Novidades

[Report] Aventura em Creta

“Aventura em Creta”

Este ano um dos meus destinos de férias foi a ilha de Creta, de 28/Jun a 5/Julho.
Deixo aqui o report da minha logística e do gozo que tive em fazer esta viagem.
(Apenas agora consegui colocar esta experiência)


Voos: Lisboa/Buxelas/Creta –Ryanair
Creta/Milão/Lisboa –Ryanair
Aluguer de carro: https://www.eurocars-crete.com .
Importante: Face às características da ilha (montanha e praias de difícil acesso), aconselho alugarem se possível um 4x4, Jeep ou carro com cilindrada acima de 1.000cc, porque em certos sítios vi-me literalmente “grego” para poder passar.

Estadia: Fiquei em Agia Marina, lado esquerdo de Creta a 30km de Chania.
Tempo: Durante os dias que lá estive, sempre acima de 27º
Temperatura da água: Sempre acima de 25º…um caldo

Programei esta viagem em menos de 1 mês, e Creta foi uma autêntica surpresa para mim, porque mesmo as fotos que já tinha visto das praias, nada se compara ao que vi“ao vivo e a cores”.

Dos 2 aeroportos que é possível ir pela Ryanair, Heraklion, onde está a capital (lado direito da ilha quem olha pelo Google maps) e o aeroporto de Chania, lado esquerdo da ilha, optei por este último face a que ficava mais perto de onde fiquei alojado, em Agia Marina.

Do aeroporto de Chania (Xania) a Agia Marina são 30min de carro (30km), com vista espectaculares pelo caminho, entre montanha e praias. De Chania a Agia Marina são uns 15min.
Agia Marina é basicamente uma avenida com mais de 3 km, com hotéis, bares, restaurantes e praias, praias, praias ao longo desta avenida. Fui recomendado por uma amiga grega que já esteve em Creta várias vezes. E foi uma escolha espectacular!!
Aluguei um apartamento (Booking) com quintal para a praia (literalmente!!), porque o objectivo principal destas férias era visitar as brutais praias que esta ilha tem e que abaixo vocês vão comprovar pelas fotos.
Creta tem dezenas de praias, eu fiz um roteiro para mim das praias do lado Oeste de Creta e do Sul/centro, do que achei mais interessante e mais perto de onde fiquei alojado. As praias do lado Este, ficarão para outra vez de certeza!!

1º dia

Praias visitadas: Balos e Falassarna:

Balos, fica a 45km de Agia Marina, levei cerca de 1 hora de carro. Os últimos 7 km de carro, é um autêntico caminho de cabras…mas o final vale por TUDO o que já viram até hoje.
Para chegar a Balos, existem três hipóteses: 1) Por carro, 2) Caminhada a partir da vila de Kissamos para a malta das caminhadas e que tem a sua “dificuldade”, mas para quem gosta…e vem assinalado nos guias locais ou mesmo pelo Google maps, e 3) Via barco de Kissamos ou de Chania. Como aluguei carro para estas férias , optei por deixar depois o mesmo no parque de estacionamento (1€ o dia todo), que fica no topo da montanha e depois é sempre a descer até Balos uns 1.000mts. Depois o subir é que é a parte mais difícil… Quem tem crianças de colo, este é um ponto a refletir se vale a pena. Mas quando virem as fotos…vão ver que vale mesmo a pena.
A5941C2D-2888-49A6-8A64-1C638667493A.jpeg


Falassarna, fica à mesma distância de Agia Marina que Balos, uns 45km, e fica a 20km de Balos. O acesso é superfácil, o carro pode ficar estacionado mesmo em frente à praia nos vários estacionamentos de areia que existem. Apraia de Falassara é um imenso areal, algo difícil nas praias da Grécia. Tem estrutura de casa de banho e zonas para chapéus de Sol e espreguiçadeiras, para alugar.
54F96910-7419-4306-90B9-65E1C0704F7D.jpeg


2º dia
Praias visitadas: Seitan Limania, Stavros, Loutraki (estas praias ficam perto umas das outras, uns 15km cada)

Seitan Limania, fica a uns 40km de Agia Marina (para o lado direito quem vê o mapa de Creta), a 22km de Xania e a uns 9km do aeroporto de Xania, para se conseguirem situar no mapa. A praia com uma tonalidade de água azul,incrível. O carro fica no topo da montanha e a descida para a mesma foi das mais acidentadas que fiz. A praia é muito pequena, de pedras, povoado por cabras da montanha (que aliás se vêm em toda a Creta), não cabem mais do que 100 pessoas na mesma, mas é um sítio de passagem, mas vale pela cor da água e temperatura da mesma.
11FCD24C-DCEB-471D-B697-488FDBEDF3C9.jpeg

3B224987-440B-4D4D-A8C1-374FF58BF5DB.jpeg


Stavros, fica a 15km de Seitan Limania, bastante famosa, porque aqui foi gravado o filme “Zorba, o grego” com Anthony Quinn. Praia de fácil acesso com vários restaurantes, WC, chuveiros. Almocei aqui no restaurante Almyriki, com vista para esta praia que não tem correntes por ter a forma de uma baía protegida, com um areal enorme, muito boa para quem tem crianças pequenas.
02CD0055-8196-4975-B271-56440320A8A6.jpeg

