Change background image

Excursões na Riviera Maia – descrição e preços

Tópico em 'México' iniciado por Marisa David a 27 Out 2008.

  1. Marisa David

    Marisa David Membro Novo

    Na minha pesquisa de viagem antes de rumar até à Península do Yucatan reparei que muitas pessoas questionavam sobre as excursões. Eu própria gostaria de ter a informação detalhada com preços, porque ajuda a decidir com calma e a ponderar os percursos e alternativas.

    Houve alguma informação que não encontrei tão detalhada quanto desejaria e que só está disponível no local. Por isso guardei religiosamente o papel da Soltour para poder partilhar convosco.

    Ora aqui vai (os preços estão em dólares e euros, por pessoa, dia completo com almoço excepto os cavalos, bares e Cancun):

    » Chichen Itza - visita à capital do império maia – 95USD / 70€
    » Coba – visita a Coba, uma das últimas cidades encontradas nos últimos anos, e possibilidade de fazer desportos radicais ou snorkling em cenote – 120USD / 85€
    » Xcaret Plus – ecoparque com espectáculo nocturno – 139USD / 98€
    » Tulúm e Xel-há – visita á única cidade maia costeira + ecoparque de snorkling – 136USD / 97€
    » Motos 4x4 – condução de veículo todo o terreno pela selva maia com paragem em cenote e interacção com animais exóticos – 115USD / 80€
    » Tour de coral – 3 passeios guiados de 40m cada por barreiras de coral + praia deserta – 79USD / 58€
    » Passeio de cavalo – passeio na selva e visita a cenote – 80USD / 59€
    » Ilha das mulheres – 75USD / 55€
    » Bares e discos – tour de bares pela praia del Cármen ou cancun. 3 lugares diferentes, bebidas incluídas – 79USD / 58€
    » Cancun compras – visita a 2 centros comerciais e mercado de artesanato – 28USD / 22€

    Confesso que eu pessoalmente optei por alugar carro durante três dias, a 50€/dia e com um custo de gasolina de cerca de 10€/dia. As entradas no local são muito baratas (4€ por pessoa ou nem tanto).
    Mas estou a preparar o report da viagem e deixo-vos depois mais pormenores.

    Aqui ficam para já algumas imagens…

    [​IMG][​IMG][​IMG][​IMG][​IMG]
    [​IMG][​IMG][​IMG][​IMG][​IMG]
    [​IMG][​IMG][​IMG][​IMG][​IMG]
     
  2. Nuno

    Nuno Administrador Membro do Staff

    Marisa ...

    Estou a ficar com água na boca :)
    Estive lá à 10 anos (lua de mel) e foi das ferias mais inesquecíveis que tive na vida.
    Espero lá voltar em breve, mas por agora fico ansioso à espera das tuas fotos :D :)
     
  3. Yuki

    Yuki Membro Novo

    Ai como é bom recordar. Estive Riviera Maia em 2005 e já estou cheia de saudades. :):)
    Na altura não tive oportunidade de alugar carro, mas acho que foi uma boa opção. Quando lá voltar (não sei quando????), alugo carro é sempre a melhor maneira de conhecer
    Esta pequena amostra deixou-me com água na boca….
     
  4. inesaldeia

    inesaldeia Membro Conhecido

    Olá Marisa.
    Obrigada desde já pela informação que partilhaste.
    Estou a pensar ir ao México este Verão e gostaria que me desses alguns detalhes ou algum feedback, se possível, sobre a tua experiência de visitas de carro (Ex. Alugaste carro lá ou reservaste pela net? Fizeste uma pesquisa de rent-a-car antes ou recorreste ao que encontraste lá? Os acessos/caminhos são fáceis? Foram mesmo necessários 3 dias ou achas de dá para ver o essencial em menos tempo?)

    Obrigada desde já

    Inês
     
  5. Marisa David

    Marisa David Membro Novo

    Olá Inês!
    De nada, é um prazer poder ajudar. Aluguei carro lá, normalmente tens operadoras nos hoteis ou contactos disponíveis na recepção. No caso do Hotel onde fiquei, Barceló Maya Beach e que aconselho vivamente, havia operadores e isso facilita. Mas noutros países contactei operadores por telefone e também entregaram o carro no hotel, por isso ficas sempre bem servida numa ou noutra situação :D No entanto o contacto faço sempre no hotel, para operadores locais.

