[Informação] Informações uteis sobre a Jamaica

Estado
Não está aberto para novas respostas.

Paulo Leite

Coordenador
Staff
Informações uteis sobre a Jamaica

Praia, música, sorrisos e o colorido da paisagem e do espírito caribenho são alguns dos atributos que descrevem a Jamaica. As atracções para a terra do reggae são muitas mais: golfe, história, natureza. Além da fascinante singularidade da sua cultura, resultado do cruzamento de diversas nacionalidades e origens, a paisagem e as belezas naturais contam-se entre os motivos porque vale a pena uma visita. A ilha da Jamaica divide-se em seis regiões: Kingston, Ocho Rios, Montego Bay, Negril, Port Antonio e South Coast.
Em Kingston, onde se encontra a capital, com o mesmo nome, pode conhecer-se parte da vida cultural jamaicana, quer nos seus inúmeros teatros que asseguram um calendário de actuações bem animado e contínuo quer, por exemplo, através da visita à National Gallery que detém a maior colecção de arte jamaicana.

Ocho Rios (oito rios), como o próprio nome indicia, é palco da actuação de mais de vinte quedas de água e rios que se cruzam, num cenário arrebatador.

Em Montego Bay os amantes da natureza podem usufruir de paisagens luxuriantes, com cavernas calcárias com labirintos e rios subterrâneos que se perdem nas profundezas. Em Rock, no distrito de Trelawny, em Montego Bay, existe uma lagoa em que nas noites de chuva as primeiras gotas de água que caem na sua água formam pequenos círculos fluorescentes de cor verde. À medida que a chuva cai com mais força toda a lagoa ganha um brilho verde. Mas mesmo sem chuva a lagoa não perde o seu encanto, com centenas de peixes a reflectir a luz, no que parece ser um espectáculo de pequenos relâmpagos. O brilho nocturno da lagoa deve-se ao fenómeno da bioluminiscência, criado por microorganismos que emitem luz quando são agitados. A lagoa é um dos únicos quatro lugares no mundo onde existem estes microorganismos.
Negril é a experiência da descontracção, com a praia e as paisagens tropicais e para uma experiência bem agradável basta seguir o conselho dos locais: dia de praia, sesta à tarde, ver o pôr de sol num dos penhascos, noite de reggae, e repetir no dia seguinte. Atenção à "negrilitis", considerado um estado de absoluta descontracção, normalmente apanhado dois ou mais dias depois de se estar na cidade, na praia ou nos penhascos e que só passa depois da partida.
Port Antonio foi a zona aristocrática da Jamaica e ainda hoje alberga as casas senhoriais e se pode reviver o esplendor da vida dos grandes produtores de banana.
Por seu lado, South Coast é a zona menos visitada da Jamaica, mas nem por isso menos aconselhável. Longe do burburinho e da agitação das outras zonas, encontram-se aqui belas e sossegadas praias, enseadas e baías.


INFORMAÇÕES UTEIS:

Situação: Jamaica, a terceira ilha em tamanho das Caraíbas, situada a 144 km ao Sul de Cuba.
Geografia: 11.000 km2 de superfície. Tem 233 km (Este-Oeste) e 81 kms no máximo (Norte-Sul), com uma paisagem montanhosa, com picos como o Blue Mountain Peak, de 2.256m de altitude, que caiem majestosamente sobre praias de uma beleza inigualável.
Clima: A Jamaica tem um clima húmido tropical. O mês mais quente é Agosto, e o mais fresco é Janeiro. A temperatura média anual é de 27ºC. Praticamente todos os dias têm Sol e pode desfrutar da praia durante todo o ano.
Diferença Horária: São menos 5 horas do que em Portugal continental
Capital: A capital é Kingston.
Documentação: Passaporte com validade mínima de 6 meses. Á entrada terão que preencher um formulário, que está em inglês, com a informação habitual: nome, número do passaporte, hotel de alojamento, tempo de estada. Á saída do país é obrigatório pagar uma taxa do Governo Jamaicano de US$ 47,00.

Moeda: A moeda do país é o Dólar Jamaicano, no entanto os Dólares Americanos são aceites em toda a ilha. Neste momento a equivalência é de USD 1,00 são 60,00 Dólares Jamaicanos. Os Euros podem cambiar-se facilmente, nos bancos, casas de câmbio ou nos hotéis. Neste momento a equivalência é de € 1,00 são cerca de 80,00 Dólares Jamaicanos. São aceites os principais cartões de crédito. Nas caixas automáticas pode levantar Dólares Jamaicanos.
Governo: A Jamaica tornou-se independente, da Inglaterra, a 6 de Agosto de 1962 e é hoje uma Democracia Parlamentar. No entanto a ligação à Inglaterra mantém-se, pois faz parte da British Commonwealth e a Rainha de Inglaterra continua a ser o seu Monarca Constitucional, isto é, o mais alto representante do país. Na Jamaica o Governador Geral, designado pela Rainha de Inglaterra e sobre a recomendação do Primeiro Ministro da Jamaica, é o representante da Rainha.
Língua: A língua oficial é o inglês, mas em toda a ilha fala-se o patois (dialecto jamaicano). O espanhol também é falado sobretudo por guias e funcionários dos hotéis.
Economia: A Jamaica é considerada um país em desenvolvimento. O seu sistema económico aberto tem como motor de crescimento uma combinação de entidades do sector público e organizações do sector privado. Os dois maiores sectores da economia são o turismo e a extracção de minério, sendo a agricultura e o artesanato também sectores importantes.
Compras: Grande variedade de artesanato em madeira, palha, cerâmica e bordados, peças de ouro e prata, rum e café.
Gastronomia: A cozinha jamaicana está baseada no peixe e em alguns deliciosos produtos da ilha, como o callalo (uma verdura parecida com os espinafres), e o ackee (uma fruta que ao cozinhar fica com o sabor e a aparência dos ovos mexidos).
Vestuário: Vestuário informal de Verão. Alguns hotéis têm regras de vestuário para o jantar.
Corrente Eléctrica: A corrente é de 110 volts, as tomadas são do tipo americano, pelo que se requer adaptadores e transformadores para aparelhos que funcionem a 220 volts.
 
Estado
Não está aberto para novas respostas.
Top