Loutraki, fica a 17km de Stravos, em estrada sempre alcatroada, de fácil acesso, tem um parque de estacionamento mesmo na praia e bastante grande. A praia tem uns 100mt de extensão, servida por um bar, tem WC e um hotel que fica no topo direito da praia.
Praia parte de areia e pedras, com uma tonalidade mais verde do que as outras que visitei.
21BFD3A5-14E4-4CC4-8640-AB2CFBFD04CB.jpeg


3º dia
Praias visitadas: Aspri Limni, Elafonisi e Kedrodasos

Aspri Limni
(também conhecida por White lake beach) ,fica a 60km de Agia Marina, levei cerca de 1h30. Foi apenas uma curiosidade minha ir visitar esta praia, que não é das mais badaladas de Creta. Como ficava de passagem para as que queria visitar neste dia, aproveitei.
1E0C0CEE-7695-4C67-B1D8-BBBE3C95A8DE.jpeg


Elafonisi, fica a 7km da praia anterior, também conhecida por “pink beach”, porque em certos sítios e por causa de algum coral de cor rosada, a areia é cor de rosa. Das praias mais conhecidas de Creta. Esta é provavelmente a maior praia que visitei, deve ter mais de 1 km de extensão, de fácil acesso, vários sítios para estacionar (gratuito), com uma grande estrutura de WC´s, café, chapéus de Sol, espreguiçadeiras, calmo de ondas, muito frequentado por famílias. Há sítios nesta praia que literalmente as sombrinhas ficam dentro de água. Fiquei nesta praia a almoçar. Neste dia estava um pouco ventoso e como a praia fica numa península, o vento sente-se bem.
FE56E1F4-A707-4B51-A2E2-CEB04E177D96.jpeg

8AD9B06C-9228-404B-B493-9A56DB6939D8.jpeg


Kedrodasos, fica a 4km da anterior praia e para mim vai para o TOP 3 de praias em Creta, se tivesse mais perto do sítio onde fiquei alojado, tinha-a visitado outra vez. Esta praia tem a água mais límpida que encontrei em Creta. É uma praia, onde o carro fica estacionado no alto de um monte e depois são uns 300mt a descer até lá, de fácil acesso. A praia é um “achado “ no meio do nada. Não tem estrutura de cafés e afins. É um misto de rochas e extensão de areia. Muito calma de pessoas, tem algumas árvores para nos podermos abrigar do Sol, que aqui é forte.Parecia um autêntico lago no dia que a visitei.
41028CE4-F183-43C9-84E5-22F809BFA8B5.jpeg

E7344A9E-54CB-4C70-90A2-C2C9C527FB47.jpeg

Quando forem para esta parte da ilha, vão passar na estrada que liga Kissamos a estas praias e aconselho a parar no restaurante AntaMa Cretan tavern, Zum Anzeigen anmelden oder registrieren , o local onde melhor comi em Creta, bem como pelo atendimento que obtive. No final ainda me ofereceram a sobremesa e uma garrafa de licor de canela para trazer.

4º dia
Praias visitadas: Preveli palm beach e Glyka nera, ficam situadas +/- no meio/Sul da ilha

Preveli palm beach, fica a 97km de Agia Marina, a cerca de 1h40 de carro. É das praias com as características mais engraçadas que vi até hoje, no mesmo sítio encontra-se água doce e salgada. Existem dois caminhos para aceder a esta praia, pelo lado Oeste e mais conhecido e onde têm-se as melhores vistas da praia, e pelo lado Este via outra praia de nome Drimiskiano Amoudi. Escolhi o lado Oeste, porque pelo outro a volta é maior. O estacionamento fica no topo da praia, onde paga-se 2€ e depois são uns 400mt de uma descida bastante íngreme. Esta praia parece tirada de um filme do Indiana Jones, porque fica no meio de um desfiladeiro, com rochas de ambos os lados rodeado de palmeiras, com um rio no meio, que desagua na praia, por isso a possibilidade de ter água doce e salgada no mesmo sítio. Como está virada a sul, esta praia é banhada pelomar da Líbia. O caminho das palmeiras, seja pela água, subindo o rio ou por terra, é obrigatório fazer, porque como disse antes parece tirado de um filme.
A praia tem um pequeno café e onde muitas famílias se juntam, porque a água doce antes de entrar no mar, forma um pequeno lago, bom para crianças se divertirem. Se subirem do lado direito da praia, têm outra visão da mesma, e que dá acesso à outra praia que referi antes. Não visitei porque quanto mais se desce, para depois voltar atrás, temos de subir…
E a subida para voltar, não é fácil.
7890BDA8-D840-44EF-B76E-AF8A60C30984.jpeg