    Os acessos e caminhos são facílimos! O México foi o melhor país onde já conduzi pelo excelente estado da estrada e porque a forma de construção das estradas é do mais inteligente que há: sempre em frente! :D Posso-te dizer que, por exemplo, para Chichen Itza que fizemos cerca de 300km desde o hotel, encontrámos uns dois cruzamentos e umas 3 curvas :D
    Uma estrada única, sempre em frente, e vais tendo os locais assinalados na estrada com indicações. Fácil fácil.
    Em relação aos três dias, eu não diminuiria, porque é um país riquíssimo e é uma pena ir até lá e não conhecer. A minha maior dificuldade foi mesmo conseguir decidir-me pelos locais a visitar e no final o que tive mesmo pena foi de não ter ficado 15 dias...
    Do que visitei só não repitiria Chichen Itza. É muito longe, perdes imenso tempo nesse dia, e tens Cobá que é muito mais impressionante por ser menos turístico, mais selvagem e autêntico. Adorei e aqui vale mesmo a pena ir! Ainda fomos a uma aldeia maya aí perto, mas também por nossa conta. Tulum também é imperdível e visitar um cenote idem.

    Eu tive pena, mas não cheguei a ir a um dos parques porque acho que vale a pena pela diversidade de fauna e flora. No entanto é uma beleza mais "fabricada", claro. Dizem que vale a pena, mas fica para a próxima :D

    Optámos por não fazer nenhuma excursão e definitivamente... é o melhor!

    Se precisares de mais alguma dica, diz!

    Boa viagem :D
     
    Andreia Mateus gosta disto.
  6. inesaldeia

    inesaldeia Membro Conhecido

    México

    Olá Marisa.

    Muito obrigado desde já pela disponibilidade em responderes às minhas questões.
    Infelizmente ainda não é este ano que vou ao México :D Por questões de "bodget" da pessoa que vai comigo tivemos de optar por um destino mais em conta e, como tal, acabámos por escolher Mahdia na Tunísia que é uma zona que ainda não conheço apesar de já conhecer uma boa parte do país e de ter feito circuito há 2 anos.
    Seja como for, prometo guardar religiosamente todas as informações que me forneceste e seguir os teus conselhos de viajante experiente e bem sucedida no México.
    Relativamente ao rent-a-car já estive a ver alguns preços on-line e há algumas companhias com preços mais em conta que outras. Mas possivelmente é melhor solicitar esse serviço no hotel porque o carro é entregue lá.
    Relativamente à escolha do hotel uma amiga minha que foi há 2 meses também me tinha sugerido a tua escolha. Ainda assim o preço não é dos mais em conta.
    No ano passado, antes de ter surgido a epidemia da Gripe A, eu tinha já uma reserva para o México com estadia no Catalonia Yucátan Riviera, mas como a situação não melhorou acabámos por ir para o Bahia Principe de Punta Cana. Contudo, o Catalonia Yucátan Riviera é dos que aparece mais vezes com óptimas promoções e regra geral os clientes dizem muito bem e ficam bem servidos (pelo menos foi o que eu apurei na net).
    Mais uma vez obrigada por tudo Marisa;)
     
  7. Marisa David

    Marisa David Membro Novo

    ó... que pena, mas certamente também terás umas excelentes férias na Tunisia (eu ainda não fui). Entretanto vais pesquisando sobre o México... eu divirto-me imenso a planear as viagens ainda que não possa fazer metade das que vou sonhando. Mas viajar no sofá também tem a sua graça, enquanto pesquisamos vamos dando forma aos sonhos :D

    Em relação aos hoteis, não tive facilidade em encontrar um que gostasse mesmo pelas praias... acabava sempre desiludida por causa das rochas ou bancos de areia que agora há muito lá pela falta de areia e para quebrar o impacto das ondas na zona costeira. Fica muito feio, são uns sacos grandes dentro do mar que estraga toda a beleza das praias. e depois, tamb+em pela falta de areia, em muitas praias tens só umas escadinhas quase directas ao mar e ficas deitada ao sol como que numa "esplanada", não na areaia...

    Por exemplo, no Barceló maya beach este á o aspecto da praia:

    [​IMG]

    e no Catalonia Yucátan Riviera, o aspecto é este:

    [​IMG]

    Este foi um dos motivos da minha escolha e posso dizer.te que não ficou muito mais caro que o habitual no México.

