grande surpresa. Gostamos imenso do espaço e nem tínhamos vontade de sair de lá... foi super relaxante.


Em Coron ficamos num alojamento chamado Haisa Apartment composto por vários apartamentos com um r/c com uma pequena sala kitchenete e wc e um 1° andar com um quarto com 2 camas de casal e outro wc. Este alojamento é bastante perto do centro e foi aqui que compramos também as tours.
No dia seguinte era hora de rumar à nossa ultima paragem: Boracay.
 

Deni

Membro Conhecido
Não me enganei no report... não são fotos das Maldivas, são mesmo da despedida de Coron... :D

Boracay


Em Boracay a ideia era relaxar e aproveitar ao máximo a praia. Por isso, a escolha do alojamento teria que ser preferencialmente na praia. A famosa White Beach está dividida em 3 zonas: Station 1, 2 e 3. Na station 2 é onde toda a acção acontece e a fama de ser um pouco barulhenta afastou a ideia de ficar alojada nessa zona. De entre as restantes a station 1 seria a que teria alojamentos um pouco mais caros, então acabamos por escolher um hotel no início da station 3 chamado Grand Blue Beach. É um hotel bastante simples e o quarto onde ficamos era bastante pequeno mas serviu muito bem o propósito. Os pequenos-almoços eram tomados na varanda com uma vista linda para o mar e o resto do dia era sempre de descanso.


Em Boracay existe uma vasta oferta de restaurante, tais como Mc Donalds, pizzas, restaurantes tailandeses e vários 7eleven para ir abastecendo de snacks ao longo do dia.
Aqui em Boracay, tínhamos intenção de visitar outras praias alem da White beach e uma delas era a Bullabog beach e outra a famosa Puka beach.
No primeiro dia bem cedo, pedimos a um senhor que transportava casais de bicicleta para nos levar até a Bullabog. Coitado do senhor, suou em pilha para nos levar até lá... Chegados lá, a praia estava completamente vazia e havia imensas algas. Até a cor da água é bastante diferente da White beach. Pareceu-me ser bastante virada para os desportos náuticos, como mergulho, vela, etc... Apesar de ser uma baía bonita, não chega aos pés da White beach, então resolvemos apanhar um triciclo para nos levar até à Puka beach. Esta praia, pelo contrário tem umas cores lindíssimas, no entanto, estava vento e o mar formava ondas bastante grandes. Ficamos apenas algumas horas e resolvemos regressar novamente à nossa White beach.

 
Última edição:

Deni

Membro Conhecido
A white beach é realmente a praia mais bonita da ilha, contudo as pequenas algas verdes camuflam um pouco a cor deste mar.


Num dos dias resolvemos também ir visitar o Willy's rock que fica na Station 1. Esta zona tem realmente um areal muito bom. Viemos a pé de lá até à zona do nosso hotel. É longe, mas faz-se bem, mas também fizemos imensas paragens pelo caminho para nos refrescar no mar e para almoçarmos.


Só quando estava em Coron é que tomei conhecimento da notícia sobre o encerramento de Boracay... na altura pelo que li, parecia-me ainda ser apenas uma possibilidade e não uma realidade. Uma vez em Boracay, podiamos ver alguns protestos dos locais contra o encerramento. Fiquei preocupada, pois estas pessoas vivem do turismo e se não houver turistas, não sei como vão sobreviver. No entanto, a recuperação da ilha é também muito importante e a procura deste destino levou a um crescimento desenfreado e super desorganizado. Principalmente na station 1 vimos muitos hotéis e restaurantes fechados e com placas a avisar que aquele espaço não cumpria com as leis locais e que iria ser demolido...
 

Deni

Membro Conhecido
Considerações finais:
Mais um destino que ficará no nosso coração... nunca tinha presenciado um pôr-do-sol tão especial como nesta parte do Mundo.
Apesar de não ser um destino extremamente barato, acabamos por gastar menos dinheiro do que o inicialmente previsto. Assim gastamos um total de 1325€ por pessoa, incluindo todas as despesas, desde voos, hotéis, seguro, alimentação, transporte.
Voo internacional - 507€
Voos internos - 280€
Hoteis - 175€
Extras - 360€.
Tudo preços por pessoa.
Deixo também um pequeno video feito pelo casal que nos acompanhou nesta viagem:

 
Última edição:

rum

Moderador
Staff
Excelente destino, excelente viagem, excelente report. Obrigado pela partilha.
 

PauloNev

Moderador Sénior
Staff
Muito obrigado pela partilha.
Belo report, com grandes fotos, e belos pormenores.
Sinceramente mais uns locais para adicionar a lista de locais a conhecer.
Boas viagens ;)
 

d3ci0

Membro Conhecido
Muito obrigado pela partilha :)!
Mais um excelente report, cheio de fotos paradisíacas que dá vontade de pegar no próximo avião e seguir para as Filipinas :D:D:D
 

yara

Membro Conhecido
Excelente report, @Deni :rolleyes:
Que saudades de El Nido e Boracay. :rolleyes::rolleyes::rolleyes:
Quando fui a Boracay achei a água mesmo cristalina, devem ser as algas que a tornam esverdeada.
 

Ricardo_7

Membro Conhecido
Olá,

Muito obrigado pelo fabuloso report, que fotografias :D Adoro! Cada vez tenho mais vontade em conhecer as Filipinas e depois disto, era já :D

Boas viagens :)
 

Deni

Membro Conhecido
Excelente report, @Deni :rolleyes:
Que saudades de El Nido e Boracay. :rolleyes::rolleyes::rolleyes:
Quando fui a Boracay achei a água mesmo cristalina, devem ser as algas que a tornam esverdeada.
Ola @yara :)
Sim são as pequenas algas verdes que fazem com que a água pareça verde :eek: pelo que li, a proliferação dessas algas tem a ver com a poluição :confused: pode ser que melhore agora...

Olá,

Muito obrigado pelo fabuloso report, que fotografias :D Adoro! Cada vez tenho mais vontade em conhecer as Filipinas e depois disto, era já :D

Boas viagens :)
Olá @Ricardo_7
Acho que deves sim ir até às Filipinas e a escolha é vasta... por mim regressaria para experimentar outras ilhas :D

Que fotos maravilhosas :D
Devem ter sido umas férias excelentes. Adorei o report! :)
Obrigada @PaulaCoelho
Foram sim umas óptimas férias :) já estou é a precisar de ir outra vez :D
 
Última edição por um moderador:
Top