103334EC-862E-4EFF-86AA-22FD33EAA2A3.jpeg


Glyka nera, fica a 60 km de Preveli, na mesma extensão de Creta e a 86km de Agia Marina.
Esta praia é de dificílimo acesso, fiquei curioso pelas fotos que vi antes porque existe um local onde água doce sai debaixo da terra mesmo a meio da praia e com apenas as mãos podemos “escavar” e beber.
Para chegar a esta praia, estaciona-se a meio de uma estrada de curvas e contra curvas, quem vem de baixo pela localidade de Sfakia, que tem um porto que liga esta localidade à ilha em frente de Gavdos. De Sfakia também existe um barco que leva turistas a esta praia. Se o dia for de ondas, é preciso ter estômago porque o barco tem dois andares, não é grande mas leva muita gente.
Conforme disse atrás, o acesso a esta praia é dificílimo e é para os que não têm medo de alturas e vertigens, porque o acesso à mesma foi escavado pela borda da montanha e em certos locais não passa mais do que uma pessoa de cada vez. Existe um restaurante/bar no meio da praia, com refeições bastante acessíveis. Era minha intenção almoçar aqui, mas cheguei já perto das 16h30 e não tinha depois tempo de a usufruir porque situa-se mesmo abaixo da montanha e a partir das 17:30 fica sem Sol.
Vale todo o esforço para ir a esta praia, mesmo sendo totalmente de pedras. As fotos falam por si.
8DA317C6-93B5-4351-A7F2-F53D48C241CD.jpeg


5º dia
Visitei a cidade de, Rethymno e o lago Kournas

Rethymno
, fica a 70km de Agia Marina, a uns 65km de Chania. Tem uma fortaleza (construída em 1573 pelos venezianos aquando da sua ocupação) no meio da cidade, com uma vista a 360º para a mesma, vale a pena visitar (paguei 5€ à entrada e deram-me um guia em papel). Saem da fortaleza e em 100mt estão no centro da cidade. O famoso farol de Rethymno, está mesmo no centro da cidade. A “baixa” da cidade, tem restaurantes mesmo perto da água (não se distraíam senão caiem na água, por isso cuidado com as crianças), e dá um cenário espectacular a esta cidade. Para uma boa vista enquanto se come é um sítio bom para almoçar, mas algo caro (não se deixem enganar pelo preço dos menus, que na parte da frente apresenta o preço da saladas…). Dentro da cidade (50mt), encontram melhores e mais baratos.
Encontrei aqui ao longo da marginal, dos bares/restaurantes mais espectaculares que vi até hoje em termos de decoração, luxuoso e com muito bom gosto. Destaco o Queens, o Let´s Vegan e o Baroque.
03912AAC-4044-4841-8129-B2983884B209.jpeg


Lago Kournas, fica a 25km de Rethymno e a 45km de Chania, como ficava no caminho de volta deste dia fui visitá-lo. É um lago de água fresca (tem uma extensão de 1km/800mt), tem vários parques de estacionamento (salvo erro paguei uns 3€) e vários restaurantes e algumas lojas de artesanato. Almoçar aqui é um bom spot. Pode-se alugar gaivotas e dar a volta ao lago (10€/hora) e vale bem a pena. Existem duas entradas para o lago, uma onde estão os restaurantes e a outra na parte Oeste do lago com mais espaço, mas sem a estrutura de restaurantes. É um sítio frequentado por locais com famílias, onde acho que o único estrangeiro era eu 😄
6BE09F30-4E60-42C7-8A8C-7A2EFE6F1FA1.jpeg


6º dia
Visitei a cidade de Chania, claro!! Tanto tempo a falar dela, não podia faltar 😄

Chania/Xania/Χανιά, é uma cidade muito parecida com a anterior que visitei, Rethymno, com um farol, o qual é visto de qualquer parte da cidade. Também com restaurantes à beira de água que dão vista para o farol, com uma marina com barcos já grandinhos. A ocupação pelos italianos de Veneza há mais de 700 anos, manteve o traço veneziano desta cidade, que já foi capital de Creta. Pode-se alugar uma charrete e passear pela cidade, com passagem pela “avenida” pedonal ao longo dos restaurantes. Almocei no Kali-Kardia, no qual à noite têm música Creta ao vivo. Aconselho 😋
C380D1AB-5EB5-4FB4-9089-B916D348FC91.jpeg

9E2F388C-3F66-425F-8BB8-50C272B09389.jpeg

Fim/Tέλος

PS: Adorei Creta e a suas praias. Foi a 5.ª vez quoro a comida grega (acho que tudo!!) , o café Freddo, o licor Mastic e o Ouzo. Voltarei de certeza para visitar a parte Este da ilha e revisitar as praias que mais adorei.

Qualquer dica que precisem, estou disponível para esclarecer ;)

07150D9F-F8D9-4B8F-956E-3816CACABBBA.jpeg
 

Anexos

Última edição:

Ricardo_7

Membro Conhecido
Olá,

Obrigado pela partilha! Sem dúvida que conquista, só esses tons de azul! Por vezes nem precisamos de ir muito longe para encontrar pequenos paraísos :)

Boas viagens ;)
 
Top