    Em qualquer situação, o meu melhor fiel companheiro de decisão é o tripadvisor. Os comentários às vezes são enganosos, porque o que é bom para ti pode não ser para mim e às vezes as pessoas queixam-se de coisas quase ridículas. Mas as fotos de viajantes são uma optima ajuda porque dão-te a visão da realidade e não do postalinho tratado em photoshop na página do hotel :D

    Bom, depois conta a tua aventura na Tunisia! Divete-te e aproveita. Não deixes de visitar a encantadora aldeia azul-e-branca de Sidi Bou Said que dizem que é imperdível!
     
  8. FreeSpirit

    FreeSpirit Membro Ativo

    Viajar no sofá é óptimo sem dúvida Marisa... :D

    E desde que frequento o Portal das Viagens então, com os magnificos Report´s que aqui colocam, isso é que eu tenho sonhado... :D

    Já agora, quanto aos preços das viagens que ai colocas, são semelhantes aos que me deram. No entanto, no nosso caso eles fizeram uma "atençãozinha" e sobre esses preços que apresentaste faziam 15% de desconto.

    FreeSpirit
     
  9. Marisa David

    Marisa David Membro Novo

    também eu me farto de sonhar no sofá! :D

    pois em relação à negociação dos preços já não sei porque fiz tudo por conta própria e na verdade nem fui à reunião com a agência... apenas copiei do papel que tinham dado no início do check-in para caso fosse útil a alguém ter uma ideia do tipo de excursões que há e uma ideia aproximada de valores. Acaba até por ser diferente depois de operador para operador...

    Mas é verdade, quando fazemos mais do que uma excursão costumam fazer alguma atenção no preço final! :D
     
  10. inesaldeia

    inesaldeia Membro Conhecido

    México

    Olá Marisa.

    O trypadvisor tem sido também o meu fiel conselheiro nas viagens.
    A primeira coisa que faço sempre que pretendo informação sobre um hotel é consultar as opiniões e ver as fotos dos hóspedes (normalmente são as mais fidedignas).
    No caso do Catalonia também vi essas fotos, mas vi outras que mostravam uma parte diferente da praia onde não eram tão evidentes as rochas.
    De qualquer forma, essa escolha terá de ser feita no ano que vem, de acordo com os preços que surgirem. Este ano os preços foram bastante apelativos no início do Verão, tendo o pacote de TI para 8 dias chegado a custar menos de 700 euros... Veremos o cenário para o ano que vem!

    Quanto à Tunísia já não há muito de novo para conhecer.
    Mas como metade do tempo que lá estive foi em circuito acabei por não fazer a excursão às ruínas romanas de Cartago e à aldeia de Sidi Bou Said. Desta vez farei tudo para não perder essa oportunidade.

    Vai planeando a Tunísia no sofá! Tem coisas fantásticas e que merecem ser vistas, como por exemplo o Coliseu romano em El Djem. Fiquei tão fascinada que este ano quando conheci o de Roma fiquei extremamente desapontada (especialmente com o interior). De qualquer forma aconselho bastante precaução com os circuitos na Tunísia. Na altura comprei o pacote de férias ainda em Portugal (Iberojet - circuito do sul standard + estadia em Hammamet), não fiz como a maioria das pessoas que compra ao operador turístico no destino e, a experiência em termos de alojamento nas 3 noites de circuito foi péssima.
    A Iberojet recebeu imensas críticas e queixas provenientes dessa viagem e antecipadamente não dava qualquer informação específica sobre os hotéis que faziam parte do alojamento no circuito. Por isso recomendo vivamente que cada um saiba "ao que vai" e que na compra do pacote saiba detalhadamente onde vai ficar alojado no circuito, especialmente quando levam os viajantes para o hotel às 4h da tarde...Se o hotel não for em condições não há nada para fazer no resto do dia!!

    Continuação de boas viagens no sofá e não só...:D

     
  11. Marisa David

    Marisa David Membro Novo

    Os locais que visitei por conta própria

    Olá a todos!
    Na altura acabei por não descrever quais foram as minhas opções de "excursões" e o tempo foi passando... Mas sinceramente a partilha de experiências em fóruns tem para mim uma fonte tão grande de informação que me sinto quase na obrigação de me obrigar a escrever :D
    E recordar é viver, por isso cá vai...

    Fiz 3 dias e meio de passeio, o resto da semana de praia. Parece pouco porque de facto os hoteis no México são muito bons e é uma pena... mas não conhecer este país é que é mesmo um desperdício! O ideal seria ter ficado mais uma semaninha... :D

    Primeira nota importante para quem aluga carro: tenham muita atenção no posto de gasolina! Fui enganada 2 vezes. Mal se aproximam da bomba os empregados (1 por bomba) chamam-nos fervorosamente para a sua. Ficamos sem perceber porquê à primeira mas depois percebemos: não é só para a grojeta, é porque nos levam mais do dobro do que seria esperado. Os preços por litro não estão afixados nas bombas, tal como cá. O que quer dizer que pedirmos 20 litros ou para nos atestar o depósito faz com eles nos levem por litro o que quiserem. Então o que começámos a fazer e a sugestão que deixo é: saiam do carro e perguntem quanto é o preço do litro. Depois então peçam para encher os litros que querem e confirmem no mostrador da bomba se foi a quantidade certa. Assim não vão ser enganados.
    Muitas pessoas eu acredito que nem se apercebam que estão a ser enganadas, porque o valor que, por exemplo, pagámos na primeira vez é semelhante ao que pagamos cá (um pouco menos até) então achamos normal. Só que depois quando enchemos a 2ª vez o valor foi cerca de um terço para a mesma gasolina e aí estranhámos e ficámos atentos.

    Dia 1

    TULUM
    A estrada em toda a zona costeira é uma única, tipo via rápida, e todas as atracções trurísticas e localidades estão muito bem localizadas. É mesmo muito fácil conduzir no México.
    Tulum são as únicas ruínas mayas costeiras. A envolvente cheia de vegetação e o contraste com o turquesa do mar torna-se uma paisagem idílica. Vale mesmo a pena!
    Parque de estancionamento: 3€
    Bilhete de entrada: 3,5€
    Comboio El trencito que nos leva, dentro do espaço, até às ruínas: 0,50€

    TANKAH
    Bonita zona residencial junto à costa, com uma enorme baía de praia selvagem (igualmente linda, de mar azul turquesa e quente), com um inesperado e maravilhoso cenote onde fomos a banhos.
    Almoço numa pequena palhota transformada em restaurante à beira mar: Casa Cenote
    Preço médio da refeição: 10€

    AKUMAL
    Um caminho de terra batida apartir da estrada principal conduz-nos pelo meio da selva até um parque natural com uma vasta gruta e cenote subterrâneo - CUEVA AKTUN CHEN.
    Para quem nunca fez uma descida a grutas, vale bem a pena. Há várias espécies selvagens à solta: raposas, veados, macacos e outros que não conseguimos identificar. Um Quaxim amistoso seguiu-nos durante toda a visita.
    Bilhete de entrada: 15€

    depois continuo...
     
  12. acpb

    acpb Membro Novo

    Obg.... ja tou msm c agua na boca! vou este sabado para la e vou ficar 15 dias....
    ja estive a comentar c o meu namorado e pelo q dizes se calhar vamos msm optar pelo aluger de carro.... vou para o riu tequila conheces?

    obg
    ana
     
  13. Marisa David

    Marisa David Membro Novo

    Olá Ana!

    Bemmmmm 15 dias é mesmo o ideal! Dá para veres o essencial e ainda desfrutar das excelentes praias e hotel. Fazes muito bem em alugar carro... sem dúvida aconselho mesmo.
    Em excursões organizadas acabas sempre por passar boa parte do tempo enfiada em lojas de artesanato... para além de teres as horas todas definidas, teres que andar com um grupo de pessoas atrás....

    Não conheço esse hotel, quando andei a ver lembro-me que todos os hoteis do Riu tinham uma praia um pouco mais rochosa... mas os hoteis ali são tão bons nos serviços que prestam que de certeza vais ter sorte e esse será o menor dos males! :D
     
  14. acpb

    acpb Membro Novo

    Ja agora diz me mais uam coisa, quanto dinheiro aconcelhas levar, para ter umas ferias em "grande", passeios, compras, essas coisas!? as coisas la sao mt caras?
     
  15. SmartBoy

    SmartBoy Membro Novo

    Que vos parece os seguintes preços

    CHICHEN ITZA - 37€ / 45 USD

    SIAN KAN - 82€ / 99 USD

    ISLA MUJERES - 50€ / 60 USD

    Vale a pena pagar em USD :D
     
  16. Marisa David

    Marisa David Membro Novo

    Em relação a dinheiros.... nós levámos cerca de 400USD daqui (não me recordo ao certo) mas nem era preciso tanto, porque podemos pagar algumas coisas com cartão e nos hoteis dá para levantar dinheiro.
    Pensem nas excursões e/ou aluguer de carro, gasolina, entradas nos locais, 1 ou 2 refeições fora (o tudo incluído dos hoteis compensa na mesma, mas fazer uma refeição num restaurante local é sempre uma forma de sentir o pulsar da cultura e forma de vida local), lembranças e artesanato (têm coisas mesmo lindas e originais).

    Pagar em dólares, sem dúvida compensa. Em muitos lugares eles fazem a conversão para o mesmo ou pouco menos e agora o dólar está bem mais baixo que o euro...
    Em algumas coisas, como o artesanato, o peso, dinheiro local, vale a pena. E os pesos levantam-se em qualquer caixa multibanco de qualquer hotel. As coisas estão normalmente marcadas em pesos. Depois perguntamos quanto é em dólares e aí como é uma moeda mais forte que a deles, carregam sempre mais um bocado. Sem contar que a taxa de conversão varia de local para local... Em euros então fica muito mais caro!
    Independentemente disso, regatear é obrigatório, sempre e em qualquer local ;)
     
  17. Marisa David

    Marisa David Membro Novo

    Quanto ao preço das excursões, pois sim, compensa em dólares e não me parecem mal os preços, já está bem mais baixo do que quando fui.
    Eu continuo a aconselhar o carro, mas claro que depois também depende da vontade de cada um ;)
     
  18. Marisa David

    Marisa David Membro Novo

    ;)
    As coisas não são caras e é tudo uma tentação. Nas compras tenta comprar o máximo possível num único local (as coisas maiores, pelo menos). Consegues sempre que te façam um melhor preço!
     
  19. NunoCorreia

    NunoCorreia Membro Novo

    Não é caro?
    Fui ao centro Maya, que é um hipermercado perto de playacar, e pensei para comigo:
    "Os mexicanos devem ter pelo menos o nosso ordenado minimo."
    Comecei a fazer comparação com certos produtos que uso, e muito sinceramente, era o mesmo preço do que em Portugal.
    O que achei barato, foi apenas os sombreros duros (com muito regateio claro), e umas t-shirts que comprei numa loja de desporto local.
    De resto, não me digam que andar de taxi durante 3 Kms (50 pesos) é barato.
    Ou que imans normais para colocar no frigo custem cerca de 50 pesos também.
    Ou ainda, uma máscara tipica de madeira custar-me 550 pesos, preço inicial 800 pesos.
    Se calhar, até pensei que as coisas fossem mais baratas, pelo que aqui tinha lido e afinal desiludi-me.
    Só para terem uma noção. levei daqui 140 dolares, + 200 euros. e lá levantei mais 500 dolares, pois o meu cartão do BPI, apenas me deixou levantar 3000 pesos, numa caixa do BBVA. após esse dia, CAPUT, apenas podia levantar em dólares. Perdi 2 vezes, no levantamento, e no câmbio para pesos.
    A praia de Playacar, que é onde fica o Riu Yucatan é fantástica. para o lado direito, após o Sandos Resort, existe uma praia deserta, fantástica para namorar. ;)
     
  20. aramis

    aramis Membro Novo

    O México não é caro, apenas a Riviera maya e Baja California é que são ajustadas ao nível americano. Mas se fores fazer compras num supermercado como a Soriana, é mais barato que em Portugal. Agora, artesanias e lembranças para os turistas ou jantares na 5ªavenida aí não hà €uro que aguente...

    Marisa, quanto à questão da gasolina, o preço está escrito na própria bomba, se bem que em numeros pequeninos. Neste momento está em cerca de 8 pesos/litro. O que passa muitas vezes é que as bombas estão descalibradas fazendo-nos pagar mais, ou ainda que começam a meter a gasolina sem que o contador esteja zerado!